CBT passa a organizar ITF GA de Porto Alegre, antiga Copa Gerdau, a partir de 2019

A partir de 2019, o torneio ITF Grupo A de Porto Alegre passa a ser organizado pela Confederação Brasileira de Tênis, com o apoio do Grupo Gerdau. Além do ITF GA de Porto Alegre, a CBT seguirá organizando o Banana Bowl, que é um torneio do Grupo 1 ITF. Para o torneio de Porto Alegre a CBT contará com o suporte da Federação Gaúcha de Tênis e, para o Banana Bowl, a CBT seguirá em parceria com a Federação Catarinense de Tênis. “O ITF GA continuará sendo promovido em Porto Alegre, com o importante apoio do Grupo Gerdau e da Federação Gaúcha de Tênis”, afirmou o presidente da CBT, Rafael Westrupp.

Pela sua importância e pontuação, tanto o Banana Bowl quanto o ITF GA atraem todos os anos nomes de peso. “O Banana Bowl é Grupo 1, a segunda maior pontuação da ITF e o GA de Porto Alegre conta com a pontuação equivalente aos torneios de grau A, principal série logo após os Grand Slams”, explicou o Gerente de Esportes e Eventos da CBT, Eduardo Frick, que será o coordenador geral do ITF GA.

O Banana Bowl está em sua 48a edição e tem em seu hall de campeões jogadores que se tornaram grandes nomes do tênis mundial como John McEnroe, Thomas Muster e Andy Roddick no masculino e Helena Sukova, Svetlana Kuznetsova e Eugenie Bouchard no feminino. Passaram por suas chaves vários tenistas que vieram a figurar entre os melhores do mundo posteriormente, como Gustavo Kuerten, Yannick Noah, Juan Martin Del Potro, Jo-Wilfried Tsonga, Marcelo Melo,  Fabio Fognini, Kei Nishikori, David Goffin, Amelie Mauresmo, Marion Bartoli, Ana Ivanovic, Dominika Cibulkova, entre outros.

Foto: Miriam Jeski/Heusi Action

Jovem norte-americana de 15 anos, vice de Roland Garros, conquista o título da Copa Gerdau

Anisimova peqAtual vice-campeã, a norte-americana Amanda Anisimova seguiu à risca seu plano para o 34º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, apresentado por Gerdau e Itaú: com apenas 15 anos, chegar ao título da categoria 18 anos feminina. Na manhã deste domingo, na quadra principal da Associação Leopoldina Juvenil, a cabeça de chave número 1 do torneio venceu na final a conterrânea Sofia Sewing, sétima pré-classificada, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/1, em apenas 1 hora e 10 minutos de partida.

Sob sol e calor ainda mais intensos com o fim do horário de verão, ambas as finalistas entraram em quadra nitidamente sentindo o cansaço e a pressão. Com trocas de bola sempre rápidas e muitos erros não forçados de ambos os lados, o jogo seguiu lento até o quinto game, quando uma devolução no contrapé deu a Anisimova a primeira quebra de serviço. A vantagem não durou muito, com Sewing devolvendo a quebra logo no game seguinte com uma paralela certeira. Anisimova só voltou a passar à frente no placar no 11º game, com um voleio indefensável, e em seguida sacou para fechar a parcial em 7/5.

No segundo set, Sewing mostrou-se bastante abatida pelo calor, enquanto o repertório de golpes de Anisimova passava a se mostrar mais eficiente em quadra. A americana filha de pais russos venceu no serviço de Sewing no terceiro e quinto games com erros não forçados da adversária, e aproveitou o primeiro match point que teve também no serviço da compatriota no sétimo game para fechar a série e a partida em 6/1.

“Estou me sentindo incrível, não consigo descrever em palavras como me sinto neste momento”, declarou, sorridente, a campeã após a partida. “Acho que a essa altura o calor já não me incomoda tanto, já estou mais acostumada, então me concentrei em jogar da melhor maneira para vencer.” Sobre sair com o troféu de Porto Alegre após ter ficado com o vice-campeonato no ano passado, Anisimova confirma ter um gostinho especial. “Com certeza é muito especial, foi para isso que vim, para ganhar, então a sensação é maravilhosa.”

