Bellucci vence a 4ª serguida e decide vaga na final em Cleveland, nos EUA

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci decide neste sábado uma vaga na final do Challenger de Cleveland, nos Estados Unidos, que está sendo disputado na quadra rápida coberta, diante do dinamarquês Mikael Torpegaard.

Na noite de sexta-feira ele venceu o francês Geoffrey Blancaneux, de virada, por 4/6 6/3 6/4 e volta a disputar uma semifinal depois de 10 meses.

“Estou muito feliz com esse resultado. Eu já vinha sentindo que estava evoluindo bem nas últimas semanas, mas precisava de vitórias para ter confiança e assim elevar o meu nível de jogo,” disse o brasileiro. “Estou muito motivado e sei o que significa esse jogo de hoje, com a chance de voltar a fazer uma final.”

Bellucci intensifica preparação para a temporada 2020 treinando nos Estados Unidos

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci está em Bradenton, nos Estados Unidos, intensificando a pré-temporada para 2020. Desde o início de dezembro na IMG Academy, Bellucci está se preparando para um início de ano em solo americano.

Há 15 anos no circuito profissional, tendo alcançado a posição de número 21, Bellucci não quer fazer planos de ranking e sim pensar em objetivos a curto prazo. “Tenho muito orgulho da minha carreira e dessa longevidade no circuito. A minha trajetória ainda não acabou. A partir de agora tenho que olhar a curto prazo e ir jogo por jogo para retomar a confiança, vendo o que eu faço bem dentro de quadra. Preciso retomar o ritmo de jogo e acho que o ranking vai ser uma consequência. O mais importante é eu estar tranquilo, sabendo que é uma questão de tempo e que estou preparado para subir de volta.“

Bellucci começará a temporada nas quadras duras e indoors dos Estados Unidos, em Ann Arbor e de lá seguindo para Newport Beach(único outdoor), Dallas e Cleveland. “Fisicamente estou bem e estou trabalhando bastante na pré-temporada. O ano foi difícil com as lesões, foi um ano de aprendizado, mas estou tendo boas semanas de preparação, com tempo para treinar e me preparar. Estou olhando pra frente, encarando isso como uma fase e que quando passar, estarei bem mais forte.”

CALENDÁRIO JAN / FEV 2020

Challengers

06.01 – Ann Arbor (rápida indoor)
27.01 – Newport Beach (rápida)
03.02 – Dallas (rápida indoor)
10.02 – Cleveland (rápida indoor)

Bellucci é superado por argentino Coria nas quartas do Challenger de Campinas

Pelo segundo ano consecutivo, a caminhada do paulista Thomaz Bellucci no Campeonato Internacional de Tênis chegou ao fim nas quartas de final. No encerramento da rodada desta sexta-feira, o número 4 do Brasil conseguiu boa reação no segundo set, mas acabou superado pelo argentino Federico Coria, cabeça-de-chave 5, com parciais de 6/4 7/6(1), em 1h51.

“Comecei o jogo muito tenso, cometendo muito erros”, lamentou Bellucci. “Ele cobre bem a quadra, tem uma bola lenta que por mais que eu atacasse, talvez eu devesse ter entrado um pouco mais na quadra, subido mais à rede. Mas ao mesmo tempo ele é muito rápido de fundo de quadra, praticamente chegava em todas as bolas. Talvez tenha faltado um pouco de convicção nas bolas de dentro de quadra”.

As semifinais na Sociedade Hípica de Campinas têm início às 13h neste sábado, com o duelo inédito entre o indiano Sumit Nagal e o argentino Juan Pablo Ficovich. Em seguida, Coria enfrenta o peruano Juan Pablo Varillas pela terceira vez na carreira – o histórico entre eles está empatado. O torneio oferece US$ 54 mil em premiação e o campeão será conhecido no domingo, a partir das 11h, com transmissão ao vivo do SporTV 3.

