Nadal bate Thiem, conquista seu 11º título de Roland Garros e 17º de Grand Slam

Pra quem esperava mais equilíbrio e uma final mais longa, se decepcionou. O fato é que Rafael Nadal segue dominante em Roland Garros, ao conquistar neste domingo o seu 11º título do segundo Grand Slam da temporada.

Na grande final, diante de Dominic Thiem, o espanhol mais uma vez se impôs em quadra, com suas bolas profundas e pesadas, especialmente no backhand do austríaco, pra triunfar em sets diretos, com parciais de 6/4 6/3 e 6/2.

O único drama mesmo ocorreu no 3º set, quando o espanhol já tinha uma quebra de vantagem e pediu atendimento duas vezes para algo no punho. Depois disso, jogou melhor e fechou logo seu incrível triunfo.

Com isso, ele conquista Roland Garros pela 11ª vez, além de chegar ao seu 17º título de Grand Slam, um feito, reconhecido por ele mesmo: “Jamais sonhei ganhar 11 vezes aqui. É impossível pensar em algo assim.” afirmou.

Depois, o nº 1 do mundo fez questão também de valorizar seu adversário, além de projetar um futuro vitorioso pra Thiem:

“Ele jogou duas ótimas semanas. Eu estou feliz, pois ele é um bom amigo, um desses jogadores que o circuito precisa. Bom, tenho certeza que ele vai ganhar aqui nos próximos anos.”

Foto: Cedric Lecocq/FFT

Halep é campeã de Roland Garros e realiza sonho: “Espero por esse momento desde os meus 14 anos.”

Simona Halep é campeã de Grand Slam! Enfim, a número 1 do mundo está na lista de vencedoras de um dos quatro maiores torneios da temporada.

Neste sábado, a romena precisou fazer mais uma grande partida, depois de sair perdendo e virar pra cima da norte-americana Sloane Stephens, com parciais de 3/6 6/4 e 6/1, conquistando o título de Roland Garros.

Depois do vice-campeonato no ano passado, quando perdeu pra letã Jelena Ostapenko, Halep entrou na decisão mais uma vez como favorita, mas não teve vida fácil. Saiu atrás logo no início e não conseguiu reagir na primeira parcial.

Porém, depois, com pontos incríveis e longos rallys, a nº 1 do mundo mostrou toda sua qualidade e muita raça pra obter seu sonhado troféu no saibro parisiense.

“É muito emocionante. Espero por esse momento desde os meus 14 anos.” disse Halep, agradecendo depois aos torcedores, familiares e equipe: “Eu vejo caras lá em cima com a bandeira romena. Obrigado à minha família e amigos, meu irmão e, é claro, ao povo romeno e o povo francês também pelo seu apoio fantástico” completou.

Confira a campanha do título:

1ª rodada: Vitória sobre Alison Riske por 2/6 6/1 e 6/1

2ª rodada: Vitória sobre Taylor Townsend por 6/3 e 6/1

3ª rodada: Vitória sobre Andrea Petkovic por 7/5 e 6/0

Oitavas de final: Vitória sobre Elise Mertens por 6/2 e 6/1

Quartas de final: Vitória sobre Angelique Kerber por 6/7(2) 6/3 e 6/2

Semifinal: Vitória sobre Garbine Muguruza por 6/1 e 6/4

Final: Vitória sobre Sloane Stephens por 3/6 6/4 e 6/1

Thiem e Nadal confirmam favoritismo e se enfrentam na final de Roland Garros

Depois de duas semifinais seguidas, Dominic Thiem, enfim, chegou à final de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Nesta sexta-feira, o austríaco até teve trabalho diante do surpreendente italiano Marco Cecchinato, que eliminou Novak Djokovic, mas impôs seu favoritismo pra triunfar em sets diretos, com parciais de 7/5 7/6(1) e 6/1.

Com isso, Thiem leva um austríaco à final de Roland Garros pela primeira vez desde 1995, quando Thomas Muster ficou com o título, depois de vencer o norte-americano Michael Chang na final.

“É claro que há pressão, especialmente nas finais de Grand Slam, pois passei por um longo caminho e não quero perder a final” disse o otimista austríaco.

Seu adversário na final será o mais esperado, Rafael Nadal, que teve menos dificuldade que o esperado contra o argentino Juan Martin Del Potro, vencendo por 6/4 6/1 e 6/2 e revelando depois sua expectativa pra final do próximo domingo:

“Eu tenho um jogo muito difícil contra um jogador que está jogando muito bem. Eu sei que tenho que jogar meu melhor se eu quiser ter chances”, disse o espanhol, completando em seguida: “[O] bom é que joguei muitos jogos bons nesta temporada de quadra de saibro. Então, domingo é o dia para dar o meu melhor, é o dia de aumentar meu nível mesmo um pouco mais.” concluiu.

