Oitavas de Wimbledon serão nesta 2ª feira, com Barty encarando embalada Krejcikova

A segunda-feira vai ser o dia dos jogos das oitavas de final de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

A número 1 do mundo Ashleigh Barty vai jogar no primeiro jogo da programação da quadra 1 e terá pela frente a embalada tcheca Barbora Krejcikova, nº 17 do ranking da WTA e campeã de Roland Garros há poucas semanas, no que será o primeiro confronto entre elas.

Na mesma quadra, a surpreendente britânica Emma Raducanu, nº 338 do mundo, vai em busca de uma vaga nas quartas. Para isso, terá o apoio da torcida da casa diante da australiana Ajla Tomljanovic, em outro jogo inédito.

O único jogo feminino da quadra central vai marcar um bom encontro entre a jovem norte-americana Cori Gauff, cabeça de chave nº 20, e a experiente alemã Angelique Kerber, 25ª favorita da chave, em mais uma partida inédita.

Já a polonesa Iga Swiatek fará seu segundo jogo na carreira diante da tunisiana Ons Jabeur. No primeiro, Swiatek venceu de virada.

Foto: AELTC/Ben Solomon

Krejcikova bate Pavlyuchenkova e conquista em Roland Garros o seu 1º título de Slam de simples

Barbora Krejcikova é campeão de Grand Slam. De simples, é bom dizer, já que a tcheca já conquistou Wimbledon e Roland Garros como duplista. Agora, ela também tem em sua coleção um título na capital francesa na chave de simples.

Neste sábado, Krejcikova parecia ter o controle da partida a todo momento, tanto que rapidamente tratou de abrir vantagem e fechar por 6/1 o primeiro set diante de Anastasia Pavlyuchenkova.

Mesmo quando a russa reagiu e fechou a segunda parcial por 6/2, parecia uma questão de tempo para a atual nº 33 do mudo retomar o controle da partida. E foi o que aconteceu.

Pavlyuchenkova parecia se segurar muito mais pra tentar equilibrar do que de fato buscava a vitória, e viu sua adversária abrir 5/3 e ter dois match-points. A russa salvou ambos e obrigou Krejcikova sacar pra fechar. Porém, ela não titubeou. Experiente em torneios grandes, ela fechou a parcial por 6/4 e o jogo por 2×1. Campeã, teve uma comemoração contida em quadra, mas emocionante no discurso.

E um detalhe importante: Neste domingo, ela vai em busca do seu segundo título de duplas em Roland Garros, com sua parceira e compatriota, Katerina Siniakova. As duas farão a final de duplas contra a norte-americana Bethanie Mattek-Sands e a polonesa Iga Swiatek.