Melo e Kubot param na semifinal do ATP 500 de Viena

Marcelo Melo e Lukasz Kubot – cabeças de chave número 2 – pararam nesta sexta-feira (26) na semifinal do ATP 500 de Viena, na Áustria, diante dos britânicos Joe Salisbury e Neal Skupski. Os adversários marcaram 2 sets a 1, parciais de 2/6, 6/3 e 10-8, em 1h15min.

Agora, Melo e Kubot voltam as suas atenções para o Masters 1000 de Paris, na França, que começa a ser disputado na próxima semana, torneio em que defendem o título conquistado no ano passado.

Melo e Kubot entraram na quadra trazendo uma sequência de 10 vitórias seguidas e dois títulos na China: o ATP 500 de Beijing e o Masters 1000 de Xangai. E dominaram totalmente o primeiro set, com um break logo no terceiro game, abrindo em seguida 3 a 1, e outro no sétimo game, fazendo 5/2 e fechando em 6/2. Na segunda série, os adversários conseguiram uma única quebra, no sexto game, marcando 4/2 e administrando a vantagem para chegar aos 6/3 e levar a definição para o match tie-break. Com muito equilíbrio e as duas duplas se alternando à frente, a vitória acabou sendo de Salisbury e Skupski.

Melo e Kubot viram novamente e chegam à semi do ATP 500 de Viena

Duas vitórias de virada e a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot está na semifinal do ATP 500 de Viena, na Áustria. Nesta quinta-feira (25), pelas quartas de final, Melo e Kubot – cabeças de chave número 2 – derrotaram o croata Nikola Mektic e o norte-americano Rajeev Ram por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 10-4, em 1h20min – antes, na estreia, passaram pelo ucraniano Denys Molchanov e o eslovaco Igor Zelenay também em três sets.

Nesta sexta-feira (26) buscam a vaga na decisão diante dos britânicos Joe Salisbury e Neal Skupski, que nesta quinta venceram o alemão Andreas Mies e o chileno Hans Podlipnik-Castillo por 2 a 0 – 7/6 (8-6) e 6/3. O jogo será às 10h30 (horário de Brasília). Campeões em 2015 e 2016, Melo e Kubot tentam, assim, chegar a mais uma final em Viena. Em quatro participações no torneio  – no ano passado foram até as quartas de final – somam 11 vitórias e apenas uma derrota no ATP 500.

A vitória desta quinta-feira foi a décima seguida da dupla, que vem de dois títulos na China: o ATP 500 de Beijing e o Masters 1000 de Xangai. Melo e Kubot, assim como na estreia, viram os adversários vencerem o primeiro set, após conseguirem o break no terceiro game e marcarem 6/4. E mais uma vez foram em busca da reação. Após um segundo set equilibrado, quando venciam por 5/4, quebraram para fazer 6/4 e levar a definição para o match tie-break que, como no primeiro jogo, dominaram totalmente, impondo seu favoritismo e confiança, vencendo por 10-4 para avançar em Viena.

“Mais um jogo duro para nós, no match tie-break. Apesar de não jogarem juntos, são dois excelentes jogadores, bons duplistas. Mais uma vez acho que a confiança dos jogos anteriores foi importante para conseguir essa vitória, especialmente no final do segundo set e no match tie-break. Então é aproveitar esse momento em que estamos com muita confiança para o próximo jogo que é amanhã (sexta) na semifinal”, disse Melo.

Melo e Kubot vencem partida equilibrada na estreia do ATP 500 de Viena

Marcelo Melo e Lukasz Kubot estrearam com vitória, de virada, no ATP 500 de Viena, na Áustria. Nesta terça-feira (23), pela primeira rodada do torneio, a dupla – cabeça de chave número 2 – confirmou o favoritismo e derrotou o ucraniano Denys Molchanov e o eslovaco Igor Zelenay, vindos do quali, por 2 sets a 1, no match tie-break, parciais de 4/6, 7/5 e 10-5, em 1h29min.

Foi a nona vitória seguida de Melo e Kubot que, neste mês de outubro, conquistaram dois títulos na China: o ATP 500 de Beijing e o Masters 1000 de Xangai. Agora aguardam os vencedores da partida entre Roman Jebavy (República Tcheca) / Philipp Kohlschreiber (Alemanha) e Nikola Mektic (Croácia) / Rajeev Ram (EUA), marcada para esta quarta-feira (24).

