Bicampeã Kvitova chega às oitavas de Wimbledon. Barty e Serena também garantem vaga

O sábado foi um dia de vitória para as principais favoritas que entraram em quadra na chave feminina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres.

Logo no começo do dia, a tcheca Petra Kvitova, bicampeã do torneio, se impôs ao bater a polonesa Magda Linette em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2, garantindo vaga nas oitavas de final.

Serena Williams também não deu chances para a alemã Julia Goerges, se impôs e anotou uma bela vitória por 6/3 e 6/4, enquanto a número 1 do mundo Ashleigh Barty perdeu apenas dois games para a britânica Harriet Dart, anotando duplo 6/1.

Kiki Bertens chegou à Londres como nº 4 do mundo, mas não aproveitou seu favoritismo e perdeu na terceira rodada para a tcheca Barbora Strycova por 7/5 e 6/1.

Osaka e Kvitova se enfrentam pelo títiulo em Melbourne e pelo topo do ranking

Que grande final terá a chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

A primeira classificada para a decisão foi a tcheca Petra Kvitova, que volta a jogar um grande tênis depois de todo drama que passou em sua carreira, com o a facada que levou na mão em um assalto, cirurgia e o risco de não voltar a jogar em alto nível.

Porém, Kvitova superou isso tudo. Em Melbourne, além disso, superou seis adversárias, a mais recente, na final, um surpreendente norte-americana, Danielle Collins, que havia eliminado a alemã Angelique Kerber em apenas dois sets e que estava bem confiante.

A ex-nº 2 do mundo foi firme, passou por um primeiro set equilibrado e depois se impôs, fechando a partida com parciais de 7/6(2) e 6/0.

Bicampeã de Wimbledon, Kvitova terá a chance de voltar aos títulos de um dos maiores torneios da temporada.

Sua adversária será Naomi Osaka, que fez uma semana com altos e baixos, saindo do buraco em alguns jogos e evoluindo ao longo do torneio.

Na semi, a japonesa, campeã do US Open no ano passado, superou a tcheca Karolina Pliskova, que não conseguiu impor seu saque como de costuma e viu a jogadora asiática crescer nas devoluções.

No final, vitória de Osaka em três parciais, com parciais de 6/2 4/6 e 6/4, garantindo seu lugar na decisão que será disputada no sábado de manhã, no horário de Brasília.

A partida entre elas, inédita no circuito, terá um ingrediente a mais: A campeã em Melbourne se tornará também, pela primeira vez, no caso de ambas, a nº 1 do mundo na segunda-feira seguinte.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Kvitova supera Barty em Melbourne e encara surpreendente Collins na semifinal

Está definida o primeiro confronto de semifinal da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na primeira partida das quartas, a norte-americana Danielle Colllins começou atrás da russa Anastasia Pavlyuchenkova, mas conseguiu uma bela virada e venceu por 2/6 7/5 e 6/1.

Com isso, ela continua sua surpreendente campanha, fazendo sua primeira semi de Slam. Mais do que isso, vale destacar que, até Melbourne, ela nunca havia vencido uma partida em um dos quatro maiores torneios da temporada.

Sua adversária na semi será nada mais, nada menos do que a ex-nº 1 do mundo Petra Kvitova, que voltou a jogar em alto nível nesta temporada e já briga pelo topo do ranking da WTA.

A tcheca teve uma grande atuação diante da australiana Ashleigh Barty, com um primeiro set praticamente impecável e um triunfo com parciais de 6/1 e 6/4.

Kvitova e Collins já se enfrentaram uma vez, há alguns dias, no WTA de Brisbane, quando a tcheca venceu uma longa e equilibrada partida, de virada.

A outra semi começa a ser definida na noite desta terça-feira, horário de Brasília, com a partida entre a japonesa Naomi Osaka e a ucraniana Elina Svitolina.

Por volta da 00h da madrugada de quarta-feira, Serena Williams encara a tcheca Karolina Pliskova, definindo a última vaga na semifinal.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Barty vira sobre Sharapova e Kvitova supera surpreendente Anisimova

Começou a ser disputada na noite deste sábado, horário de Brasília, as oitavas de final da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na primeira partida da programação, a tcheca Petra Kvitova não teve grandes dificuldades pra superar a norte-americana Amanda Anisimova, cedendo apenas três games e vencendo por 6/2 e 6/1.

