Bia Haddad é campeã de duplas do WTA de Bogotá ao lado de argentina Podoroska

Bia e Podoroska 2 peqAssim como em 2015, Bia Haddad conquistou o título de duplas do WTA de Bogotá, na Colômbia, que é disputado no saibro.

Bia jogou com a argentina Nadia Podoroska e, juntas, venceram a final deste sábado contra a paraguaia Veronica Cepede Royg e a polonesa Magda Linette, por 6/3 7/6(4), em 1h20min de partida.

“Antes de mais nada, gostaria de agradecer e dedicar esse título a cada um dos meus patrocinadores, Expressa, Pro-Style, Eurofarma, Head, Solinco e CBT”, destacou Bia. “Estou muito, muito feliz… A gente nem ia jogar juntas, mas a minha parceira cancelou meia hora antes do sign-in, deu um desespero e pedimos um wild card para o diretor do torneio. Foi tudo uma surpresa, primeira vez que jogamos juntas e nos demos super bem. Alguns jogos não jogamos o nosso melhor tênis, mas nos mantivemos firme e vibrando para chegarmos ao título”, completou a brasileira.

Bia também agradeceu a torcida colombiana e dedicou o título de hoje aos colombianos que adotaram os brasileiros na tragédia com o time da Chapecoense. “Esse título é deles também. O povo colombiano foi muito solidário”, disse ela, que arrancou lágrimas do público na cerimônia de premiação.

A tenista número 1 do Brasil e 153º do mundo no ranking de simples vem de uma trajetória em ascensão nas últimas semanas. Em Miami, parou na segunda rodada após uma boa atuação contra a norte-americana Venus Williams. Depois, chegou à última rodada do qualifying de Monterrey. Na semana seguinte furou o quali de Bogotá, não passou da rodada de estreia, mas faturou o título de duplas. “Os resultados positivos das últimas semanas mostram que estamos no caminho certo. Graças ao apoio da CBT e dos meus patrocinadores pude viajar com a minha equipe nessas semanas e continuar esse trabalho pra que eu possa alcançar todos meus objetivos”, concluiu.

Bia joga na semana que vem o quali do WTA Premier de Stuttgart, na Alemanha.

Bia e argentina Podoroska viram e chegam à final de duplas do WTA de Bogotá

Bia Haddad - Bogotá 2 peqBia Haddad está, ao lado da argentina Nadia Podoroska, na final de duplas do WTA de Bogotá, na Colômbia, que é disputado no saibro. Elas enfrentam na final, neste sábado, a partir das 13h (horário de Brasília), a parceria formada pela paraguaia Veronica Cepede Royg e a polonesa Magda Linette.

Bia disputa pela segunda vez na carreira o título de duplas do WTA de Bogotá. Em 2015, ela e a paulista Paula Gonçalves sagraram-se campeãs do torneio colombiano.

“Mais uma final em Bogotá, estou muito feliz”, comemorou Bia. “É a primeira vez que jogo com a Nadia, ela é uma menina nova e tenho certeza que a gente pode jogar muito ainda pelos próximos dez anos, pelo menos!”, completou Bia.

Na semifinal, nesta sexta-feira, Bia e Nadia venceram de virada a argentina Catalina Pella e a chilena Daniela Seguel, por 2/6 7/5 e 10/6, em 1h27min de partida.

“Hoje foi no coração, não jogamos o nosso melhor tênis. As meninas jogaram bem e no final a gente conseguiu aproveitar a única chance que tivemos para sairmos com a vitória”, observou Bia.

Depois de furar o quali, Bia Haddad perde de virada na 1ª rodada do WTA de Bogotá

Bia Haddad - Bogotá 2 peqDepois de duas vitórias no qualifying, Bia Haddad  fez um jogo bastante equilibrado contra a paraguaia Veronica Cepede Royg, nesta terça-feira, na estreia da chave principal do WTA de Bogotá, mas foi superada por 2 sets a 1, com parciais de 6/2 3/6 6/4, após 2h25min de partida.

Bia ainda joga a chave de duplas ao lado da argentina Nadia Podoroska. A parceria da brasileira estreia, nesta quarta-feira, contra a dupla formada pela eslovena Dalila Jakupovic e a argentina Guadalupe Perez Rojas.

De Bogotá, Bia segue para a Alemanha, onde jogará o qualfiying do WTA Premier de Stuttgart, a partir do dia 22 de abril.

Bia, Teliana e Paula jogam neste sábado no quali do WTA de Bogotá

Bia Haddad peqTrês brasileiras estreiam neste sábado no qualifying do WTA de Bogotá, na Colômbia, que é disputado no saibro.

Bia Haddad terá pela frente a polonesa Paula Kania, nº 272 do mundo. As duas já se enfrentaram uma vez, no saibro do ITF de Darmstadt, no ano passado, com vitória tranquila da brasileira.

Teliana Pereira enfrenta a argentina Catalina Pella, contra quem já jogou quatro vezes, vencendo três delas, sendo a mais recente na Fed Cup deste ano.

A outra brasileira na chave do quali é Paula Gonçalves, que encara a chinesa Jia-Jing Lu, em confronto que será inédito.

Bia Haddad perde na última rodada do quali do WTA de Monterrey e segue para Bogotá

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Depois de duas vitórias no qualifying do WTA de Monterrey, a paulista Bia Haddad foi superada, nesta segunda-feira, pela norte-americana Kristie Ahn, por 6/2 7/5, na terceira e última rodada do qualificatório do torneio que é disputado no piso duro.

