Thiago Monteiro e Beatriz Haddad Maia são os novos embaixadores do Isotônico Jungle

Os tenistas Thiago Monteiro e Beatriz Haddad Maia vão disputara a temporada 2021 com a parceria do isotônico Jungle, primeiro 100% natural e orgânico, indicado para quem precisa ter reposição hidroeletrolítica de origem integral e vegetal dentro e fora das quadras.

“É sempre bom iniciarmos novas parcerias, especialmente com uma marca de Fortaleza, minha cidade natal e inovadora como a Jungle. Agora a Jungle vai fazer parte do meu dia a dia, tanto nos treinos, quanto no pós-competição. Começar a pré-temporada com um novo parceiro é sempre dá mais motivação ainda”, comenta Thiago Monteiro, tenista número um do Brasil e que nesta semana embarca para Melbourne para disputar o Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada.

Com a parceria, que tem um contrato firmado para 2021, a Jungle terá sua marca estampada nos uniformes dos atletas. A exposição nas redes sociais também foi garantida para que os fãs da modalidade esportiva conheçam mais dessa bebida que é totalmente livre de aditivos artificiais, nutrientes isolados provenientes de origem sintética, açúcares, aromas artificiais, corantes e outros ingredientes que podem comprometer o desenvolvimento esportivo e a saúde. O acordo também se estende para outras marcas do time Positive Brands que incluem as bebidas vegetais da A Tal da Castanha.

“Estou muito feliz com essa nova parceria com a Jungle, especialmente por ser uma empresa brasileira e 100% orgânica. Dar início a uma nova temporada ao lado de um novo parceiro só me dá mais vontade de continuar fazendo o meu melhor para crescer,” explica Beatriz Haddad Maia, que está se preparando para a temporada 2021 em São Paulo e deve iniciar as competições em meados de fevereiro, dependendo ainda da divulgação do calendário internacional.

A parceria do Isotônico Jungle com os tenistas foi feita através da Linkinfirm, do ex-tenista Marcio Torres, que agencia a carreira de Monteiro e Haddad Maia, além de Bruno Soares, Thomaz Bellucci, entre outros.

Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci esperam jogo disputado na estreia da temporada 2021

A temporada de 2021 começará com um duelo entre brasileiros. Disputando o ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci se enfrentarão na primeira rodada da chave principal do torneio que dá o pontapé inicial no ano do tênis.

“Consegui treinar ontem e hoje. A estreia provavelmente será na quinta-feira, então tenho mais um dia de adaptação, mas estou preparado para esse desafio que será jogar contra o Thomaz. Acredito que será uma boa primeira rodada, ele é um cara que estava jogando bem no final do ano e todo mundo sabe o seu potencial. Tenho que jogar num bom nível para poder ter alguma chance. Estou muito motivado para o primeiro torneio da temporada, visando uma adaptação às competições e à quadra dura para o Australian Open”, declarou Monteiro, antecipando um confronto difícil.

Bellucci, que foi para o torneio pensando no qualifying, contou com uma desistência de última hora para entrar na chave principal. “Eu não estava esperando entrar direto na chave, vim para Delray Beach focado em jogar o quali. Vai ser um jogo difícil, o Thiago é um grande jogador. O meu objetivo será aproveitar esta oportunidade de estar jogando um ATP novamente e fazer um bom jogo”, disse o paulista.

Monteiro, atual número 84 do mundo e número um do Brasil, e Bellucci,  281 do ranking, se enfrentarão pela quarta vez em suas carreiras. O cearense levou a melhor nas outras três oportunidades, com vitórias na primeira rodada do Rio Open (2017), no quali do Masters 1000 de Roma (2017) e nas quartas do challenger de Campinas (2018), todas no saibro.

A chave principal terá início na quinta-feira, dia 7. O vencedor do duelo enfrentará o norte-americano John Isner, cabeça de chave 2 e o número 25 do ranking, na próxima rodada.

Thiago Monteiro inicia temporada 2021 em Delray Beach, depois segue para Austrália e quer o top 50

Thiago Monteiro já deu a largada na sua temporada de 2021. O tenista número 1 do Brasil desembarcou nos Estados Unidos neste domingo, onde irá disputar o ATP 250 de Delray Beach, na Flórida, que terá início no dia 7 de janeiro. Com novos objetivos, o cearense refletiu a sua preparação na pré-temporada e revelou o seu principal foco para o ano.

