Monteiro bate italiano e vai às quartas do Challenger de Biella

Thiago Monteiro conseguiu mais uma boa vitória e chegou às quartas de final do Challenger de Biella, na Itália, que é disputado no saibro.

Nesta quarta-feira, o brasileiro superou com autoridade o italiano Andrea Arnaboldi, em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/1.

Agora, nas quartas, Monteiro terá pela frente o argentino Marco Trungelliti, nº 134 do mundo, em confronto que será inédito.

Na chave de duplas, Fernando Romboli e o uruguaio Ariel Behar venceram os italianos Andrea Pellegrino e Andrea Vavassori por duplo 6/4 e chegaram à semifinal, ainda sem adversários definidos.

Campeão do US Open Juvenil, Wild recebe o 1º convite para o Challenger de Campinas

Embalado pela recente conquista da chave juvenil do US Open, Thiago Wild foi contemplado nesta terça-feira com o primeiro convite para a chave principal do Campeonato Internacional de Tênis, apresentado pelo Santander e Ministério do Esporte, que acontece entre 29 de setembro e 7 de outubro, na Sociedade Hípica de Campinas. Desta forma, o paranaense, 18 anos, é o quinto brasileiro confirmado no terceiro maior torneio de tênis do País, ao lado do top 4 nacional: Thiago Monteiro, Rogério Dutra Silva, Guilherme Clezar e Thomaz Bellucci.

“Muito feliz com esse convite, agradeço ao Instituto Sports pela oportunidade neste grande evento. Conquistei o US Open juvenil e agora venho com uma ótima confiança, mas o circuito juvenil se encerrou e o profissional é diferente”, disse Wild, atleta da equipe Tennis Route, do Rio de Janeiro, que ocupa a oitava colocação no ranking júnior da ITF (Federação Internacional do Tênis) e, entre os profissionais, é o 459º na ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

Embora seja jovem e esteja competindo somente pela terceira vez na chave principal de um torneio ATP Challenger, Wild demonstra confiar plenamente no seu potencial: “Acredito ter tênis para jogar de igual para igual contra qualquer um da chave, mesmo ela estando bem forte. O que pesa a favor deles é a experiência. Ainda estou me acostumando a jogar Challengers e esta será uma grande oportunidade”, comenta. O saibro campineiro terá o uruguaio Pablo Cuevas e o argentino Federico Delbonis como os dois principais cabeças de chave da competição.

Os bons resultados de Wild, em 2018, começaram em São José do Rio Preto (SP), onde o tenista, em evento da série ITF Future, realizado pelo Instituto Sports, conquistou o título da primeira etapa do Circuito Internacional de Tênis. “A conquista do US Open no juvenil, o título profissional em Rio Preto e outros bons jogos deste ano são credenciais incontestáveis para que o Thiago possa receber esta chance de testar seu talento e competir em altíssimo nível contra grandes nomes do circuito mundial”, explica Danilo Marcelino, diretor do Campeonato Internacional de Tênis.

Próximo wild card

Na próxima quinta-feira, 20/9, o Instituto Sports irá revelar o segundo de quatro nomes premiados com wild card (convite) para a disputa da chave principal. A entrada para o ATP Challenger de Campinas será gratuita durante os nove dias de competição na Hípica.

EUA igualam confronto, mas Coric dá ponto decisivo aos croatas, que encaram a França na final da Davis

Está definida a grande final da Copa Davis, principal competição entre países do tênis e que pela última vez é disputada neste formato.

A primeira classificada neste final de semana foi a França, atual campeã, que depois de abrir 2×0 na sexta-feira, fechou o confronto já no sábado, com a vitória de Julien Benneteau e Nicolas Mahut sobre Marcel Granollers e Feliciano Lopez, por 3×0.

No domingo, só cumprindo tabela, Albert Ramos bateu Richard Gasquet e Marcel Granollers venceu Nicola Mahut, definindo o confronto em 3×2 para os francês, donos da casa.

No outro confronto, muito mais equilíbrio, depois do que parecia ser mais tranquilo quando os croatas abriram 2×0 sobre os norte-americanos na sexta-feira.

