Depois do vice no ATP de Munique, Demoliner estreia nesta 3ª feira em Madri. Soares também joga

Marcelo Demoliner e Divij Sharan ficaram com o vice-campeonato do ATP 250 de Munique, na Alemanha, que é disputado no saibro.

Neste domingo, o brasileiro e o indiano foram superados pelo dinamarquês Frederik Nielsen e o alemão Time Puetz, com parciais de 6/4 e 6/2. Essa foi a 9ª final da carreira de Demoliner, que tem um título no currículo.

Demoliner volta a jogar já nesta terça-feira, quando estreia no Masters 1000 de Madri, na Espanha. Ao lado do russo Daniil Medvedev, ele encara o sérvio Dusan Lajovic e o holandês Matwe Middelkoop.

Quem também joga a primeira rodada nesta terça é Bruno Soares, ao lado do britânico Jamie Murray. Os dois, cabeças de chave nº 3, terão pela frente a parceria formada pelo moldavo Radu Albot e o georgiano Nikoloz Basilashvili.

Bruno Soares e Jamie Murray são vice-campeões em Barcelona

O tenista brasieiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray foram vice-campeões, neste domingo, do ATP 500 de Barcelona. Eles perderam a decisão para a parceria dos colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah por 6/4 7/6(4) e partem agora para o Masters 1000 de Madri.

“Foi um jogaço. Uma pena que a gente não levou o trofeu. Dominamos boa parte do jogo, saímos na frente nos dois sets, sacamos para o segundo set, tivemos cinco set points, mas não conseguimos fechar ali. Mesmo assim acabou sendo uma grande semana, dando continuidade a Monte Carlo. Foi um ótimo início de temporada de saibro e agora temos uns dias para descansar e se preparar para Madri que inicia uma sequência de torneios muito forte, com Roma e Roland Garros logo depois,” disse Bruno.

Esta foi a segunda final na temporada que a dupla disputou, tendo sido campeã em Sidney. Foi também a segunda vez que Bruno jogou a final do ATP 500 espanhol. Em 2013, com Alexander Peya, ele foi campeão. Na carreira, foi 59a. final do brasileiro, que tem 30 títulos.

Bruno Soares e Jamie Murray vencem de virada e decidem título em Barcelona

O tenista brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray, decidem neste domingo o título do ATP 500 de Barcelona. Neste sábado eles derrotaram a parceria do sul-africano Raven Klaasen e do também britânico Joe Salisbury, de virada, por 4/6 6/3 11-9 e jogam pelo segundo trofeu da temporada (foram campeões em Sidney) contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

“Depois de algumas semanas complicadas, no piso que a gente gosta e joga bem, no tour dos EUA, na temporada que geralmente é mais difícil pra gente, estamos conseguindo jogar bem e embalamos. Fizemos semi em Monte Carlo e agora três grandes jogos aqui para chegar na final. Pegamos uma chave duríssima e estamos a um jogo do título. Vamos com tudo e espero que a gente consiga render o mesmo que nos últimos dias, para fechar a semana com chave de ouro,” disse Bruno.

O brasileiro jogará pelo segundo título em Barcelona, tendo sido campeão em 2013, ao lado de Alexander Peya. Bruno também joga pelo 31o. trofeu da carreira, na 59a. final que disputa no circuito.

Soares e Murray perdem para holandeses na semi em Monte Carlo e seguem para Barcelona

Bruno Soares e Jamie Murray encerraram sua campanha no Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 da temporada disputado no saibro.

Neste sábado, o mineiro e o britânico fizeram uma partida muito instável diante dos holandeses Robin Haase e Wesley Koolhof, sendo superados em sets diretos, com parciais de 7/6(4) e 6/4, em jogo que teve 13 quebras de saque no total.

Agora, os dois seguem para o ATP 500 de Barcelona, na Espanha, também disputado no saibro, como cabeças de chave nº 2. Na estreiam, enfrentam o croata Ivan Dodig e o francês Edouard Roger-Vasselin.

No torneio espanhol, Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot serão os principais cabeças de chave e farão a primeira partida contra o austríaco Dominic Thiem e o português João Sousa.

Soares e Murray jogam bem e chegam à semi em Monte Carlo. Melo perde e Demoliner é obrigado a desistir

O tenista brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray estão na semifinal de duplas do Masters 1000 de Monte Carlo.