“A pré-temporada, devido às circunstâncias do mundo, foi um pouco mais curta do que o habitual, mas foi muito boa. Treinei em Comandatuba, passei duas boas semanas na Argentina e, pelo fechamento das fronteiras, acabei encerrando os treinos no Rio de Janeiro. Agora é tentar iniciar o ano com o pé direito e me adaptar aos poucos nesta preparação para o Australian Open”, disse o brasileiro, satisfeito com os treinos na pré-temporada.

Com um calendário um pouco diferente, Thiago iniciará o seu ano nos Estados Unidos e seguirá para a Austrália logo depois. “Após Delray, vou para a Austrália, onde precisamos ficar em quarentena. Depois tenho um outro torneio preparatório ali mesmo e o Australian Open. O plano após a Austrália é jogar na América do Sul, nos torneios de Córdoba, Buenos Aires e Santiago, e voltar para os Estados Unidos para o Masters 1000 de Miami”, comentou Monteiro, já com os torneios definidos até o início de abril.

Aos 26 anos, o brasileiro é o atual 84º do mundo. Focado na subida de ranking, Thiago quer ir mais longe nos principais torneios. “Os meus maiores objetivos para 2021 são me firmar nos ATPs, ir mais longe nesse tipo de torneio e, quem sabe, um título. Outra grande meta é terminar o ano próximo do top 50”, finalizou o cearense, mirando no grupo dos cinquenta melhores tenistas do mundo.

Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci estreiam com vitória no Challenger de São Paulo

Nesta terça-feira, Thiago Monteiro e Thomaz Bellucci estrearam com boas vitórias no Challenger de São Paulo. Primeiro em quadra, Monteiro, tenista número um do Brasil e  cabeça de chave 1 da competição, superou o português Gastão Elias em 1h20 de partida, com parciais de 6/3 6/2.

“Foi um jogo excelente, me adaptei bem. Gosto muito de jogar aqui em São Paulo, gosto das condições e o clube nos recebeu muito bem. Me senti bem desde o início do jogo. Na verdade sofri um break no início, comecei um pouco mais nervoso, voltando a jogar em casa e com público, mas logo devolvi o break e fui me impondo cada vez mais para conseguir uma vitória sólida”, resumiu o cearense.

“Esse é o meu último torneio da temporada, então estou 100% focado aqui e a expectativa é título, em busca do meu primeiro em casa. Então é jogo a jogo, me sinto bem preparado e jogando bem. É buscar evolução todo dia. Hoje me dá confiança pra um próximo jogo difícil contra o francês, que vem jogando bem”, finalizou. Na próxima rodada, o 84º do mundo e número 1 do Brasil enfrentará o francês Maxime Janvier, o 211º do ranking. Será o primeiro duelo entre os tenistas.

Depois foi a vez de Thomaz Bellucci entrar em quadra. O atual 288º do ranking venceu onze games seguidos e superou o russo Teymuraz Gabashvili, ex-43º do mundo, por 6/2 6/0.

“Realmente foi uma boa estreia, foi mais rápido do que esperava. Joguei contra ele nos Estados Unidos duas semanas atrás e tinha sido difícil, bem diferente de hoje. Não sei se ele estava machucado, mas ele estava errando bastante, porém eu estava firme no jogo, sólido, e consegui dificultar bastante pra ele, então foi tranquilo”, contou o ex-21 do ranking.

Voltando a jogar no Brasil, Bellucci está contente em ter o apoio da torcida. “Adaptei bem aqui, da quadra rápida pro saibro é mais fácil do que o contrário. É sempre bom jogar em casa e com público. Desde o começo do ano que a gente não jogava com público aqui no Brasil, então foi bem legal”, disse.

Bellucci, ex-21 do mundo e dono de quatro títulos na ATP, vai em busca de mais um título na carreira. Campeão em nove torneios do nível Challenger, o brasileiro de 32 anos espera os vencedores do duelo entre o português Frederico Ferreira Silva, 203º do ranking, e o tunisiano Aziz Dougaz, que está na 375ª colocação.

