Bruno e Murray são vice-campeões em Queen’s

O brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, foram vice-campeões do tradicional ATP 500 de Queen’s, em Londres, disputado na grama. Eles perderam a decisão para a dupla do finlandês Henri Kontinen e do australiano John Peers, por 6/4 6/3. Esta foi a 54a. final da carreira do mineiro, que tem agora 27 títulos e 27 vice-campeonatos, sendo 2 de cada, em Queen’s. Foi também a terceira final da temporada para a dupla Soares e Murray, que foi campeã em Acapulco e vice em Doha.

“Foi mais um bom jogo. Hoje a gente foi dominado por eles. Eles jogaram super bem, sacaram super bem, como sempre e conseguiram neutralizar um pouco as nossas jogadas. Não conseguimos executar como a gente vinha fazendo nos outros dias, até pela pressão de estar sempre com a corda na pescoço, por causa do estilo de jogo deles. Mas, foi uma grande semana, analisou Bruno, que foi campeão em Queen’s, no ano passado com Murray, campeão em 2014 com Alexander Peya e vice em 2013, também com o austríaco.

Com o vice-campeonato no tradicional torneio, Bruno segue empolgado para o terceiro Grand Slam da temporada, Wimbledon, que começa na outra segunda-feira. “Fizemos quatro jogos na grama em um ATP 500 duríssimo. Estou me sentindo bem preparado para Wimbledon. Agora é ficar por aqui, descansar uns dias e começar os treinamentos para Wimbledon. Estou bem empolgado em jogar mais um Grand Slam na temporada e sentindo que estamos jogando bem, em um piso que temos bom rendimento e em busca de um grande resultado lá.”

Bruno jogará duplas com Murray e também estará na chave de duplas mistas, com parceira a definir.

Bruno e Murray vencem favoritos e jogam pelo bi em Queen’s

O brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray disputam neste domingo o bicampeonato do ATP 500 de Queen’s. Depois de derrotarem os favoritos ao título e a dupla número um da temporada, formada pelo austríaco Olivier Marach e pelo croata Mate Pavic, por 6/3 6/7(6) 10-7 eles enfrentam neste domingo a parceria de Henri Kontinen, da Finlândia e do australiano John Peers, cabeças-de-chave 2.

“Foi mais um grande jogo hoje, contra a melhor dupla da temporada. O jogo foi de altíssimo nível e no formato que a gente joga, na grama, é tudo decidido no detalhe. Estou muito feliz,” analisou o mineiro.

Além do campeonato no ano passado, Bruno tem outro título em Queen’s, em 2014, com Alexander Peya e um vice-campeonato, também com Peya, em 2013. O brasileiro credita o bom resultado na grama londrina, ao apreço que ele tem pelo torneio. “Estou em mais uma final em Queen’s. É um lugar que eu jogo muito bem. É um torneio que eu gosto bastante, com condições perfeitas e sempre quero ficar até a final. Gosto muito de Londres, gosto do clube, com uma quadra central maravilhoso. É um prazer poder jogar nessa quadra e espero que possa conseguir defender o título no domingo.”

Esta será a terceira final de Bruno e Murray, que são cabeças-de-chave 4 em Queen’s, em 2018. Eles foram vice-campeões em Doha e campeões do ATP 500 de Acapulco.

Na carreira, será a 53a. decisão do brasileiro, que tem 27 títulos e 26 vice-campeonatos.

Diana Gabanyi

Bruno e Murray vencem e se juntam a Melo e Kubot na semi do Finals

Bruno Soares e Jamie Murray estão na semifinal do ATP Finals, em Londres, torneio que reúne os oito melhores jogadores de simples e as oito melhores duplas do ano. Soares e Murray derrotaram a dupla número um do mundo, do também brasileiro Marcelo Melo e do polonês Lukasz Kubot por 6/2 6/4. Com a vitória terminaram em primeiro no grupo e enfrentam no sábado, os segundos colocados do outro grupo, Henri Kontinen, da Finlândia e John Peers,  da Austrália, a dupla número dois do mundo.

“Foi mais um grande jogo. Pra gente era ganhar ou ganhar. Estou feliz de ter jogado bem e de estar na semifinal,” analisou o brasileiro que tentará avançar à final em Londres pela primeira vez na carreira.

“Temos que entrar com tudo. É outra pedreira. É a dupla número dois do mundo que ganhou os dois torneios da Ásia e quem está na semi do Finals está jogando bem. Temos que tentar manter esse ritmo de quarta-feira e de hoje. Se a gente jogar assim teremos as nossas chances.”

Antes de Bruno e Murray entrarem em quadra, no começo do dia, Marcelo Melo e Lukasz Kubot enfrentam a única dupla invicta no Finals, a dos campeões de Roland Garros, Ryan Harrison e Michaell Venus, em busca da outra vaga na decisão.

Diana Gabanyi

Foto: ATP