Bia, que nesta segunda-feira assumiu a 157ª posição do ranking da WTA, joga agora o WTA de Bogotá, na Colômbia.

A brasileira vem em boa fase, depois de chegar à segunda rodada do WTA Premier Mandatory de Miami, perdendo em sets equilibrados para a ex-nº 1 do mundo Venus Williams.

Paula vai à semi em Bogotá e se garante entre as 180 do mundo. Cé chega à final de duplas

Gonçalves 2 peqPaula Gonçalves conseguiu, nesta sexta-feira, o melhor resultado da sua carreira, ao chegar às semifinal do WTA de Bogotá, na Colômbia, que é disputado no saibro.

A brasileiro conseguiu uma boa vitória sobre  a russa Alexandra Panova, com parciais de 6/4 e 6/3, garantindo vaga na semi de um torneio WTA pela primeira vez na carreira. Até então, sua melhor campanha havia sido no Rio Open desse ano, quando passou pelo qualifying e chegou às quartas.

Sua adversária por uma vaga na final será a espanhola Silvia Soler-Espinosa, nº 170 do mundo, em confronto que será inédito.

O resultado vai fazer com que Paula chegue ao seu melhor ranking da carreira, entrando pela primeira vez no top-200 da WTA. Até o momento, sua melhor marca foi o 220º posto.

Também em Bogotá, mas na chave de duplas, Gabriela Cé chegou à final do torneio, jogando ao lado da venezuelana Andre Gamiz.

Nesta sexta, ela venceram a búlgara Alexandrina Neydenova e a chilena Daniela Seguel, com parciais de 3/6 6/3 e 10/5.

Na decisão, elas encaram a espanhola Lara Arruabarrena e a alemã Tatjana Maria.

Paula Gonçalves bate cabeça de chave, vai às quartas em Bogotá e deve chegar ao melhor ranking

Gonçalves 1 peqPaula Gonçalves conseguiu mais uma importante vitória e está nas quartas de final do WTA de Bogotá, na Colômbia, disputado no saibro.

Nesta quarta-feira, a brasileira, nº 238 do mundo, venceu a alemã Tatjana Maria, cabeça de chave nº 6, com parciais de 6/4 e 6/3.

Paula tem como seu melhor ranking o 220º posto, marca que deve ser superada com a campanha no torneio colombiano, no qual aguarda a definição da sua próxima adversária, em confronto que ainda será decidido nesta quarta e disputado nesta quinta-feira.

Paula Gonçalves vira sobre paraguaia na estreia em Bogotá. Teliana começa a buscar o bi na terça

Gonçalves 3 peqPaula Gonçalves conseguiu uma boa vitória na estreia do WTA de Bogotá, na Colômbia, disputado no saibro.

Nesta segunda-feira, a brasileira venceu de virada a paraguaia Veronica Cepede Royg, com parciais de 5/7 6/4 e 6/2, classificando-se para as oitavas de final.

Sua próxima adversária será a russa Marina Melnikova ou a alemã Tatiana Maria, cabeça de chave nº 6, que se enfrentam nesta terça-feira.

A terça também será o dia da estreia de Teliana Pereira, cabeça de chave nº 2 e atual campeã, que encara a argentina Catalina Pella, que passou pelo qualifying.

“Tenho um jogo duro. Ela é uma ótima jogadora, vem embalada do qualifying e quero entrar em quadra tranquila, também sem criar expectativas, dando o meu melhor. Espero que as boas memórias do ano passado me ajudem.” disse Teliana.

As duas já se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias da brasileira.

Teliana estreia contra qualifier em Bogotá e Paula joga contra paraguaia. Cé perde na final do quali

Teliana 2 peqTeliana Pereira e Paula Gonçalves são as representantes do Brasil no WTA de Bogotá, na Colômbia, disputado no saibro, que começa nesta segunda-feira.

Teliana, cabeça de chave nº 2, vai em busca da defesa do título conquistado no ano passado, seu primeiro em um torneio WTA, e começa sua campanha contra uma tenista que sairá do qualifying.

Paula Gonçalves já conhece sua primeira adversária e será a paraguaia Veronica Cepede Royg. As duas já se enfrentaram seis vezes e a paraguaia ficou com a vitória em cinco oportunidades.

Na rodada final do qualifying, neste domingo, Gabriela Cé foi superada pela norte-americana Sanaz Marand, em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/2.

Teliana perde na estreia em Charleston e segue para defender o título em Bogotá

Teliana 2 peqTeliana Pereira voltou ao saibro, seu piso preferido, mas perdeu na estreia do WTA de Charleston, nos Estados Unidos.

Nesta terça-feira, a brasileira foi superada pela norte-americana Bethanie Mattek Sands, de vriada, com parciais de 5/7 6/3 e 6/3.

Teliana segue para outros torneios no saibro e seu próximo compromisso será o WTA de Bogotá, onde conquistou o título do ano passado.

Confira seu calendário:

11/4 WTA Bogotá
25/4 WTA Rabat
2/5 WTA Premier Mandatory Madri
9/5 WTA Premier 5 Roma
16/5 WTA Estrasburgo
22/5 Grand Slam – Roland Garros