Nos próximos dias, a campeã segue em Porto Alegre treinando para duas competições que a manterão em solo brasileiro até a metade de março: Anisimova vai disputar dois torneios profissionais da ITF, a Federação Internacional de Tênis, com premiação de US$ 25 mil cada, um em Curitiba, a partir de 27 de fevereiro, e outro em São Paulo, a partir de 5 de março. Para o restante do ano, a atual vice-campeã de Roland Garros pretende seguir o planejamento do ano passado, disputando os Grand Slam juvenis e alguns torneios profissionais. E quanto a voltar ao Campeonato Internacional em 2018? “Está nos planos, espero voltar”, antecipa a campeã.
Resultado da final feminina dos 18 anos:

Amanda Anisimova (USA/1) d. Sofia Sewing (USA/7) 7/5, 6/1

Foto: Gabriel Heusi

Japonês e americano decidem título dos 18 anos do Campeonato Internacional de POA

O japonês Yosuke Watanuki, 17 anos, confirmou seu favoritismo de primeiro cabeça de chave e garantiu presença na final dos 18 anos masculinos do 33º Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre, apresentado por Gerdau e Itaú. Na briga pelo título, terá pela frente o norte-americano John McNally, também de 17 anos. A partida será realizada neste domingo (20), na sequência da decisão feminina, que reunirá as norte-americanas Usue Arconada e Amanda Anisimova.

Japonês e americano decidem título do Campeonato Intearncional de POA

Yosuke Watanuki jogou com determinação para eliminar o argentino Francisco Vittar em sets diretos, com duplo 6/1. “Eu realmente cheguei no torneio pensando em jogar um ponto de cada vez. Não pensava em alcançar o melhor resultado, mas ganhar ponto por ponto para seguir em frente”, disse o japonês. Por estar na final, a sua segunda neste ano – foi campeão no Argentina Cup, em fevereiro –, confessou que vai se sentir um pouco nervoso. “Mas penso que vou tentar fazer a mesma coisa, pensar ponto a ponto. Vou lutar muito”, assegurou.

John McNally também não enfrentou maiores dificuldades para chegar à final do Campeonato Internacional Juvenil de Porto Alegre. Derrotou o argentino Genaro Olivieri, cabeça de chave número 4, em sets diretos, parciais de 6/2 e 6/3. “Eu estava muito nervoso antes do jogo, porque esta era a minha primeira semifinal em um torneio deste nível (Grupo A)”, contou o atleta. “Eu servi muito bem e sabia exatamente o que fazer, graças aos meus treinadores”, completou. Quanto à final, McNally acredita que o nervosismo estará de volta. “O Watanuki é um grande jogador e também um cara muito legal. Vai ser legal”, completou.

 

Programação de domingo (20/03/2016) – 18 anos – Finais

Local: Associação Leopoldina Juvenil (Rua Marques do Herval, 280)

10 horas – FEM – Usue Maitane Arconada (USA/1) x Amanda Anisimova (USA/3)

A seguir – MASC – Yosuke Watanuki (JPN/1) x John McNally (USA)

Resultados de sábado (19/03/2016) – Semifinais

18 anos femininos

Usue Maitane Arconada (USA/1) d. Natasha Subhash (USA) 6/4 4/6 6/3

Amanda Anisimova (USA/3) d. Dayana Yastremska (UKR/2) 6/4 7/5

18 anos masculinos

Yosuke Watanuki (JPN/1) d. Francisco Vittar (ARG) 6/1 6/1

John McNally (USA) d. Genaro Alberto Olivieri (ARG/4) 6/2 6/3

 

Orlando Luz é semifinalista do Campeonato Internacional de Porto Alegre

Orlando Luz segue sua caminhada em busca do bicampeonato nos 18 anos masculinos do Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, apresentado por Gerdau e Itaú. Em um início de tarde muito quente na capital gaúcha, o cabeça de chave número 1 do torneio venceu seu parceiro de duplas, o sérvio Miomir Kecmanovic, quinto na lista dos principais favoritos, em sets diretos, parciais de 6/2 e 6/3, em uma hora e 15 minutos de confronto. Neste sábado, dia 21, Orlandinho volta às quadras da Associação Leopoldina Juvenil para enfrentar o argentino Manuel Pena Lopez, cabeça 10, pelas semifinais da competição.

Orlando Luz é semifinalista do campeonato internacional de Porto Alegre

Na partida, que contou com a presença de um bom público, Orlando Luz abriu o placar ao quebrar o serviço do sérvio, assim como na rodada anterior, quando enfrentou o compatriota Evaldo Neto. Segundo o gaúcho de Carazinho, escolher receber a primeira bola o faz se sentir mais confortável, já que o adversário ainda está frio para a partida. “Foi difícil jogar contra o meu parceiro. Ontem (quinta), joguei contra um amigo meu (Evaldo Neto) e é complicado enfrentar alguém que a gente já conhece”, comenta.
 