Bellucci sofreu duas quebras de saque rapidamente, aos poucos equilibrou as ações, mas só venceu um game no saque de Coria no primeiro set. A segunda parcial caminhava no mesmo ritmo quando o argentino chegou a sacar em 4/1 e 40-15. Porém, o paulista devolveu as duas quebras e levantou a torcida ao liderar pela primeira vez, por 6/5. Coria diminuiu os erros e barrou a reação de Bellucci para avançar no tiebreak.

“Acho que também tem coisas positivas, de ter conseguido administrar situações difíceis do jogo e quase ganhado o segundo set. Baixei um pouco a intensidade, cansei um pouco nos últimos games. Estava muito tenso o jogo inteiro, gastei muita energia e acabei errando muitas bolas no final. Várias bolas saíram por pouco, você perde confiança e é meio uma bola de neve”, acrescentou o paulista.

No segundo jogo desta sexta, Varillas eliminou o equatoriano Diego Hidalgo, por 6/1 6/2, e tentará alcançar a primeira final de Challenger da carreira. “Venho de três semanas muito boas e este torneio está coroando o trabalho árduo que tenho feito. É a minha primeira vez aqui e gostei muito, é um torneio de primeira categoria. Aqui faz calor, mas é seco. Eu não sinto tanto e acho que é um ponto a meu favor”, analisou o peruano. O 332º colocado já garantiu a entrada no top 300 com a campanha em Campinas.

A rodada tem início às 11h com a segunda semifinal de duplas. O carioca Fernando Romboli e o mexicano Miguel Angel Reyes Varela, cabeças 1, enfrentam o campineiro Felipe Meligeni e o venezuelano Luis Davis Martinez. Cabeças 4, Orlando Luz e Rafael Matos aguardam na decisão, que acontece domingo.

 

PROGRAMAÇÃO DE SÁBADO

QUADRA CENTRAL – 11h00
M. A. Reyes-Varela (MEX)/F. Romboli (BRA) vs L. D. Martinez (VEN)/F. Meligeni (BRA)

Não antes de 13h
S. Nagal (IND) vs J. P. Ficovich (ARG)
J. P. Varillas (PER) vs F. Coria (ARG)

Foto: João Pires/Fotojump

Bellucci abre rodada noturna nesta quinta; Orlandinho e Sakamoto jogam de tarde em Campinas

Os quadrifinalistas do Campeonato Internacional de Tênis serão conhecidos nesta quinta-feira, em rodada que começa às 11h na Sociedade Hípica de Campinas. O último jogo do dia será o duelo entre o paulista Thomaz Bellucci e o argentino Leonardo Mayer, a partir das 18h30, na Quadra Central João Lima. A entrada do público é gratuita.

O histórico entre eles tem seis encontros, com três vitórias para cada lado. O mais recente foi vencido pelo argentino, em casa, em confronto da Copa Davis de 2015. Mayer é o segundo principal favorito ao título em Campinas e ocupa a 97ª posição no ranking, enquanto Bellucci, 315º, busca recuperação em um ano em que sofreu com lesões no pé e nas costas.

A torcida brasileira já deve marcar presença no início da tarde, com Orlando Luz e Pedro Sakamoto em ação, por volta de 12h30. O gaúcho desafia o embalado indiano Sumit Nagal, que aparece com o melhor ranking da carreira (135º) e contou com abandono na estreia em Campinas.

“Ele está jogando muito bem, está confiante. Furou o quali do US Open este ano, tirou set do (Roger) Federer e acabou de ganhar um Challenger. Hoje ele não precisou fazer força, então está descansado. Mas eu também estou confiante e espero fazer um bom jogo”, diz Orlandinho, 327º da ATP.

O número 6 do Brasil espera que o apoio da torcida seja ainda maior do que nas rodadas anteriores. “Os dois primeiros jogos foram contra brasileiros, então ainda não tive o apoio da torcida contra um estrangeiro. Vamos ver o que o pessoal está pronto para fazer de barulho e espero que a torcida faça a diferença”.