No sábado, uma vitória do time visitante pra diminuir a vantagem, com Mike Bryan e Ryan Harrisson passando por Ivan Dodig e Mate Pavic por 3×2.

No domingo, Marin Cilic não confirmou o favoritismo e levou uma virada em quatro sets de Sam Querrey, que empatou o confronto e levou pro quinto e decisivo ponto.

Borna Coric e Francis Tiafoe fizeram um jogo nervoso, equilibrado, com chances pros dois lados, mas que acabou com um triunfo de virada do time da casa, com vitória por 3×2 no jogo e no confronto.

Campeã em 2005 e vice em 2016, os croatas terão que buscar o bicampeonato fora de casa, já que o mando será dos franceses, que já possuem 10 títulos do torneio.

Rogerinho perde para argentino nas quartas de Challenger polonês

Rogério Dutra Silva foi eliminado nas quartas de final do Challenger de Szczecin, na Polônia, que é disputado no saibro.

Nesta sexta-feira, o brasileiro até começou bem, mas acabou levando a virada do argentino Facundo Arguello, que venceu com parciais de 4/6 6/3 e 6/2.

Com o resultado, Rogerinho vai ganhando cinco posições no ranking da ATP, indo ao 144º lugar.

Franceses e croatas abrem vantagem e podem garantir final da Davis neste sábado

Croácia e França estão muito perto da final da Copa Davis, principal competição entre países do mundo do tênis.

Nesta sexta-feira, a França, atual campeã, jogando em casa, no piso duro de Lille, não deu chances ao time da Espanha – sem Nadal – e abriu 2×0.

Primeiro, com Benoit Paire, que anotou um consistente 3×0 sobre Pablo Carreno Busta. Depois, Lucas Pouille foi ao 5º set pra superar Roberto Bautista-Agut.

Com isso, os franceses terão a chance de fechar o confronto neste sábado, na partida de duplas em que terão como representantes Julien Benneteau e Nicolas Mahut, enquanto os espanhóis terão Marcel Granollers e Feliciano Lopez.

No saibro de Zadar, na Croácia, o time dá casa se impôs diante dos Estados Unidos e também abriu 2×0, começando com Borna Coric, em vitória por 3×0 sobre Steve Johnson. Depois, Marin Cilic anotou o mesmo placar sobre Francis Tiafoe.

Com isso, os croatas, com Ivan Dodig e Mate Pavic, podem garantir a vitória neste sábado, mas terão pela frente a dupla formada por Mike Bryan e Ryan Harrisson.

Monteiro e Bellucci perdem em Challengers europeus. Rogerinho joga quartas nesta 6ª, na Polônia

Os dois brasileiros que entraram em quadra nesta quinta-feira, por Challengers europeus, foram eliminados nas oitavas de final.

No Challenger de Banja Luka, na Bósnia, Thomaz Bellucci teve muitas chances diante do lituano Laurinas Grigelis, depois de vencer o primeiro set e liderar o segundo e o terceiro com quebra de saque de vantagem, mas acabou levando a virada por 2/6 7/6(5) e 6/3.

No Challenger de Szczecin, na Polônia, Thiago Monteiro não resistiu ao jogo agressivo do alemão Rudolf Molleker e perdeu em sets diretos, com parciais de 6/3 e 7/5.

Quem está nas quartas de final do torneio polonês é Rogério Dutra Silva, o Rogerinho, que nesta sexta encara o argentino Facundo Arguello, buscando vaga na semifinal.

Cuevas, Bellucci, Delbonis e Monteiro disputam o Challenger de Campinas

A oitava edição do Campeonato Internacional de Tênis, apresentado pelo Santander e Ministério do Esporte, reunirá em Campinas, entre 29 de setembro e 7 de outubro, grandes nomes do circuito mundial. O uruguaio Pablo Cuevas, seis vezes campeão na ATP, encabeça a lista de 22 jogadores do terceiro maior torneio de tênis do Brasil, seguido pelo argentino Federico Delbonis, campeão da Copa Davis, além dos quatro brasileiros mais bem ranqueados na atualidade: Thiago Monteiro, Rogério Dutra Silva, Gulherme Clezar e Thomaz Bellucci.

