Halep joga muito, erra pouco e vence Serena em menos de 1 hora para conquistar Wimbledon

Simona Halep não apenas foi campeã, mas deu um show na final de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Com um nível de atuação fora do normal, até mesmo para os seus padrões, ela correu muito, errou pouco – apenas 3 erros não forçados em toda a partida –  e simplesmente não tomou conhecimento de Serena Williams, que pouco fez para impedir a vitória de Halep por duplo 6/2 em apenas 55 minutos de partida.

“Ela jogou muito bem. Eu só estava tentando coisas diferentes. Hoje, nada realmente ajudou, mas eu também errei muito” disse Serena depois da partida.

Com o resultado, a norte-americana continua a um título de igualar o recorde de Slams de Margaret Court, que tem 24,, e a 2 de se tornar a maior detentora dos quatro principais torneios da temporada.

Já Halep faz História pro tênis romeno, já que se tornou a primeira tenista do país campeã de Wimbledon. Além disso, ela conquista seu segundo Slam, depois do triunfo em Roland Garros, no ano passado.

A conquista fará Halep subir 3 postos no ranking da WTA, indo ao 4º lugar, enquanto Serena subirá uma posição, chegando ao 9º.

Fotos: Cynthia Lum

 

 

Halep chega à final de Wimbledon pela 1ª vez e desafia heptacampeã Serena, que busca recorde

A quinta-feira foi de poucas surpresas em Wimbledon, com vitória das favoritas na chave feminina do terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres.

No primeiro jogo do dia, Simona Halep impôs toda sua solidez diante da ucraniana Elina Svitolina, perdeu apenas 3 games e venceu por 6/1 e 6/3.

Com isso, a romena chega à final de Wimbledon pela primeira vez na carreira, depois da semi de 2014 e as quartas de 2016 e 2017.

Na decisão deste sábado, ela terá pela frente nada menos do que Serena Williams, que cresceu ao longo da competição e que passou pela tcheca Barbora Strycova na semi, com parciais de 6/21 e 6/2.

Heptcampeã do torneio, Serena busca recuperar a hegemonia em Londres depois do vice-campeonato do ano passado, quando perdeu para a alemã Angelique Kerber.

Aos 37 anos, a norte-americana se tornou a tenista mais velha a alcançar uma final de Slam na era aberta e terá a chave de igualar a australiana Margaret Court, como a tenista com mais títulos dos quatro principais torneios da temporada, com 24 conquistas.

Serena e Halep já se enfrentaram 10 vezes ao longo da carreira, com 9 vitórias da norte-americana. O único triunfo da romena foi no WTA Finals de 2014.

Foto: Cynthia Lum

 

 

Bruno Soares e Melichar vencem Murray e Serena e avançam às quartas de Wimbledon

O tenista brasileiro Bruno Soares e a americana Nicole Melichar avançaram nesta quarta-feira às quartas de final de duplas mistas do torneio de Wimbledon com uma vitória diante da dupla mais falada do campeonato, a de Andy Murray e Serena Williams, por 6/3 4/6 6/2.

Apesar de já ter enfrentando Andy Murray anteriormente e de ter jogado ao lado de Serena Williams na IPTL, o brasileiro disse que foi uma quarta-feira especial:

“Na prática é um jogo bem diferente por causa da expectativa e dos rivais, apesar de ser uma oitavas de dupla mista que já jogamos várias vezes. Enfrentar a Serena e o Andy torna esse momento muito diferente e muito mais especial. Claro que tem uma pressão extra. Você sabe que o mundo todo está de olho, mas conseguimos administrar e jogar super bem. Independente da viória ou da derrota foi uma experiência especial. Toda vez que temos uma oportunidade de jogar com esses campeões do nosso esporte é algo diferente e especial. A atmosfera na quadra estava incrível e ter ganho foi a cereja do bolo. Tive um dia muito especial.”

