Chinesa Wang surpreende, elimina Barty e enfrenta Serena nas quartas do US Open

Logo na primeira partida do dia, a chinesa Qiang Wang foi responsável por uma bela surpresa em Nova Iorque ao vencer a australiana Ashleigh Barty, nas oitavas de final do US Open.

Depois de começar muito bem e abrir vantagem no segundo set, a chinesa teve certa dificuldade pra fechar o jogo, confirmando o belo resultado em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/4.

Agora, ela deverá ter mais uma parada muito dura pela frente, já que enfrenta a norte-americana Serena Williams, que se impôs sobre a croata Petra Martic, vencendo também em sets diretos, por 6/3 e

Dessa forma, Serena segue em busca do heptacampeonato do torneio e fará seu primeiro confronto diante da chinesa que é nº 18 do mundo.

Federer bate Goffin cedendo apenas 4 games e encara Dimitrov nas 4ªs do US Open

Roger Federer voltou a jogar muito e conseguir chegar tranquilamente às quartas de final do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Na tarde deste domingo, abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium, o suíço só encontrou dificuldade no começou do jogo, quando viu David Goffin ter quebra de vantagem, liderando por 2/1.

Depois, Federer elevou muito seu nível, não perdeu mais games na parcial e cedeu apenas outros dois no jogo, fechando ao triunfo com parciais de 6/2 6/2 e 6/0.

Seu adversário será o búlgaro Grigor Dimitrov, que teve uma atuação acima da média diante do australiano Alex De Minaur e anotou uma bela vitória em sets diretos, com parciais de 7/5 6/3 e 6/4.

Vale destacar que os dois já se enfrentaram sete vezes, com o suíço vencendo todas as partidas, sendo a mais recente no ATP de Roterdã, no ano passado.

Rublev joga muito e elimina Kyrgios em NY. Cilic vence Isner e Zverev passa por Bedene

No fechamento da rodada noturna deste sábado, no US Open, Andrey Rublev voltou a mostrar um grande tênis pra garantir sua vaga nas oitavas de final do quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque.

O russo elevou seu nível, mostrando toda agressividade do seu jogo pra bater o australiano Nick Kyrgios, com um surpreendente 3×0, com parciais de 7/6(5) 7/6(5) e 6/3.

Agora, ele vai jogar contra o italiano Matteo Berrettini, que viu o australiano Alexei Popyrin quase levar o jogo ao 5º set, mas reagiu antes pra fechar a partida no tiebreak do 4º set.

Outro que precisou de quatro sets foi o croata Marin Cilic, campeão de 2014, que eliminou o jogador da casa John Isner, assim como o alemão Alexander Zverev, que também anotou 3×1, sobre o esloveno Aljaz Bedene.

O argentino Diego Schwartzman faz mais uma grande campanha no piso duro, garantido vaga na segunda semana depois de não dar chances ao norte-americano Tennys Sandgren, vencendo por 3×0.

Quatro partidas de oitavas de final serão disputadas neste domingo, começando com Roger Federer, que abre a programação do Arthur Ashe Stadium contra o belga David Goffin.

No fechamento da programação, Novak Djokovic e Stan Wawrinka se enfrentam no jogo mais aguardado do dia, também no Ashe.

No Louis Armstrong, Daniil Medvedev tem o favoritismo contra o alemão Dominik Koepfer, e Grigor Dimitrov deve fazer um jogo equilibrado contra o australiano Alex De Minaur.

 

Osaka se impõe sobre jovem Gauff e emociona com nobre atitude no US Open. Oitavas começam neste domingo

O aguardado confronto feminino deste sábado no US Open foi menos equilibrado, mas mais emocionante que o esperado.

A nº 1 do mundo, Naomi Osaka, se impôs diante da jovem norte-americana Coco Gauff, teve trabalho apenas no 1º set e garantiu sua vaga nas oitavas de final com uma vitória por 6/3 e 6/0.

Depois da partida, a japonesa se dirigiu à atleta da casa, que estava chorando, e pediu a ela pra participar da entrevista pós-jogo. Gauff foi falando entre lágrimas e depois viu Osaka também se emocionar. Atitude grandiosa e de nº 1 do mundo.

