Bruno Soares e Jamie Murray vencem outra e avançam às quartas do US Open

Bruno Soares e Jamie Murray estão nas quartas-de-final do US Open, o último Grand Slam da temporada que está sendo disputado em Nova York. Nesta segunda, eles derrotaram a dupla dos holandes Robin Haase e Matwe Middelkoop por 7/6(4) 6/4 e enfrentam em busca de vaga na semifinal Malek Jaziri, da Tunísia e Radu Albot, da Moldávia.

“Foi mais um belo jogo que fizemos. Foi duríssimo e bem no detalhe, com um ponto para cá e outro para lá que poderia ter mudado tudo. Jogamos super firmes e estou muito feliz com esse resultado e com mais umas quartas no US Open,” disse Bruno, campeão em Nova York há dois anos com Jamie Murray e atual cabeça de chave 4 da competição.

Apesar de enfrentarem uma dupla desconhecida, ainda não terem perdido nenhum set no torneio e virem de título em Washington e Cincinnati, Bruno não espera jogo fácil. “Estamos jogando super bem, muito embalados, mas uma dupla que está nas quartas de um Grand Slam está fazendo algo direito. Todo cuidado é pouco. Estamos atentos e temos que continuar no nossos ritmo, jogando bem o nosso saque para tentar avançar ainda mais.”

Foto: USTA/Mike Lawrence

Feijão e Bellucci perdem no quali do Challenger de Gênova, que terá estreias de Rogerinho e Monteiro na 3ª

Uma vitória e duas derrotas, esse foi o saldo brasileiro nesta segunda-feira, no qualifying do Challenger de Gênova, na Itália, que é disputado no saibro.

Primeiro a entrar em quadra, João Souza, o Feijão, conseguiu uma boa vitória sobre o croata Mate Delic, com parciais de 6/2 e 7/5, garantindo vaga na última rodada do quali. Porém, logo em seguida, ele começou muito bem diante do italiano Andrea Pellegrino, com um pneu, mas levou a virada e perdeu por 0/6 6/3 e 6/3.

Thomaz Bellucci entrou em quadra e foi eliminado na segunda rodada do quali pelo húngaro Zsombor Piros, com parciais de 3/6 6/4 e 6/4.

Na chave principal, dois brasileiros estreiam nesta terça-feira. Primeiro, Rogerinho deverá ter uma partida difícil diante do argentino Federico Delbonis, eu já o venceu nas duas vezes em que se enfrentaram.

Depois, Thiago Monteiro terá pela frente o chileno Christian Garin, em confronto que será inédito.

Melo e Kubot batem franceses e estão nas 4ªs do US Open. Soares joga nesta 2ª feira

Marcelo Melo e Lukasz Kubot garantiram neste domingo (2) vaga nas quartas de final do US Open. Cabeças de chave número 7 do Grand Slam, em Nova Iorque (EUA), Melo e Kubot venceram os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut – cabeças 9 – por 2 sets a 1, parciais de 7/5, 2/6 e 6/3, após 2h12min de jogo pelas oitavas de final. Agora, a dupla enfrentará os norte-americanos Austin Krajicek e Tennys Sandgren, em busca de um lugar na semifinal. Krajicek e Sandgren derrotaram o croata Nikola Mektic e o austríaco Jurgen Melzer por 2 a 0 (6/3 e 6/4).

“Foi um jogo emocionante. Nossa principal vitória do ano. Os treinos e a dedicação são importantes para viver momentos como o de hoje”, disse Melo.

Um final de semana de vitórias para Melo e Kubot. No sábado (1), derrotaram o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak e, neste domingo, voltaram à quadra para ganhar da dupla francesa e avançar no último Grand Slam da temporada.

Desde o início do US Open, Melo e Kubot vem mostrando muita confiança e impondo seu jogo para garantir as vitórias. E neste domingo não foi diferente. No primeiro set, após muito equilíbrio, conseguiram a quebra no 12ª game para vencer por 7/5. A segunda série começou com um break dos adversários, que acabaram empatando o jogo ao marcar 6/2. Mas Melo e Kubot, mais uma vez, não se abalaram e foram em busca do resultado no terceiro set, quebrando no quarto game, abrindo na sequência 4/1 para fechar em 6/3, no quarto match point, após um game muito disputado.

Nesta segunda-feira, quem entra em quadra pra buscar uma vaga nas quartas de final é Bruno Soares, ao lado do britânico Jamie Murray. Os dois terão pela frente os holandeses Robin Haase e Matwe Middelkoop.

Foto: USTA/Pete Staples

Pliskova e Serena vencem e se enfrentam nas 4ªs do US Open. Sharapova busca vaga na 2ª feira

As primeiras partidas das oitavas de final foram disputadas neste domingo, quando foram conhecidas as primeiras quadrifinalistas da chave feminina do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Na primeira partida do dia, Karolina Pliskova conseguiu uma firme vitória sobre a australiana Ashleigh Barty, por duplo 6/4. Nas quartas, terá pela frente a norte-americana Serena Williams, que começou bem, levou um susto, mas depois venceu a estoniana Kaia Kanepi por 6/0 4/6 e 6/3.