Nesta sexta-feira, no Principado, eles derrotaram o argentino Diego Schwartzman e o português João Sousa por 7/5 6/2. No sábado eles voltam a jogar por uma vaga na decisão do Masters 1000, contra os holandeses Robin Haase e Wesley Koolhof.

“Está sendo uma semana boa até agora, depois de termos sobrevivido ao domingo da primeira rodada, salvando três match points e com outro jogo duríssimo na segunda rodada. Foi muito no detalhe e a cada rodada a gente vem jogando melhor. Hoje conseguimos jogar super bem. Foi muito importante sacar bem diante de dois devolvedores do saibro. Fomos bem ofensivos, não cedemos nenhum break point e pressionamos bem. Estou super feliz e vamos jogar em busca de mais uma final em Monte Carlo,” analisou Bruno.

O brasileiro foi vice-campeão em Mônaco, em 2016 com Murray e em 2011 com Juan Ignacio Chela.

Quem também entrou em quadra, mas perdeu, foi Marcelo Melo, ao lado do polonês Lukasz Kubot. Os dois foram superados pelos croatas Nikola Mektic e Franko Sugor, com parciais de 6/3 e 7/5.

Marcelo Demoliner, que entraria em quadra nas quartas contra os argentinos Maximo Gonzalez e Horacio Zeballos, acabou sendo obrigado a desistir da chave, já que seu parceiro, o russo Daniil Medvedev, resolveu focar apenas na chave de simples depois de eliminar Novak Djokovic e chegar à semifinal.

Soares e Murray vencem mais uma em Monte Carlo e chegam às quartas de final

Bruno Soares e Jamie Murray já estão nas quartas de final do Masters  1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 da temporada disputado no saibro.

Nesta quarta-feira, o mineiro e o britânico conseguiram uma dura vitória contra o croata Ivan Dodig e o francês Edouard Roger-Vasselin, com parciais 7/6(5) 6/7(4) e 10/8, conquistando a segunda vitória no torneio.

Com isso, os dois, cabeças de chave nº3, aguardam o confronto entre Diego Schartzman/João Sousa e Henri Kontinen/John Peers, que definem a dupla adversária por uma vaga na semifinal.

Marcelo Melo e Lukasz Kubot fizeram sua estreia no torneio e com boa vitória. Cabeça de chave número 2, a dupla repetiu a confiança e as ótimas atuações nos Estados Unidos, em março, para avançar no Principado, superando os momentos difíceis do jogo e garantindo a vitória sobre os espanhóis Marcel Granollers e Marc Lopez, com parciais de 7/6(8) e 6/4.

“Hoje (quarta) conseguimos fazer uma bela estreia aqui. Uma dupla que joga muito bem no saibro, que tem vários resultados já faz tempo. Foi um jogaço. Pontos para todos os lados. Break prá lá, break prá cá. Ficamos muito felizes em conseguir manejar e ganhar. Foi realmente muito duro. Ao mesmo tempo foi um belo jogo. Eu e o Lukasz conseguimos jogar muito bem nessa primeira partida no saibro. Muito contente com isso. Agora é seguir firme para a próxima rodada”, disse Melo.

Agora, eles enfrentam os austríacos Jurgen Melzer e Dominic Thiem, nesta quinta-feira, mesmo dia da partida de Marcelo Demoliner, ao lado do russo Daniil Medvedev, contra os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah.

Soares e Murray lutam muito e vencem de virada na estreia em Monte Carlo

Bruno Soares e Jamie Murray estrearam com vitória no Masters 1000 de Monte Carlo, primeiro Masters 1000 do saibro da temporada, que teve início neste domingo.

Cabeças de chave nº 3, o mineiro e o britânico não tiveram jogo fácil e viraram a partida contra o indiano Rohan Bopanna e o britânico Dominic Inglot, com parciais de 4/6 6/3 e 13/11.

Agora, nas oitavas de final, seus adversários serão definidos na partida entre a dupla formada pelo croata Ivan Dodig e o francês Edouard Roger-Vasselin e a parceria do sérvio Laslo Djere com o indiano Divij Sharan.

