Guga é homenageado no ATP Finals, em Londres

Há quase 18 anos Gustavo Kuerten entrava para a história ao vencer, em Lisboa, dois grandes tenistas (Pete Sampras e Andre Agassi) no torneio que reúne os melhores jogadores do ano e conquistar o topo do ranking no tênis profissional.

Hoje Guga marcou presença no atual ATP World Tour Finals para ser homenageado e participar da cerimônia de premiação, logo após a vitória de Alexander Zverev que venceu Novak Djokovic,  líder do grupo Guga Kuerten na competição.

Guga participou de eventos organizados pela ATP para celebrar os campeões de década de 2000, durante todo o fim de semana.”É sempre muito gratificante relembrar toda a minha trajetória. Mas, essa homenagem é um grande incentivo, uma inspiração, para que a gente possa continuar trabalhando, com muita determinação, para transformar o tênis brasileiro”, declarou Guga.

Zverev elimina Federer e decide o ATP Finals contra Djokovic, que bateu Anderson

Alexander Zverev frustou os planos da maior parte da torcida e garantiu sua vaga na decisão do ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, na Inglaterra, os oito melhores tenistas da temporada.

Na primeira semifinal deste sábado, o alemão se impôs diante de Roger Federer, venceu em sets diretos, com parciais de 7/5 e 7/6(5), e garantiu sua vaga.

No tiebreak, Zverev pediu a repetição de um ponto no meio da troca de bola depois de ver uma bola cair das mãos de um boleiro – legítimo pelas regras – e acabou ganhando uma grande vaia do público, que torcia pelo suíço.

Na grande final deste domingo, seu adversário será Novak Djokovic, que não deu muitas chances ao não tomar conhecimento do saque do sul-africano Kevin Anderson, vencendo por duplo 6/2.

Djokovic e Zverev já se enfrentaram quatro vezes ao longo da carreira, com duas vitórias pra cada lado, sendo o mais recente justamente na primeira fase deste Finals, com triunfo do sérvio por 6/4 e 6/1.

Bruno Soares e Jamie Murray encerram boa temporada com a semifinal do ATP Finals

O tenista brasileiro Bruno Soares encerrou mais uma temporada de títulos e bons resultados neste sábado, ao parar nas semifinais do ATP Finals com o britânico Jamie Murray diante dos americanos Mike Bryan e Jack Sock, com parciais de 3/6, 6/4 e 4-10.

“Realmente foi um jogaço hoje. Todo mundo afiado e jogando bem, foi decidido nos detalhes. No primeiro set, os dois pontos decisivos caíram para eles. O segundo set foi parecido, bem próximo e caiu para nós. No match-tiebreak deu tudo certo para eles, jogaram muito”, avaliou Soares, campeão de cinco Grand Slams em duplas masculinas e mistas.

Em 2018, Soares e Murray foram campeões em Acapulco, Washington e Cincinnati e vices em Doha, Queen’s e Xangai. A dupla atingiu as semifinais do Finals nos três anos da parceria, que continua em 2019.

“Estou feliz com mais uma bela temporada, mais um bom Finals. Agora estou oficialmente de férias, vou descansar e começar a preparação para o ano que vem. Começamos a temporada em Doha de novo”, declarou Soares.

Soares e Murray foram campeões do Australian Open e do US Open em 2016 e já venceram nove títulos juntos, três em cada ano de parceria.

Zverev supera Isner e enfrenta Federer na semi do Finals. Djokovic encara Anderson

Estão definidas as semifinais do ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

As partidas da sexta-feira definiram os classificados do Grupo Guga Kuerten, com Alexander Zverev garantindo sua vaga em segundo lugar ao bater o norte-americano John Isner em sets diretos, com parciais de 7/6(5) e 6/3.

Depois, Novak Djokovic confirmou sua primeira fase com 100% de aproveitamento e a primeira colocação no grupo ao vencer o croata Marin Cilic por 7/6(7) e 6/2.

Neste sábado, Zverev entra em quadra pra encarar Roger Federer, que ficou em 1º no grupo Lleyton Hewitt. Depois, Djokovic joga contra o sul-africano Kevin Anderson.