Quem também aplicou um pneu no dia foi a letã Anatasija Sevastova, que anotou 6/3 1/6 e 6/0 sobre a ucraniana Elina Svitolina, se classificando pra enfrentar a local Sloane Stephens, que bateu a belga Elise Mertens por duplo 6/3.

As oitavas de final da chave feminina continuam nesta segunda-feira, com mais 4 jogos, começando pelo confronto entre Madison Keys, vice-campeã do ano passado, e Dominika Cibulkova, abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium, mesmo local da partida entre Maria Sharapova e Carla Suarez Navarro, que iniciam a rodada noturna.

No Louis Armstrong, a bielorrussa Aryna Sabalenka joga contra a japonesa Naomi Osaka, enquanto a ucraniana Lesia Tsurenko enfrenta a tcheca Marketa Vondrousova na Grandstand.

Cilic vai ao 5º set pra bater jovem australiano em Nova York. Federer vence Kyrgios

A terceira rodada do US Open, que começou na sexta-feira, continuou neste sábado, com a definição dos últimos classificados para as oitavas de final do quarto e último Grand Slam da temporada.

Roger Federer deu um show em quadra diante de Nick Kyrgios pra vencer em três sets, com parciais de 6/4 6/1 e 7/5, garantindo sua vaga nas oitavas de final pra encarar o australiano John Millman, que vem de vitória sobre Mikhail Kukushkin.

David Goffin precisou de apenas três sets pra bater o alemão Jan-Lennard Struff, enquanto Kei Nishikori precisou de quatro parciais pra bater o argentino Diego Schwartzman.

Na rodada noturna, Novak Djokovic não deu chances ao francês Richard Gasquet e anotou 6/2 6/3 e 6/3, enquanto Marin Cilic saiu dois sets abaixo e teve que buscar a virada diante do jovem australiano Alex De Minaur.

As oitavas de final começam neste domingo, com quatro partidas e Rafael Nadal abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium diante do georgiano Nikoloz Basilashvili, enquanto a rodada noturna da mesma quadra terá o confronto entre Juan Martin Del Potro e Borna Coric.

No Louis Armstrong, Kevin Anderson encara o austríaco Dominic Thiem, enquanto John Isner faz um duelo de sacadores com Milos Raonic.

Foto: USTA/Andrew Ong

 

Bruno Soares e Marcelo Melo chegam às oitavas do US Open. Demoliner perde

Bruno Soares e Jamie Murray estão nas oitavas de final do US Open, o último Grand Slam da temporada que está sendo disputado em Nova York. Neste sábado em Flushing Meadows, eles derrotaram a dupla de Marcus Daniell, da Nova Zelândia e de Wesley Koolhof, da Holanda, por 6/3 6/4. Na próxima rodada, em busca de vaga nas quartas de final, no domingo ou na segunda, eles enfrentam os holandeses Robin Haase e Matwe Middelkoop.

“Foi mais uma partida consistente. Ganhamos em dois sets, sem perder o saque e estamos felizes com o nosso desempenho aqui. O calor melhorou bem e está muito bom pra jogar. Temos que manter esse ritmo,”disse Bruno, que foi campeão com Murray em Nova York, há dois anos e venceu dois dos três torneios que disputou a caminho do US Open (Washington e Cincinnati).

Nas duplas mistas, Bruno foi superado ao lado da ucranina Elina Svitolina, perdendo para a chinesa Shuai Zhang e o australiano John Peers por duplo 6/3.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot também chegaram às oitavas de final, derrotando o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak e estão nas oitavas de final do US Open. Cabeças de chave número 7 do Grand Slam, em Nova Iorque (EUA), Melo e Kubot terão como próximos adversários da dupla serão os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut – cabeças 9 -, que venceram os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini por 2 a 0 (7/5 e 6/3).

“Hoje conseguimos jogar muito bem na maior parte do jogo. Tivemos um pouquinho de queda de rendimento no segundo set, quando acabamos dando uma quebra para eles. Mas depois recuperamos e mantivemos firme até o fim”, disse Melo.

“Uma importante vitória e agora é tirar tudo de bom que fizemos nesse jogo, melhorar o que não fizemos de tão bom, para a próxima rodada contra os franceses, um jogo muito duro, uma dupla que joga muito bem e que está junto há muito tempo. Temos de estar bem afiados e prontos, com muita confiança para poder, quem sabe, passar mais uma rodada para frente”, completou.

Quem não conseguiu passar pela segunda rodada foi Marcelo Demoliner, com o mexicano Santiago Gonzalez. Os dois foram superados pelos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 6/4 e 7/6(5).

Foto: USTA/Mike Lawrence

Serena volta a vencer Venus. Stephens bate Azarenka. Sharapova enfrenta Ostapenko neste sábado

Em mais um histórico confronto, que marcou o 30º jogo entre as irmãs Williams, Serena levou a melhor sobre Venus e chegou às oitavas de final do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Foi até mais fácil do que o esperado, em sets diretos, com um placar de 6/1 e 6/2, garantindo vaga pra encarar a estoniana Kaia Kanepi, que passou pela sueca Rebecca Peterson por 2×0.

