Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci estreiam com vitória no Challenger de São Paulo

Nesta terça-feira, Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci estrearam com boas vitórias no Challenger de São Paulo. Primeiro em quadra, Monteiro, tenista número um do Brasil e  cabeça de chave 1 da competição, superou o português Gastão Elias em 1h20 de partida, com parciais de 6/3 6/2.

“Foi um jogo excelente, me adaptei bem. Gosto muito de jogar aqui em São Paulo, gosto das condições e o clube nos recebeu muito bem. Me senti bem desde o início do jogo. Na verdade sofri um break no início, comecei um pouco mais nervoso, voltando a jogar em casa e com público, mas logo devolvi o break e fui me impondo cada vez mais para conseguir uma vitória sólida”, resumiu o cearense.

“Esse é o meu último torneio da temporada, então estou 100% focado aqui e a expectativa é título, em busca do meu primeiro em casa. Então é jogo a jogo, me sinto bem preparado e jogando bem. É buscar evolução todo dia. Hoje me dá confiança pra um próximo jogo difícil contra o francês, que vem jogando bem”, finalizou. Na próxima rodada, o 84º do mundo e número 1 do Brasil enfrentará o francês Maxime Janvier, o 211º do ranking. Será o primeiro duelo entre os tenistas.

Depois foi a vez de Thomaz Bellucci entrar em quadra. O atual 288º do ranking venceu onze games seguidos e superou o russo Teymuraz Gabashvili, ex-43º do mundo, por 6/2 6/0.

“Realmente foi uma boa estreia, foi mais rápido do que esperava. Joguei contra ele nos Estados Unidos duas semanas atrás e tinha sido difícil, bem diferente de hoje. Não sei se ele estava machucado, mas ele estava errando bastante, porém eu estava firme no jogo, sólido, e consegui dificultar bastante pra ele, então foi tranquilo”, contou o ex-21 do ranking.

Voltando a jogar no Brasil, Bellucci está contente em ter o apoio da torcida. “Adaptei bem aqui, da quadra rápida pro saibro é mais fácil do que o contrário. É sempre bom jogar em casa e com público. Desde o começo do ano que a gente não jogava com público aqui no Brasil, então foi bem legal”, disse.

Bellucci, ex-21 do mundo e dono de quatro títulos na ATP, vai em busca de mais um título na carreira. Campeão em nove torneios do nível Challenger, o brasileiro de 32 anos espera os vencedores do duelo entre o português Frederico Ferreira Silva, 203º do ranking, e o tunisiano Aziz Dougaz, que está na 375ª colocação.

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Super terça de estreia de brasileiros no São Paulo Open Tennis, com Wild, Monteiro e Bellucci em quadra

Nove brasileiros estreiam nesta terça-feira, na chave principal do São Paulo Open Tennis, no Clube Hípico Santo Amaro, na capital paulista. A rodada tem início às 10h, com entrada gratuita ao público, lembrando que o acesso é restrito a 200 pessoas, devido à pandemia, seguindo todos os protocolos de segurança da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e do Governo do Estado.

Cabeça de chave 2, o paranaense Thiago Wild, 115º do mundo, abre a rodada da quadra central, às 10h, contra o gaúcho Orlando Luz, 315º. “Nos conhecemos muito bem. Já jogamos duas vezes, treinamos juntos há uns anos atrás e acho que vai ser um jogo bom. É um jogo que pode cair para os dois lados, é um garoto talentoso, novo como eu, então acredito que faremos um jogo duro”, afirmou Wild.

Completando os jogos da quadra central, não antes das 12h, o cearense Thiago Monteiro, principal favorito ao título e 84º do mundo, enfrenta o português Gastão Elias. A seguir, não antes das 13h30, será vez do paulista Thomaz Bellucci encarar o russo Teymuraz Gabashvili. Fechando a programação, o mineiro João Menezes, cabeça 7 e 658º, duela com o paulista João Pedro Sorgi.

Felipe Meligeni Alves, João Lucas Reis e Matheus Pucinelli também entram em quadra nesta terça-feira.

A chave principal começou a ser disputada, nesta segunda-feira, com apenas um confronto nacional. No duelo paulista, Pedro Sakamoto venceu Igor Marcondes, por 6/1 6/7(7) 7/5, e avançou às oitavas de final.