Cabeças-de-chave 1 da chave de duplas mistas de Wimbledon, Bruno e Melichar voltam a jogar nesta quinta, contra o holandês Matwe Middelkoop e a chinesa Zhaouxuan Yang, valendo vaga na semifinal do Grand Slam.

Halep elimina a sensação de Wimbledon, Cori Gauff. Barty leva virada de Riske e Serena vence

Depois de virar a sensação da edição deste ano, a norte-americana Cor Gauff não resistiu ao jogo de Simona Halep e se despediu nas oitavas de final do terceiro Grand Slam da temporada.

A romena não deu chances para a jovem de 15 anos, se impôs e venceu com um duplo 6/3, garantindo sua vaga nas quartas de final do torneio para encarar a chinesa Shuai Zhang, que bateu a ucraniana Dayana Yastremka por 2×1.

Johanna Konta fez a alegria da torcida da casa ao virar sobre a bicampeã Petra Kvitova, e agora nas quartas joga contra a tcheca Barbora Strycova, que passou pela belga Elise Mertens, também de virada.

Serena Williams foi outra que parece ter embalado, ao anotar um duplo 6/2 sobre a espanhola Carla Suarez Navarro.

Já a surpresa do dia ficou por conta da eliminação da australiana e nº 1 do mundo Ashleigh Barty, que levou a virada da norte-americana Alison Riske.

 

Bicampeã Kvitova chega às oitavas de Wimbledon. Barty e Serena também garantem vaga

O sábado foi um dia de vitória para as principais favoritas que entraram em quadra na chave feminina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres.

Logo no começo do dia, a tcheca Petra Kvitova, bicampeã do torneio, se impôs ao bater a polonesa Magda Linette em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2, garantindo vaga nas oitavas de final.

Serena Williams também não deu chances para a alemã Julia Goerges, se impôs e anotou uma bela vitória por 6/3 e 6/4, enquanto a número 1 do mundo Ashleigh Barty perdeu apenas dois games para a britânica Harriet Dart, anotando duplo 6/1.

Kiki Bertens chegou à Londres como nº 4 do mundo, mas não aproveitou seu favoritismo e perdeu na terceira rodada para a tcheca Barbora Strycova por 7/5 e 6/1.

Barty joga em Wimbledon seu primeiro Slam como nº 1 do mundo. Venus estreia contra jovem de apenas 15 anos

Saiu nesta sexta-feira a chave feminina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Nova número 1 do mundo, a australiana Ashleig Barty vai com nova responsabilidade para o seu primeiro Slam nesta condição e na primeira rodada terá pela frente a chinesa Sasai Zheng.

Outra jogadora da nova geração, a japonesa Naomi Osaka está na condição de cabeça 2 e encara na estreia a cazaque Yulia Putintseva.

A tcheca Karolina Pliskova, terceira favorita da chave, vai tentar impor seu jogo agressivo e usar a velocidade da grama, começando pela partida diante da chinesa Lin Zhu, enquanto a belga Kiki Bertens, cabeça 4, enfrenta a luxemburguesa Mandy Minella.

Curiosa será a estreia da norte-americana Venus Williams, que enfrenta a compatriota Cori Gauff, de apenas 15 anos, que furou o qualifying. Quando Gauff nasceu, Venus já havia conquistado 4 títulos de Grand Slam.

Sua irmã, Serena, enfrenta a italiana Giullia Gatto-Monticone, que também passou pelo quali.

 

Em dia de surpresas na chave feminina, Sofia Kenin elimina Serena em Roland Garros

Em mais uma surpresa, Serena Williams foi eliminada na terceira rodada de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris.

Ainda longe do seu melhor ritmo, a ex-nº 1 do mundo não segurou o ritmo da jovem compatriota Sofia Kenin, que jogou muito e triunfou em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/5.

Outra surpresa foi a eliminação da japonesa Naomi Osaka, nº 1 do mundo, que não resistiu ao jogo eficiente da tcheca Katerina Siniakovic, que venceu por 6/4 e 6/2.