Melo e Kubot encerram participação no ATP Finals com vitória e seguem juntos em 2019

Marcelo Melo e Lukasz Kubot precisavam vencer o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic por 2 sets a 0 para continuar sonhando com a classificação para as semifinais do ATP Finals. Venceram. Terminaram a primeira fase com uma vitória e duas derrotas, no Grupo Knowles/Nestor. Mas, acabaram encerrando sua participação, na O2 Arena, em Londres, na Inglaterra, pelo critério de desempate, de porcentagem de games. Melo e Kubot  – cabeças de chave 3 – marcaram 7/6 (7-4) e 6/4, em 1h40min, nesta sexta-feira (16), jogando muito bem na despedida do torneio e da temporada.

Foi a terceira vitória do ano diante de Marach e Pavic – cabeças 1 e melhor dupla de 2018 – as outras duas na final do ATP 500 de Beijing e na semifinal do Masters 1000 de Xangai, em que também foram campeões. Melo e Kubot encerram a temporada com a conquista de quatro títulos. Além de Beijing e Xangai, na China, comemoraram no ATP 250 de Sidney, Austrália, e no ATP 500 de Halle, na Alemanha, sendo ainda vice-campeões no Grand Slam norte-americano, o US Open.

“Ficamos felizes com a temporada que tivemos. Começamos o ano complicado, depois conseguimos terminar muito bem, especialmente classificando para o Finals. E hoje, com essa vitória, jogamos bem. Encerrar com uma vitória é sempre muito bom, especialmente em um Finals. Foi mais um excelente ano, muito feliz por estar aqui jogando pela sexta vez”, explicou Marcelo, patrocinado pela Centauro, BMG e Itambé, com o apoio da Volvo e Confederação Brasileira de Tênis.

“Eu e o Lukasz continuamos firme em 2019 com a parceria. Logicamente queríamos ter classificado, mas não deu. Fizemos o que foi possível. Agora é descansar para começar bem a temporada ano que vem”, completou.

No Finals, Melo e Kubot perderam para os norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock, na estreia, e para os franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut, na segunda rodada, e passaram a depender de uma combinação de resultados e do percentual de games vencidos para seguir no torneio. Bryan e Sock estão classificados para as semifinais. Marach/Pavic e Herbert/Mahut disputam a outra vaga. Grupo termina nesta tarde com o jogo entre Bryan/Sock e Herbert/Mahut.

Na terceira rodada da fase de grupos, Melo e Kubot fizeram sua melhor partida no ATP Finals deste ano. Começaram o jogo com um break, viram os adversários devolverem no quarto game e a definição ir para o tie-break, quando dominaram para marcar 7/6 (7-4), iniciando o segundo set buscando ainda manter as chances de classificação. Jogando com confiança, muita determinação, não se abalaram quando foram quebrados no terceiro game, empataram em 3 a 3 e, com mais uma break, fecharam em 6/4 para garantir a primeira vitória no Finals.

O torneio reúne as oito melhores parcerias da temporada, tradicionalmente encerrando o ano, e será disputado até este domingo (18). Na primeira fase, as duplas são divididas em dois grupos, jogando todas contra todos dentro da chave. As duas melhores de cada um disputam as semifinais, neste sábado (17), com a decisão do título no domingo.

Esta foi a sexta participação seguida de Melo no Finals – recordista entre os brasileiros –, a quinta de Kubot e a segunda jogando juntos – terminaram como vice-campeões no ano passado. Marcelo foi vice, também, em 2014, ao lado do croata Ivan Dodig. Melo e Kubot estão na terceira colocação no ranking mundial de duplas. A liderança é de Marach e Pavic. No ranking mundial individual de duplas, dividem a sétima colocação.

Foto: ATP / Divulgação

Bruno Soares e Jamie Murray encerram a 1ª fase invictos e em 1º do grupo no ATP Finals

Bruno Soares e Jamie Murray terminaram a fase de grupos do ATP Finals invictos. A primeira dupla a se classificar para as semifinais do torneio que reúne as oito melhores duplas da temporada na Arena O2, em Londres, derrotou os atuais campeões Henri Kontinen e John Peers de virada, com parciais de 3/6 7/6(3) 10-3.

Inicialmente programados para enfrentar Nikola Mektic e Alexander Peya, Bruno e Murray viram seus adversários serem trocados no dia anterior. Peya desistiu da competição por lesão no cotovelo, com a dupla sendo substituída por Henri Kontinen e John Peers.

“Estou super feliz. Conseguimos fechar o grupo com 100% de aproveitamento e jogando bem, com confiança. E agora é mais uma oportunidade de jogar semifinal aqui, já é a minha quarta. Mas vale lembrar que nas três vezes que caí na semifinal, eu também me classifiquei em primeiro no grupo. Ou seja, num torneio como esse, isso não diz nada. Quem vai pra semifinal está jogando muito”, disse Soares, reconhecendo a dificuldade dos futuros adversários.