Por outro lado, o indiano minimiza o favoritismo em função do bom momento e diz estar pronto para suportar a torcida brasileira. “No tênis cada semana é diferente, em uma cidade nova, com condições diferentes. Não dá para pensar: ‘vou ganhar todo jogo’. Eu ouvi que tem muita torcida aqui. Jogando contra um brasileiro, é claro que vai ter barulho. Mas eu gosto de jogar contra a torcida, não vai ser um problema”, antecipa Nagal.

A partida entre o paulista Pedro Sakamoto e o peruano Nicolas Alvarez acontece na quadra 3. O peruano lidera o confronto direto por 2 a 1. O Brasil ainda pode ter um quarto representante nas oitavas de final. Se o cearense Thiago Monteiro derrotar o francês Maxime Hamou nesta noite, ele enfrentará o equatoriano Diego Hidalgo, na quadra central, às 16h30.

 

PROGRAMAÇÃO DE QUINTA-FEIRA

QUADRA CENTRAL – 11h30
H. Dellien (BOL) vs F. Cerundolo (ARG)
O. Luz (BRA) vs S. Nagal (IND)

Não antes de 16h30
D. Hidalgo (EQU) vs M. Hamou (FRA) ou T. Monteiro

Não antes de 18h30
T. Bellucci (BRA) vs L. Mayer (ARG)
L. D. Martinez (VEN)/F. Meligeni (BRA) vs J. Menezes (BRA)/A. Tabilo (CHI)

 

QUADRA 3 – 11h
J. P. Varillas (PER) vs A. Collarini (ARG)
P. Sakamoto (BRA) vs N. Alvarez (PER)

Não antes de 14h
M. A. Reyes-Varela (MEX)/F. Romboli (BRA) vs M. Cuevas (URU)/F. Mena (ARG)

 

QUADRA 4 – 11h
A. Gonzalez (COL) vs J. P. Ficovich (ARG)
F. Coria (ARG) vs A. Tabilo (CHI)

Foto: João Pires/Fotojump

Com desclassificação de Lindell, Bellucci avança às oitavas de final e encara cabeça 2 no Challenger de Campinas

A estreia do paulista Thomaz Bellucci no Campeonato Internacional de Tênis terminou de maneira inesperada na noite desta terça-feira. Após vencer um set muito equilibrado, o cabeça-de-chave 16 viu o rival ser desqualificado e está nas oitavas de final na Sociedade Hípica de Campinas.

Bellucci e Christian Lindell, carioca que defende a Suécia no circuito, se alternaram na liderança do jogo. O paulista largou com 3/0, mas Lindell se recuperou e chegou a sacar para o set em 6/5. Bellucci devolveu a quebra e, com apoio da torcida que lotou a quadra central, levou a melhor no tiebreak.

“É normal (oscilar) na situação em que eu estou, ganhando poucas partidas, sem ritmo de jogo. Mas o importante foi conseguir me manter firme no jogo e ganhar o tiebreak”, disse Bellucci.

Assim que o set terminou, Lindell acertou uma raquetada na rede e foi vaiado por parte da torcida. Depois de discutir brevemente com um torcedor, o sueco foi desclassificado por abuso verbal, com a presença do supervisor do torneio em quadra.

“Não foi o final que eu desejava”, lamentou Bellucci. “Eu até falei que poderia jogar, mas é uma regra da ATP que tem que ser cumprida. É triste, às vezes o jogador está de cabeça quente e acaba fazendo coisas de que se arrepende. Com certeza o Christian se arrependeu. Eu me ponho no lugar dele, não é fácil receber crítica jogando dentro do seu país, mas você tem que saber que essas coisas vão acontecer e você tem que continuar jogando e fazer o seu melhor dentro de quadra”.

