Melo e Kubot estreiam com vitória de virada no ATP Finals, em Londres

Com uma vitória de virada, neste domingo (10), o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot deram o primeiro passo na edição 2019 do ATP Finals, em Londres, na Inglaterra. Na rodada inicial do Grupo Jonas Bjorkman, Melo e Kubot – que jogam como segunda melhor dupla classificada do torneio – estrearam derrotando o croata Ivan Dodig e o eslovaco Filip Polasek (8) por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 10-5, em 1h40min. A segunda rodada do grupo está marcada para esta terça-feira (12).

“Foi um belo jogo de tênis. Muito alto nível desde o início. Começamos com break na frente, aí eles aproveitaram dois ou três vacilos para quebrar de volta e depois jogaram muito bem até o final do primeiro set. O importante para nós foi começar muito bem o segundo, mostrando que estávamos firmes no jogo ainda, iniciando com a quebra no primeiro game. E especialmente, também, o final do segundo set. Fechamos muito bem, muito sólidos e aí acabou dando mais confiança para jogar o match tie-break. Foi um jogo realmente muito bom, uma bela estreia contra um time que vem jogando muito bem”, explicou Melo.

No primeiro set, Melo e Kubot quebraram no sétimo game, 4/3, mas os adversários devolveram e igualaram em 4/4. Com novo break, no décimo game, Dodig e Polasek ganharam a série por 6/4. Melo e Kubot iniciaram o segundo set com tudo para empatar o jogo. E quebraram logo no game inicial, abrindo na sequência 2/0 e administrando a vantagem. No nono game, tiveram a chance de quebrar novamente e fechar, mas os adversários salvaram o break. Em seguida, devolveram o 6/4, levando a decisão para o match tie-break. Com domínio desde o começo, Melo e Kubot marcaram 10-5 para comemorar a primeira vitória no ATP Finals.

Na outra partida deste domingo, o sul-africano Raven Klaasen e o neozelandês Michael Venus (5) ganharam do norte-americano Rajeev Ram (EUA) e do britânico Joe Salisbury (4) por 2 a 0 (6/3 e 6/4).

O ATP Finals reúne as oito melhores duplas da temporada. Na primeira fase, elas são divididas em dois grupos, jogando todas contra todos dentro dele. As duas melhores de cada um disputam as semifinais, no sábado (16). A decisão do título será no domingo (17).

Marcelo faz a sua sétima participação seguida (desde 2013) no Finals, recordista entre os brasileiros, a terceira ao lado do parceiro polonês (2017, 2018 e 2019). Foi duas vezes vice-campeão: com Kubot em 2017 e com Dodig – adversário nesta estreia – em 2015.

Foto: Peter Staples / ATP Tour

Bruno Soares e Marcelo Melo buscam quartas do Masters 1000 de Shangai, nesta sexta-feira.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot conquistaram nesta quinta-feira (10) a segunda vitória no Masters 1000 de Xangai e estão nas quartas de final na China. Os atuais campeões derrotaram o indiano Rohan Bopanna e o canadense Denis Shapovalov por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 3/6 e 10-7, em 1h27min. A dupla – que joga como cabeça de chave número 2 – já ganhou desde 2018 seis vezes seguidas em Xangai – quatro com o título no ano passado e duas nesta edição 2019.

Em busca de um lugar na semifinal, Melo e Kubot enfrentam na madrugada desta sexta-feira (11), por volta das 4h30 (horário de Brasília), o croata Ivan Dodig e o eslovaco Filip Polasek, na repetição da final do ATP 500 de Beijing, no dia 6, quando foram vice-campeões. Dodig e Polasek venceram nas oitavas de final de Xangai, nesta quinta-feira, o holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau (cabeças 7) também por 2 a 1 – 7/6 (7-3), 6/7 (4-7) e 10-7. Jogando juntos, Melo e Dodig conquistaram o título do Masters 1000 em 2013.

“Hoje foi mais um jogão. Nós fizemos um excelente primeiro set. Conseguimos abrir um break no segundo. Eles recuperaram, passaram a jogar muito bem também. E aí no match tie-break fomos superiores. Quase todos os pontos foram de alto nível”, analisou Melo.

