Menezes, Wild e Meligeni estreiam nesta segunda-feira no quali de Wimbledon

Três brasileiros entram em quadra nesta segunda-feira, pela primeira rodada do qualifying de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

O mineiro João Menezes – número 3 do Brasil e 206 do mundo – terá como adversário o britânico Jack Pinnington Jones, 18 anos, que recebeu wild card., em confronto que será inédito.

“Agora, foco neste quali em Wimbledon. Depois, voltarei ao Brasil, passando alguns dias em Uberaba, antes da disputa dos Jogos de Tóquio”, afirma Menezes.

Em outro jogo inédito, Thiago Wild terá pela frente o experiente alemão Tobias Kamke, nº 240 do ranking da ATP.

O outro brasileiro a entrar em quadra nesta segunda é Felipe Meligeni, que joga contra o argentino Francisco Cerundolo. Os dois já se enfrentaram quatro vezes, todas no saibro, com três vitórias do jogador argentino.

Menezes e Meligeni jogam nesta 4ª feira buscando rodada final do quali de Roland Garros

Em busca de sua segunda vitória no qualifying de Roland Garros, João Menezes – número 3 do Brasil e 210 do mundo – joga nesta quarta-feira (26) em Paris, na França. Às 5h30 (horário de Brasília), o mineiro enfrenta o canadense Steven Diez – 189 do mundo. Menezes estreou no quali na segunda-feira (24) vencendo o sueco Elias Ymer e, agora, volta à quadra para mais um passo de olho na chave principal do Grand Slam.

“Aproveitei o dia de hoje (terça) para treinar e agora é ir com tudo para o jogo amanhã (quarta)”, afirma Menezes.

Outro brasileiro que segue em busca de uma vaga na chave principal é Felipe Meligeni Rodrigues, que na primeira rodada bateu o experiente tcheco Lukas Rosol. Também nesta terça, ele encara o croata Borna Gojo, nº 232 do mundo, em confronto que será inédito.

Quem parou na estreia do quali foi Thiago Wild, que chegou a desperdiçar match-point diante do sérvio Viktor Troicki antes de levar a virada com parciais de 0/6 7/6(6) e 7/6(5).

Meligeni vence mais uma e está na final do quali em Santiago. Bellucci, Menezes e Sakamoto perdem

Felipe Meligeni Rodrigues é um único brasileiro vivo no qualifying do ATP 250 de Santiago, no Chile, torneio que é disputado no saibro.

Neste domingo, o brasileiro lutou muito pra superar o espanhol Mario Vilella Martinez, de virada, com parciais de 3/6 7/6(5) e 7/6(3).

Agora, na rodada final e valendo vaga na chave principal, Meligeni enfrenta nesta segunda-feira o peruano Juan Pablo Varillas, nº 169 do mundo. Os dois já se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias do peruano.

Thomaz Bellucci se despediu do ATP 250 de Santiago. Após dois meses fora do circuito, o paulista lutou, mas foi superado na segunda rodada do qualifying pelo argentino Nicolas Kicker por 6/0 6/4.

“No primeiro set eu praticamente não joguei. Acho que o fato de ter estado muito tempo sem competir pesou um pouco, acabei cometendo um erro atrás do outro. Ele é um jogador com um volume muito maior que o adversário de ontem. No segundo set eu equilibrei um pouco mais, mas mesmo assim não estava sentindo muito bem a bola. O Kicker jogando o tempo todo na frente acaba ficando mais fácil para ele também”, disse Thomaz, consciente dos erros cometidos.

Este foi o primeiro torneio de Bellucci desde o ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, que foi disputado no início de janeiro. O brasileiro permanecerá na cidade, onde jogará o challenger de Santiago, com início na semana do dia 15. “Agora é aproveitar esses dias para treinar e ganhar mais ritmo de jogo para semana que vem”, finalizou.

O mineiro João Menezes foi superado depois de um jogo de 2h20 de duração pelo argentino Sebastian Baez (257 do ranking mundial), com parciais de 7/6 (8-6), 2/6 e 6/2 e seguir no quali. A próxima disputa de Menezes – número 3 do Brasil e 201 do mundo – será também o Challenger de Santiago.

“Joguei diante de um adversário que vem muito confiante e que apresentou muito bom nível. Eu tive dois set points no primeiro set e ele jogou com uma intensidade melhor do que a minha. No segundo, fui superior durante todo o tempo, sem dar chances, jogando mais agressivo. E, no terceiro, teve um game muito duro, no 1/1, no saque dele, e a partir dai ele se manteve mais sólido durante o resto do jogo”, explicou Menezes.

Outro brasileiro que perdeu na segunda rodada do quali foi Pedro Sakamoto, que não resistiu ao local Alejandro Tabilo, que venceu por 7/6(0) e 6/4.