É a terceira semifinal consecutiva que a dupla disputa no ATP Finals. Classificados em primeiro lugar no Grupo Llodra/Santoro, Bruno e Jamie enfrentarão os segundos colocados do Grupo Knowles/Nestor, que conta com Marach/Pavic, Kubot/Melo, Bryan/Sock e Herbert/Mahut na disputa. A semifinal acontecerá neste sábado, com horário a ser definido.

“O outro grupo é o grupo da morte, pela qualidade dos jogadores. Os dois que saírem daquele grupo vão sair muito fortes, todo mundo ali já ganhou Grand Slam. Agora é se preparar. Amanhã temos um dia de descanso, mais um dia pra estudar os adversários. O que vier é pedreira, mas estamos confiantes e jogando bem, agora é tentar executar isso aí mais uma vez”, finalizou o mineiro, confiante com a forma atual.

Soares e Murray estão disputando o ATP Finals pelo terceiro ano consecutivo. Semifinalistas na última edição, o time duas vezes campeão de Grand Slams busca superar seu melhor desempenho no último torneio do ano. Em 2018, a dupla foi campeã em três oportunidades, levantando os troféus no Masters 1000 de Cincinnati e nos ATPs 500 de Washington e Acapulco. Além dos três títulos no ano, Bruno e Murray também foram vice-campeões em Xangai, Queen’s e Doha.

Melo ainda busca difícil classificação

Marcelo Melo e Lukasz Kubot vão decidir a classificação para as semifinais do ATP Finals na terceira e última rodada da fase de grupos, na O2 Arena, em Londres, na Inglaterra. Nesta quarta-feira (14), Melo e Kubot – cabeças de chave número 3 – foram derrotados pelos franceses Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut – cabeças 8 – por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/4, em 1h10min. Com duas derrotas no Grupo Knowles/Nestor, enfrentam nesta sexta-feira (16) o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic – cabeças 1.

Melo e Kubot precisam vencer Marach e Pavic  em dois sets e dependem, ainda, de uma derrota de Herbert e Mahut também em sets diretos, para tentar a vaga no critério de game average. Herbert e Mahut jogam contra os norte-americanos Mike Bryan e Jack Sock- cabeças 5 -, que tem duas vitórias e lideram o grupo.

Federer bate Anderson e se garante em 1º no seu grupo no Finals. Sul-africano passa em 2º

Nesta quinta-feira, foi definida a classificação do Grupo Lleyton Hewitt do ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

Na primeira partida do dia, o austríaco Dominic Thiem, depois de duas derrotas, garantiu sua primeira vitória, batendo o japonês Kei Nishikori por 6/1 e 6/4, no jogo que marcou a eliminação de ambos, com uma vitória pra cada no torneio.

Mais tarde, Roger Federer teve mais uma atuação firme pra garantir a primeira colocação do grupo, vencendo o embalado sul-africano Kevin Anderson por 6/4 e 6/3, sendo seu segundo triunfo no torneio.

Com isso, o suíço ficou em primeiro lugar, com o sul-africano ficando com a segunda vaga para as semifinais.

Nesta sexta-feira, será definido o Grupo Guga Kuerten, Com Alexander Zverev buscando classificação na partida contra John Isner.

Mais tarde, o favorito Novak Djokovic, já garantido na próxima fase, enfrenta o croata Marin Cilic, que ainda tem chances de classificação.

Foto: Peter Staples/ATP World Tour

Federer bate Thiem e mantém chances de classificação no Finals. Anderson perde apenas 1 game contra Nishikori

Mais dois jogos agitaram o grupo Guga Kuerten, nesta terça-feira, o ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

Na primeira partida do dia, uma surpresa, pela forma que foi, com uma vitória avassaladora do sul-africano Kevin Anderson sobre o japonês Kei Nishikori, perdendo apenas um game, com parciais de 6/0 e 6/1.

Vale lembrar que Nishikori vinha de boa vitória sobre Roger Federer na primeira rodada.

O suíço, por sua vez, se recuperou bem ao vencer o austríaco Dominic Thiem por 6/2 e 6/3. Enquanto Federer tem uma vitória e uma derrota, e vai jogar a classificação contra Anderson na última rodada, Thiem acumula dois jogos e duas derrotas.