“Ficamos felizes. Tivemos um começo muito bom, depois eles passaram a jogar muito bem e acabamos definindo no match tie-break. Agora jogamos novamente contra o Dodig e o Polasek. Vamos montar a estratégia de novo, ir para cima, para ver se desta vez conseguimos a vitória”, completou Marcelo.

Já Bruno Soares e o croata Mate Pavic terão pela frente a forte dupla colombiana formada por Sebastian Cabal e Robert Farah.

 

Melo e Kubot estreiam na madrugada de 4ª feira no Masters 1000 de Shangai. Soares e Pavic buscam vaga nas quartas

A edição 2019 do Masters 1000 de Xangai começa na madrugada desta quarta-feira (9), à 1h30 (horário de Brasília), para Marcelo Melo e Lukasz Kubot. A dupla, que joga como cabeça de chave número 2 na China, estreia diante do croata Borna Coric e do chinês Runhao Hua – que receberam wild card -, iniciando a defesa do título comemorado no ano passado. Xangai, aliás, é um torneio muito especial para Marcelo. Com Kubot, foi campeão em 2018 e vice em 2017, conquistando o Masters 1000 mais duas vezes: em 2013 (com o croata Ivan Dodig) e em 2015 (com o sul-africano Raven Klaasen). Um histórico de três títulos, um vice e momentos que marcaram a carreira.

“É um torneio mais que especial para mim. Aqui conquistei o meu primeiro Masters Series, em 2013 e, em 2017, o vice me ajudou a chegar a número 1 do mundo”, afirma Melo.

No domingo (6), Melo e Kubot foram vice-campeões do ATP 500 de Beijing, o primeiro dos dois torneios na China, seguindo então para Xangai, treinando para essa estreia. “Foi uma bela semana em Beijing, ganhamos bons jogos, jogamos bem e agora é ir com tudo aqui em Xangai, tentando defender o título”, completa Marcelo.

O ATP 500 de Beijing foi o primeiro de quatro torneios da dupla nessa etapa final da temporada: jogarão agora o Masters 1000 de Xangai e depois, até o final do mês, o ATP 500 de Viena, na Áustria, e o Masters 1000 de Paris.

Entre os objetivos, a busca pela classificação para o ATP Finals, que pode vir já em Xangai. O torneio reúne as oito melhores parcerias de 2019, em novembro, no encerramento do ano, em Londres, na Inglaterra.

Melo e Kubot estão em segundo lugar na Corrida para Londres, com 3.745 pontos, atrás apenas dos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, com 8.030 – única parceria já classificada. No ranking mundial individual de duplas, Melo ocupa a sexta colocação, com 5.170 pontos. Kubot é o quinto, com 5.350.

Já na manhã de quarta-feira, no horário de Brasília, Bruno Soares jogará as oitavss de final do torneio, ao lado do croata Mate Pavic.

Os dois terão pela frente a parceria formada pelo polonês Hurbert Hurkacz e o francês Benoit Paire.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot são vice-campeões do ATP 500 de Pequim

Marcelo Melo e Lukasz Kubot são vice-campeões do ATP 500 de Pequim, na China. A final, neste domingo (6), foi diante do croata Ivan Dodig e do eslovaco Filip Polasek, que marcaram 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (7-4), em 1h30min. Campeões de 2018, o mineiro Melo e o polonês Kubot – cabeças de chave número 2 – encerram uma semana em que fizeram bons jogos, chegando à decisão sem ter perdido nenhum set. Agora, seguem para a disputa do Masters 1000 de Xangai, onde também defendem o título conquistado no ano passado.

“Hoje acho que ele foram superiores. Nós não estávamos tão afinados como nos jogos anteriores. Mesmo assim tivemos uma bela chance no segundo set, que foi sacar para o set e não conseguimos aproveitar o set point. E dupla de alto nível é assim mesmo. Na semi, recuperamos um jogo perdido. Agora tivemos a oportunidade de levar para o match tie-break, mas não deu. Faz parte. Eles vêm jogando muito bem também. Jogo decidido nos detalhes. Realmente tiveram o mérito da vitória, aproveitaram que não estávamos tão bem para levar o título”, analisou Melo.