“Entre todas as edições do torneio, a chave deste ano será a mais forte. São 14 títulos ATP World Tour, entre Cuevas, Bellucci, Delbonis e (Carlos) Berlocq. Além disso, a lista de inscritos apresenta 14 jogadores que figuram no top 250, o que torna o evento bastante competitivo e com diversas atrações para o público que mais uma vez terá entrada gratuita na Sociedade Hípica”, explica Danilo Marcelino, presidente do Instituto Sports e diretor do Campeonato Internacional de Tênis.

Atual 68º do ranking, Cuevas volta ao circuito após sofrer lesão no pé direito, em julho, durante o Masters 1000 de Hamburgo. O talentoso uruguaio costuma brilhar no saibro brasileiro, onde venceu três vezes o Brasil Open (2015/16/17) e foi campeão do Rio Open, em 2016, com histórica vitória sobre Rafael Nadal, na semi. A dobradinha de duas temporadas atrás foi fundamental para que Cuevas alcançasse o 19º lugar do ranking, sua melhor colocação na ATP.

Neste ano, outra novidade em Campinas será a primeira participação de Thomaz Bellucci. O segundo tenista brasileiro mais vitorioso da história, em simples, volta a jogar no Brasil após romper com o treinador André Sá e atravessar uma temporada de poucas vitórias. Enquanto Bellucci estreia no evento, Campinas recebe novamente figuras nacionais conhecidas, como Monteiro, Dutra Silva e Clezar, este o único brasileiro campeão (2013) em sete edições do ATP Challenger.

Wild Cards & Qualifying

A partir da próxima semana, o Instituto Sports irá anunciar individualmente os quatro tenistas contemplados com wild card para a chave principal do Campeonato Internacional de Tênis. O evento também irá definir, entre 29 e 30 de setembro, os outros quatro jogadores classificados por meio do qualifying.

LISTA DE INSCRITOS – CAMPEONATO INTERNACIONAL DE TÊNIS

1ª Pablo Cuevas (URU) – 68º do ranking

2º Federico Delbonis (ARG) – 100º

3º Hugo Dellien (BOL) – 103º

4º Guido Andreozzi (ARG) – 108º

5º Thiago Monteiro (BRA) – 117º

6º Juan Ignacio Londero (ARG) – 118º

7º Christian Garin (CHI) – 137º

8º Facundo Bagnis (ARG) – 140º

9º Rogério Dutra Silva (BRA) – 149º

10º Gastão Elias (POR) – 154º

11º Carlos Berlocq (ARG) – 161º

12º Guilherme Clezar (BRA) – 207º

13º João Domingues (POR) – 218º

14º Pedro Cachin (ARG) – 250º

15º Thomaz Bellucci (BRA) – 274º

16º Andrea Collarini (ARG) – 285º

17º Martin Cuevas (URU) – 287º

18º Facundo Arguello (ARG) – 314º

19º Carlos Gomez-Herrera (ESP) –

20º Marcelo Tomas Vera – (CHI) – 334º

21º Federico Coria (ARG) – 341º

22º Ulises Blanch (EUA) – 344º

Bellucci começa bem em Challenger na Bósnia. Monteiro vence na Polônia

Depois da boa campanha na semana passada, quando parou na semifinal do Challenger de Gênova, Thomaz Bellucci começou bem sua caminhada no Challenger de Banja Luka, na Bósnia, que é disputado no saibro.

Nesta terça-feira, o brasileiro passou pela primeira rodada ao superar o argentino Pedro Cachin, em sets diretos, com parciais de 7/6(2) e 6/1, garantindo vaga nas oitavas de final.

Seu próximo adversário será o lituano Laurinas Grigelis, nº 259 do mundo, em confronto que será inédito.

No Challenger de Szczenin, na Polônia, Thiago Monteiro também passou pela estreia, vencendo com facilidade o eslovaco Alex Molcan, com parciais de 6/0 e 6/2. Nas oitavas, o brasileiro encara o alemão Rudolf Molleker, nº 232 da ATP, no que será o primeiro jogo entre eles.