Nadal e Thiem já se enfrentaram nove vezes no circuito, todas no saibro, e o espanhol tem vantagem no confronto direto, com seis vitórias, sendo que o jogo mais recente foi recentemente, nas quartas do Masters 1000 de Madri, com vitória do austríaco.

Porém, em Roland Garros, os dois se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias do nº 1 do mundo, a primeira na segunda rodada de 2014 e a segunda na semifinal do ano passado.

Foto: Corinne Dubreuil/FFT

Nadal perde set, mas vira sobre Schwartzman e terá Del Potro na semi de Roland Garros

Depois de ter jogo interrompido pela chuva, Rafael Nadal entrou em quadra nesta quinta pra confirmar a virada e a vaga na semifinal de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

O argentino Diego Schwartzman até começou bem, chegou a vencer o primeiro set, mas viu o 10 vezes campeão do torneio se impor na sequência pra virar e confirmar o triunfo com parciais de 4/6 6/3 6/2 e 6/2.

Agora, por vaga na final, o espanhol encara no sábado o argentino Juan Martin Del Potro, que precisou de quatro sets pra bater o croata Marin Cilic por 7/6(5) 5/7 6/3 e 7/5.

Nadal e Del Potro já se enfrentaram 14 vezes ao longo da carreira e a vantagem é do espanhol, que saiu vitorioso em 9 oportunidades. No saibro, foram dois jogos, sendo um pela primeira rodada de Roland Garros, em 2007, e outro pela Copa Davis, em 2011, ambos vencidos pelo nº 1 do mundo.

Foto: Julien Crosnier/FFT

Halep vence Muguruza e, em busca do seu 1º Slam, encara Stephens na final de Roland Garros

Está definida a grande final feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Nesta quinta-feira, a romena Simona Halep se impôs em uma ótima atuação contra a embalada espanhola Garbine Muguruza, que vinha de vitória sobre Maria Sharapova, venceu por 6/1 e 6/4 e já repete a final do ano passado.

“Eu estou muito feliz por poder vencer uma jogadora como a Muguruza. Ela é uma ótima adversária, uma ótima jogadora e é sempre difícil jogar contra ela.” disse a nº 1 do mundo depois da partida.

Depois de perder para a letã Jelena Ostapenko na decisão do ano passado, Halep vai buscar o seu sonho de 1º título de Slam.

Pra isso, terá que bater no sábado a norte-americana Sloane Stephens, que passou pela compatriota Madison Keys, repetindo resultado da final do US Open do ano passado, mas dessa vez com um duplo 6/4.

A romena e a norte-americana já se enfrentaram sete vezes no circuito, com ampla vantagem de Halep, que venceu cinco partidas. No saibro, foram duas partidas, sendo a primeira no WTA de Barcelona, em 2012, e a segunda nas oitavas de Roland Garros, em 2014, com duas vitórias da nº 1 do mundo.

Foto: Cedric Lecocq/FFT

Guga é nomeado embaixador do torneio de Roland Garros

Gustavo Kuerten voltou a fazer história em Paris e a extender a sua história de amor com o torneio. A Federação Francesa de tênis anunciou nesta quinta-feira, 7 de junho de 2018, o tricampeão do torneio como oembaixador de Roland Garros. Com isso, Guga terá a missão de promover o Slam parisiense pelo mundo.

“O Guga além do sorriso é um ser humano,” disse Bernard Giudicelli, presidente da Federação Francesa de Tênis, quando perguntado se além de Guga haveria outros embaixadores mundiais do torneio. O Presidente fez questão de lembrar as conquistas do brasileiro em Paris, em 1997, 2000 e 2001 e da sua conexão com o público e história de humildade.

Guga e Roland Garros formam uma verdadeira história de amor, iniciada no ano de seu primeiro título, quando encantou o público francês ao surpreender com a conquista, muito longo de ser um favorito e surpreendendo grandes jogadores.

Em 2001, emocionou a torcida ao desenhar um coração no saibro da quadra Philippe-Chatrier  deitando-se dentro dele em seguida, depois da vitória sobre o norte-americano Michael Russell, jogo em que salvou match-point.

“Estamos extremamente orgulhosos de que Gustavo Kuerten tenha concordado em se tornar um embaixador de Roland-Garros. Ele é um dos campeões que melhor representa o nosso torneio. Ele roubou os corações do público parisiense com seu espírito de luta, sua bondade e seu famoso sorriso. É realmente uma oportunidade maravilhosa tê-lo como embaixador. Ele já aumentou a visibilidade do torneio e do tênis em geral no Brasil. Somos extremamente gratos a ele.” continuou Giudicelli.