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Super terça de estreia de brasileiros no São Paulo Open Tennis, com Wild, Monteiro e Bellucci em quadra

Nove brasileiros estreiam nesta terça-feira, na chave principal do São Paulo Open Tennis, no Clube Hípico Santo Amaro, na capital paulista. A rodada tem início às 10h, com entrada gratuita ao público, lembrando que o acesso é restrito a 200 pessoas, devido à pandemia, seguindo todos os protocolos de segurança da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) e do Governo do Estado.

Cabeça de chave 2, o paranaense Thiago Wild, 115º do mundo, abre a rodada da quadra central, às 10h, contra o gaúcho Orlando Luz, 315º. “Nos conhecemos muito bem. Já jogamos duas vezes, treinamos juntos há uns anos atrás e acho que vai ser um jogo bom. É um jogo que pode cair para os dois lados, é um garoto talentoso, novo como eu, então acredito que faremos um jogo duro”, afirmou Wild.

Completando os jogos da quadra central, não antes das 12h, o cearense Thiago Monteiro, principal favorito ao título e 84º do mundo, enfrenta o português Gastão Elias. A seguir, não antes das 13h30, será vez do paulista Thomaz Bellucci encarar o russo Teymuraz Gabashvili. Fechando a programação, o mineiro João Menezes, cabeça 7 e 658º, duela com o paulista João Pedro Sorgi.

Felipe Meligeni Alves, João Lucas Reis e Matheus Pucinelli também entram em quadra nesta terça-feira.

A chave principal começou a ser disputada, nesta segunda-feira, com apenas um confronto nacional. No duelo paulista, Pedro Sakamoto venceu Igor Marcondes, por 6/1 6/7(7) 7/5, e avançou às oitavas de final.

Outros resultados desta segunda:

Maxime Janvier (FRA) d Roberto Ortega-Olmedo (ESP) – 5/7 7/5 6/2

Roberto Quiroz (ECU) d Facundo Arguello (ARG) – 6/7(0) 6/3 6/1

[3] Mohamed Safwat (EGY) d Manuel Guinard (FRA) – 6/2 3/6 3/0 ret

Confira a programação completa desta terça-feira:

Quadra Central

10h

Orlando Luz (BRA) vs [2] Thiago Seyboth Wild (BRA)

Não antes das 12h

[1] Thiago Monteiro (BRA) vs [WC] Gastão Elias (POR)

Não antes das 13h30

Thomaz Bellucci (BRA) vs Teimuraz Gabashvili (RUS)

A seguir

[7] João Menezes (BRA) vs [WC] João Sorgi (BRA)

Quadra 1

10h

Felipe Meligeni Rodrigues Alves (BRA) vs [LL] Benjamin Lock (ZIM)

Não antes das 12h

Christian Lindell (SWE) vs [Q] João Lucas Reis Da Silva (BRA)

Não antes das 13h30

[6] Frederico Ferreira Silva (POR) vs [Alt] Aziz Dougaz (TUN)

Quadra 2

10h

[Q] Matheus Pucinelli De Almeida (BRA) vs Kaichi Uchida (JPN)

Não antes das 12h

[Q] Camilo Ugo Carabelli (ARG) vs [4] Emilio Gomez (ECU)

Não antes das 13h30

Sebastian Baez (ARG) vs Chun-hsin Tseng (TPE)

Foto: Marcello Zambrana/DGW

São Paulo Open Tennis tem dez brasileiros garantidos na chave principal

Além de Thiago Monteiro, Thiago Wild, João Menezes, Guilherme Clezar e Thomaz Bellucci, já inscritos na chave, o São Paulo Open Tennis tem mais cinco brasileiros garantidos na chave principal, que começa nesta segunda-feira (23), nas quadras de saibro do Clube Hípico Santo Amaro.
Felipe Meligeni Alves, Pedro Sakamoto e Orlando Luz entraram na disputa após a desistência de alguns estrangeiros. Já João Pedro Sorgi e Igor Marcondes receberam wild cards (convites) para ingressar na chave principal. O número de brasileiros deve aumentar com a disputa do qualifying neste final de semana.
O São Paulo Open Tennis é o primeiro torneio da série ATP Challenger Tour realizado este ano no país. O torneio distribui uma premiação de US$ 52 mil e será disputado em chaves de simples e duplas.
Acesso do público – O São Paulo Open Tennis é aberto ao público, mas devido à pandemia, o acesso está restrito a 200 pessoas, seguindo todos os protocolos de segurança do Governo de São Paulo.
Transmissão – As semifinais, no sábado, e a final, no domingo, terão transmissão ao vivo pelo FoxSports. Todas as partidas serão transmitidas via streaming pelo site da ATP – https://www.atptour.com/en/atp-challenger-tour/challenger-tv.
Serviço
Torneio Internacional Challenger de Tênis São Paulo – São Paulo Open Tennis
Clube Hípico Santo Amaro
Rua. Visconde de Taunay, 508
Qualifying
21 e 22 de novembro
Chave principal
23 a 29 de novembro