Outros resultados desta segunda:

Maxime Janvier (FRA) d Roberto Ortega-Olmedo (ESP) – 5/7 7/5 6/2

Roberto Quiroz (ECU) d Facundo Arguello (ARG) – 6/7(0) 6/3 6/1

[3] Mohamed Safwat (EGY) d Manuel Guinard (FRA) – 6/2 3/6 3/0 ret

Confira a programação completa desta terça-feira:

Quadra Central

10h

Orlando Luz (BRA) vs [2] Thiago Seyboth Wild (BRA)

Não antes das 12h

[1] Thiago Monteiro (BRA) vs [WC] Gastão Elias (POR)

Não antes das 13h30

Thomaz Bellucci (BRA) vs Teimuraz Gabashvili (RUS)

A seguir

[7] João Menezes (BRA) vs [WC] João Sorgi (BRA)

Quadra 1

10h

Felipe Meligeni Rodrigues Alves (BRA) vs [LL] Benjamin Lock (ZIM)

Não antes das 12h

Christian Lindell (SWE) vs [Q] João Lucas Reis Da Silva (BRA)

Não antes das 13h30

[6] Frederico Ferreira Silva (POR) vs [Alt] Aziz Dougaz (TUN)

Quadra 2

10h

[Q] Matheus Pucinelli De Almeida (BRA) vs Kaichi Uchida (JPN)

Não antes das 12h

[Q] Camilo Ugo Carabelli (ARG) vs [4] Emilio Gomez (ECU)

Não antes das 13h30

Sebastian Baez (ARG) vs Chun-hsin Tseng (TPE)

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Sakamoto e Marcondes estreiam nesta segunda no São Paulo Open Tennis

A chave principal do São Paulo Open Tennis começa a ser disputada, nesta segunda-feira, com a estreia de dois brasileiros. Os paulistas Pedro Sakamoto e Igor Marcondes se enfrentam às 12h30, no Clube Hípico Santo Amaro. A rodada tem início às 10h30 e o torneio é aberto ao público, mas com acesso restrito a 200 pessoas, devido à pandemia, seguindo todos os protocolos de segurança da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e do Governo do Estado.

No único duelo nacional do dia, Sakamoto, 306º do mundo, e Marcondes, 816º, se reencontram após três anos. “Faz um tempo que não encontro o Igor, me lembro que jogamos muito tempo atrás. É um jogador que em condições mais rápidas joga melhor, então vejo um jogo em que o saque e a devolução poderão decidir o resultado. Vou me concentrar bastante, fazendo a minha parte como venho treinando e jogando nos últimos torneios”, afirmou Sakamoto, que leva vantagem de 2 a 0 no confronto direto.

“Faz tempo que jogamos, mas com certeza evoluímos e será um bom jogo. Venho numa sequência boa de jogos e treinos de alta intensidade. Estou com a confiança em alta. Vou dar meu máximo em quadra e seguir a tática que venho trabalhando”, disse Marcondes.

Qualifying – Neste domingo foi finalizado o qualifying e mais dois brasileiros garantiram acesso à chave principal do torneio: Matheus Pucinelli de Almeida e João Lucas Reis da Silva.

Confira os resultados da final do quali:

Camilo Ugo Carabelli (ARG) d Mariano Kestelboim (ARG) – 63 62

Matheus Pucinelli de Almeida (BRA) d Oscar Gutierrez (BRA) – 61 63

João Lucas Reis da Silva (BRA) d Benjamin Lock (ZIM) – 61 64

Alejandro Gonzalez (COL) d Eduardo Ribeiro (BRA) – 64 16 64

 

Programação desta segunda-feira:

Quadra Central

10:30

Roberto Ortega-Olmedo (ESP) vs Maxime Janvier (FRA)

Não antes das 12:30

Pedro Sakamoto (BRA) vs [WC] Igor Marcondes (BRA)

Não antes das 14:30

[Q] Alejandro Gonzalez (COL) vs [8] Juan Pablo Ficovich (ARG)

Quadra 1

10:30

Facundo Arguello (ARG) vs Roberto Quiroz (ECU)

Não antes das 12:30

[3] Mohamed Safwat (EGY) vs Manuel Guinard (FRA)

Não antes das 14:30

Carlos Gomez-Herrera (ESP) vs [5] Dmitry Popko (KAZ)

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Medvedev vira sobre Thiem e conquista o título do ATP Finals, em Londres

Daniil Medvedev chegou mesmo. Neste domingo, o russo de 24 anos confirmou seu nome como um dos melhores do tênis na atualidade, ao conquistar o título do ATP Finals, torneio que reuniu na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

Na decisão, o Medvedev fez um jogo equilibrado diante de Dominic Thiem e precisou virar a partida diante do austríaco, com parciais de 4/6 7/6(2) e 6/4.