“Hoje (terça) conseguimos jogar bem. Foi importante manter a calma nos momentos decisivos. Salvamos alguns break points no segundo set. Acabamos sendo quebrados, mas quebramos logo depois, de novo, usando a confiança dos últimos torneios. No match tie-break, também, fomos bem superiores. Foi uma boa estreia, bem positiva. Agora temos um dia para dar uma descansada, treinar e voltar com tudo na quinta-feira”, disse Melo.

Melo e Kubot jogam em Viena classificados para o ATP Finals, torneio que encerra a temporada em Londres, na Inglaterra, entre os dias 11 e 18 de novembro, com a presença das oito melhores parcerias de 2018. Será a sexta participação seguida de Melo – recordista entre os brasileiros –, a quinta de Kubot e a segunda juntos.  Antes do Finals, a partir do dia 29, dupla disputa o Masters 1000 de Paris, na França.

Vale destacar que, na segunda-feira, Bruno Soares e Jamie Murray perderam a estreia do ATP austríaco para a dupla formada pelo alemão Andreas Mies e o chileno Hans Podlipnik-Castillo, com parciais de 6/4 e 6/2.

Demoliner chega perto do seu 1º título ATP, fica com o vice em Viena, com Querrey

Marcelo Demoliner ficou muito perto do seu primeiro título de ATP, mas acabou com o vice do ATP 500 de Viena, na Áustria, que é disputado no piso duro coberto.

Neste domingo, ao lado do norte-americano Sam Querrey, eles chegaram a perder dois match points, quando abriram 9/7 no match tiebreak, mas levaram a virada e foram superados por Rohan Bopanna e Pablo Cuevas, com parciais de 7/6(7) 6/7(4) e 11/9.

Essa foi a sexta final e o sexto vice de Demoliner em um torneio ATP, sendo a quarta nesta temporada. O resultado deve deixar o brasileiro perto do 35º lugar do ranking de duplas da ATP.

Demoliner e Querrey conseguem boa vitória sobre Bryan’s e chegam à semi de Viena

Marcelo Demoliner foi o único brasileiro vitorioso, nesta quinta-feira, no ATP 500 de Viena, na Áustria, que é disputado no piso duro coberto.

Já na noite desta quinta, Demoliner e o norte-americano Sam Querrey conseguiram uma ótima vitória sobre os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, com parciais de 6/3 3/6 e 10/8.

Também nesta quinta, Bruno Soares, ao lado de Jamie Murray, e Marcelo Melo, com Lukasz Kubot, foram eliminados também nas quartas.

Os adversários de Demoliner e Querrey na semifinal será a dupla vencedora do confronto entre Santiago Gonzalez/Julio Peralta e Oliver Marach/Mate Pavic.

Melo e Soares perdem de virada nas quartas de final do ATP 500 de Viena

Marcelo Melo e Lukasz Kubot, cabeças de chave número 1, foram derrotads pelo indiano Rohan Bopanna e o uruguaio Pablo Cuevas nesta quinta-feira (26) e está fora do ATP 500 de Viena, na Áustria.

Em partida válida pelas quartas de final, Bopanna e Cuevas venceram por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (3-7), 6/4 e 10/8, em 1h40min, em jogo equilibrado e definido nos detalhes. Agora, Melo e Kubot, que tinham sido campeões das duas últimas edições em Viena, seguem para a França, onde a partir da próxima semana disputam o Masters 1000 de Paris.

“Acho que jogamos muito bem no geral. A partida, realmente, foi decidida nos detalhes. Pra lá, pra cá, e eles acabaram levando a melhor. Mas, de qualquer maneira, foi um grande torneio, tivemos dois bons jogos e acredito que estamos indo muito bem preparados para Paris, onde é o principal torneio deste giro atual e nós vamos com tudo”, explicou Melo.

Quem também perdeu de virada nas quartas foi Bruno Soares, ao lado de Jamie Murray, sendo superado pelo russo Karen Khachanov e o francês Lucas Pouille, com parciais de 2/6 7/6(3) e 10/7.

Agora, o mineiro e o britânico também seguem para o Masters 1000 de Paris.