Agora, valendo vaga nas quartas de final, ela terá pela frente a suíça Belinda Bencic, que não precisou entrar em quadra diante da estoniana Annet Kontaveit.

Os primeiros jogos das oitavas serão realizados neste domingo, com Serena Williams encarando a croata Petra Martic no segundo jogo da programação do Arthur Ashe Stadium.

Também durante o dia, a australiana Ashleigh Barty, nº 2 do mundo, joga contra a chinesa Qiang Wang no Louis Armstrong Stadium, enquanto Johanna Konta faz um bom jogo contra a tcheca Karolina Pliskova.

Na rodada noturna, destaque para a partida da local Madison Keys contra a ucraniana Elina Svitolina.

Melo e Kubot avançam para as oitavas de final do US Open

Duas vitórias, em duas atuações mostrando muita confiança, e a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot está nas oitavas de final do US Open. Neste sábado (31), pela segunda rodada do Grand Slam norte-americano, em Nova Iorque, os cabeças de chave número 2 derrotaram o eslovaco Jozef Kovalik e o espanhol Albert Ramos-Vinolas por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h11min. Os próximos adversários em Flushing Meadows serão o argentino Leonardo Mayer e o português João Sousa, que ganharam do finlandês Henri Kontinen e do australiano John Peers – cabeças 14 – por 2 a 1 – 3/6, 6/3 e 7/6 (7-4).

Com os quatro jogos disputados na conquista do título em Winston-Salem, na semana passada, e os dois, agora, em Nova Iorque, Melo e Kubot somam seis vitórias seguidas. Jogos em que têm tido muita concentração, impondo seu ritmo para superar os adversários e confirmar o favoritismo.

Como fizeram na estreia no US Open, Melo e Kubot dominaram totalmente o primeiro set. Com uma quebra logo no segundo game, venceram por 6/3. Aí veio a segunda série e o jogo ficou bem mais equilibrado. No início, muitos breaks. De Melo e Kubot, fazendo 1/0, dos adversários devolvendo na sequência, 1/1, depois quebrando de novo para abrir 3/1, e dos cabeças de chave número 2, com mais um break, encostando em 3/2 e empatando na sequência. A partir daí, sempre com muita confiança, Melo e Kubot retomaram o controle do jogo. Com uma nova quebra, no nono game, passaram à frente, 5/4, fechando em 6/4, com ace de Marcelo.

Bruno Soares é eliminado nas duplas do US Open

O tenista brasileiro Bruno Soares foi eliminado, neste sábado, na competição de duplas do US Open, o último Grand Slam da temporada, que está sendo disputado em Nova York. Ao lado do parceiro Mate Pavic ele perdeu para Marcelo Arevalo e Jonny O’Mara, por 7/6(5) 6/4, na segunda rodada. Ele ainda permanece na competição de duplas mistas.

“Foi uma pena. Foi mais um jogo em que a história se repete. Jogamos melhor do que eles no primeiro set, mas faltou capitalizar. Infelizmente não conseguimos matar o primeiro set e custou o jogo. Eles jogaram super bem o segundo. Fica o gostinho de quero mais. Estamos muito perto de começar a jogar muito bem e de conquistar algo grande. É o momento de ter paciência, seguir trabalhando duro e reverter essa situação,” analisou o brasileiro.

Bruno segue em Nova York, na competição de duplas mistas, ao lado da americana Nicole Melichar. Eles aguardam a dupla vencedora de Murray/Mattek-Sands e Zhang/Peers.

“Vamos aproveitar o que ainda temos de oportunidade aqui no US Open e seguir com tudo.”

O US Open é o Grand Slam de mais sucesso para Bruno Soares

Nadal não tem dificuldade pra bater Chung e chegar às oitavas do US Open. Experiente Andujar vai à 2ª semana

Rafael Nadal não teve grandes problemas pra garantir sua vaga nas oitavas de final do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Neste sábado, o espanhol encarou o sul-coreano Hyeon Chung, que vinha de um jogo de cinco sets diante de Verdasco e que não foi páreo para o nº 2 do mundo, que triunfou em sets diretos, com parciais de 6/3 6/4 e 6/2.

Vale destacar que Nadal só jogou duas partidas no torneio, já que Thanasi Kokkinakis desistiu na segunda rodada, e ainda não perdeu set, o que pode significar uma boa reserva de energia pra segunda semana.