“Foi a vitória mais difícil da minha vida porque Dominic é um jogador muito difícil de enfrentar. Acho que hoje ele deu seu melhor, estava muito perto de vencer o segundo set (e o jogo). Eu consegui ficar no jogo. Senti que estava muito cansado no terceiro set, com certeza, mas senti que ele começou a desperdiçar algumas bolas, começou a correr mais devagar, pois estava cansado.” disse o russo, que encerra o ano como o nº 4 do mundo.

Já Thiem fecha 2020 como nº 3 do ranking da ATP, que tem Novak Djokovic na liderança e Rafael Nadal na segunda posição.

Roger Federer, Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev, Andrey Rublev, Diego Schwartzman e Matteo Berrettini completam o top-10.

 

São Paulo Open Tennis tem dez brasileiros garantidos na chave principal

Além de Thiago Monteiro, Thiago Wild, João Menezes, Guilherme Clezar e Thomaz Bellucci, já inscritos na chave, o São Paulo Open Tennis tem mais cinco brasileiros garantidos na chave principal, que começa nesta segunda-feira (23), nas quadras de saibro do Clube Hípico Santo Amaro.
Felipe Meligeni Alves, Pedro Sakamoto e Orlando Luz entraram na disputa após a desistência de alguns estrangeiros. Já João Pedro Sorgi e Igor Marcondes receberam wild cards (convites) para ingressar na chave principal. O número de brasileiros deve aumentar com a disputa do qualifying neste final de semana.
O São Paulo Open Tennis é o primeiro torneio da série ATP Challenger Tour realizado este ano no país. O torneio distribui uma premiação de US$ 52 mil e será disputado em chaves de simples e duplas.
Acesso do público – O São Paulo Open Tennis é aberto ao público, mas devido à pandemia, o acesso está restrito a 200 pessoas, seguindo todos os protocolos de segurança do Governo de São Paulo.
Transmissão – As semifinais, no sábado, e a final, no domingo, terão transmissão ao vivo pelo FoxSports. Todas as partidas serão transmitidas via streaming pelo site da ATP – https://www.atptour.com/en/atp-challenger-tour/challenger-tv.
Serviço
Torneio Internacional Challenger de Tênis São Paulo – São Paulo Open Tennis
Clube Hípico Santo Amaro
Rua. Visconde de Taunay, 508
Qualifying
21 e 22 de novembro
Chave principal
23 a 29 de novembro

Melo e Kubot perdem a 2ª e são eliminados do Finals. Soares e Pavic buscam mais uma vitória na 4ª feira

O jogo entre o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukas Kubot diante dos alemães Kevin Krawietz e Andreas Mies abriu nesta terça-feira (17) a segunda rodada do Grupo Mike Bryan do ATP Finals. Krawietz e Mies marcaram 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 7/6 (7-5), em 1h22min, e Melo e Kubot, com a combinação de resultados do grupo, estão eliminados na primeira fase, mesmo com um jogo a ser disputado.

A terceira e última rodada do grupo será nesta quinta-feira (19), quando Melo e Kubot enfrentam Koolhof e Mektic.

“Hoje eles começaram bem, dominaram o primeiro set. No segundo conseguimos entrar em jogo, tivemos algumas poucas chances. Porém, eles foram melhores no geral”, afirmou Marcelo

Nesta quarta-feira, quem entra em quadra pela segunda vez em busca da segunda vitória é Bruno Soares, ao lado de Mate Pavic. O brasileiro e o croata enfrentarão a dupla do espanhol Marcel Granollers e do argentino Horacio Zeballos, que venceram Peers/Venus na estreia. “Vai ser pedreira, mas não dá para esperar outra coisa aqui no Finals, é só porrada. São dois caras que já sabemos o que esperar, fizemos dois confrontos duríssimos contra eles neste ano, no US Open e em Roma. Agora é tentar jogar com a nossa agressividade e fazer o nosso jogo”, disse o mineiro.

