Brasileiro vence e ganha o Wild Card para a chave Jr de Roland Garros

O brasileiro Gustavo Heide integrará a chave juvenil de Roland Garros.

Depois de ter vencido a fase nacional, há dois meses, em Santa Catarina, Gustavo Heide viajou para Paris e lutou pela vaga contra o chinês Li Zixuan, vencendo por 6/0 6/2 e contra o indiano Mann Shah, em que venceu por 7/5 6/3, se tornando o campeão do Roland Garros Junior Wild Card Series by Oppo.

Heide, de Ribeirão Preto, disputará o torneio junior a partir da semana que vem, no memos local onde é disputado o Grand Slam francês.

Diana Gabanyi

Primeiro dia de Roland Garros terá estreias de Stephens, Kerber e jogo entre Svitolina e Venus

Roland Garros começa neste domingo, já com bons jogos abrindo a chave feminina do segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris.

Logo na abertura da quadra Philippe-Chatrier, a alemã Angelique Kerber, 5ª favorita da chave, faz sua estreia diante da russa Anastasia Potapova.

Mais tarde, fechando a programação da mesma quadra, a tcheca Karolina Pliskova, embalada pelo título em Roma, encara a norte-americana Madison Brengle.

Na Suzzane-Lengle, o destaque fica para o jogo da norte-americana Sloane Stephens contra a japonesa Misaki Doi, enquanto na nova quadra Simonne-Mathieu serão disputadas as partidas de Garbine Muguruza, contra a norte-americana Taylor Townsend, e de Elina Svitolina contra a experiente Venus Williams, o que deve ser uma boa partida.

Foto: Julien Crosnier/FFT

Para conferir toda a programação do domingo, clique aqui.

Roland Garros começa neste domingo com a volta de Federer ao saibro francês

Começa neste domingo o segundo Grand Slam da temporada, aquele mais especial pros brasileiros, no saibro parisiense. Um torneio de Roland Garros renovado, com quadra nova, com Roger Federer de volta.

Aliás, o suíço já estreia neste domingo, na quadra principal do complexo, a Philippe-Chatrier, diante do italiano Lorenzo Sonego. Se a expectativa por um título ainda não é das maiores, não dá pra negar que os bons jogos recentes de Federer na terra batida animam pra uma possível boa campanha.

Outro bom de saibro que estreia no primeiro dia do torneio é o grego Stefanos Tsitsipas, cabeça de chave nº 6, que encara o alemão Maximilian Marterer, na mesma quadra do jogo do Federer.

Na quadra Suzzane-Lenglen, Kei Nishikori joga contra o francês Quentin Halys, enquanto Marin Cilic enfrenta o italiano Thomas Fabbiano.

A nova quadra Simonne-Mathieu fica pra estreia do italiano Marco Cecchinnato neste domingo. O semifinalista do ano passado é o cabeça de chave nº 16 e terá pela frente o francês Nicolas Mahut, e David Goffin joga contra o lituano Ricardas Berankis.

Para conferir toda a programação do dia, clique aqui.

Thiago Monteiro vence a 3ª partida, entra na chave principal de Roland Garros e estreia contra sérvio

O tenista brasileiro Thiago Monteiro garantiu, nesta sexta-feira, uma vaga na chave principal de Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada que está sendo disputado em Paris. Número um do Brasil, ele derrotou o austríaco Lucas Miedler, por 6/2 6/4, em 1h17min de jogo e disputará a chave do Grand Slam pela segunda vez na carreira (a outra foi há dois anos).

“É uma sensação muito boa de passar o quali pela primeira vez de um Roland Garros. Estou muito feliz. Tenho jogado bem e melhorado a cada dia. Hoje apesar de ter sido um resultado em dois sets, teve momentos do jogo mais tenso, mas me mantive sempre positivo e muito bem mentalmente, porque tecnicamente eu estava me sentindo bem desde o começo da partida,” analisou o cearense. “No fim, o que fez a diferença foi que fui mais consistente e o fato de estar me sentindo mais forte e experiente nesses torneios.”

Para a estreia na chave, Thiago encarará o sérvio Dusan Lajovic, cabeça de chave 30 e recém finalista do Masters 1000 de Monte Carlo. Eles já se enfrentaram em outras ocasiões e o brasileiro venceu em Bastad, no saibro (2017 63 desistência) e perdeu em Locas Cabos, na quadra rápida (2016 63 64). “Estou bem preparado, venho de uma sequência de três vitórias o que é muito bom e preciso ajustar os detalhes necessários para jogar contra o Lajovic. A gente se enfrentou, ele vem de um ano bom, sei que vai ser um jogo longo e duro, então vou me focar neste desafio e me preparar para ter um resultado positivo.”