Vale lembrar que Rogério Dutra Silva também está nas oitavas do Challenger polonês, depois de vencer na segunda-feira o local Pawel Cias por 7/5 e 6/3. Agora, o brasileiro terá pela frente o italiano Simone Bolelli. Os dois já se enfrentaram duas vezes, ambas no saibro, com uma vitória pra cada lado.

Copa Futuro de Tênis define seus 22 campeões na Sociedade Hípica de Campinas

Num final de semana de muito tênis e ótimas disputas, a Copa Futuro de Tênis definiu os campeões de suas 22 categorias de idade nas quadras da tradicional Sociedade Hípica de Campinas. O torneio foi disputado pelo segundo ano consecutivo e reuniu desta vez cerca de 250 juvenis.

Nas decisões de domingo, Catarina Melleiro ficou com o título dos 18 anos, ao derrotar Gabrielly Lima em dois sets muito equilibrados e ambos definidos no tiebreak. Na faixa dos 16 anos, Luís Carvalho ficou com o título principal, ao derrotar Enrique Bataglia, por 6/2 e 6/4.

Veja como ficou o quadro de honra da Copa Futuro:

8M1 – Campeão: Vitor Fialho, vice: Thiago Intini
9F1 – Campeã: ALice Ghiraldi, vice: Giulia Ferreira
9M1 – Campeão: Isaque Sarmento, vice: Raphael Almeida
10M1 – Campeão: Bruno Rosa, vice: Diego Brito
10ME1 – Campeão: Isaque Sarmento, vice: Pedro Carvalho
11F1 – Campeã: Júlia Miranda, vice: Mayra Cicchetti
11M1 – Campeão: João Carvalho, vice: Arthur Oliani
11M2 – Campeão: Matheus Schiavinato, vice: Felipe Aleixo
12F1 – Campeã: Helena Bueno, vice: Marina Monzillo
12FE1 – Campeã: Maria Aidar, vice: Fernanda Quintal
12M1 – Campeão: Lucas Nakasato, vice: Pedro Andres
12M2 – Campeão: Tiago Iser, vice: Felipe Gabriel
12ME1 – Campeão: Caio Barros, vice: Vitor Moraes
14F1 – Campeã: Gabriela Almeida, vice: Clara Cavalcante
14M1: Campeão: Henrique Ushizima, vice: Henrique Brito
14ME1 – Campeão: Ygor Matos, vice: Lorenzo Ferrisse
14MP1 – Campeão: Henrique Pedro, vice: Luka Ono
14MP2 – Campeão: Bruno Souza, vice: Davi Santos
16M1 – Campeão: Luís Carvalho, vice: Enrique Bataglia
16M2 – Campeão: José Neto, vice: Leonardo Saqui
16M3 – Campeão: Caio Lopes, vice: Gustavo Sá
18F1 – Campeã: Catarina Melleiro, vice: Gabrielly Lima
18M1 – Campeão: Ítalo Lourenço, vice: Nicolas Menezes

A Copa Futuro de Tênis- Ano II teve o patrocínio de Açúcar Guarani, através da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude. A realização foi do Instituto Esperança do Amanhã, com chancelas da Confederação Brasileira de Tênis e da Federação Paulista de Tênis.

Djokovic bate Del Potro, é tri em Nova York e conquista seu 14º título de Slam

Novak Djokovic é o grande campeão do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova York, nos Estados Unidos.

Na final deste domingo, o sérvio conquistou pela terceira vez na carreira o título do torneio norte-americano, batendo na decisão o argentino Juan Martin Del Potro, em sets diretos, com parciais de 6/3 7/6(4) e 6/3.

Enquanto o sérvio conquistou o tri, o argentino buscava seu segundo título em Nova York, depois de levantar o troféu em 2009.

Vale destacar que esse foi o 14° título Slam de Djokovic, que se torna o 3º jogador que mais venceu torneios deste nível, igualando-se ao norte-americano Pete Sampras, ficando atrás apenas de Rafael Nadal, com 17, e Roger Federer, maior vencedor, com 20.

Com o resultado, ele também vai aparecer, nesta segunda-feira, como número 3 do ranking da ATP, subindo..postos e ultrapassando justamente o seu adversário deste domingo.

Foto: USTA/Garrett Ellwood