Bia Haddad é superada por britânica na 2ª rodada de Wimbledon

A tenista Bia Haddad  foi superada, nesta quinta-feira, pela britânica Harriet Dart, por 7/6(4) 3/6 6/1, após 2h24min de partida válida pela segunda rodada de Wimbledon.

A tenista número 1 do Brasil deixa a chave de Wimbledon com bons motivos para comemorar. Além de furar o qualifying, Bia conquistou uma vitória incrível na estreia sobre a espanhola Garbiñe Muguruza, ex-número 1 do mundo, e na próxima segunda-feira voltará a figurar no top 100, provavelmente na 95a colocação.

“Foi uma semana muito positiva, saio de cabeça erguida”, admitiu Bia. “Já conversei bastante com a minha equipe e temos muito a comemorar. Viemos pra jogar o quali e acabei tendo duas boas semanas em quadra de grama (Ilkley e Wimbledon). Sem expectativa nenhuma de resultado, vindo do qualifying, de jogos que estava set e break abaixos, três jogos de virada. Fico feliz por isso, por conseguir estar melhorando, seguindo com os meu objetivos na quadra e agora focada para os próximos torneios”, completou a brasileira.

“Também estou muito contente porquê há um ano atrás eu estava na chave aqui e não pude competir (por causa da cirurgia nas costas) e depois de um ano estou de volta, consegui passar o quali, jogar contra grandes jogadoras de alto de nível de igual para igual. Não é fácil, foi um feito muito legal, minha equipe e eu estamos muito felizes. Entramos novamente no top 100, tem muita coisa boa vindo e estou animada para o resto do ano”, afirmou Bia.

Contra Dart, Bia não conseguiu repetir o mesmo nível que vinha jogando. “Hoje foi um jogo duro, a menina jogou muito bem. Foi mérito dela, ela foi agressiva, muito sólida, eu um pouquinho menos do que eu vinha jogando de agressividade. Acaba que, nesses torneios na grama e em torneios grandes, cada erro e cada bola que você acaba deixando ou a menina vem pra cima, depois é muito difícil voltar o break, mas parabenizo ela e a equipe pela vitória”, analisou a tenista número 1.

O próximo torneio de Bia será o WTA 125K de Bastad, na próxima semana.

Foto: AELTC/Tim Clayton

Bia Haddad elimina Muguruza e na primeira rodada de Wimbledon

A tenista Bia Haddad conquistou, nesta terça-feira, uma de suas maiores vitórias na carreira ao eliminar espanhola Garbiñe Muguruza, ex-número 1 do mundo e atual 27, na estreia de Wimbledon, em 1h29min de partida. Muguruza também foi campeã de Wimbedon em 2014 e vice em 2015.

Foi a terceira maior vitória de Bia até aqui na carreira. Antes, ela havia derrotado em Acapulco, este ano, a norte-americana Sloane Stephens, então número 4 do mundo, e a australiana Samantha Stosur, que era 19a colocada, em Praga, em 2017.

“Foi um jogo duro, contra uma jogadora que eu já havia perdido antes e em outras condições. Minha tática hoje era jogar solta. Os dois primeiros games, ela começou com uma intensidade muito boa e eu ainda estava com um pouco de frio na barriga. Eu sabia que estava jogando contra uma menina muito boa e que qualquer bola ia contar muito durante a partida. Fiquei muito contente com o meu desempenho no jogo. Principalmente, nos momentos importantes da partida, usei muito meu saque e joguei confiante”, explicou Bia, que havia perdido de Muguruza em Cincinnati, em 2017.

“Pra mim foi uma conquista pessoal, eu já vinha jogando contra essas grandes jogadoras já fazia um tempo e hoje consegui passar por cima, controlar as minhas emoções”, comemorou a tenista número 1 do Brasil e 121o do mundo. “Eu buscava energia do meu boxe no jogo. Obviamente, eu escutava muito mais gente apoiando ela. Eu a respeito muito, já a vi ganhar muitos torneios, mas eu não tinha nada a perder, estava jogando bem, passei um quali duro e estou muito feliz com o tênis que venho jogando. Vou seguir confiando em mim, independente da adversária. Meu próximo objetivo é minha próxima partida e ver o que acontece daqui pra frente”, acrescentou Bia.

Bia repete seu resultado de 2017 na chave de Wimbledon e buscará uma vaga inédita na terceira fase contra a britânica Harriet Dart que derrotou a norte-americana Christina McHale, em 2 sets a 1.

Foto: AELTC/Tim Clayton

Bia Haddad enfrenta Muguruza nesta terça em Wimbledon

A tenista Bia Haddad faz sua estreia, nesta terça-feira, em Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada.

Número 1 do Brasil e 121o do mundo desafia a espanhola Garbiñe Muguruza, cabeça de chave 26 e campeã em 2014 e vice em 2015, por volta das 9h (horário de Brasília), na quadra 3 do All England Club.