Na primeira fase, os oito times são separados em dois grupos, onde os quatro times se enfrentam. São três partidas e as duas melhores duplas de cada grupo avançam para as semifinais. Bruno, que disputa o Finals pela sexta vez, já foi semifinalista no torneio em quatro ocasiões. Aos 38 anos, o mineiro, que é dono de 33 títulos, e nesta temporada conquistou o US Open e foi vice de Roland Garros, vai em busca de superar o seu melhor resultado no campeonato e trazer um título inédito para casa. Outro objetivo é terminar a temporada como a melhor dupla de 2020.

Nadal começa neste domingo caminhada rumo ao 1º título do ATP Finals. Melo também joga

Vai começar neste domingo a disputa do ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

E logo na primeira partida, o austríaco Dominic Thiem medirá forças diante do grego Stefanos Tsitsipas, em jogo que abre as disputas de simples da competição.

Mais tarde, o espanhol Rafael Nadal, que ainda busca seu primeiro título do Finals, joga contra o russo Andrey Rublev.

“Podemos encontrar desculpas ou razões, mas, no final do dia, os números são os números”, disse Nadal. “Penso que joguei menos em quadras indoor (as mesmas do torneio londrino) do que nas outras superfícies, sem dúvida… As quadras cobertas não têm sido as superfícies ideais para o meu jogo de ténis desde o início da minha carreira.” admitiu, para completar em seguida:

“Acho que consegui jogar um pouco melhor nos últimos anos em quadras cobertas do que no início da minha carreira no tênis, sem dúvida, mas [esses são] os números. Eu não posso dizer algo diferente. Espero mudar isso esta semana.” completou.

Vale destacar que dois brasileiros estão no Finals, na chave de duplas, sendo que o primeiro, Marcelo Melo, já estreia neste domingo, ao lado do polonês Lukasz Kubot, diante do norte-americano Rajeev Ram e do britânico Joe Salisbury. Melo fará sua oitava participação seguida (desde 2013) no Finals, recordista entre os brasileiros, a quarta ao lado de Kubot, que jogou em seis temporadas. Nos sete anos em que já participou do torneio, foi duas vezes vice-campeão – em 2014 com o croata Ivan Dodig e, em 2017, com o parceiro polonês. No ano passado, Melo e Kubot foram semifinalistas.

 

Instituto Rede Tênis Brasil promove o Torneio College 2020

Nomes conhecidos como Pedro Zerbini, Diego Cubas, Bruno Rosa e Paula Gonçalves já confirmaram participação, no próximo dia 14 de novembro, no “1º Torneio Ex College IRTB”, quando entrarão em quadras ao lado de ex atletas universitários, convidados e empresários apoiadores do esporte.

Promovido pelo Instituto Rede Brasil de Tênis – IRTB, com o apoio da Wilson, da JFL Living e com patrocínio da Flow Executive Finders, o evento acontece em Barueri/SP, no Sportville Centro de Treinamento, sede da Academia IT, uma das redes credenciadas pelo Instituto Rede Tênis Brasil. A meta é estimular e mostrar a sinergia entre saúde, educação e esporte, que se reflete no sucesso nas quadras e ainda propicia o desenvolvimento e conquistas profissionais.

“Muitos tenistas consagrados, como Pedro Zerbini, Diego Cubas e Bruno Rosa, iniciaram suas carreiras profissionais graças às oportunidades que surgiram após se graduarem nos Colleges americanos, que concedem bolsas de estudo para jovens estudantes que possuam vocação esportiva. Hoje, eles ocupam posições de destaque no mercado de trabalho”, afirma Raphael Barone, diretor do IRTB.

Ele destaca que essa é uma edição piloto do torneio, que terá continuidade ao longo de 2021 como parte da programação do IRTB. “Será um circuito com cerca de quatro a cinco eventos sediados em vários estados brasileiros, constituindo uma plataforma de apoio onde os jovens que retornam dos estudos no exterior, conectados ao tênis, poderão se encontrar, sendo um fomentador de networking importantíssimo”, diz Barone.