No segundo set, Orlando Luz passou a atacar mais o meio e o lado esquerdo de Kecmanovic, com o intuito de forçar o erro do oponente no backhand. A mudança do sistema de jogo surtiu efeito logo no começo do primeiro game. O brasileiro conseguiu quebrar novamente o primeiro saque do sérvio. Orlandinho manteve o ritmo ao atacar com boas bolas na paralela para deixar Miomir sem chances de defesa. No restante do confronto, o número 2 do ranking mundial da categoria administrou o duelo e consagrou a vitória. “Ele (Kecmanovic) está jogando muito bem, mas felizmente, hoje, eu não o deixei jogar. Mantive a intensidade do começo ao fim, coisa que não havia feito nos outros jogos”, explicou Orlandinho.
 
Nas semifinais, Orlando Luz enfrentará o argentino Manuel Pena Lopez, o 10º na lista dos pré-classificados, que ganhou do chileno Marcelo Barrios Vera por 6/2 e 7/6 (3). A outra semifinal reunirá o americano William Blumberg, cabeça 6, e o australiano Alex De Minaur. Blumberg eliminou seu compatriota Catalin Mateas por 6/4 e 6/2, e De Minaur derrotou o italiano Federico Bonacia por 6/2 e 7/5.
 
RODADA DECISIVA – As finais dos 18 anos, masculino e feminino, serão disputadas no domingo, dia 22, na Associação Leopoldina Juvenil. A rodada terá início às 10 horas.
 
RESULTADOS DE SEXTA-FEIRA (20/03) – 18 ANOS MASCULINOS SIMPLES
Orlando Luz (BRA/1) d. Miomir Kecmanovic (SRB/5) 6/2 6/3
Manuel Pena Lopez (ARG/10) d. Marcelo Tomas Barrios Vera (CHI/4) 6/2 7/6 (3) 
William Blumberg (USA/6) d. Catalin Mateas (USA) 6/4 6/2
Alex De Minaur (AUS) d. Federico Bonacia (ITA) 6/2 7/5

Pré-quali do Campeonato Internacional de Porto Alegre começa nesta 4a.

O torneio pré-qualificatório do 32º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, apresentado por Gerdau e Itaú, começa nesta quarta-feira, 11 de março, com o total de 29 partidas. Na Associação Leopoldina Juvenil, serão disputados os jogos dos 18 anos masculinos. Na Sogipa, ocorrerão as partidas dos 14 anos e dos 16 anos, masculinos e femininos. Nos dois clubes, a rodada se inicia às 14 horas. A disputa continua na quinta-feira, a partir das 9 horas na Sogipa e a partir das 13 horas na ALJ. A rodada decisiva acontecerá na sexta-feira, a partir das 12 horas. No total, serão 80 jogos. A programação completa e as chaves do pré-quali estão disponíveis no site oficial do torneio, www.campeonatointernacional.com.br.

Pré-quali do Campeonato Juvenil de Porto Alegre começa nesta 4a.

TRAJETÓRIA – No início dos anos 80, quando foi criado, o Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre era direcionado somente para os atletas juvenis do Rio Grande do Sul. Graças a excelência na organização do evento e no sucesso conquistado em quadra, o torneio cresceu e se transformou em uma das nove competições mais importantes do calendário mundial infanto-juvenil. Hoje a disputa ocorre nas categorias dos 10 anos aos 18 anos, masculinas e femininas, com jogos de simples e de duplas.

O Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre é apresentado por Gerdau e Itaú. Tem apoio da Lei de Incentivo ao Esporte – Ministério do Esporte – Governo Federal Brasil, White Martins, SAP, Fila e Net. A organização e a realização são da ALDEeA; e a consultoria técnica, da PROTENIS Promoções Esportivas. Os órgãos oficiais são a Federação Internacional de Tênis (ITF), a Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat), a Confederação Brasileira de Tênis (CBT) – Correios, patrocinador oficial do tênis do Brasil, e a Federação Gaúcha de Tênis (FGT).

SERVIÇO

– 32º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre

Quando:

– Torneio pré-qualificatório: de 11 a 13 de março

– Qualifying: dias 14 e 15 de março

– Chave principal: de 16 a 22 de março

Locais:

– 10 anos e 18 anos na Associação Leopoldina Juvenil (Rua Marquês do Herval, 280)

– 12 anos, 14 anos e 16 anos na Sogipa (Rua Barão do Cotegipe, 415)

Ingresso:

A entrada é franca