Bellucci vence a 4a seguida e avança às quartas no Challenger de Cary

O tenista Thomaz Bellucci segue avançando no challenger de Cary, na Carolina do Norte. O brasileiro, que passou o qualifying do torneio, venceu o experiente russo Teymuraz Gabashvili, que já foi o número 43 do mundo, por 6/3 7/6(7), avançando às quartas de final do torneio Challenger norte-americano.

“Está sendo uma boa semana aqui. Alguns jogos duros contra caras que estão acostumados a jogar nessas condições. Hoje fomos para a quadra coberta, está chovendo muito por aqui, então senti um pouco de diferença no tempo de bola. Dos últimos três jogos, hoje talvez tenha sido o que mais joguei abaixo, mas o importante é que fiquei mentalmente bem na partida e que consegui ganhar mesmo não jogando o meu melhor. Isso dá confiança. É saber que nem sempre você vai jogar o seu melhor, mas se manter competitivo e seguir se esforçando, lutando na partida. Hoje eu consegui fazer isso”, disse o ex-número 21 do mundo e dono de quatro títulos de ATP.

Após Cary, Thomaz seguirá nos Estados Unidos e disputará o challenger de Orlando, na Flórida. O brasileiro reconhece a dificuldade de jogar torneios de menor nível, mas enfatiza a importância do foco para melhorar o ranking. “É uma quartas. É um resultado melhor comparado aos que fiz após a volta do circuito (da pandemia), mas preciso buscar resultados ainda maiores para dar um pulo no ranking. Nos challengers você só acaba subindo no ranking se você avançar muito na chave. As primeiras rodadas acabam não fazendo tanta diferença, então a gente joga para conseguir resultados grandes, e é o que estamos fazendo. É sempre bom ganhar quatro jogos, sobe a confiança e me faz acreditar cada vez mais”, encerrou o brasileiro, atual 297º no ranking.

Nas quartas, Bellucci enfrentará o indiano Prajnesh Gunneswaran, 146º do ranking e cabeça de chave 4 do torneio. Este será o primeiro confronto entre os tenistas.

Já Thiago Monteiro, cabeça de chave nº 1 do torneio, perdeu nas oitavas, de virada, para o dinamarquês Mikael Torpegaard, com parciais de 4/6 6/3 e 6/4.

 

Bellucci passa por 1ª rodada do Challenger de Cary depois de salvar match-point. Monteiro bate Clezar

Depois de passar pelo qualifying, Thomaz Bellucci lutou muito e conseguiu a primeira vitória na chave principal do Challenger de Cary, nos Estados Unidos, disputado no piso duro.

Nesta terça-feira, o brasileiro chegou a salvar match-point antes de conseguir o triunfo sobre o egípcio Mohamed Safwat, com parciais de 6/7(4) 6/1 e 7/6(7).

Agora, nas oitavas de final, o brasileiro terá pela frente o vencedor da partida entre o indiano Ramkumar Ramanathan e o russo Teimuraz Gabashvlli.

Outro brasileiro garantido nas oitavas é Thiago Monteiro, que vencia o compatriota Guilherme Clezar por 7/6(5) e 3/2, quando viu o adversário abandonar a partida. Agora, ele enfrenta o dinamarquês Mikael Torpegaard, em confronto que será inédito.

 

Principais tenistas do país fazem pré-temporada em Comandatuba

Já de olho na temporada de 2021, grandes nomes do tênis brasileiro farão a sua pré-temporada no nordeste. Bruno Soares, Thiago Monteiro, Beatriz Haddad Maia, Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva farão a sua preparação para o próximo ano no Transamerica Resort Comandatuba, localizado no litoral sul da Bahia. Serão três semanas de treinamento intensivo, entre os dias 30 de novembro e 19 de dezembro, com o melhor do tênis nacional concentrado na paradisíaca ilha de Comandatuba.

