Federer bate Isner e se torna tetracampeão do Masters 1000 de Miami

Roger Federer. Maior da História? Discussão longa e sem sentido se podemos investir o nosso tempo com outras coisas, como admirar os passos desse gênio pelas quadras do mundo.

Neste domingo, quem teve esse privilégio foi o público presente no belo Hard Rock Stadium, na grande final do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos.

Uma decisão até um pouco “sem graça”, é verdade, mas muito proporcionada pelo nível absurdo do suíço que, sem pena, aplicou um 6/1 e 6/4 sobre o local John Isner, que não conseguiu o feito de defender o título, como já era esperado.

Com isso, além de chegar ao tetracampeonato do torneio e 101ª conquista da carreira, ele se torna o único tenista da temporada a conquistar pelo menos dois títulos, com o triunfo do ATP 500 de Dubai.

Roger Federer. Quase inadjetivável. Que prazer que temos, mesmo à distância, ao acompanhar esse Falcão do tênis, que joga com a leveza de um canário. Que satisfação imaginar seus passos e a sutileza dos seus golpes no saibro novamente. Em breve? Torçamos!

Isner segue na defesa do título em Miami e encara Federer na decisão deste domingo

Roger Federer está em mais uma final de Masters 1000, dessa em Miami, mais um torneio disputado no piso duro norte-americano.

Nesta sexta-feira, o suíço garantiu sua vaga na decisão ao superar sem grandes sustos o sul-jovem canadense Denis Shapovalov, com as parciais de 6/0 e 6/4:

“Eu gostei. Penso que joguei muito bem. Tive que fazer isso, pois quando deixa o Denis jogar, ele fica no jogo e pode complicar o jogo. Estou muito feliz pela forma que joguei.” disse o suíço.

Na final deste domingo, ele terá pela frente o norte-americano John Isner, que luta para defender o título do ano passado.

Pra garantir um lugar na decisão, ele passou pelo jovem canadense Félix Auger-Aliassime, com parciais de 7/6(3) e 7/6(4).

Federer e Isner já se enfrentaram sete vezes na carreira, em torneios oficiais, com cinco vitórias do ex-nº 1 do mundo. Além disso, jogaram na Laver Cup do ano passado, com vitória do europeu no match-tiebreak.

Melo e Kubot perdem match-points e levam a virada dos Bryans na semi em Miami

Foi dolorida a eliminação de Marcelo Melo e Lukasz Kubot no Masters 1000 de Miami e Miami, que é disputado no piso duro dos Estados Unidos.

Nesta sexta-feira, o brasileiro e o polonês foram superados na semifinal pelos norte-americanos Bob e Mike Bryan, em três sets duros, com parciais de 7/6(7) 6/7(8) e 14/12.

Vale destacar que no match-tiebreak, Melo e Kubot chegaram a liderar por 9/6, desperdiçando alguns match-points antes da virada dos norte-americanos.

“A semifinal foi impressionante. Quem viu desfrutou de um belo jogo de duplas. Ganhar ou perder faz parte do tênis e sempre aprendemos mais com as derrotas do que com as vitórias. Foi o caso desta sexta-feira. Muito obrigado pela torcida. Em todos os jogos a quantidade de brasileiros foi incrível. Quero agradecer o carinho que sempre temos recebido” disse Melo.

Foto: Mike Lawrence / ATPTour.com

Marcelo Melo e Lukasz Kubot garantem vaga na semifinal em Miami

Com mais uma atuação segura, aproveitando as oportunidades e com muita confiança nos momentos decisivos, o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot, superaram nesta quarta-feira (27) um jogo difícil, diante do austríaco Oliver Marach e do croata Mate Pavic para conquistar a vaga na semifinal do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. Cabeças de chave número 1 e campeões do torneio em 2017, Melo e Kubot venceram por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (7-5) e 7/5, em 1h51min, partida que abriu as quartas de final de duplas no Hard Rock Stadium. Em busca de um lugar na decisão, enfrentarão os ganhadores do confronto entre Bob Bryan (EUA) /Mike Bryan (EUA) – cabeças 3 – e Rohan Bopanna (Índia) / Denis Shapalov (Canadá), que jogam ainda nesta quarta. Foi a sétima vitória na temporada 2019, a terceira em Miami.

“Hoje (quarta) foi um jogão, novamente decidido nos detalhes. Para mim, o Kubot foi o homem do jogo. Ele foi muito bem e mereceu a vitória. E agora é seguir firme, jogando melhor ainda amanhã (quinta), na semifinal. Muito feliz com essa vitória, uma dupla dura de enfrentar. Conseguimos ir bem do começo ao fim e isso é muito bom”, afirmou Melo.

Cabeças de chave número 5, Marach e Pavic garantiram o break no primeiro game do jogo, abrindo na sequência 2/0. Mas, Melo e Kubot logo foram em busca da reação, devolvendo a quebra no quarto game para empatar em 2/2. Daí para a frente, muito equilíbrio, com as duas duplas confirmando os seus serviços. A vitória no primeiro set veio no tie-break: 7/6 (7-5).