“Agora é seguir firme para Xangai. De qualquer maneira foi uma bela semana, ganhamos bons jogos, jogamos bem. Hoje mesmo estamos indo para Xangai, para treinar lá e tentar defender o título”, completou. Jogando também como cabeças de chave número 2 no Masters 1000, a estreia será diante do croata Borna Coric e do chinês Runhao Hua, que receberam wild card, em dia e horário a serem definidos.

Melo e Kubot avançam para as oitavas de final do US Open

Duas vitórias, em duas atuações mostrando muita confiança, e a dupla Marcelo Melo e Lukasz Kubot está nas oitavas de final do US Open. Neste sábado (31), pela segunda rodada do Grand Slam norte-americano, em Nova Iorque, os cabeças de chave número 2 derrotaram o eslovaco Jozef Kovalik e o espanhol Albert Ramos-Vinolas por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em 1h11min. Os próximos adversários em Flushing Meadows serão o argentino Leonardo Mayer e o português João Sousa, que ganharam do finlandês Henri Kontinen e do australiano John Peers – cabeças 14 – por 2 a 1 – 3/6, 6/3 e 7/6 (7-4).

Com os quatro jogos disputados na conquista do título em Winston-Salem, na semana passada, e os dois, agora, em Nova Iorque, Melo e Kubot somam seis vitórias seguidas. Jogos em que têm tido muita concentração, impondo seu ritmo para superar os adversários e confirmar o favoritismo.

Como fizeram na estreia no US Open, Melo e Kubot dominaram totalmente o primeiro set. Com uma quebra logo no segundo game, venceram por 6/3. Aí veio a segunda série e o jogo ficou bem mais equilibrado. No início, muitos breaks. De Melo e Kubot, fazendo 1/0, dos adversários devolvendo na sequência, 1/1, depois quebrando de novo para abrir 3/1, e dos cabeças de chave número 2, com mais um break, encostando em 3/2 e empatando na sequência. A partir daí, sempre com muita confiança, Melo e Kubot retomaram o controle do jogo. Com uma nova quebra, no nono game, passaram à frente, 5/4, fechando em 6/4, com ace de Marcelo.

Melo e Kubot estreiam com boa vitória no US Open

Com ótima atuação, impondo seu jogo e não dando chances aos adversários,  Marcelo Melo e Lukasz Kubot confirmaram o favoritismo e estrearam com vitória na edição 2019 do US Open. Cabeça de chave número 2 do Grand Slam, a dupla derrotou o ucraniano Denys Molchanov e o neozelandês Artem Sitak, nesta sexta-feira (30), na primeira rodada em Nova Iorque (EUA), por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4, em apenas 1h12min. Os próximos adversários serão o eslovaco Josef Kovalik e o espanhol Albert Ramos-Vinolas.

“Estamos muito felizes aqui com a primeira vitória. Fizemos um belo jogo, diante de dois duplistas que vêm jogando bem também. O importante é seguir nesse ritmo que temos mantido desde a semana passada, com o título em Winston-Salem. Muitos brasileiros aqui torcendo. Agora é focar na próxima rodada”, disse Melo.

Melo e Kubot mantiveram o ritmo e a confiança dos jogos da semana passada, quando foram campeões do ATP 250 de Winston-Salem, para comemorar a quinta vitória seguida. Já começaram quebrando os adversários no primeiro game, abrindo depois 2/0 e seguindo no domínio do set. Com novo break, fizeram 5/2 e fecharam em 6/2. A segunda série foi mais equilibrada até o 2/2. No quinto game, os cabeças de chave 2 conseguiram a quebra, 3/2, e administraram a vantagem para marcar 6/4 e avançar para a segunda rodada.