Seu adversário por um lugar nas quartas será o vencedor da partida entre o local John Isner e o croata Marin Cilic, campeão de 2014.

Quem chega à segunda semana em Nova Iorque, de forma surpreendente, é o espanhol Pablo Andujar, que superou o cazaque Alexander Bublik por 3×0.

Foto: Cynthia Lum

 

O sábado em NY terá Wozniacki x Andreescu e aguardado confronto entre Osaka e Gauff

Continua neste sábado a terceira rodada da chave feminina do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

A programação do Arthur Ashe Stadium será aberta pela dinamarquesa Caroline Wozniacki, que terá pela frente a jovem e talentosa Bianca Andreescu, no confronto entre as cabeças de chave nº 19 e 15, respectivamente.

Ainda durante o dia, a norte-americana Taylor Townsend, embalada pela vitória sobre Simona Halep,  encara mais uma romena, a experiente Sorana Cirstea, no Louis Armstrong Stadium, mesmo local da partida entre Kiki Bertens e Julia Goerges.

A rodada noturna terá no Ashe a aguardada partida entre a japonesa Naomi Osaka, nº 1 do mundo, e a revelação local Cori Gauff, de apenas 15 anos.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Djokovic supera Kudla e encontra Wawrinka nas 8ªs em NY. Medvedev tem atitude reprovável em vitória sobre Lopez

Em um jogo cercado de expectativa, Novak Djokovic jogou bem e chegou às oitavas de final  do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque.

Encerrando a rodada noturna desta sexta-feira, o sérvio não aparentou sentir as dores do jogo anterior, sacou bem, manteve sua ótima movimentação e quase não deu chances ao norte-americano Dennis Kudla, vencendo por 6/3 6/4 e 6/2.

Antes do jogo, porém, Djokovic mostrou toda tensão ao chegar a discutir com um torcedor durante o aquecimento pré-jogo, prometendo que encontraria o torcedor.

Agora, seu desafio deve ser bem maior, já que terá pela frente o suíço Stan Wawrinka, que superou o italiano Paolo Lorenzi em três sets e dois tiebreaks.

Na última vez que se enfrentaram, vitória de Wawrinka, justamente na final do US Open de 2016.

Ainda na rodada noturna, Daniil Medvedev precisou de quatro sets pra bater o Feliciano Lopez. O lamentável da partida, porém, foi o comportamento reprovável do russo, que chegou a discutir com o juiz e fazer gestos obscenos para a torcida, relembrando atos de anos atrás, quando chegou a ser eliminado de um torneio por atitudes racistas.

 

Bruno Soares estreia com 2 vitórias no US Open, nas duplas e nas mistas

O tenista brasileiro Bruno Soares estreou com duas vitórias no US Open, o último Grand Slam da temporada que está sendo disputado em Nova York. Nesta sexta-feira, primeiro veio a vitória nas duplas, com Mate Pavic e depois nas duplas mistas, com Nicole Melichar.

Nas duplas, Bruno e Pavic, ganharam de virada dos chilenos Cristian Garin e Nicolas Jarry, por 3/6 7/5 6/0 e enfrentam na próxima rodada, provavelmente neste sábado, Marcelo Arevalo e Jonny O’Mara.

“Hoje foi um dia de superação com certeza. Viramos na garra e na atitude. Ficamos no jogo, aguentando e os caras estavam jogando super bem, sem dar muita chance. Nós não tivemos o melhor início de jogo, mas persistimos e ganhamos o segundo set, terminando com um terceiro espetacular. Fiquei muito feliz com essa virada. A nossa situação estava bem complicada, com os caras jogando em um nível altíssimo e a gente lutando por cada ponto,” disse o brasileiro, que já foi campeão de duplas do US Open, há três anos, com Jamie Murray.

Nas duplas mistas, em que tem dois títulos em Nova York, Bruno e a americana Nicole Melichar ganharam de Su Wei Hsieh e Chen Peng por 6/0 6/4 e aguardam o vencedor de J. Murray/Sands e Peers/Zhang.

“Terminei o dia com tudo. Nunca é tão fácil uma estreia, mas foi um placar bem mais tranquilo. Joguei um pouco mais solto e foi bom de mais.”