Lindell lamentou a desclassificação e explicou o que aconteceu quando perdeu o tiebreak. “O jogo foi decidido em um ou dois pontos no tiebreak. Eu obviamente estava irritado, porque saquei em 6/5 e 30-0. Dei uma raquetada na rede, o público começa a vaiar, até aí tudo bem. Pedi para ir ao banheiro e aí um torcedor me xingou diretamente. Eu peguei as minhas coisas para ir e ele me xingou de novo. Aí eu não aguentei e xinguei ele de volta. Uma coisa é vaiar depois de eu tomar advertência, isso é normal. Agora, xingar duas vezes sem motivo algum, eu não consegui não revidar. E não sabia que era desclassificação, senão eu não teria feito”.

Bellucci volta à quadra na quinta-feira, em busca de vaga nas quartas de final diante do argentino Leonardo Mayer, 97º do mundo e cabeça 2. Eles já duelaram tanto em Challenger como em ATP, e o último confronto foi em 2015, pela Copa Davis. O argentino levou a melhor em casa e o histórico completo aponta empate após seis duelos entre eles.

“Eu conheço muito bem o Mayer. Tanto como jogador como pessoa, a gente é amigo fora da quadra. Com certeza vai ser muito difícil, mas ao mesmo tempo é um jogo que me desafia e eu tenho que subir o meu nível”, antecipa o paulista.

Nesta terça, Mayer teve dificuldades diante do jovem compatriota Camilo Ugo Carabelli, de 20 anos. O ex-número 21 do mundo avançou após 1h39 e dois sets equilibrados, parciais de 7/6(1) 6/4. Esta é a sua primeira aparição no ATP Challenger de Campinas.

 

RESULTADOS DE TERÇA-FEIRA

Segunda rodada

O. Luz (BRA) d. [9] J. Menezes (BRA) 64 64

N. Alvarez (PER) d. [15] J. Jahn (ALE) 64 62

A. Gonzalez (COL) d. [12] J. Hernandez-Fernandez (DOM) 76(4) 67(7) 63

J. P. Ficovich (ARG) d. [8] F. Mena (ARG) 64 61

[16] T. Bellucci (BRA) d. C. Lindell (SUE) 76(4) 0/0 – Defaulted

[2] L. Mayer (ARG) d. C. Ugo Carabelli (ARG) 76(1) 64

Primeira rodada

G. Elias (POR) d. M. Cuevas (URU) 75 62

D. Hidalgo (EQU) d. [Q] d. D. Dutra da Silva (BRA) 64 40 Ret

M. Hamou (FRA) d. N. Mejia (COL) 63 63

G. Villanueva (ARG) d. [Q] F. Romboli (BRA) 62 62

Sorteio define confronto entre brasileiros e possíveis adversários de Monteiro, Menezes e Bellucci no Challenger de Campinas

Os confrontos entre brasileiros marcarão o início do Campeonato Internacional de Tênis, que começa nesta segunda-feira, a partir das 10h, nas quadras de saibro da Sociedade Hípica de Campinas. O sorteio da chave principal, realizado na tarde deste sábado, colocou tenistas da casa frente a frente em três jogos da primeira rodada, além de garantir outro confronto nacional na segunda fase.

Principais nomes do país inscritos no torneio de acordo com o ranking da ATP, Thiago Monteiro, João Menezes e Thomaz Bellucci são cabeças de chave. Assim, farão suas estreias já na segunda rodada e ainda não conhecem seus adversários. O que está garantido é que Menezes, cabeça 9, enfrentará outro brasileiro, visto que aguarda o vencedor do jogo entre o gaúcho Orlando Luz e o catarinense Pedro Boscardin Dias.

Luz aparece nesta semana em sua melhor colocação no ranking mundial, 322º, e é o 5º entre os brasileiros. Mesmo com 21 anos de idade, o gaúcho será o mais experiente em quadra na estreia. Boscardin, de apenas 16 anos, ainda disputa o circuito juvenil e recebeu um convite – wild card – para jogar um Challenger pela primeira vez.