Melo e Kubot são campeões do ATP 250 de Winston-Salem, 33º conquista de Marcelo na carreira e o 13º da parceria

Um dia de muita comemoração para Marcelo Melo e Lukasz Kubot no ATP 250 de Winston-Salem. Jogando muito bem desde o início do torneio, os cabeças de chave número 1 confirmaram seu favoritismo e conquistaram nesta sexta-feira (23) o primeiro título da temporada 2019 no Wake Forest Tennis Complex, na Carolina do Norte (EUA). Melo e Kubot derrotaram os norte-americanos Nicholas Monroe e Tennys Sandgren por 2 sets a 1, parciais de 6/7 (6-8), 6/1 e 10-3, em 1h28min. Este é o 33º título da carreira do mineiro Marcelo, recordista brasileiro, o 13º ao lado de Kubot. Em ATP 250, tem agora 15 conquistas, três com o parceiro polonês. Com o resultado, a parceria sobe para o terceiro lugar na Corrida para Londres, com 3.265 pontos.

Uma sexta-feira, aliás, de duas vitórias: antes da decisão, Melo e Kubot disputaram a semifinal, adiada de quinta (22) em função das chuvas, passando pelos britânicos Jamie Murray e Neal Skupski e chegando à final sem perder nenhum set. Agora, seguem com muita confiança para o US Open, Grand Slam que começa nesta segunda-feira (26), em Nova Iorque (EUA). No ano passado, foram vice-campeões.

“Jogamos bem desde o começo. Tivemos duas chances de quebra no primeiro set, mas eles jogaram muito bem e aproveitaram uma oportunidade no tie-break. A chuva acabou nos ajudando muito. Voltamos com muita energia. Conseguimos jogar 100%: não deixamos escapar nenhuma chance, fomos agressivos e isso que culminou no nosso título. Estamos muito felizes e agora vamos com força total no US Open. Fizemos um plano bem feito de vir jogar aqui e chegar lá muito bem preparados”, analisou Melo.

Melo e Kubot avançam para a semifinal do ATP 250 de Winston-Salem

Dois jogos, duas vitórias com ótimas atuações e Marcelo Melo e Lukasz Kubot estão na semifinal do  ATP 250 de Winston-Salem, último torneio da gira em quadra dura antes do US Open. Nesta quarta-feira (21), pelas quartas de final, a dupla cabeça de chave número 1 derrotou os britânicos Daniel Evans e Jonny O’Mara por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/2, em apenas 54 minutos. Nesta quinta-feira (22), às 17h (horário de Brasília), Melo e Kubot buscam vaga na final diante dos vencedores do jogo entre os britânicos Jamie Murray e Neal Skupski  e os austríacos Oliver Marach e Jurgen Melzer.

“Mais um belo jogo aqui em Winston-Salem. Como falei na estreia, as condições estão bem favoráveis. Está bem rápido. E conseguimos de novo jogar muito bem. Tivemos algumas situações mais difíceis, salvando alguns break points, mas jogamos bem nesses momentos importantes, o que dá mais confiança ainda. Acho que foi muito válida nossa vinda. Fizemos dois bons jogos, temos mais um duríssimo amanhã (quinta), seguindo essa mesma motivação, com esse mesmo foco, de fazer o máximo de jogos possíveis para, quem sabe, chegar numa final aqui. Vamos com tudo”, disse Melo.

Melo e Kubot repetiram a estreia, jogando bem e vencendo mais uma vez em menos de uma hora. No primeiro set, quebraram no quarto game para fazer 3/1, abrir 4/1 na sequência e seguir dominando até fechar em 6/2, com novo break. A segunda série foi uma repetição do set inicial, também com quebras no quarto e no oitavo games, e nas chances de break dos adversários, salvaram e marcaram novo 6/2 para avançar nos Estados Unidos.