Thiago Monteiro vence outra e está a um jogo da chave principal de Roland Garros

O tenista brasileiro Thiago Monteiro venceu mais uma partida em Paris e está agora a um jogo de se classificar para a chave principal de Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada. Nesta quarta ele derrotou o francês Antoine Cornut Chauvinc por 6/3 4/6 6/3, em 2h de jogo e volta a jogar na sexta, contra o austríaco Lucas Miedler, 232o, da ATP.

“Foi um jogo muito duro. Realmente o meu adversário hoje jogou extramente solto, com o apoio da torcida e foi muito bem. Comecei forte no início e ganhei o primeiro set. No segundo ele aproveitou um detalhe, foi um break e depois uns games duros. No terceiro eu me mantive forte e concentrado pois sabia que estava jogando bem. Esperei as oportunidades, elas apareceram e estou muito feliz com o meu jogo de hoje,” disse Thiago, que encarará o austríaco Miedler na última rodada do qualifying, pela primeira vez.

“Estar na última rodada de um Grand Slam novamente significa bastante para mim. Venho confiante, me sentindo bem e agora vou jogar na sexta contra um adversário que não conheço. Vamos tirar a quinta para ajustar esses detalhes que faltam e estabelecer a forma de jogar contra ele, para fazer uma boa partida e furar esse qualifying.”

Esta é a quarta vez que o cearense está jogando Roland Garros. Ele jogou o qualifying em 2016 e 2018 perdendo na estreia e em 2017, direto na chave, ganhou uma rodada e perdeu para Gael Monfils na segunda.

Bruno Soares embarca nesta quinta-feira para Roland Garros

O tenista brasileiro Bruno Soares embarca nesta 5a. feira para Paris para disputar o segundo Grand Slam da temporada, Roland Garros, ao lado do parceiro britânico, Jamie Murray.

Depois de um bom início de temporada de saibro com a semifinal em Monte Carlo e o vice-campeonato em Barcelona, a dupla espera terminar em alta a gira européia da terra batida. “Estamos super motivados para terminar a temporada de saibro com tudo. Tivemos um bom começo, com dois bons torneios, demos uma baixada, mas temos todas as condições para jogar bem em Roland Garros. Foi bom descansar uns dias e fazer uma boa preparação. É um torneio muito especial, já fizemos quartas juntos e queremos ir além.”

Bruno e Murray foram quadrifinalistas em Roland Garros em 2017. Bruno foi também quadrifinalista em 2015 com Alexander Peya, semifinalista com Peya em 2013 e em 2008, com Dusan Vemic.

Nas duplas mistas o brasileiro jogará ao lado da americana Nicole Melichar, que assim como ele disputa o circuito de duplas.

Monteiro vence e Rogerinho perde na estreia do quali de Roland Garros

Uma vitória e uma derrota. Esse foi o saldo do Brasil no primeiro dia do qualifying de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro parisiense.

O triunfo brasileiro no dia foi com Thiago Monteiro, que superou o egípcio Mohamed Safwat, em sets diretos, com parciais de 7/6(3) e 6/0.

Estou feliz com a vitória na estreia, que é sempre mais difícil, ainda mais no qualifying. Todo mundo quer jogar bem e entrar na chave de um Grand Slam,” disse o número um do Brasil e 113o. colocado no ranking mundial. “Fiz um jogo bom hoje. Comecei muito bem e firme e tive saque para fechar em 5/3, mas o meu adversário arriscou umas bolas, ele tem um jogo perigoso e acabou indo para o tie-break. Mas, me mantive forte de atitude mentalmente, aproveitei as minhas chances e consegui jogar bem mais solto no segundo set. Não dei espaco para ele tentar uma reação.”

Na segunda rodada, na quarta-feira, Monteiro terá pela frente o jovem francês Antoine Cornut Chauvinic, de apenas 18 anos, que venceu o tcheco Zdenek Kolar.

“Tenho que estar preparado e voltar com tudo na quarta.” afirmou.

Quem também jogou e perdeu foi Rogério Dutra Silva, que foi superado em três sets pelo belga Kimmer Coppejans por 6/3 6/7(6) e 6/4.