A nova geração do tênis brasileiro também medirá forças na partida entre o paranaense Thiago Seyboth Wild, de 19 anos, e o campineiro Felipe Meligeni, 21. Por fim, o gaúcho Guilherme Clezar enfrentará o capixaba Jordan Correia, que treina na Espanha e jogará um torneio profissional no Brasil pela primeira vez. O vencedor terá pela frente na segunda rodada o boliviano Hugo Dellien, 82º do mundo e cabeça de chave 1.

Completam a lista de brasileiros na 9ª edição do Campeonato Internacional de Tênis: Oscar Gutierrez, Pedro Sakamoto, Matheus Pucinelli, Gilbert Klier Junior, João Lucas Reis e Rafael Matos. A programação dos jogos de segunda-feira será divulgada neste domingo, bem como as chaves de duplas e qualifying. O 3º maior torneio do Brasil distribui US$ 54 mil em premiação e tem entrada gratuita do público.

CONVITES DÃO ESPAÇO PARA A NOVA GERAÇÃO

O ATP Challenger de Campinas será uma boa oportunidade para novos nomes do Brasil buscarem pontos preciosos no ranking e experiência  na transição para o circuito profissional. Entre os contemplados com convites da organização, o brasiliense Glibert Klier Junior e o pernambucano João Lucas Reis, ambos de 19 anos, disputarão um Challenger pela primeira vez – assim como Pedro Boscardin.

Aos 18 anos, o campineiro Matheus Pucinelli jogará em casa em busca da maior vitória no circuito profissional. O mesmo vale para o gaúcho Rafael Matos, de 23 anos, que nesta temporada soma um título em três finais em Futures. O número de brasileiros na chave principal ainda pode aumentar. O baiano Natan Rodrigues, de apenas 17 anos, recebeu um convite para o qualifying e, na segunda-feira, tentará uma vaga em seu segundo torneio como profissional.

“Como único ATP Challenger do País nesta temporada, temos uma grande responsabilidade na seleção dos convites. Como em todas as oito edições do torneio, buscamos diversificar os wild cards e priorizar os jovens tenistas que tenham alcançado boas campanhas ao longo desta temporada. Este evento proporcionará grandes desafios aos mais jovens, um aprendizado que independentemente do resultado somente tem a agregar na carreira do jogador em transição”, analisa Danilo Marcelino, diretor do Campeonato Internacional de Tênis.

PRIMEIRA RODADA – ATP CHALLENGER DE CAMPINAS
[1] H. Dellien (BOL) – Bye
J. Correia (BRA) vs. G. Clezar (BRA)
B. Malla (CHI) vs. [WC] R. Matos (BRA)
[13] F. Cerundolo (ARG) – Bye
[9] J. Menezes (BRA) – Bye
O. Luz (BRA) vs. [WC] P. Boscardin Dias (BRA)
G. Elias (POR) vs. M. Cuevas (URU)
[6] S. Nagal (IND) – Bye
[4] G. Andreozzi (ARG) – Bye
P. Sakamoto (BRA) vs. P. Toledo Bague (ESP)
[WC] G. Klier Junior (BRA) vs. N. Alvarez (PER)
[15] J. Jahn (GER) – Bye
[12] J. Hernandez-Fernandez (DOM) – Bye
A. Gonzalez (COL) vs. [WC] J. Reis Da Silva (BRA)
M. Zukas (ARG) vs. J. Ficovich (ARG)
[8] F. Mena (ARG) – Bye
[7] F. Bagnis (ARG) – Bye
O. Gutierrez (BRA) vs. J. Varillas (PER)
[WC] M. Pucinelli De Almeida (BRA) vs. T. Etcheverry (ARG)
[10] A. Collarini (ARG) – Bye
[14] R. Olivo (ARG) – Bye
D. Hidalgo (ECU) vs. Qualifier
M. Hamou (FRA) vs. N. Mejia (COL)
[3] T. Monteiro (BRA) – Bye
[5] F. Coria (ARG) – Bye
F. Meligeni Rodrigues Alves (BRA) vs. T. Seyboth Wild (BRA)
G. Villanueva (ARG) vs. Qualifier
[11] A. Tabilo (CHI) – Bye
[16] T. Bellucci (BRA) – Bye
G. Olivieri (ARG) vs. C. Lindell (SWE)
C. Ugo Carabelli (ARG) vs. A. Velotti (ARG)
[2] L. Mayer (ARG) – Bye