O início do segundo set repetiu o primeiro. Só que desta vez o break no primeiro game foi da dupla Melo e Kubot, que abriu 2/0. E quem buscou a reação, devolvendo a quebra, foram Marach e Pavic, empatando em 2/2. Novamente, o equilíbrio tomou conta do jogo. Quando tudo parecia levar a mais um tie-break, Melo e Kubot aproveitaram a chance de break no 11º game, fizeram 6/5, e confirmaram o serviço para fechar em 7/5, garantir vaga na semifinal e dar mais um passo em busca de seu segundo título no torneio.

Nos cinco confrontos entre as duplas no circuito, cinco vitórias de Melo e Kubot diante de Marach e Pavic: antes de Miami, foram três no ano passado, em Pequim, Xangai e no ATP Finals, e uma em 2017, na conquista do histórico título de Wimbledon.

Foto: Mike Lawrence / ATPTour.com

Melo e Kubot estão nas quartas de final do Masters 1000 de Miami

Marcelo Melo e Lukasz Kubot venceram seu segundo jogo no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (25), e garantiram vaga nas quartas de final do torneio. Em 1h18min, dupla cabeça de chave número 1 ganhou do argentino Guido Pella e do português João Sousa por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3. Na próxima rodada, valendo um lugar na semifinal, enfrentam Oliver Marach (Áustria) e Mate Pavic (Croácia) – cabeças de chave 5 -, que derrotaram Radu Albot (Moldávia) e Nikoloz Basilashvili (Georgia) também por 2 a 0 (6/1 e 6/1).

Mais uma vez muito seguros, com a confiança que vem acompanhando a dupla desde o Masters 1000 de Indian Wells, Melo e Kubot avançaram em Miami sem perder nenhum set até agora. Na primeira série, muito equilíbrio, sem quebras até o 12º game, quando conseguiram o break para vencer por 7/5, após 39 minutos. O segundo set também foi equilibrado até o final. Aí a quebra veio no oitavo game, para marcar 5/3 e confirmar o serviço, na sequência, fechando em 6/3. Foi a sexta vitória na temporada, dando mais um passo na busca do segundo título em Miami – campeões em 2017.

“O mais importante nesta segunda-feira foi jogar com confiança os momentos decisivos do jogo. Tivemos poucas chances, mas conseguimos aproveitar as principais, que foram ao final de cada set. Jogamos de forma agressiva e deu certo. Mais uma vez, tivemos o apoio de muitos brasileiros”, disse Melo.

Ferrer consegue incrível virada sobre Zverev em Miami. Federer sofre, mas também avança

O sábado foi especial no Masters 1000 de Miami, com uma vitória surpreendente de um dos jogadores mais queridos e respeitados do circuito, que faz sua turnê de despedida.

O espanhol David Ferrer, que já foi nº 3 do mundo, anotou uma bela virada sobre o alemão Alexander Zverev, atual nº 3 da ATP, com parciais de 2/6 7/5 e 6/3, garantindo sua vaga na terceira rodada do torneio norte-americano.

Agora, seu adversário será o local Francis Tiafoe, em confronto que será inédito.

Outra surpresa quase aconteceu na partida de Roger Federer, que começou atrás do moldavo Radu Albot. Porém, o suíço também conseguiu a virada, fechando a partida com parciais de 4/6 7/5 e 6/3. Na terceira rodada, não vai acontecer novamente o confronto suíço contra Stan Wawrinka, que foi eliminado em três sets pelo sérvio Filip Krajinovic.

Neste domingo, destaque para o início da terceira rodada com Novak Djokovoic em quadra, enfrentando o argentino Federico Delbonis. Além disso, destaque para o confronto entre Milos Raonic e Kyle Edmund, e para a partida latina entre Fabio Fognini e Roberto Bautista Agut.

Melo e Kubot estreiam com vitória tranquila no Masters 1000 de Miami

Marcelo Melo e Lukasz Kubot – cabeças de chave número 1 – começaram com vitória o Masters 1000 de Miami. E foi uma tranquila vitória. Neste sábado (23), garantiram vaga nas oitavas de final ao derrotar o italiano Marco Cecchinato e o argentino Andres Molteni por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 6/2, em apenas 55 minutos. Agora, na próxima rodada, enfrentam a dupla do argentino Guido Pella e do português João Sousa, que venceu Taylor Fritz (EUA) e Nick Kyrgios (Austrália) por 2 a 1 – 7/6 (7-4), 6/7 (3-7) e 10-8.

Melo e Kubot não deram qualquer chance a Cecchinato e Molteni, dominando totalmente o jogo válido pela primeira rodada. Mostrando mais uma vez muita confiança, repetiram as atuações das partidas anteriores, em Indian Wells, onde terminaram como vice-campeões, para comemorar a quinta vitória da temporada e dar o primeiro passo em busca do segundo título em Miami – foram campeões em 2017.

“Hoje (sábado) fizemos um excelente jogo aqui. Foi impressionante a maneira como conseguimos jogar, especialmente por ser uma primeira rodada, usando a confiança toda de Indian Wells. O importante agora é seguir dessa mesma forma nas próximas rodadas. Então, a gente vem com muita garra. Estamos muito felizes com esse resultado”, afirmou Melo.

No primeiro set, foram duas quebras – no terceiro e no sétimo games, com a vitória por 6/2 em 27 minutos. Na segunda série, os breaks vieram logo no começo, no primeiro e no terceiro games, com a dupla abrindo 3/0. Os adversários foram ter a primeira e única chance de quebra da partida no quarto game desse set, mas Melo e Kubot salvaram e confirmaram o serviço para fazer 4/0 e, depois, venceram com mais um 6/2 para avançar em Miami.

Thiago Monteiro é superado por Bernard Tomic no Miami Open

O tenista brasileiro Thiago Monteiro foi eliminado nesta quinta-feira na estreia da chave principal do Miami Open. Depois de passar o qualifying ele não conseguiu superar o australiano Bernard Tomic, 81o colocado no ranking, perdendo por 6/4 6/1.

“Foi um jogo duro. O Tomic tem um jeito de jogar bem diferente, sem peso, variando bem a bola e sacando bem. É um encaixe difícil. No primeiro set tive chance de voltar para o jogo, mas depois ele devolveu muito bem e me quebrou. No segundo ele jogou bem melhor nos momentos importantes, me pressionou bastante e cresceu no jogo,”analisou Thiago. “Hoje  não me senti tão bem como nos outros dias e isso custou um pouco para jogar em um alto nível que precisaria para vencer o jogo.”

O cearense agora parte para a Europa onde disputa três torneios da série Challenger, na Espanha, já a partir da semana que vem. O primeiro é em Marbella, seguindo para Alicante e Murcia.

Soares e Murray passam pela estreia em Miami. Demoliner perde. Melo joga no sábado

A dupla do tenista brasileiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray estreou com vitória no Masters 1000 de Miami, nesta sexta-feira. Cabeças-de-chave 2, eles derrotaram a parceria dos americanos Mackenzie McDonald e Reilly Opelka por 7/5 7/6(1) para avançar na competição, que está sendo disputada pela primeira vez no Hard Rock Stadium.

“Foi uma vitória importante depois de alguns torneios não muito bons. É bom voltar a ganhar e a jogar bem e avançar no torneio,” disse Bruno Soares que havia perdido na estreia dos dois últimos torneios que competiu. “Jogamos firme hoje e sacamos bem. Bem diferente do que fizemos nas últimas duas semanas. Espero que a gente possa jogar ainda melhor, depois de tirar essa tensão da estreia.”

Na próxima rodada, provavelmente no domingo, Soares e Murray enfrentarão a dupla do holandês Wesley Koolhof e do grego Stefanos Tsitsipas. “Temos um dia de preparação e o importante é a gente tentar manter esse ritmo. O Koolhof a gente já enfrentou algumas vezes  e o Tsitsipas já vimos jogar bastante.”

Quem também estreou nesta sexta-feira, mas sendo eliminado já na primeira rodada, foi Marcelo Demoliner, que perdeu ao lado do sérvio Miomir Kecmanovic. Os dois foram superados pelos norte-americanos John Isner e Sam Querrey, com parciais de 6/3 e 6/4.

Depois do vice no Masters 1000 de Indian Wells, Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot estreiam este sábado em Miami. Cabeças de chave número 1, Melo e Kubot enfrentam o italiano Marco Cecchinato e o argentino Andres Molteni na primeira rodada do torneio.

“Foi uma bela semana, que nos deixou muito felizes com o resultado. Agora é aproveitar essa confiança aqui em Miami para essa estreia”, disse Melo.

Monteiro vira sobre polonês e vai à rodada final do quali em Miami

Thiago Monteiro lutou muito e passou pela estreia do qualifying do Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro.

Nesta segunda-feira, o brasileiro precisou salvar match points antes de superar o polonês Kamil Majchrzak, com parciais de 2/6 7/6(4) e 6/2.

“Jogo duro, muito duro. Salvei match point no 4/5 (do 2º set). Há tempo que eu não jogava na quadra rápida, desde a Austrália, então senti um pouco a diferença, mas muito entrando no jogo e terminei com muita confiança.”

Agora, Monteiro terá pela frente o sul-africano Lloyd Harris, nº 96 do mundo, em confronto que será inédito:

“Eu não conheço o sul-africano, não sei como ele joga, mas vamos analisar, assistir alguns vídeos e traçar a estratégia.” concluiu o brasileiro.