Guga também fez questão de agradecer tamanha honraria: “Essa história nunca acaba.É uma grande honra e uma enorme oportunidade para continuar esta relação mágica com Roland Garros, que definitivamente transformou minha vida e me ajudou a encontrar e desfrutar de sentimentos valiosos, memórias e sensações como um tenista e um ser humano. Por isso eu venho aqui a cada ano, trago a família toda e me reconecto com este lugar!” afirmou o brasileiro.

Diana Gabanyi

Muguruza vence Sharapova com autoridade e enfrenta Halep por vaga na final em Paris

Foi definida nesta quarta-feira a segunda semifinal feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

A romena Simona Halep vai continuar buscando seu primeiro título de Slam, depois do vice do ano passado, e garantiu isso ao vencer de virada a alemã Angelique Kerber, com parciais de 6/7(2) 6/3 e 6/2.

Na outra partida do dia, a espanhola Garbine Muguruza teve uma atuação muito firme diante a russa Maria Sharapova, vencendo em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1.

Com isso, Muguruza segue firme na busca pelo bicampeonato em Paris, depois do título em 2016.

Halep e Muguruza já se enfrentaram quatro vezes e a vantagem é da espanhola, que venceu três partidas. Porém, no saibro, no único confronto até o momento, a romena levou a melhor, no WTA de Stuttgart, em 2015.

Italiano Cecchinato surpreende Djokovic e será o adversário de Thiem na semi em Paris

Com uma grata surpresa, foi definida nesta terça-feira a primeira semifinal de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

Na primeira partida do dia, o austríaco Dominic Thiem confirmou o favoritismo diante do alemão Alexander Zverev, se impôs e venceu em sets diretos, com parciais de 6/4 6/2 e 6/1, repetindo o resultado que conquistou nas edições de 2016 e 2017 do torneio parisiense.

Na partida seguinte, o favoritismo era todo de Novak Djokovic diante de Marco Cecchinato, mas o italiano surpreendeu e levou a melhor, fazendo a festa da torcida italiana.

Depois de perder os dois primeiros sets, Djokovic reagiu, venceu bem o 3º, liderava o 4º por 5/2, mas viu o adversário reagir e fechar a partida com parciais de 6/3 7/6(4) 1/6 e 7/6(11).

Thiem e Cecchinato já se enfrentaram duas vezes, com o italiano vencendo no saibro de um Future em Modena, em 2013, enquanto o austríaco levou a melhor no piso duro do quali do ATP de Doha, em 2014.

Nesta quarta-feira, Rafael Nadal e Diego Schartzman abrem a programação da quadra Philippe-Chatrier, em busca de uma vaga na semi, enquanto Marin Cilic e Juan Martin Del Potro definem a outra vaga na quadra Suzanne-Lenglen.

Foto: Philippe Montigny/FFT

Keys e Stephens vencem e se reeditam a final do US Open na semi de Roland Garros

Está definida a primeira semifinal da chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Nesta terça-feira, a norte-americana Madison Keys garantiu sua vaga ao bater a cazaque Yulia Putintseva em sets diretos, mas equilibrados, com parciais de 7/6(5) e 6/4.

Depois, sua compatriota Sloane Stephens também precisou de apenas duas parciais para bater a russa Daria Kasatkina por 6/3 e 6/1.

Keys e Stephens vão se enfrentar pela terceira vez na carreira e, por enquanto, a vantagem é de Stephens, que venceu os confrontos anteriores, inclusive o mais recente, na final do US Open do ano passado.

A outra semi será definida nesta quarta-feira, com Maria Sharapova e Garbine Muguruza abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier.

Na quadra Suzanne-Lenglen, a outra semifinalista será conhecida com o confronto entre a romena Simona Halep e a alemã Angelique Kerber.

Brasil tem Wild e João Lucas nas oitavas da chave juvenil de Roland Garros

Dois brasileiros estão nas oitavas de final da chave juvenil de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

Nesta terça-feira, Thiago Wild, 8º favorito da chave, garantiu sua vaga ao bater o sul-coreano Uisung Park, em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/1.

Agora, por vaga nas quartas de final, ele terá pela frente o norte-americano Tristan Boyer, cabeça de chave nº 11.

Quem também está nas oitavas é João Lucas Reis da Silva, que terá como adversário o taiwanês Chun Hsin Tseng, cabeça de chave nº 4.