Melo e Kubot passam pela estreia e buscam semi do ATP 500 de Viena, nesta 5ª feira

Marcelo Melo e Lukasz Kubot comemoraram nesta quarta-feira (25) a vaga nas quartas de final do ATP 500 de Viena, na Áustria, após superar o norte-americano John Isner e o canadense Daniel Nestor. A dupla – cabeça de chave 1 e campeã das duas últimas edições – venceu na estreia por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-3) e 6/4, em 1h28min, no torneio disputado em piso duro e quadras cobertas.

Agora, o mineiro Melo e o polonês Kubot enfrentam o indiano Rohan Bopanna e o uruguaio Pablo Cuevas, em partida marcada para esta quinta-feira (26) por volta das 14h (horário de Brasília). Bopanna e Cuevas derrotaram o alemão Philipp Kohlschreiber e o bielorusso Max Mirnyi por 2 sets a 0: 6/2 e 6/1. Em caso de vitória, existe a possibilidade de Melo e Kubot jogarem, nas semifinais, contra a dupla formada pelo também mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray.

“Fizemos uma bela partida. Foi importante começar dessa maneira. Conseguimos imprimir nosso jogo, apesar de ser uma dupla muito difícil de enfrentar, pois eles sacam muito bem. Ficamos felizes com nossa atuação, especialmente no início. Então é manter o mesmo ritmo, em um torneio que costumamos jogar bem, e ficar focado jogo a jogo para poder seguir e ir o mais longe possível”, afirmou Melo.

Foto: Christian Hofer/Divulgação

Soares e Murray começam bem a campanha no ATP 500 de Viena. Melo estreia na 4ª feira

Bruno Soares e Jamie Murray estrearam com vitória no ATP 500 de Viena, na Áustria, que é disputado no piso duro e coberto.

Nesta terça-feira, o mineiro e o britânico passaram pela dupla argentina formada por Andres Molteni e Diego Schwartzman, em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/6(5).

Nas quartas de final, eles terão pela frente o russo Karen Khachanov e o francês Lucas Pouille, que passaram por Pablo Carreno Busta e David Marreno na estreia.

Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot buscam o tricampeonato do torneio austríaco, depois dos títulos de 2015 e 2016.

A partir desta quarta–feira (25), a dupla, cabeça de chave número 1, estreia  contra o norte-americano John Isner e o canadense Daniel Nestor.

Melo e Kubot formam a dupla número 1 do mundo na Corrida para Londres. Eles lideram o ATP Doubles Team Race to London, já classificados para o ATP Finals, que reunirá as oito melhores parcerias do ano, a partir do dia 12 de novembro, na Inglaterra. No ranking mundial individual de duplas, Melo ocupa o terceiro lugar, enquanto Kubot é o quarto.

Melo e Kubot vencem de virada e são bicampeões do ATP 500 de Viena

melo-e-kubot-peqMarcelo Melo e Lukasz Kubot são bicampeões do ATP 500 de Viena, na Áustria, que é disputado no piso duro coberto.

Neste domingo, o mineiro e polonês tiveram um jogo muito duro, perderam chances de quebra no primeiro set, saíram atrás, mas venceram de virada a parceria formada pelo austríaco Oliver Marach e o francês Fabrice Martin, com parciais de 4/6 6/3 e 13/11.

No match tiebrek, eles chegaram a desperdiçar quatro match points, além de salvar outro, antes do ponto que deu o título do torneio austríaco pelo segundo ano consecutivo.

O próximo torneio de Melo será o Masters 1000 de Paris, na França, também no piso duro e coberto, e fará parceria inédita com o canadense Vasek Pospisil, campeão de Wimbledon em 2014, ao lado do norte-americano Jack Sock.

Soares e Melo vencem e vão à semi do ATP 500 de Viena

soares-e-murray-2-peqDois brasileiros estão na semifinal de duplas do ATP 500 de Viena, na Áustria, que é disputado no piso duro coberto.

Nesta quinta-feira, o primeiro a entrar em quadra foi Marcelo Melo, ao lado do polonês Lukasz Kubot. Eles venceram o norte-americano Steve Johnson e o alemão Philipp Petzschner em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/3, garantindo vaga na semi, com adversários ainda indefinidos.

Na sequência, quem garantiu vaga na semi foi Bruno Soares, ao lado do britânico Jamie Murray. Cabeças de chave nº 1, eles passaram pelo argentino Guillermo Duran e o polonês Mariusz Firstenberg, também em dois sets, com parciais de 7/6(5) e 6/4.

Os adversários do mineiro e do britânico na semi serão o austríaco Oliver Marach e o francês Fabrice Martin.