A atual campeã, Sloane Stephens, não deu muitas chances para a bielorrussa Victoria Azarenka e venceu por 6/3 e 6/4, enquanto Elina Svitolina bateu a chinesa Qiang Wang por duplo 6/4.

A terceira rodada em Nova York continua neste sábado, com a local Madison Keys, vice-campeã no ano passado, enfrentando a sérvia Aleksandra Krunic na abertura do Arthur Ashe Stadium.

No mesmo local, Maria Sharapova abre a rodada noturna encarando a letã Jelena Ostapenko, enquanto a alemã Angelique Kerber, cabeça de chave nº 4, joga no Louis Armstrong diante da experiente eslovaca Dominika Cibulkova.

Destaque também para a partida entre Petra Kvitova e a embalada Aryna Sabalenka, que vem do título em New Haven, além do jogo entre a japonesa Naomi Osaka e a bielorrussa Aleksandra Sasnovich.

Foto: USTA/Pete Staples

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Depois de mais de 4hs de jogo, Nadal vira sobre russo em Nova York. Anderson vence em 5 sets

Começou nesta sexta-feira a terceira rodada do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova York, na primeira rodada.

Em uma grande partida, talvez na melhor até o momento no torneio, Rafael Nadal conseguiu uma dura e importante vitória de virada sobre o russo Karen Khachanov, depois de mais de 4h30min de jogo, com parciais de 5/7 7/5 7/6(7) e 7/6(3), garantindo vaga nas oitavas de final para enfrentar o georgiano Nikoloz Basilashvilli, que venceu o argentino Guido Pella em quatro sets.

Outro que precisou de longa batalha foi o sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão do torneio no ano passado, que teve que jogar cinco sets pela segunda vez no torneio, superando o jovem canadense Denis Shapovalov, de virada.

Nas oitavas, Anderson terá pela frente o austríaco Dominic Thiem, que bateu o local Taylor Fritz por 3×1. No confronto direto entre eles, a vantagem de Anderson é muito grande, com oito vitórias em oito jogos.

Já na rodada noturna, Milos Raonic conseguiu uma supreendente vitória sobre Stan Wawrinka, principalmente pelo placar de 3×0, enquanto Juan Martin Del Potro chega às oitavas depois de vencer Fernando Verdasco por 3×0.

Foto: USTA/Garrett Ellwood

Soares e Melo passam pela estreia nas duplas do US Open, que tem 3 brasileiros na 2ª rodada

O tenista brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray estrearam com vitória na disputa do US Open, o último Grand Slam da temporada. Eles derrotaram a dupla do argentino Guido Pella e do espanhol Albert Ramos Vinolas, por 6/2 6/3.

“Foi uma estreia muito boa. Jogamos super bem, mantendo o ritmo de Toronto, Washington e Cincinnati, com muita determinação. Estou muito feliz,” disse Bruno que foi campeão com Murray em dois (Washington e Cincinnati) desses três torneios antes de chegar a Nova York, onde contam com grande apoio da torcida do Brasil. “A torcida brasileira como sempre apareceu e fez barulho. É muito bacana o clima aqui. Nesse calor sei que não está fácil acompanhar os jogos direto, mas o público compareceu e é sempre muito bom jogar com a casa cheia.”

Na próxima rodada, Bruno e Murray, que foram campeões do US Open há dois anos, enfrentam na próxima rodada Marcus Daniell, da Nova Zelândia e Wesley Koolhof.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot derrotaram o mexicano Hans Hach Verdugo e o sueco Andreas Siljestrom por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (7-2), em 1h25min. Verdugo e Siljestrom substituíram o canadense Vasek Pospisil e o espanhol Fernando Verdasco, que desistiram da chave. Os próximos adversários de Melo e Kubot – cabeças de chave número 7 – no Grand Slam serão o indiano Divij Sharan e o neozelandês Artem Sitak, em jogo com dia e horário a serem definidos.

Vale lembrar que o Brasil terá três representantes na segunda rodada da chave de duplas, já que Marcelo Demoliner, que joga ao lado do mexicano Santiago Gonzalez, jogará contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

Sexta-feira em Nova York terá aguardado confronto entre Serena e Venus Williams

A sexta-feira promete jogos bem animados na chave feminina do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova York, nos Estados Unidos.

Valendo vaga nas oitavas de final, a atual campeã Sloane Stephens terá pela frente a embalada Victoria Azarenka, abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium.

Na mesma quadra, abrindo a rodada noturna, mais um aguardado confronto entre as irmãs Serena e Venus Williams, no que será o 30º jogo entre elas, com a irmã mais nova liderando o confronto direto por 17×12.

No Louis Armstrong, o destaque fica pra partida da tcheca Karolina Pliskova contra a norte-americana Sofia Kenin, enquanto a experiente russa Ekaterina Makarova encara a letã Anastasija Sevastova na Grandstand.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Foto: USTA/Daniel Shirey