Melo e Kubot vencem Demoliner e Inglot e estão nas 4ªs de final do ATP de Winston-Salem

Em apenas 59 minutos, dominando totalmente o jogo, o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot garantiram nesta terça-feira (20) a vaga nas quartas de final do ATP 250 de Winston-Salem. Principais cabeças de chave do torneio, nos Estados Unidos, estrearam vencendo o gaúcho Marcelo Demoliner e o britânico Dominic Inglot por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 6/1. Em busca de um lugar na semifinal, Melo e Kubot voltam à quadra nesta quarta-feira (21), às 18h (horário de Brasília), para enfrentar os britânicos Daniel Evans e Jonny O’Mara, que ganharam do neozelandês Marcus Daniell e do britânico Ken Skupski por 2 a 1 (6/4, 5/7 e 10-5).

“Jogamos muito bem. As condições estão bem mais rápidas dos torneios que estamos jogando. Acho que vai ser muito similar ao US Open, um dos motivos que a gente veio aqui. A bola é diferente também. Então foi muito bom, a maneira como atuamos hoje. As condições estão bem favoráveis para nós. Agora é aproveitar para fazer mais um jogo amanhã (quarta) para tentar executar tudo planejamos para chegar da melhor maneira possível no US Open”, analisou Melo.

Melo e Kubot mostraram total domínio e muita confiança no jogo, que havia sido adiado na segunda-feira (19) por causa da chuva. Sem dar qualquer chance de reação aos adversários, impuseram seu ritmo e confirmaram o favoritismo. No primeiro set, quebraram no quinto game, 3/2, administrando a vantagem para ganhar por 6/4. Na segunda série, dominaram ainda mais. Com três breaks, no terceiro, no quinto e no sétimo games, marcaram 6/1 para comemorar a primeira vitória no torneio.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vencem dupla de Djokovic na estreia em Cincinnati

Em um jogo em que impuseram seu ritmo, não dando chances de reação aos adversários, Marcelo Melo e Lukasz Kubot estrearam com vitória diante dos sérvios Novak Djokovic e Janko Tipsarevic no Masters 1000 de Cincinnati. Cabeças de chave número 2, precisaram de apenas 1h, nesta segunda-feira (12), para marcar 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/3, avançando para as oitavas de final do torneio. Agora aguardam os ganhadores da partida entre o chileno Cristian Garin e o francês Benoit Paire diante do moldávio Radu Albot e do russo Kaven Khachanov para conhecer os próximos adversários.

“Fizemos um jogo praticamente perfeito. Jogamos muito bem, do começo ao fim. Conseguimos impor toda a nossa experiência na dupla. Por mais que estivéssemos contra o Djokovic e o Tipsarevic, que também joga muito bem, imprimimos nosso ritmo. Em Montreal já tínhamos atuado bem, mas faltou um pouquinho nos momentos importantes, ao contrário de hoje”, analisou Melo.

“Muito feliz. Era um jogo muito duro para começar o torneio. Agora é continuar os treinos amanhã (terça), para depois de amanhã, de repente, tentar jogar da mesma maneira. Qualquer uma das duplas que ganhar é praticamente o mesmo estilo. Então temos de estar novamente prontos, para fazer mais uma bela partida”, completou Marcelo.

Melo e Kubot dominaram totalmente o jogo diante de Djokovic e Tipsarevic – que receberam wild card para disputar a chave de duplas. Logo no segundo game conseguiram a quebra, abrindo na sequência 3/0, e com novo break, fecharam o set em 6/2. O domínio se repetiu no segundo set, em que a quebra veio no sexto game, 4/2, e os cabeças de chave 2 administraram a vantagem para marcar 6/3 e comemorar a vaga na segunda rodada em Cincinnati.

Foi a segunda vitória de Melo e Kubot neste ano diante do número 1 do mundo em simples: tinham derrotado Djokovic – então em parceria com o italiano Fabio Fognini – na semifinal do Masters 1000 de Indian Wells (EUA).

O Masters 1000 de Cincinnati é o terceiro e último torneio de Melo e Kubot antes do US Open, quarto Grand Slam do ano, que encerra a gira em quadra dura, que já teve o ATP 500 de Washington (EUA) – em que chegaram até a semifinal – e o Masters 1000 de Montreal, no Canadá – parando na primeira rodada. No ano passado, em Cincinnati, dupla foi até as quartas de final. O US Open será realizado a partir do dia 26 deste mês, em Nova Iorque (EUA).