Sua adversária será a australiana Ashleigh Barty , que fez uma partida bem equilibrada diante de Maria Sharapova, mas aproveitou um momento de intensidade baixa da russa pra abrir vantagem na terceira parcial.

No fim, ainda precisou de três match-points no seu saque pra fechar sua virada com parciais de 4/6 6/1 e 6/4.

Kvitova e Barty já se enfrentaram três vezes ao longo da carreira, sendo o mais recente nesta temporada, quando a tcheca venceu a decisão do WTA de Sydney.

Eliminação de Goerges é a surpresa do dia 1 na chave feminina em Melbourne

Depois das vitórias tranquilas de Maria Sharapova e Aryna Sabalenka (que você pode ver AQUI), a noite de domingo ainda reservou a primeira surpresa da chave feminina do Australian Open

Campeã recentemente do WTA de Auckland, a alemã Julia Goerges liderou a partida contra a norte-americana Danielle Collins, chegou a sacar pro jogo no segundo set, mas acabou levando a virada, com 6/4 no 3° set.

Já na madrugada, Sloane Stephens não teve dificuldade pra bater a compatriota Taylor Townsend, assim como a alemã Angelique Kerber, que passou pela eslovena Polona Hercog para ser a próxima adversária da brasileira Bia Haddad.

Já na manhã de segunda-feira, no horário de Brasília, o destaque ficou por conta da vitória de Caroline Wozniacki sobre a belga Alison Van Uytvanck por 2×0 e do triunfo de Petra Kvitova sobre a eslovaca Magdalena Ribarikova, também por 2×0.

Sharapova, Kvitova, Wozniacki e Garcia vencem em sets diretos na estreia do US Open

Depois da grande zebra da segunda-feira, com a eliminação de Simona Halep, a terça-feira não teve grandes surpresas nos jogos da chave feminina do US Open.

A letã Jelena Ostapenko fez um jogo bem duro contra a alemã Andrea Petkovic, vencendo em três sets, com parciais de 6/4 4/6 e 7/5.

Já a tcheca Petra Kvitova se impôs diante da belga Yanina Wickmayer, cedendo apenas cinco games e vencendo por 6/1 e 6/4, enquanto Caroline Wozniacki não deu chances para a experiente australiana Samantha Stosur, anotando 6/3 e 6/2.

Angelique Kerber teve que jogar um tiebreak diante da russa Margarita Gasparyan, mas não perdeu sets e triunfou por 7/6(5) e 6/3, e Caroline Garcia bateu a britânica Johanna Konta por duplo 6/2.

Nas partidas da noite, a local Madison Keys, vice campeã do torneio no ano passado, passou pela francesa Pauline Parmentier, e a russa Maria Sharapova caminhava para uma vitória tranquila sobre a suíça Patty Schnyder, mas teve que jogar um tiebreak e venceu por 6/2 e 7/6(8).

Foto: USTA/Andrew Ong

Kerber, Kvitova e Wozniacki chegam à 2ª rodada do US Open. Ostapenko bate Petkovic em 3 sets

Depois da grande zebra da segunda-feira, com a eliminação de Simona Halep, a terça-feira não teve grandes surpresas nos primeiros jogos da chave feminina do US Open.

A letã Jelena Ostapenko fez um jogo bem duro contra a alemã Andrea Petkovic, vencendo em três sets, com parciais de 6/4 4/6 e 7/5.

Já a tcheca Petra Kvitova se impôs diante da belga Yanina Wickmayer, cedendo apenas cinco games e vencendo por 6/1 e 6/4, enquanto Caroline Wozniacki não deu chances para a experiente australiana Samantha Stosur, anotando 6/3 e 6/2.

Angelique Kerber teve que jogar um tiebreak diante da russa Margarita Gasparyan, mas não perdeu sets e triunfou por 7/6(5) e 6/3, e Caroline Garcia bateu a britânica Johanna Konta por duplo 6/2.

Foto: USTA/Mike Lawrence

Sharapova e Kvitova perdem na estreia em Wimbledon. Muguruza e Halep vencem

O segundo dia de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, já teve uma grande surpresa na chave feminina do torneio disputado na grama londrina.

Maria Sharapova tinha tudo pra estrear com vitória, venceu o primeiro set, teve grande vantagem no segundo, mas acabou levando a virada da compatriota Vitalia Diatchenko, que triunfou por 6/7(3) 7/6(3) e 6/4.

Outra campeã do torneio eliminada foi Petra Kvitova, que foi derrotada pela bielorrussa Aliaksandra Sasnovich por 6/4 4/6 e 6/0.

Atual campeã, Garbine Muguruza não teve grande dificuldade pra vencer a britânica Naomi Broady por 6/2 e 7/5, enquanto Simona Halep confirmou o favoritismo diante japonesa Kurumi Nara, 6/2 e 6/4.

Johanna Konta teve trabalho contra Natalia Vikhlyantseva, mas venceu em dois sets, assim como a suíça Belinda Bencic, que eliminou a francesa Caroline Garcia.

Na quarta-feira, começa a segunda rodada, com um dos jogos mais esperados do dia abrindo a quadra central, entre Victoria Azarenka e Karolina Pliskova.

No mesmo local, Serena Williams enfrenta Viktoriya Kuzmova, enquanto sua irmã Venus joga na quadra 1 contra Alexandra Dulgheru. Vale destacar também a partida entre as experientes Ekaterina Makarova e Caroline Wozniacki.

Halep estreia e vence de virada em Paris. Kvitova e Wozniacki estão na 3ª rodada

No primeiro dia da segunda rodada de Roland Garros, a chave feminina do segundo Grand Slam da temporada não viu grandes surpresas.

Logo abrindo o dia, em jogo adiado, a romena Simona Halep, nº 1 do mundo, fez sua estreia no torneio batendo de virada a norte-americana Alison Riske, com parciais de 2/6 6/1 e 6/1.

Petra Kvitova garantiu sua vaga na 3ª rodada ao vencer a espanhola Lara Arruabarrena por 6/0 e 6/4, enquanto a ucraniana Elina Svitolina fez o mesmo ao anotar 6/3 e 6/4 sobre a eslovaca Viktoria Kuzmova.

Caroline Wozniacki não teve dificuldades pra bater a espanhola Georgina Garcia Perez, cedendo apenas um game, enquanto Pauline Parmentier levou a melhor no duelo de francesas contra Alize Cornet, de virada.

A segunda rodada continua nesta quinta-feira,  já com Halep novamente em quadra, fazendo o segundo jogo da quadra Philippe-Chatrier contra a norte-americana Taylor Townsend.

No mesmo local, Serena Williams fecha a programação em partida diante da australiana Ashleigh Barty.

Campeã do torneio em 2016, a espanhola Garbine Muguruza enfrenta a local Fiona Ferro na quadra Suzanne-Lenglen, enquanto Caroline Garcia, também jogadora da casa, joga contra a chinesa Shuai Peng.

Maria Sharapova foi colocada pra jogar na quadra 1 contra a croata Donna Vekic, assim como a alemã Julia Goerges, que enfrenta a belga Alison Van Uytvanck.

Venus e atual campeã perdem na estreia em Paris. Kvitova e Sharapova jogam na 2ª feira

Primeiro dia de jogos e surpresas interessante na chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

Atual campeã e cabeça de chave nº 5, a letã Jelena Ostapenko perdeu logo na primeira rodada, sendo superada pela ucraniana Kateryna Kozmova por 7/5 e 6/3.

Quem também perdeu logo neste domingo foi a experiente Venus Williams, eliminada pela chinesa Qiang Wang por 2×0. A britânica Johanna Konta chegou a vencer um set, mas perdeu para a estoniana Annet Kontaveit por 2×1.

Elina Svitolina confirmou o seu favoritismo diante da australiana Ajla Tomljanovic, vencendo por 2×0, assim como a norte-americana Sloane Stephens, que bateu a holandesa Arantxa Rus por 6/2 e 6/0.

Na segunda-feira, Petra Kvitova abre a programação da quadra Philippe-Chatrier, encarando a paraguaia Veronica Cepede Royg, mesmo local da partida entre Caroline Wozniacki e a norte-americana Danielle Collins.

Na Suzanne-Lenglen, destaque para o jogo da local Kristina Mladenovic contra a alemã Andrea Petkovic, enquanto Maria Sharapova faz sua estreia no torneio na mesma quadra, diante da holandesa Richel Hogenkamp.