Rogerinho, Teliana e Paula sobem no ranking. Bellucci, Monteiro, Soares e Melo perdem posições

MELBOURNE, AUSTRALIA - JANUARY 17: Rogerio Dutra Silva of Brazil plays a backhand during his first round match against Jared Donaldson of the USA on day two of the 2017 Australian Open at Melbourne Park on January 17, 2017 in Melbourne, Australia. (Photo by Darrian Traynor/Getty Images)

O novo ranking da ATP, primeiro depois do Australian Open, foi divulgado, com alterações entre os brasileiros presentes no top 100.

Thomaz Bellucci, melhor do país no ranking de simples, caiu cinco posições, passando do 62º para o 67º posto.

Thiago Monteiro também caiu, indo do 83º para o 86º lugar, enquanto Rogério Dutra Silva, o Rogerinho, ganhou 10 posições, já que fechava o top 100 e agora é o 90º.

O outro brasileiro entre os 200 primeiros é João Souza, o Feijão,  que saiu do 122º lugar para o 125º.

Nas duplas, quatro brasileiros estão no top 100. Bruno Soares, que era o nº 4, agora é o 7º da lista. Marcelo Melo era o 8º e passa a ser o 9º.

Marcelo Demoliner ganhou boas posições, indo do 64º para o 55º lugar, enquanto André Sá caiu duas posições e agora é o 57º do mundo.

No ranking de duplas, a única parceria com brasileiros no top 10 é de Marcelo Demoliner com o neozelandês Marcus Daniell, que fecha essa faixa do ranking. Soares e Jamie Murray formam a 18ª dupla do mundo e Melo e Lukasz Kubot são o 23º time do ranking da ATP.

No WTA, as três brasileiras presentes no top 200 também tiveram alterações. A nº 1 do país continua sendo Paula Gonçalves, que ganhou 8 postos e agora é a 160º do mundo.

Bia Haddad, que ainda não jogou em 2017, se recuperando de uma lesão, perdeu 5 lugares e agora está no 178º posto, enquanto Teliana Pereira é a 189º da WTA, o que significa que melhorou 7 posições em relação ao último ranking.