Bellucci e Jordan perdem na estreia de Challenger italiano. Romboli e Gutierrez jogam nesta terça-feira

Dois brasileiros foram eliminados na primeira rodada do Challenger de Biella, na Itália, que é disputado no saibro.

Nesta segunda-feira, Thomaz Bellucci foi superado pelo argentino Andrea Collarini, em sets diretos, com um duplo 6/3.

Outro tenista do país que perdeu nesta segunda foi Jordan Correia, superado pelo alemão Peter Heller por 7/6(4) e 6/2.

Outros dois brasileiros entram em quadra nesta terça-feira. Fernando Romboli encara o italiano Raul Brancaccio, enquanto Oscar Jose Gutierrez joga contra o local Gianluigi Quinzi.

 

 

Bellucci vence russo e vai às 8ªs em Challenger na Polônia. Clezar bate Rogerinho na Bósnia e Sakamoto triunfa na Espanha

Thomaz Bellucci estreou com vitória, nesta quarta-feira, no Challenger de Szczecin, na Polônia, que é disputado no saibro.

Em partida válida pela segunda rodada, já que saiu de bye na 1ª, o brasileiro superou o russo Ronald Slobodshikov, em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/3.

Agora, nas oitavas de final, seu adversário deve ser bem mais duro, já que terá pela frente o espanhol Albert Ramos, nº 49 do mundo. Os dois já se enfrentaram uma vez, no ATP de Genebra, em 2015, quando Bellucci saiu com a vitória.

Já no Challenger de Banja Luka, na Bósnia, também disputado no saibro, Guilherme Clezar venceu o confronto nacional diante de Rogério Dutra Silva, com parciais de 6/3 e 6/1. Nesta quinta-feira, também pelas oitavas, ele joga contra o holandês Tallon Griekspoor, em confronto que será inédito.

Em Sevilha, na Espanha, Pedro Sakamoto conseguiu sua segunda vitória ao superar o argentino Pedro Cachin por 6/4 e 6/2. Sakamoto também joga na quinta, buscando vaga nas quartas, e vai enfrentar pela primeira vez o espanhol Alejandro Davidovich Fokina.

Clezar estreia bem e vai à 2ª rodada do Challenger de L’Aquila

Depois de Thiago Wild, Guilherme Clezar também garantiu vaga na segunda rodada do Challenger de L’Aquila, na Itália, que disputado no saibro.

Nesta terça-feira, o brasileiro superou com certa facilidade o croata Ante Pavic, em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2.

Semifinalista do torneio no ano passado, Clezar terá pela o russo Aslan Karatsev, nº 260 do mundo, em confronto que será inédito.

Também pela segunda rodada, Thiago Wild vai fazer um confronto nacional contra Thomaz Bellucci, que já vai fazer sua estreia na segunda rodada.

Wild estreia nesta segunda-feira em Challenger italiano e pode enfrentar Bellucci na 2ª rodada

Depois de chegar às quartas de final em Cordenons, Thiago Wild segue na Itália e estréia nesta segunda-feira no Challenger de L’Aquila, que também é disputado no saibro.

Na primeira rodada, o brasileiro terá pela frente o bósnio Tomislav Brkic, nº 420 do mundo, em confronto que será inédito no circuito.

Em caso de vitória, Wild fará um confronto brasileiro contra Thomaz Bellucci, que é o cabeça de chave nº 4 e já estréia na segunda rodada.