O torneio terá oito equipes com quatro jogadores cada uma, em duplas masculinas e femininas, a exemplo do modelo vivenciado no College para os que estudavam com bolsa através do tênis. O formato começa nas quartas de final e vai até a decisão no mesmo dia. Os empresários participantes também estarão disputando um torneio paralelo em duas das quadras do centro de treinamento.

Reconhecido como um esporte seguro neste período de pandemia, por não haver a necessidade de contato entre os atletas, o torneio será realizado em local aberto, e estão asseguradas todas as medidas do protocolo de prevenção da Covid-19.

Um dia antes das competições (dia 13) haverá um jogo de exibição entre os atletas João Lucas Reis e Matheus Pucinelli na quadra rápida do edifício VO699 da JFL Living, além de um sorteio que definirá as equipes e chaves.

 

Evento: 1º Torneio College 2020

Dia: 14 de novembro

Local: Sportville Centro de Treinamento IT –  Barueri/SP

Horário:08h30 às 17h00

Entrada para convidados

 

Bellucci vence a 4a seguida e avança às quartas no Challenger de Cary

O tenista Thomaz Bellucci segue avançando no challenger de Cary, na Carolina do Norte. O brasileiro, que passou o qualifying do torneio, venceu o experiente russo Teymuraz Gabashvili, que já foi o número 43 do mundo, por 6/3 7/6(7), avançando às quartas de final do torneio Challenger norte-americano.

“Está sendo uma boa semana aqui. Alguns jogos duros contra caras que estão acostumados a jogar nessas condições. Hoje fomos para a quadra coberta, está chovendo muito por aqui, então senti um pouco de diferença no tempo de bola. Dos últimos três jogos, hoje talvez tenha sido o que mais joguei abaixo, mas o importante é que fiquei mentalmente bem na partida e que consegui ganhar mesmo não jogando o meu melhor. Isso dá confiança. É saber que nem sempre você vai jogar o seu melhor, mas se manter competitivo e seguir se esforçando, lutando na partida. Hoje eu consegui fazer isso”, disse o ex-número 21 do mundo e dono de quatro títulos de ATP.

Após Cary, Thomaz seguirá nos Estados Unidos e disputará o challenger de Orlando, na Flórida. O brasileiro reconhece a dificuldade de jogar torneios de menor nível, mas enfatiza a importância do foco para melhorar o ranking. “É uma quartas. É um resultado melhor comparado aos que fiz após a volta do circuito (da pandemia), mas preciso buscar resultados ainda maiores para dar um pulo no ranking. Nos challengers você só acaba subindo no ranking se você avançar muito na chave. As primeiras rodadas acabam não fazendo tanta diferença, então a gente joga para conseguir resultados grandes, e é o que estamos fazendo. É sempre bom ganhar quatro jogos, sobe a confiança e me faz acreditar cada vez mais”, encerrou o brasileiro, atual 297º no ranking.

Nas quartas, Bellucci enfrentará o indiano Prajnesh Gunneswaran, 146º do ranking e cabeça de chave 4 do torneio. Este será o primeiro confronto entre os tenistas.

Já Thiago Monteiro, cabeça de chave nº 1 do torneio, perdeu nas oitavas, de virada, para o dinamarquês Mikael Torpegaard, com parciais de 4/6 6/3 e 6/4.

 

Bellucci passa por 1ª rodada do Challenger de Cary depois de salvar match-point. Monteiro bate Clezar

Depois de passar pelo qualifying, Thomaz Bellucci lutou muito e conseguiu a primeira vitória na chave principal do Challenger de Cary, nos Estados Unidos, disputado no piso duro.

Nesta terça-feira, o brasileiro chegou a salvar match-point antes de conseguir o triunfo sobre o egípcio Mohamed Safwat, com parciais de 6/7(4) 6/1 e 7/6(7).

Agora, nas oitavas de final, o brasileiro terá pela frente o vencedor da partida entre o indiano Ramkumar Ramanathan e o russo Teimuraz Gabashvlli.

Outro brasileiro garantido nas oitavas é Thiago Monteiro, que vencia o compatriota Guilherme Clezar por 7/6(5) e 3/2, quando viu o adversário abandonar a partida. Agora, ele enfrenta o dinamarquês Mikael Torpegaard, em confronto que será inédito.