Soares, atual número 6 do mundo e dono de seis títulos de Grand Slam; Monteiro, tenista número 1 do Brasil; Bia, ex-58 do mundo; e Bellucci, ex-21 do mundo e quatro vezes campeão na ATP, lideram o grupo. Além dos profissionais, os maiores nomes do futuro do tênis brasileiro e ex-tenistas também estarão presentes na pré-temporada, que une o esporte ao lazer e segue as medidas de segurança da OMS.

“Estamos procurando uma base aqui para reunir toda a cadeia do tênis. Normalmente faço a pré-temporada nos EUA, mas com o COVID-19 e todas as restrições de viagens não seria uma opção simples e acabamos colocando em prática essa ideia que já estava no ar faz um tempo,” contou Bruno Soares, de Londres, onde se prepara para jogar o ATP Finals, a partir de domingo.

“Desde a criançada, incluindo os juvenis na transição e os empresários, amigos, amantes do tênis, queremos todos juntos lá em Comandatuba, onde conseguimos criar esse ambiente propício para o esporte, em um lugar paradisíaco. Vamos conseguir estar presentes, curtindo tênis, treinando duro e trocando experiências.”

O público também terá a chance de participar, com clínicas e treinamentos liderados por Hugo Daibert, treinador de Bruno Soares e com os ex-tenistas André Sá, Teliana Pereira e Thiago Alves. Os interessados poderão adquirir pacotes para toda a família: kids (4 a 10 anos), pré-equipe (8 a 12 anos), full time (atletas de 12 a 18 anos), profissional (para profissionais juvenis em transição) e adulto (com vagas limitadas e que inclui clínica e jantar com os profissionais). “Em uma chance única, pessoas de todas as idades poderão conviver, aprender e treinar com os melhores tenistas do país, em um cenário propício para a prática do tênis e para o lazer,” contou Marcio Torres, ex-tenista profissional e fundador da Linkinfirm que organiza o encontro que tem realização da Fly Sports.

Os juvenis que já confirmaram presença são Mateus Alves, Natan Rodrigues, Pedro Boscardin, Bruno Oliveira e João Ferreira.

Os pacotes estão com valores promocionais para os tenistas e amantes do esporte. A programação inclui tênis diariamente, para crianças a partir de 4 anos, com horários intensificados conforme nível e idade e diferentes opções de acomodações e hospedagem no sistema all inclusive. Crianças de até 11 anos e 11 meses tem cortesia na diária na mesma acomodação dos pais (até 2 por reserva).

Para mais informações e reservas, entre em contato com a FABERG Tour Experience, agência escolhida para ser a revendedora oficial.

E-mail: info@faberg.com.br
Whatsapp: +55-11-97289-3661
Telefone: (011) 3093-2828

 

Thiago Monteiro é superado em Roland Garros

O tenista brasileiro Thiago Monteiro, 84o, na ATP,  foi superado neste sábado, na 3a. rodada do torneio de Roland Garros, em Paris. Ele perdeu para o húngaro Marton Fucsovics, 63o, por 7/5 6/1 6/3, no que foi a sua melhor campanha em um evento de Grand Slam.

“Foi um jogo duro. O início do jogo foi muito importante. Tive quebra na frente e acabei não fechando o meu saque para abrir uma boa vantagem e colocar uma pressão maior. Depois, no 1o. Set ainda o jogo ficou muito equilibrado e ele foi extramente sólido, variando muito o jogo e era complicado ganhar pontos fáceis. No segundo eu tentei forçar um pouco mais, baixei um pouco, voltei a arriscar menos, mas ele se manteve sólido e ficou com a vitória,” relatou o cearense.

Tenista número um do Brasil, ele parte agora para o ATP da Sardenha, na Itália e tenta levar a confiança dos bons resultados das últimas semanas, tanto na Itália, em que foi vice do Challenger de Forli e de Paris, em que obteve duas importantes vitórias. “Agora eu saio com boas sensações daqui, com boa energia e confiança para os próximos torneios.”

A campanha em Roland Garros deve colocar o brasileiro perto da sua melhor posição no ranking, da de 74.