Soares e Murray passam pela estreia em Miami. Demoliner perde. Melo joga no sábado

A dupla do tenista brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray estreou com vitória no Masters 1000 de Miami, nesta sexta-feira. Cabeças-de-chave 2, eles derrotaram a parceria dos americanos Mackenzie McDonald e Reilly Opelka por 7/5 7/6(1) para avançar na competição, que está sendo disputada pela primeira vez no Hard Rock Stadium.

“Foi uma vitória importante depois de alguns torneios não muito bons. É bom voltar a ganhar e a jogar bem e avançar no torneio,” disse Bruno Soares que havia perdido na estreia dos dois últimos torneios que competiu. “Jogamos firme hoje e sacamos bem. Bem diferente do que fizemos nas últimas duas semanas. Espero que a gente possa jogar ainda melhor, depois de tirar essa tensão da estreia.”

Na próxima rodada, provavelmente no domingo, Soares e Murray enfrentarão a dupla do holandês Wesley Koolhof e do grego Stefanos Tsitsipas. “Temos um dia de preparação e o importante é a gente tentar manter esse ritmo. O Koolhof a gente já enfrentou algumas vezes  e o Tsitsipas já vimos jogar bastante.”

Quem também estreou nesta sexta-feira, mas sendo eliminado já na primeira rodada, foi Marcelo Demoliner, que perdeu ao lado do sérvio Miomir Kecmanovic. Os dois foram superados pelos norte-americanos John Isner e Sam Querrey, com parciais de 6/3 e 6/4.

Depois do vice no Masters 1000 de Indian Wells, Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot estreiam este sábado em Miami. Cabeças de chave número 1, Melo e Kubot enfrentam o italiano Marco Cecchinato e o argentino Andres Molteni na primeira rodada do torneio.

“Foi uma bela semana, que nos deixou muito felizes com o resultado. Agora é aproveitar essa confiança aqui em Miami para essa estreia”, disse Melo.

Soares e Murray perdem na estreia em Indian Wells. Melo busca quartas neste domingo

Bruno Soares foi superado na primeira rodada do Masters 1000 de Indian Wells, que é disputado no piso duro norte-americano.

Na noite deste sábado, o brasileiro e seu parceiro, o britânico Jamie Murray, perderam para a dupla formada pelo indiano Rohan Bopanna e o canadense Denis Shapovalov, com um duplo 6/4.

Neste domingo, pelas oitavas de final, quem entra em quadra é Marcelo Melo. O mineiro e o polonês Lukasz Kubot terão pela frente a parceria formada pelo norte-americano Taylor Fritz e o australiano Nick Kyrgios.

Bruno Soares é superado nas 4as das duplas masculinas, mas vai à semifinal nas mistas na Austrália

A dupla formada pelo brasileiro Bruno Soares e pelo britânico Jamie Murray parou nas quartas de final do Australian Open nesta quarta-feira (23). Eles foram superados pela forte dupla do finlandês Henri Kontinen com o australiano John Peers, por 6/3 6/4.

“O jogo foi complicado. Eles sacaram bem, não tivemos nenhuma chance de quebrar o saque deles durante o jogo. Não tivemos o que fazer. Eles dominaram e não encontramos a solução na devolução”, afirmou Soares.
Kontinen e Peers foram campeões do Australian Open em 2017 e também já conquistaram o ATP Finals. “Obviamente sempre queremos ir mais longe, mas o importante é que estamos jogando firme no começo de ano”, acrescentou o mineiro, que ao lado de Jamie Murray foi campeão já nesta temporada do ATP de Sidney.
Fora das duplas, Soares continua vivo nas duplas mistas em Melbourne. A parceria com a americana Nicole Melichar venceu mais uma partida, contra a americana Abigail Spears e o colombiano Juan Sebastian Cabal, por 6/1 7/6(3), e está na semifinal, a um jogo da decisão de um Grand Slam.
A vaga na final será disputada nesta quinta (24) na Rod Laver Arena contra os australianos Astra Sharma e John Patrick Smith, após o duelo entre Rafael Nadal e Stefanos Tsitsipas, que começa às 6h30 (horário de Brasília).
“Foi mais um grande jogo, estou bem entrosado com a Nicky. Amanhã tem semifinal, vamos jogar na Rod Laver à noite. Estou empolgado para tentar mais uma final de Grand Slam”, comentou Soares, que foi campeão no Australian Open em 2016 com a russa Elena Vesnina.