“Jogando Junto”, livro de Fernando Meligeni, tem lançamento em São Paulo nesta 2ª feira

No próximo dia 20 de maio acontecerá o lançamento do mais novo livro de Fernando Meligeni na livraria Martins Fontes localizada na Avenida Paulista das 18h30 às 21h30. Em quase 140 capítulos, Meligeni tenta responder no “Jogando junto” a maior quantidade de perguntas que todo tenista já se fez ou se faz muitas das vezes que está em quadra. Com uma linguagem simples e objetiva para que todos os públicos possam desfrutar das observações, o livro é focado em todos aqueles que adoram praticar o esporte, de vez em quando, iniciantes na carreira ou ainda que almejam uma carreira profissional.

Com a ideia de trazer o máximo de informação possível aos amantes do tênis, um conteúdo abrangente, sem uma ordem determinada, mas muito conteúdo. Os capítulos foram determinados um a um a partir de relatos de amigos, fãs da modalidade, jovens jogadores que participam de seu projeto “Bate bola com o tênis brasileiro” e até mesmo de seus sobrinhos tenistas entre muitos treinos em sua academia MEM.

Conhecido pela garra, determinação e carisma, Fernando se dedicou a mostrar importantes aspectos que envolvem esse jogo, ilustrado muitas vezes por momentos vividos por ele durante sua vida dedicada ao tênis. Ele abre sua caixa de experiências e dá insights de situações cotidianas como por exemplo: Saco primeiro ou devolvo?; como jogar com o vento a favor? Ou contra? Passando ainda por doping, apostas na modalidade, celular, treinos e até mesmo técnicos, se devem ou não contratar mais de um.

Sobre a novidade que chega ao mercado, Fininho desenvolveu um trabalho de estruturação do texto com muito carinho e cuidado para que expusesse sua vivência com o máximo de realismo, além de reforçar as crenças resultantes de tantos anos de atuação profissional no esporte. “Mais uma oportunidade de eu entregar ao tênis um pouco do que foi me dado durante a minha carreira nesta modalidade a qual eu amo. Muito contente com essa oportunidade em parceria com a editora Évora”, afirma.

Esse é o terceiro livro do tenista que lançou em 2008 o Aqui tem! Em parceria com seu amigo e jornalista André Kfouri, contando toda sua carreira e experiências em quadra. Em 2016 juntamente com a editora Évora foi a vez do 6/0 Dicas do Fino e agora em 2019 o Jogando Junto. “Estou feliz em trazer um pouco do que vivi e aprendi nesses anos todos em forma de livro. Será como uma compilação de informações importantes. Devolvo ao tênis um pouco de tudo que me proporcionou”.

Nadal aplica pneu, bate Djokovic em Roma e volta a ser recordista de títulos de Slam

Depois das campanhas decepcionantes no saibro ao longo das últimas semanas, Rafael Nadal mostrou toda sua força no piso ao conquistar neste domingo o título do Masters 1000 de Roma, na Itália.

Em um primeiro set incrível, o espanhol não deu chances para Novak Djokovic, que pela primeira vez em todos os confrontos entre eles, levou um pneu: 6/0.

A segunda parcial começou até mais equilibrada. O espanhol teve a chance de quebrar o saque do sérvio no 7º game, mas viu o adversário sair de um 0/40 pra confirmar e conseguir a quebra definitiva na parcial no 10º game.

No 3º set, Nadal não deu chances. Quebrou o saque do adversário em duas oportunidades e fechou a partida com parciais de 6/0 4/6 e 6/1.

Essa é a 9ª conquista do espanhol em Roma, que de quebra se estabalece novamente como o maior vencedor de Masters 1000, com 34 títulos, deixando Djokovic com 33.

Pliskova se impõe, supera Konta e conquista o título do Premier de Roma

Neste domingo, Karolina Pliskova conseguiu o título do WTA Premier de Roma, na Itália, que é disputado  no saibro.

Na final diante da britânica Johanna Konta, a tcheca impôs seu jogo agressivo, enfrentou poucas dificuldades e venceu em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/4, se tornando campeã do torneio pela primeira vez na carreira:

“É ótimo, especialmente porque ninguém realmente me deu uma favoritismo para ganhar este torneio, até mesmo eu, acho” disse a sincera Pliskova: “Antes do torneio, eu não estava super confiante, não estava pensando na final. Eu estava feliz com cada partida que joguei.” Completou.

Com a conquista, a tcheca, atual nº 7 da WTA, vai ganhar 5 posições e aparecer na vice-liderança do ranking, nesta segunda-feira.