Thiago Monteiro vai à semi e segue em busca do 1o. título de Challenger em SP

Em grande temporada, o cearense Thiago Monteiro está classificado para as semifinais do São Paulo Challenger de Tênis, apresentado por Itaú por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte. Nesta sexta-feira, o tenista de 21 anos derrotou o italiano Marco Bortolotti, com parciais de 6/1, 3/6 e 6/1, no Clube Paineiras do Morumby, pelas quartas de final.

Thiago Monteiro vai à semi em SP e segue em busca do 1o título de Challenger

Esta é a terceira semifinal de Monteiro no ano, após chegar a esta fase na Vivo Tennis Cup, no Rio de Janeiro, e em Santiago, no Chile. O cearense também fez quartas no Brasil Open (ATP 250) e segunda rodada no Rio Open (ATP 500), com direito a vitória sobre o francês Jo-Wilfried Tsonga.

A respeito das dificuldades que encontrou no segundo set, Monteiro ressaltou a estratégia de Bortolotti. “Foi mérito total dele, que mudou o jogo. É um cara bem inteligente, muda bastante a velocidade. Joga bolas bem altas e varia com subidas à rede. Acabei me complicando em alguns games de saque, ele devolveu todas as bolas e conseguiu vencer o segundo. Mas me mantive forte mentalmente para sair com tudo no terceiro, quebrar o saque dele e ganhar confiança”, comentou Monteiro, que já garantiu um salto de 16 posições no ranking.

Para disputar sua primeira final de Challenger da carreira, Monteiro terá que passar pelo chileno Gonzalo Lama, que derrotou o argentino Juan Ignacio Londero por 1/6, 7/6(6) e 7/5, superando uma desvantagem de 5/1 no segundo set. Monteiro e Lama se enfrentaram em 2015, em Lima, com vitória do chileno.

“Ele (Lama) gosta de jogar bem agressivo com a direita. É um jogador que ataca mais do que o de hoje. Então é descansar bem e me preparar para amanhã, que é mais um desafio, mais um jogo importante. Espero estar confiante e jogar meu melhor”, acrescentou Monteiro, atual 201o do ranking mundial.

A segunda semifinal de simples será definida ainda nesta sexta-feira, com o jogo entre o salvadorenho Marcelo Arevalo e o norte-americano Ernesto Escobedo, e o embate entre o pernambucano José Pereira e o sueco Christian Lindell.

Resultados de sexta-feira 22/4:
[5]Gonzalo Lama (CHI) v. Juan Ignacio Londero (ARG), 1/6 7/6(6) 7/5
[4]Thiago Monteiro (BRA) v. Marco Bortolotti (ITA), 6/1 3/6 6/1

O São Paulo Challenger de Tênis é apresentado pela Itaú por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, com co-patrocínio da Rede, Estácio, Alupar, Taesa, Stella Artois, Alcatel e apoio do Clube Paineiras do Morumby e ATP Challenger Tour. A realização é do Instituto Sports.

Foto: Fotojump

Zé Pereira e Thiago Monteiro jogam por vaga na semi do SP Challenger

O paulista João ‘Feijão’ Souza parou nas oitavas de final do São Paulo Challenger de Tênis, ao perder nesta quinta-feira para o norte-americano Ernesto Escobedo, por 6/4, 2/6 e 7/5. O cearense Thiago Monteiro e o pernambucano José Pereira disputam as quartas de final nesta sexta, no Clube Paineiras do Morumby, com entrada gratuita para o público.

Zé Pereira e Thiago Monteiro jogam por vaga na semi do SP Challenger

“Não encontrei muito o tempo do saque, a altura da bola. Joguei muito com o segundo serviço e isso facilitou para ele. Estava com o jogo na mão, tive 2/0, vantagem para 3/0. O jogo estava ganho, ele estava totalmente fora. Não soube aproveitar a chance quando a intensidade dele caiu”, lamentou Feijão.

Feijão chegou a ter quebra de vantagem em três oportunidades no set decisivo, mas Escobedo acabou prevalecendo no final. “Ele teve os méritos dele, jogou bem nos últimos games. É um jogador perigoso, arrisca o tempo inteiro e dá pouco ritmo”, afirmou o paulista.

Aos 19 anos, Escobedo se impressionou com a empolgada torcida no Paineiras. “Este jogo foi muito intenso, do primeiro ao último ponto. Ele é um ótimo jogador, não sei como consegui. Estou sem palavras. Havia tantas pessoas gritando e torcendo. Parecia Copa Davis”, comentou o norte-americano, que encara o argentino Marcelo Arevalo não antes das 16h desta sexta.

O primeiro jogo da rodada será entre o argentino Juan Ignacio Londero e o chileno Gonzalo Lama, às 11h30. Em seguida, o cearense Thiago Monteiro busca a semifinal em confronto com o italiano Marco Bortolotti.

Não antes de 18h, o pernambucano José Pereira enfrentará Christian Lindell, sueco nascido no Rio de Janeiro. Cabeça de chave 7 do torneio, Lindell passou pelo paulista Marcelo Zormann com parciais de 6/3 e 7/5. O triunfo colocará o jogador no qualifying de Roland Garros. “Estava com isso a semana inteira na cabeça, de conseguir me classificar. No torneio do ano passado eu furei o quali (em Paris), então queria muito voltar”, comentou.

“Foi um jogo com muita tensão envolvida, mas consegui jogar bem. No início foi muito nervoso, nos primeiros três games, mas foi importante ter saído na frente”, acrescentou Lindell, que é o atual vice-campeão do São Paulo Challenger de Tênis.

Em seis confrontos com Pereira, Lindell levou a melhor em quatro. “O Zé é um cara que joga muito bem, a gente se conhece desde moleque. Mas agora estou sem pressão, então pretendo jogar ainda melhor. Será um jogo duro independente disso”, completou o sueco.

 

Foto: Joao Pires/JUMP