Simona Halep abriu o dia vencendo com autoridade a ucraniana Lesia Tsurenko, com parciais de 6/2 e 6/1, enquanto a japonesa Ashleigh Barty bateu a alemã Andrea Petkovic por 6/3 e 6/1.

Pliskova é eliminada pela croata Martic em Roland Garros. Serena, Halep e Osaka jogam no sábado

A sexta-feira em Roland Garros começou com uma grande zebra na chave feminina do segundo Grand Slam da temporada.

Na primeira partida do dia na quadra Philippe-Chatrier, a tcheca Karolina Pliskova foi superada em sets diretos pela croata Petra Martic, em sets diretos, com um duplo 6/3.

Em um confronto muito esperado do dia, a espanhola Garbine Muguruza passou bem pela ucraniana Elina Svitolina, também por duplo 6/3, enquanto a norte-americana Sloane Stephens sofreu mais pra garantir sua vaga nas oitavas de final ao vencer a eslovena Polona Hercog por 2×1.

Simona Halep entra em quadra neste sábado, logo cedo, às 6h de Brasília, buscando sua vaga nas oitavas. Pra isso, vai ter que vencer a ucraniana Lesia Tsurenko.

No mesmo local, mas fechando a programação, Serena Williams tem o favoritismo na sua partida diante da compatriota Sofia Kenin. Enquanto isso, a nº 1 do mundo Naomi Osaka, depois de vencer Victoria Azarenka de virada, joga na quadra Suzanne-Lenglen contra a tcheca Katerina Siniakova.

Serena vence japonesa com tranquilidade em Paris. Osaka vira sobre Azarenka

Depois de uma estreia difícil e com set perdido, Serena Williams engatou uma boa vitória na segunda rodada de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada.

Mesmo ainda distante da sua melhor forma, a norte-americana é sempre considerada uma das favoritas em qualquer torneio e impôs esse favoritismo nesta quinta-feira, ao bater a japonesa Kurumi Nara em dois sets, com parciais de 6/3 e 6/2.

Em um duelo de nº 1 do mundo, atual e ex, melhor pra japonesa Naomi Osaka, que precisou virar sua partida diante da bielorrussa Victoria Azarenka, fechando a partida com parciais de 4/6 7/5 e 6/3.

Simona Halep foi outra que passou sufoco e que precisou de três sets pra bater a polonesa Magda Linette, anotando 6/4 5/7 e 6/3.

Já a australiana Ashleigh Barty fez valer a condição de cabeça de chave nº 8 e venceu a norte-americana Danille Collins por 7/5 e 6/1.

A terceira rodada começa nesta sexta-feira, com a tcheca Karolina Pliskova abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier na partida diante da croata Petra Martic. No mesmo local, um pouco mais tarde, a espanhola Garbine Muguruza deve fazer um bom jogo diante da ucraniana Elina Svitolina.

Serena perde set, mas supera estreia em Miami. Venus, Halep, Wozniacki e Andreescu também vencem

Serena Williams estreou com uma vitória difícil no Miami Open, WTA Premier disputado no piso duro, nos Estados Unidos.

Nesta sexta-feira, a nº 10 do mundo passou pela segunda rodada ao bater em três sets a sueca Rebecca Peterson, com parciais de 6/3 1/6 e 6/1. Agora, na terceira rodada, ela terá pela frente a chinesa Qiang Wang, em confronto que será inédito.

Quem também venceu pra chegar à terceira rodada foi sua irmã Venus, que anotou 7/6(4) e 6/1 sobre a espanhola Carla Suarez Navarro.

A canadense Bianca Andreescu segue embalada depois do título em Indian Wells e agora já está na terceira rodada depois de passar pela norte-americana Sofia Kenin com um duplo 6/3.

Vale destacar também a vitória tranquila de Simona Halep sobre a norte-americana Taylor Townsend, além do triunfo de Caroline Wozniacki sobre a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich.