Pliskova e Serena vencem e se enfrentam nas 4ªs do US Open. Sharapova busca vaga na 2ª feira

As primeiras partidas das oitavas de final foram disputadas neste domingo, quando foram conhecidas as primeiras quadrifinalistas da chave feminina do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Na primeira partida do dia, Karolina Pliskova conseguiu uma firme vitória sobre a australiana Ashleigh Barty, por duplo 6/4. Nas quartas, terá pela frente a norte-americana Serena Williams, que começou bem, levou um susto, mas depois venceu a estoniana Kaia Kanepi por 6/0 4/6 e 6/3.

Quem também aplicou um pneu no dia foi a letã Anatasija Sevastova, que anotou 6/3 1/6 e 6/0 sobre a ucraniana Elina Svitolina, se classificando pra enfrentar a local Sloane Stephens, que bateu a belga Elise Mertens por duplo 6/3.

As oitavas de final da chave feminina continuam nesta segunda-feira, com mais 4 jogos, começando pelo confronto entre Madison Keys, vice-campeã do ano passado, e Dominika Cibulkova, abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium, mesmo local da partida entre Maria Sharapova e Carla Suarez Navarro, que iniciam a rodada noturna.

No Louis Armstrong, a bielorrussa Aryna Sabalenka joga contra a japonesa Naomi Osaka, enquanto a ucraniana Lesia Tsurenko enfrenta a tcheca Marketa Vondrousova na Grandstand.

Serena volta a vencer Venus. Stephens bate Azarenka. Sharapova enfrenta Ostapenko neste sábado

Em mais um histórico confronto, que marcou o 30º jogo entre as irmãs Williams, Serena levou a melhor sobre Venus e chegou às oitavas de final do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Foi até mais fácil do que o esperado, em sets diretos, com um placar de 6/1 e 6/2, garantindo vaga pra encarar a estoniana Kaia Kanepi, que passou pela sueca Rebecca Peterson por 2×0.

A atual campeã, Sloane Stephens, não deu muitas chances para a bielorrussa Victoria Azarenka e venceu por 6/3 e 6/4, enquanto Elina Svitolina bateu a chinesa Qiang Wang por duplo 6/4.

A terceira rodada em Nova York continua neste sábado, com a local Madison Keys, vice-campeã no ano passado, enfrentando a sérvia Aleksandra Krunic na abertura do Arthur Ashe Stadium.

No mesmo local, Maria Sharapova abre a rodada noturna encarando a letã Jelena Ostapenko, enquanto a alemã Angelique Kerber, cabeça de chave nº 4, joga no Louis Armstrong diante da experiente eslovaca Dominika Cibulkova.

Destaque também para a partida entre Petra Kvitova e a embalada Aryna Sabalenka, que vem do título em New Haven, além do jogo entre a japonesa Naomi Osaka e a bielorrussa Aleksandra Sasnovich.

Foto: USTA/Pete Staples

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Sharapova, Kvitova, Wozniacki e Garcia vencem em sets diretos na estreia do US Open

Depois da grande zebra da segunda-feira, com a eliminação de Simona Halep, a terça-feira não teve grandes surpresas nos jogos da chave feminina do US Open.

A letã Jelena Ostapenko fez um jogo bem duro contra a alemã Andrea Petkovic, vencendo em três sets, com parciais de 6/4 4/6 e 7/5.

Já a tcheca Petra Kvitova se impôs diante da belga Yanina Wickmayer, cedendo apenas cinco games e vencendo por 6/1 e 6/4, enquanto Caroline Wozniacki não deu chances para a experiente australiana Samantha Stosur, anotando 6/3 e 6/2.

Angelique Kerber teve que jogar um tiebreak diante da russa Margarita Gasparyan, mas não perdeu sets e triunfou por 7/6(5) e 6/3, e Caroline Garcia bateu a britânica Johanna Konta por duplo 6/2.

Nas partidas da noite, a local Madison Keys, vice campeã do torneio no ano passado, passou pela francesa Pauline Parmentier, e a russa Maria Sharapova caminhava para uma vitória tranquila sobre a suíça Patty Schnyder, mas teve que jogar um tiebreak e venceu por 6/2 e 7/6(8).

Foto: USTA/Andrew Ong

Sharapova e Kvitova perdem na estreia em Wimbledon. Muguruza e Halep vencem

O segundo dia de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, já teve uma grande surpresa na chave feminina do torneio disputado na grama londrina.

Maria Sharapova tinha tudo pra estrear com vitória, venceu o primeiro set, teve grande vantagem no segundo, mas acabou levando a virada da compatriota Vitalia Diatchenko, que triunfou por 6/7(3) 7/6(3) e 6/4.

Outra campeã do torneio eliminada foi Petra Kvitova, que foi derrotada pela bielorrussa Aliaksandra Sasnovich por 6/4 4/6 e 6/0.

Atual campeã, Garbine Muguruza não teve grande dificuldade pra vencer a britânica Naomi Broady por 6/2 e 7/5, enquanto Simona Halep confirmou o favoritismo diante japonesa Kurumi Nara, 6/2 e 6/4.

Johanna Konta teve trabalho contra Natalia Vikhlyantseva, mas venceu em dois sets, assim como a suíça Belinda Bencic, que eliminou a francesa Caroline Garcia.

Na quarta-feira, começa a segunda rodada, com um dos jogos mais esperados do dia abrindo a quadra central, entre Victoria Azarenka e Karolina Pliskova.

No mesmo local, Serena Williams enfrenta Viktoriya Kuzmova, enquanto sua irmã Venus joga na quadra 1 contra Alexandra Dulgheru. Vale destacar também a partida entre as experientes Ekaterina Makarova e Caroline Wozniacki.

Muguruza vence Sharapova com autoridade e enfrenta Halep por vaga na final em Paris

Foi definida nesta quarta-feira a segunda semifinal feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

A romena Simona Halep vai continuar buscando seu primeiro título de Slam, depois do vice do ano passado, e garantiu isso ao vencer de virada a alemã Angelique Kerber, com parciais de 6/7(2) 6/3 e 6/2.

Na outra partida do dia, a espanhola Garbine Muguruza teve uma atuação muito firme diante a russa Maria Sharapova, vencendo em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1.

Com isso, Muguruza segue firme na busca pelo bicampeonato em Paris, depois do título em 2016.

Halep e Muguruza já se enfrentaram quatro vezes e a vantagem é da espanhola, que venceu três partidas. Porém, no saibro, no único confronto até o momento, a romena levou a melhor, no WTA de Stuttgart, em 2015.

Serena sente lesão, não joga, Sharapova ganha vaga nas 4ªs em Paris e encara Muguruza

Foi um dia inusitado na chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Primeiro que o jogo mais esperado desta segunda-feira, não aconteceu. Sentindo uma lesão desde a partida contra a alemã Julia Goerges e continuando com a dor na partida de duplas do domingo, Serena Williams convocou uma coletiva pra anunciar sua retirada do torneio.

Com isso, Maria Sharapova acabou se classificando diretamente para as quartas de final, adiando uma partida cheia de expectativa, principalmente depois das declarações de Serena sobre a biografia da russa, nos últimos dias.

Nas quartas de final, Sharapova terá pela frente outra campeã do torneio, a espanhol Garbine Muguruza, que precisou jogar apenas dois games diante da ucraniana Lesia Tsurenko, vencendo ambos e vendo a adversária abandonar.

Na primeira partida do dia, Simona Halep não deu muitas chances para a belga Elise Mertens, anotando 6/2 e 6/1, garantindo vaga para fazer um bom jogo nas quartas contra a alemã Angelique Kerber, que bateu a francesa Caroline Garcia por 6/2 e 6/3.

Os dois primeiros jogos das quartas serão disputados nesta terça-feira, com a norte-americana Sloane Stephens enfrentando a russa Daria Kasatkina, que completou vitória sobre Caroline Wozniacki, na quadra Philippe-Chatrier.

Na Suzanne-Lenglen, a norte-americana Madison Keys tem o favoritismo diante da cazaque Yulia Putintseva.

Segunda-feira em Roland Garros terá aguardado Serena x Sharapova pelas 8ªs de final

As oitavas de final da chave feminina de Roland Garros começam nesta segunda-feira, no segundo Grand Slam da temporada.

Abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier, a nº 1 do mundo Simona Halep, vice campeã no ano passado, continua sua busca por seu primeiro título de Slam e, pra isso, vai ter que passar pela belga Elise Mertens.

Na mesma quadra, no terceiro jogo da programação, o confronto mais esperado do dia e talvez do torneio até o momento, entre Serena Williams e Maria Sharapova, uma das maiores rivalidades do tênis, amplamente dominado pela norte-americana, que venceu 19 dos 21 confrontos até o momento.

Na quadra Suzanne-Lenglen, a alemã Angelique Kerber terá pela frente a francesa Caroline Garcia, que deve ter grande apoio da torcida da casa.

Fechando a programação, a espanhola Garbine Muguruza, campeã em 2016, tem o favoritismo diante da ucraniana Lesia Tsurenko.

Muguruza vence com tranquilidade. Sharapova e Serena marcam confronto para as 8ªs em Paris

Campeã em 2016, Garbine Muguruza segue firme em Roland Garros e, neste sábado, garantiu sua vaga nas oitavas de final do segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

A espanhola conseguiu uma ótima vitória sobre a australiana Samantha Stosur, em sets diretos, com parciais de 6/0 e 6/2, em uma atuação muito firme. Nas oitavas, sua adversária será a ucraniana Lesia Tsurenko, que bateu a eslovaca Magdalena Rybarikova por 6/2 e 6/4.

Quem não confirmou seu favoritismo foi a tcheca Petra Kvitova, que foi superada em dois tiebreaks pela estoniana Annet Kontaveit, que nas oitavas terá pela frente a norte-americana Sloane Stephens, que venceu a italiana Camila Girogi, de virada, com 8/6 no 3º set.

No jogo mais esperado do dia, a russa Maria Sharapova praticamente não deu chances ao jogo agressivo e errático da tcheca Karolina Pliskova e venceu rapidamente em dois sets, com parciais de 6/2 e 6/1.

Nas oitavas, terá um grande e aguardado confronto contra Serena Williams, que passou pela alemã Julia Goerges por 6/3 e 6/4. No confronto direto entre ambas, a vantagem da norte-americana é muito grande, com 19 vitórias e 2 derrotas, sendo que a última vitória da russa foi em 2004.

Serena e Sharapova passam pela 1ª rodada de Roland Garros. Halep tem estreia adiada

Em dia de estreia de Serena Williams, o 3º dia de Roland Garros completou a primeira rodada nesta terça-feira, em Paris.

Mesmo sem ter uma grande atuação, a norte-americana levou a melhor sobre a tcheca Kristyna Pliskova, depois de dois sets equilibrados, com parciais de 7/6(4) e 6/4.

Quem também estreou foi a russa Maria Sharapova, que teve que jogar três sets e sair de um 0/3 no terceiro set antes de bater holandesa Richel Hogenkamp por 6/1 4/6 e 6/3.

Outras favoritas também conseguiram vaga na segunda rodada, como a alemã Angelique Kerber, que venceu a compatriota Monica Barthel em dois sets, a francesa Caroline Garcia, que só perdeu um game contra a chinesa Yingying Duan, e a espanhola Garbine Muguruza, campeã de 2016, que teve que jogar um tiebreak contra a russa Svetlana Kuznetsova, antes de deslanchar.

A estreia da romena Simona Halep ficou pra quarta-feira, diante da norte-americana Alison Riske, abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier, mesmo local da partida entre Caroline Wozniacki e a espanhola Georgina Garcia Perez, já pela segunda rodada.

N quadra Suzanne-Lenglen, destaque pro jogo da ucraniana Elina Svitolina contra a eslovaca Viktoria Kuzmova, além do jogo entre as locais Alize Cornet e Pauline Parmentier.

Venus e atual campeã perdem na estreia em Paris. Kvitova e Sharapova jogam na 2ª feira

Primeiro dia de jogos e surpresas interessante na chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

Atual campeã e cabeça de chave nº 5, a letã Jelena Ostapenko perdeu logo na primeira rodada, sendo superada pela ucraniana Kateryna Kozmova por 7/5 e 6/3.

Quem também perdeu logo neste domingo foi a experiente Venus Williams, eliminada pela chinesa Qiang Wang por 2×0. A britânica Johanna Konta chegou a vencer um set, mas perdeu para a estoniana Annet Kontaveit por 2×1.

Elina Svitolina confirmou o seu favoritismo diante da australiana Ajla Tomljanovic, vencendo por 2×0, assim como a norte-americana Sloane Stephens, que bateu a holandesa Arantxa Rus por 6/2 e 6/0.

Na segunda-feira, Petra Kvitova abre a programação da quadra Philippe-Chatrier, encarando a paraguaia Veronica Cepede Royg, mesmo local da partida entre Caroline Wozniacki e a norte-americana Danielle Collins.

Na Suzanne-Lenglen, destaque para o jogo da local Kristina Mladenovic contra a alemã Andrea Petkovic, enquanto Maria Sharapova faz sua estreia no torneio na mesma quadra, diante da holandesa Richel Hogenkamp.