Será o segundo confronto entre as duas. Em 2017, em Cincinnati, a espanhola venceu em dois sets.

“Venho de bons jogos na grama, estou adaptada e espero usar isso ao meu favor amanhã. Estou animada e confiante”, afirmou Bia.

Bia Haddad desiste do Pan de Lima e estreia contra Muguruza em Wimbledon

A tenista Bia Haddad não irá disputar os Jogos Pan-Americanos do Peru, em Lima, entre 26 de julho e 11 de agosto.

A tenista número 1 do Brasil e sua equipe alteraram o calendário do segundo semestre, visando sua participação em um maior número de torneios, e por isso, Bia teve que abrir mão do Pan.

“Foi uma decisão muito difícil de tomar. Representar o Brasil é sempre uma prioridade para mim, mas dessa vez tive que agir com a razão e não jogar o Pan. Desejo sorte a todos os atletas, especialmente aos tenistas”, afirmou Bia.

Depois de furar o qualifying de Wimbledon, Bia disputa na próxima semana a chave principal do Grand Slam. A brasileira conheceu, nesta sexta-feira, sua adversária na estreia. Será a espanhola Garbiñe Muguruza, 27o do mundo e cabeça de chave 26, que já foi campeã do torneio em 2014 e vice em 2015.

“Não tem jogo fácil em Grand Slam, ainda mais em um estreia. Os jogos em Ilkley na semana passada e no quali aqui me deram bastante ritmo de jogo, foram partidas difíceis, então me sinto adaptada à grama e confiante para o próximo jogo”, analisou Bia.

No único encontro entre as duas, em 2017, em Cincinnati, a espanhola levou a melhor, vencendo a partida em dois sets.

Caso não avance à segunda semana de Wimbledon, Bia jogará o WTA 125K de Bastad (8 de julho). Depois o WTA de Lausanne (15 de julho), o WTA de Jurmala ou Palermo (22 de julho) e o WTA 125K de Karlsruhe (29 de julho).

Bia Haddad Maia fura quali de Wimbledon e disputa pela segunda vez o Slam londrino

A tenista Bia Haddad vai disputar pela segunda vez na carreira a chave principal de Wimbledon.

Nesta quinta-feira, Bia bateu a sérvia Olga Danilovic em dois 2 sets a 0, duplo 6/4, em 1h25min, pela terceira e última rodada do qualifying.

“Foi o quali do controle emocional. Três jogos duríssimos, as meninas sacando muito bem… Comecei abaixo em todos os jogos e o principal foi a minha mente. Estive firme em todos os momentos, ponto a ponto, independente de quanto estava o jogo”, afirmou a tenista número 1 do Brasil e 121 do mundo.

“Estou muito contente de estar de volta à chave de Wimbledon, depois de ter tido que me retirar no ano passado por conta de uma cirurgia. Estou muito orgulhosa e feliz de tudo que eu e minha equipe estamos passando”, completou Bia.

A primeira participação da brasileira em Wimbledon foi em 2017, quando ela também conquistou sua primeira vitória em Grand Slam – contra a britânica Laura Robson.

Bia Haddad vence mais uma no quali e está a uma vitória da chave de Wimbledon

A tenista Bia Haddad avançou à terceira e última rodada do qualifying de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Nesta quarta-feira, Bia, cabeça de chave 17, derrotou de virada a alemã Anna Zaja, número 201 do mundo, em 2 sets a 1, por 3/6 6/4 6/2, após 2h12min de partida.

“Hoje joguei um pouco abaixo do que vinha jogando e não estava encontrando nenhuma chance de devolver o saque dela. Mas me mantive firme de cabeça e consegui reverter. Jogar na grama muda muito”, analisou Bia.

Em busca de uma vaga na chave principal do Grand Slam, a tenista número 1 do Brasil e 121odo mundo terá pela frente, nesta quinta-feira, não antes das 9h (horário de Brasília), a jovem canhota sérvia Olga Danilovic, de 18 anos e 119o , que na segunda rodada passou pela francesa Amandine Hesse, por 7/6(2) 6/7(4) 6/2.

“Nunca jogamos, mas já treinamos algumas vezes. Ela (Danilovic) pega bem forte, saca bem, dá bastante tiro mas, ao mesmo tempo, ela dá muito ponto de graça. Virei dois jogos duros, em que saí abaixo, o principal tem sido o meu mental essa semana e confiar em mim”, afirmou Bia.

Bia Haddad vence de virada na estreia do quali de Wimbledon

 A tenista Bia Haddad estreou com vitória, nesta terça-feira, no qualifying de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada.

Cabeça de chave 17, a tenista número 1 do Brasil e 121o do mundo saiu em desvantagem no primeiro set contra a argentina Paula Ormaechea, mas reagiu e virou a partida,vencendo  por 6/7(4) 6/4 6/2, em 2h23min de partida.

