Nadal bate Nishikori e, sem perder set na semana, conquista seu 11º título em Monte Carlo

Rafael Nadal confirmou o favoritismo e conquistou o título do Masters 1000 de Monte Carlo, o primeiro Masters 1000 da temporada disputado no saibro.

Neste domingo, o espanhol conquistou o título em Monte Carlo pela 11ª vez na carreira, ao bater o japonês Kei Nishikori em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2.

Nishikori chegou a dar trabalho na primeira parcial, quando quebrou o saque do espanhol, liderando por 2/1, mas logo o nº 1 do mundo se recuperou, se impôs e triunfou no primeiro grande torneio de saibro da temporada.

A semana do espanhol foi simplesmente avassaladora, com nenhum set perdido em cinco jogos disputados, sendo o 1º set da semi o que ele mais perdeu games, quando anotou 6/4 sobre Grigor Dimitrov.

Agora, Nadal vai jogar em casa, no ATP 500 de Barcelona, como cabeça de chave nº 1 e saindo de bye na primeira rodada, aguardando o vencedor da partida entre Andreas Haider-Maurer e Roberto Carballes Baena.

Nadal passa por Dimitrov e encara Nishikori na decisão em Monte Carlo

Está definida a grande final do Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 da temporada disputado no saibro.

Neste sábado, Rafael Nadal foi o primeiro a garantir sua vaga, ao bater o búlgaro Grigor Dimitrov, em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/1.

Em 15 participações no torneio, o espanhol nº 1 do mundo acumula incríveis 10 títulos, além de um vice campeonato, em 2013.

Seu adversário na decisão foi definido logo em seguida, quando o japonês Kei Nishikori virou sobre o alemão Alexander Zverev, com parciais de 3/6 6/3 e 6/4.

Nadal e Nishikori se enfrentam neste domingo pela 12ª vez e, por enquanto, o espanhol tem grande vantagem no confronto direto, com nove vitórias. Porém, no jogo mais recente entre eles, a vitória foi do japonês, que venceu a disputa pela medalha de bronze dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

Thiem consegue virada sobre Djokovic e marca encontro com Nadal nas 4ªs de Monte Carlo

Estão definidas as quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 disputado no saibro na temporada.

No jogo mais esperado do dia, Novak Djokovic e Dominic Thiem justificaram a expectativa e fizeram um jogo muito disputado, que acabou com vitória do austríaco, de virada, com parciais de 6/7(2) 6/2 e 6/3.

Nesta sexta-feira, Thiem terá pela frente o espanhol Rafael Nadal, que justificou o favoritismo diante do russo Karen Khachanov, com parciais de 6/3 e 6/2.

David Goffin também precisou de apenas dois sets pra passar por Roberto Bautista-Agut, marcando encontro com Grigor Dimitrov, que virou sobre o alemão Philipp Kohlschreiber.

Marin Cilic não precisou entrar em quadra pra passar pelo canadense Milos Raonic e agora joga contra o japonês Kei Nishikori, que levou a melhor sobre o italiano Andreas Seppi, em três sets.

O outro jogo das quartas de final será entre o francês Richard Gasquet, que bateu o alemão Mischa Zverev, e o Zverev mais novo, Alexander, que anotou 6/4 4/6 e 6/4 sobre o compatriota Jan-Lennard Struff.

Bruno e Jamie perdem match points e são eliminados na estreia em Monte Carlo

Depois de Marcelo Melo, Bruno Soares também foi eliminado na estreia do Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 disputado no saibro na temporada.

Ao lado do seu parceiro, o britânico Jamie Murray, o mineiro foi superado pela parceria formada pelo indiano Rohan Bopanna e o francês Edouard Roger-Vasselin, no detalhe, com parciais de 3/6 6/4 e 11/9.

Vale destacar que Bruno e Jamie chegaram a liderar o match tiebreak por 9/6, quando perderam 5 pontos seguidos e o jogo.

No Challenger de Tunis, na Tunísia, Marcelo Demoliner e o sueco Robert Lindstedt foram superados nas quartas de final, pelos belgas Sander Gille e Joran Vliegen, com parciais de 7/6(6) e 6/3.

Nadal estreia com facilidade em Monte Carlo e Djokovic marca encontro com Thiem

Rafael Nadal e Novak Djokovic corresponderam às expectativas e confirmaram presença nas oitavas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, que é disputado no saibro.

Nesta quarta-feira, o primeiro a entrar em quadra foi o sérvio, que precisou trabalhar diante do croata Borna Coric, que vive boa fase, pra vencer em dois sets, com parciais de 7/6(2) e 7/5.

Depois, o espanhol teve mais facilidade diante do esloveno Aljaz Bedene e venceu também em dois sets, com parciais de 6/1 e 6/3.

O japonês Kei Nishikori abriu o dia anotando 7/5 e 6/2 sobre o russo Daniil Medvedv, enquanto o croata Marin Cilic fechou a programação com um 6/3 e 7/6(4) sobre o espanhol Fernando Verdasco.

A quinta-feira terá todos os jogos de oitavas de final, com destaque para a partida de Djokovic contra o austríaco Dominic Thiem, que venceu o confronto mais recente entre eles, depois de ser superado cinco vezes.

Nadal deve ter uma partida mais tranquila contra Karen Khachanov, enquanto Cilic terá que enfrentar os saques de Milos Raonic.

Melo e Kubot perdem no detalhe em Monte Carlo. Soares e Murray estreiam nesta 5ª

Marcelo Melo e Lukasz Kubot foram derrotados pelos italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini, nesta quarta-feira (18), em jogo válido pela segunda rodada do Masters 1000 de Monte Carlo, em Mônaco. Foi a estreia de Melo e Kubot, cabeças de chave número 1, bye na primeira rodada. Bolelli e Fognini venceram de virada, em 1h14min: 2 sets a 1, parciais de 2/6, 6/2 e 10-7. Agora, o próximo torneio da dupla será na Espanha, o ATP 500 de Barcelona, a partir de segunda-feira (23).

Mesmo perdendo na estreia em Monte Carlo – no ano passado chegaram às quartas de final -, Melo e Kubot continuarão dividindo a liderança do ranking mundial individual de duplas da próxima semana, não podendo ser alcançados, independente dos resultados de seus adversários em Mônaco.

Monte Carlo foi o primeiro de uma sequência de torneios da dupla no saibro até o segundo Grand Slam do ano, Roland Garros, no final de maio, na França. Melo e Kubot jogarão ainda o ATP 500 de Barcelona, o ATP 250 de Munique  e os Masters 1000 de Madri e Roma, até chegar a Paris.

“Mais um jogo parecido com o Masters 1000 de Miami. Jogamos muito bem, mas os pequenos detalhes decidiram contra. Foi uma bela partida. Eles jogam muito bem nessa superfície. Fizemos um excelente primeiro set, depois eles acabaram quebrando em um game e começaram a jogar também muito decisivo. E no match tie break foi um ponto pra cá outro pra lá que decidiu o jogo, mas a partida foi em alto nível”, explicou Melo.

“Uma pena não ter caído para o nosso lado, mas temos de ter tranquilidade de saber que se continuarmos jogando assim uma hora os resultados virão, porque o nível realmente foi muito alto nos nossos dois últimos jogos, em Miami e aqui. Agora é seguir treinando, pegar os próximos torneios e recuperar a confiança, de volta, que é um detalhe que está faltando. Temos que ser um pouco mais decisivo nos momentos importantes, que isso vem com a confiança de ganhar mais um ou dois jogos seguidos”, completou.

Na quinta-feira, quem entra em quadra é Bruno Soares, ao lado do seu parceiro, o britânico Jamie Murray.

Os dois terão pela frente, também pela segunda rodada, o indiano Rohan Bopanna e o francês Edouard Roger-Vasselin.

Dimitrov, Thiem e Goffin vencem em Monte Carlo. Nadal e Djokovic jogam na 4ª

Foi um dia com ameaças, mas sem grandes surpresas na chave do Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 disputado no saibro na temporada.

O búlgaro Grigor Dimitrov foi um que não começou muito bem e precisou virar o jogo diante do francês Pierre-Hugues Herbert, assim como o alemão Alexander Zverev diante do luxemburguês Gilles Muller.

David Goffin jogou só dois sets, mas teve trabalho diante do jovem grego Stefanos Tisitsipas, como também teve Fabio Fognini contra o bielorrusso Ilya Ivashka.

No confronto argentino, destaque para Diego Schwartzman, atual campeão do Rio Open, que virou o jogo contra Guido Pella depois de levar um pneu no primeiro set.

Outro que conseguiu virar a partida foi Dominic Thiem, que triunfou sobre o jovem russo Andrey Rublev.

A quarta-feira terá os jogos mais aguardados da segunda rodada, com Rafael Nadal, que vem de grande atuação na Copa Davis, diante da Alemanha, entrando em quadra para encarar o esloveno Aljaz Bedene.

Depois de passar bem por Dusan Lajovic na estreia, Novak Djokovic não deve ter facilidade contra o croata Borna Coric, enquanto Marin Cilic deve fazer um bom jogo contra Fernando Verdasco, que vem de vitória sobre Pablo Cuevas.

Djokovic vence fácil na estreia em Monte Carlo. Nishikori vira sobre Berdych

Novak Djokovic estreou muito bem no Masters 1000 de Monte Carlo, o primeiro Masters 1000 da temporada disputado no saibro.

Depois de duas derrotas seguidas, nos Masters 1000 de Indian Wells e Miami, o sérvio não deu chances ao compatriota Dusan Lajovic, cedeu apenas dois games e venceu por 6/0 e 6/1.

Na segunda rodada, o cabeça de chave nº 9 terá pela frente o croata Borna Coric, que passou pelo francês Julien Benneteau por 6/2 e 6/3.

Quem também conseguiu uma boa vitória nesta segunda foi o japonês Kei Nishikori, que virou sobre o tcheco Tomas Berdych, vencendo por 4/6 6/2 e 6/1.

Milos Raonic teve mais dificuldades que o esperado, mas passou pelo convidado local Lucas Catarina por 3/6 6/2 e 6/3.

Nesta terça-feira, Grigor Dimitrov fará sua estreia no torneio, diante do francês Pierre-Hugues Herbert, enquanto Dominic Thiem, cabeça 5, encara o russo Andrey Rublev.

Foto: Valery Hache/AFP

Melo viaja para disputar a temporada de saibro na Europa, começando por Monte Carlo

Marcelo Melo viajou na noite desta quarta-feira (11) para Mônaco onde, a partir deste domingo (15) e até o dia 22, será realizado o Masters 1000 de Monte Carlo. Tenista número 1 do mundo no ranking individual de duplas da ATP e recém-eleito atleta do ano pelo COB, ele participou, antes da viagem, da abertura do Roland-Garros Junior Wild Card Competition by Longines, como embaixador do torneio no Brasil, batendo bola com os 32 tenistas juvenis que disputam a competição, no Pampulha Iate Clube, em Belo Horizonte (MG). Bruno Soares, 15º no ranking mundial de duplas, também participou do evento e ajudou a fazer a festa da garotada.

Melo deixou uma mensagem para os participantes do torneio, que começou nesta quinta-feira (12) e vai até domingo, valendo vaga para o qualifying juvenil de Roland Garros, em Paris, no final de maio.

“Um orgulho muito grande e uma honra poder ser o embaixador aqui no Brasil. Acho que é muito importante esse tipo de torneio para os juvenis, para eles terem consciência que é possível chegar lá, que podem alcançar o sonho de um dia ser campeão de Roland Garros (Marcelo venceu o torneio de duplas em 2015, ao lado de Ivan Dodig). Deu para ver na cara deles a alegria e que estão tentando aproveitar o máximo possível. Tive a oportunidade de bater bola com todos. Foi muito legal. Estou muito feliz que esse torneio aconteça aqui no Brasil, ainda mais na minha cidade”, destacou Melo.

Melo jogará em Mônaco com seu parceiro, o polonês Lukasz Kubot, com quem divide a liderança no ranking da ATP. Eles somam 7.960 pontos, seguidos pelo croata Mate Pavic, em terceiro, com 6.530. No ano passado, chegaram até as quartas de final no torneio de Monte Carlo.

Foto: Fotojump

Nadal confirma o favorisitmo, vence Ramos e conquista o 10º título em Monte Carlo

Nadal - Monte Carlo 3 peqRafael Nadal confirmou o favoritismo e conquistou o título do Masters 1000 de Monte Carlo, em Monaco, que é disputado no saibro.

Neste domingo, o espanhol bateu o compatriota Albert Ramos, com parciais de 6/1 e 6/3 , para conquistar seu 10º título no Masters 1000 monegasco.

A conquista de Nadal foi quase perfeita, perdendo apenas um set durante a semana, além de o fazer chegar à marca de 10 títulos em 14 participações em Monte Carlo.

Campanha de Nadal:

1ª rodada: bye

2ª rodada: d. Kyle Edmund: 6/0 5/7 e 6/3

Oitavas de final: d. Alexander Zverev: 6/1 e 6/1.

Quartas de final: d. Diego Shwartzman: 6/4 e 6/4

Semifinal: d. David Goffin: 6/3 e 6/1

Final: d. Albert Ramos: 6/1 e 6/3