Nesta quarta-feira, pelo grupo Lleyton Hewitt, será jogada a segunda rodada, com Novak Djokovic entrando em quadra para enfrentar  o alemão Alexander Zverev, no confronto entr e dois vencedores da estreia.

Depois, o croata Marin Cilic terá pela frente o norte-americano John Isner, em jogo que vale a manutenção das chances de classificação, já que ambos perderam na estreia.

Bruno Soares e Jamie Murray vencem outra e garantem classificação para a semi em Londres

Bruno Soares e Jamie Murray venceram mais uma no ATP Finals. A dupla do brasileiro e do britânico derrotou os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 2 sets a 0, parciais de 6/4 6/3, conseguindo sua segunda vitória. Com o resultado, Bruno e Murray se garantiram no primeiro lugar do Grupo Llodra/Santoro, se classificando para a semifinal do torneio que reúne as oito melhores duplas da temporada em Londres, na Arena 02.
A partida contra os cabeças de chave 2 da competição foi marcada pela boa devolução de Soares e Murray. No primeiro set, o mineiro e o britânico conseguiram uma quebra logo cedo, no segundo game, que foi prontamente devolvida pelos seus adversários no game seguinte. A parcial, então, seguiu na igualdade até o 10º game, onde a dupla do brasileiro quebrou o serviço de Cabal e fechou o set em 6/4.
Na segunda parcial, Cabal e Farah chegaram a quebrar no primeiro game, mas a reação de Bruno e Murray aconteceu logo em seguida. A dupla venceu quatro games consecutivos, abrindo 4/1 e concretizando uma boa vantagem que foi mantida até o fim. “Hoje foi um grande jogo nosso. Uma atuação muito boa, do início ao fim, contra uma dupla que vem muito bem esse ano e que tinha feito uma grande primeira rodada”, comentou o mineiro após a vitória.
Com mais uma vitória no Finals, Soares e Murray já estão classificados para a semifinal do torneio. Os resultados da rodada desta terça-feira garantiram a dupla na primeira colocação do grupo Llodra/Santoro, com a segunda vaga ficando com os vencedores da partida entre Cabal/Farah e Klaasen/Venus na quinta-feira.
“Estou super feliz de ter vencido e de já estar garantido na semifinal, mas obviamente o próximo jogo vale pontos, dinheiro e confiança. Nós temos que seguir firmes, nesse mesmo ritmo e com essa sensação boa. Vamos tentar fechar o ano com chave de ouro”, finalizou Soares, já focado na próxima partida.
Soares e Murray estão disputando o ATP Finals pelo terceiro ano consecutivo. Semifinalistas na última edição, o time duas vezes campeão de Grand Slams busca superar seu melhor desempenho no último torneio do ano. Em 2018, a dupla foi campeã em três oportunidades, levantando os troféus no Masters 1000 de Cincinnati e nos ATPs 500 de Washington e Acapulco. Além dos três títulos no ano, Bruno e Murray também foram vice-campeões em Xangai, Queen’s e Doha.

Djokovic controla o saque de Isner e vence a 1ª no Finals. Zverev bate Cilic

Foi finalizada nesta segunda-feira a primeira rodada do ATP Finals, torneio que reúne na

O2 Arena, em Londres, os oito melhores jogadores da temporada.

No domingo, os primeiros jogos marcaram a vitória de Kevin Anderson sobre Dominic Thiem, com parciais de 6/3 e 7/6(10), enquanto o japonês Kei Nishikori surpreendeu o suíço Roger Federer anotar 7/6(4) e 6/3.

Nesta segunda, no primeiro jogo do dia, o alemão Alexander Zverev também precisou de apenas dois sets pra vencer na estreia a partida contra o croata Marin Cilic, com parciais de 7/6(5) e 7/6(1).

No último jogo do dia, Novak Djokovic controlou bem o forte saque do norte-americano John Isner e venceu também em dois sets, com parciais de 6/4 e 6/3.

“Estou me sentindo fisicamente e mentalmente. Obviamente, o bom deste torneio é que você tem dia de folga entre as partidas, e é garantido que você jogará três partidas no grupo” disse o sérvio, já expondo sua expectativa para a partida contra Zverev, na quarta-feira:

“Jogar contra Zverev, que também teve uma vitória em sets diretos hoje, me faz ficar ansioso para isso. Deve ser um ótimo jogo” completou.

Na terça-feira, será disputada a segunda rodada do grupo Lleyton Hewitt, com Anderson enfrentando Nishikori e Federer encarando o austríaco Thiem.

Foto: Peter Staples/ATP World Tour