“Foi um jogo duro durante todo o tempo”, desabafou Bia. “Poucas chances para cada uma e a vitória poderia ter ido para qualquer lado. Hoje foi para o meu lado. Estou feliz com a vitória e por jogar a segunda rodada”, completou a brasileira.

Na próxima rodada, nesta quarta-feira, por volta das 10h (horário de Brasília), Bia encara a alemã Anna Zaja, número 201 do mundo, que venceu na estreia a francesa Myrtille Georges, em 2 sets a 1, parciais de 7/6(5) 6/7(3) 6/3.

“Mais um jogo difícil amanhã. Ela (Zaja) saca muito bem e é muito sólida. O jeito é me manter firme de cabeça no jogo, desde o início, e positiva”, afirmou Bia, que enfrentou a alemã uma única vez no circuito, no quali de Stuttgart e perdeu.

Bia precisa de mais duas vitórias para ingressar na chave principal de Wimbledon.

Bia Haddad estreia contra argentina no quali de Wimbledon, nesta terça

A tenista Bia Haddad conheceu, nesta segunda-feira, sua primeira adversária no qualifying de Wimbledon.

Designadcomoa  cabeça de chave 17 do qualificatório, Bia precisa de três vitórias para ingressar na chave principal do terceiro Grand Slam da temporada e faz sua estreia, por volta das 8h30 (horário de Brasília) desta terça-feira, diante da argentina Paula Ormaechea, número 183 do mundo.

Esse será o segundo duelo entre as duas. O primeiro aconteceu em 2014, no WTA de Florianópolis, vencido pela argentina.

“Jogo de estreia é sempre duro, principalmente em Grand Slam. Vou entrar em quadra tentando manter o que venho fazendo nos últimos dias, focada no meu saque e na primeira bola”, observou a tenista número 1 do Brasil e 121o do mundo.

Bia vem de uma ótima campanha na semana passada, na grama do ITF US$ 100 mil de Ilkley. Após chegar às quartas de final na chave de simples, ela foi campeã de duplas, ao lado da também brasileira Luisa Stefani.

A brasileira busca sua segunda participação na chave de Wimbledon. Em 2017, Bia conquistou no All England Club sua primeira vitória em Grand Slam da carreira.

Bia Haddad e Luisa Stefani conquistam título de duplas na grama de Ilkley

Bia Haddad e Luisa Stefani conquistaram, neste sábado, o título de duplas do ITF US$ 100 mil de Ilkley.

Na decisão, em jogo bastante equilibrado, Bia e Luisa derrotaram as australianas Ellen Perez e Arina Rodionova, cabeças de chave 3, por 6/4 6/7(5) 10-4.

“Batemos na trave em Cagnes-Sur-Mer (foram vice-campeãs), mas agora o título veio. Hoje mantivemos a nossa concentração e tudo deu certo”, comentou Bia.

“Estou muito feliz, principalmente pela Lu (Luisa Stefani), em poder fazer parte dessa conquista dela, o primeiro título em um torneio de US$ 100 mil. Ela merece muito, é uma menina especial, que vem fazendo bons jogos e tenho certeza que virão muitas outras boas semanas jogando juntas”, afirmou Bia.

Na chave de simples em Ilkley, a tenista número 1 do Brasil alcançou as quartas de final e agora segue para o qualifying de Wimbledon, na próxima semana.

Bia Haddad perde na semi de simples, mas faz final de duplas com Luisa Stefani neste sábado, na grama do ITF de Ilkey

A tenista Bia Haddad, ao lado de Luisa Stefani, decide neste sábado, às 11h (horário de Brasília), o título de duplas do ITF US$ 100 de Ilkley, preparatório para Wimbledon, contra as australianas Ellen Perez e Arina Rodionova, cabeças de chave 3.

Nas semifinais, nesta sexta-feira, a parceria nacional derrotou a russa Anna Blinkova e a chinesa Shuai Peng, cabeça de chave 4, por 7/6(4) 6/3.

“Jogamos muito bem as duplas, tendo break acima, perdendo saque, break acima, perdendo saque três vezes. Conseguimos reverter, vencer o primeiro set e sair com a vitória”, explicou Bia.

“Primeira final nossa na grama. Estamos pegando cada vez mais intimidade, se conhecendo melhor, tentando se comunicar da melhor forma na quadra. Me sinto muito confortável jogando com ela”, completou Bia. Essa é a segunda final delas juntas. No mês passado, Bia e Luisa ficaram com o vice do ITF de Cagnes-Sur-Mer.

Na chave de simples, Bia parou nas quartas de final ao ser superada, nos detalhes, pela húngara Timea Babos, número 139 do mundo, por 7/6(9) 4/6 6/4, em 2h28min de partida.

“Foi uma partida muito dura, equilibrada, estava para qualquer lado, as duas jogando muito bem, foi uma partida decidida totalmente nos detalhes. Na grama, em cada ponto, tudo pode acontecer. Foi um jogo muito lindo”, afirmou Bia, que agora joga o qualifying de Wimbledon.