Halep vence Muguruza e, em busca do seu 1º Slam, encara Stephens na final de Roland Garros

Está definida a grande final feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Nesta quinta-feira, a romena Simona Halep se impôs em uma ótima atuação contra a embalada espanhola Garbine Muguruza, que vinha de vitória sobre Maria Sharapova, venceu por 6/1 e 6/4 e já repete a final do ano passado.

“Eu estou muito feliz por poder vencer uma jogadora como a Muguruza. Ela é uma ótima adversária, uma ótima jogadora e é sempre difícil jogar contra ela.” disse a nº 1 do mundo depois da partida.

Depois de perder para a letã Jelena Ostapenko na decisão do ano passado, Halep vai buscar o seu sonho de 1º título de Slam.

Pra isso, terá que bater no sábado a norte-americana Sloane Stephens, que passou pela compatriota Madison Keys, repetindo resultado da final do US Open do ano passado, mas dessa vez com um duplo 6/4.

A romena e a norte-americana já se enfrentaram sete vezes no circuito, com ampla vantagem de Halep, que venceu cinco partidas. No saibro, foram duas partidas, sendo a primeira no WTA de Barcelona, em 2012, e a segunda nas oitavas de Roland Garros, em 2014, com duas vitórias da nº 1 do mundo.

Foto: Cedric Lecocq/FFT

Muguruza vence Sharapova com autoridade e enfrenta Halep por vaga na final em Paris

Foi definida nesta quarta-feira a segunda semifinal feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

A romena Simona Halep vai continuar buscando seu primeiro título de Slam, depois do vice do ano passado, e garantiu isso ao vencer de virada a alemã Angelique Kerber, com parciais de 6/7(2) 6/3 e 6/2.

Na outra partida do dia, a espanhola Garbine Muguruza teve uma atuação muito firme diante a russa Maria Sharapova, vencendo em sets diretos, com parciais de 6/2 e 6/1.

Com isso, Muguruza segue firme na busca pelo bicampeonato em Paris, depois do título em 2016.

Halep e Muguruza já se enfrentaram quatro vezes e a vantagem é da espanhola, que venceu três partidas. Porém, no saibro, no único confronto até o momento, a romena levou a melhor, no WTA de Stuttgart, em 2015.

Halep estreia e vence de virada em Paris. Kvitova e Wozniacki estão na 3ª rodada

No primeiro dia da segunda rodada de Roland Garros, a chave feminina do segundo Grand Slam da temporada não viu grandes surpresas.

Logo abrindo o dia, em jogo adiado, a romena Simona Halep, nº 1 do mundo, fez sua estreia no torneio batendo de virada a norte-americana Alison Riske, com parciais de 2/6 6/1 e 6/1.

Petra Kvitova garantiu sua vaga na 3ª rodada ao vencer a espanhola Lara Arruabarrena por 6/0 e 6/4, enquanto a ucraniana Elina Svitolina fez o mesmo ao anotar 6/3 e 6/4 sobre a eslovaca Viktoria Kuzmova.

Caroline Wozniacki não teve dificuldades pra bater a espanhola Georgina Garcia Perez, cedendo apenas um game, enquanto Pauline Parmentier levou a melhor no duelo de francesas contra Alize Cornet, de virada.

A segunda rodada continua nesta quinta-feira,  já com Halep novamente em quadra, fazendo o segundo jogo da quadra Philippe-Chatrier contra a norte-americana Taylor Townsend.

No mesmo local, Serena Williams fecha a programação em partida diante da australiana Ashleigh Barty.

Campeã do torneio em 2016, a espanhola Garbine Muguruza enfrenta a local Fiona Ferro na quadra Suzanne-Lenglen, enquanto Caroline Garcia, também jogadora da casa, joga contra a chinesa Shuai Peng.

Maria Sharapova foi colocada pra jogar na quadra 1 contra a croata Donna Vekic, assim como a alemã Julia Goerges, que enfrenta a belga Alison Van Uytvanck.

Serena e Sharapova passam pela 1ª rodada de Roland Garros. Halep tem estreia adiada

Em dia de estreia de Serena Williams, o 3º dia de Roland Garros completou a primeira rodada nesta terça-feira, em Paris.

Mesmo sem ter uma grande atuação, a norte-americana levou a melhor sobre a tcheca Kristyna Pliskova, depois de dois sets equilibrados, com parciais de 7/6(4) e 6/4.

Quem também estreou foi a russa Maria Sharapova, que teve que jogar três sets e sair de um 0/3 no terceiro set antes de bater holandesa Richel Hogenkamp por 6/1 4/6 e 6/3.

Outras favoritas também conseguiram vaga na segunda rodada, como a alemã Angelique Kerber, que venceu a compatriota Monica Barthel em dois sets, a francesa Caroline Garcia, que só perdeu um game contra a chinesa Yingying Duan, e a espanhola Garbine Muguruza, campeã de 2016, que teve que jogar um tiebreak contra a russa Svetlana Kuznetsova, antes de deslanchar.

A estreia da romena Simona Halep ficou pra quarta-feira, diante da norte-americana Alison Riske, abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier, mesmo local da partida entre Caroline Wozniacki e a espanhola Georgina Garcia Perez, já pela segunda rodada.

N quadra Suzanne-Lenglen, destaque pro jogo da ucraniana Elina Svitolina contra a eslovaca Viktoria Kuzmova, além do jogo entre as locais Alize Cornet e Pauline Parmentier.

Halep conhece 1ª adversária em Paris, em busca do seu 1º Slam. Ostapenko defende título

Foi sorteada nesta quinta-feira a chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Principal cabeça de chave e nº 1 do mundo, a romena Simona Halep segue em busca o seu primeiro título de Slam e, pra isso, vai ter que começar sua campanha tentando superar a norte-americana Alison Riske.

Cabeça de chave nº 2 e atual campeã do Australian Open, Caroline Wozniacki vai começar sua caminhada diante de outra norte-americana, Danielle Collins.

Garbine Muguruza, cabeça 3, não deve vida fácil na sua estreia diante da experiente russa Svetlana Kuznetsova, enquanto a ucraniana Elina Svitolina joga a primeira rodada contra a australiana Ajla Tomljanovic.

Serena Williams terá pela frente a tcheca Kristyna Pliskova, menos famosa das irmãs, enquanto Maria Sharapova, que conseguiu ser a cabeça de chave 28, aguarda uma qualifier.

Vale destacar ainda a estreia da letã Jelena Ostapenko, atual campeã do torneio, diante da ucraniana Kateryna Kozlova.

Wozniacki bate Halep na final do Australian Open, conquista seu 1º Slam e volta ao topo do ranking

Foi um grande jogo, como esperado, que acabou com Caroline Wozniacki como campeã do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Em um primeiro set muito equilibrado, no qual Wozniacki chegou a ter vantagem de 5/3, a decisão foi para o tiebreak que acabou com vitória da dinamarquesa por 7/6(2).

Na segunda parcial, o equilíbrio se manteve até a metade, quando Halep, depois de pedir atendimento médico, conseguiu a dianteira e fechou em 6/3 pra empatar a partida.

Em um terceiro e decisivo set cheio de quebras de saque, melhor pra Wozniacki, que triunfou por 6/4 para fechar a partida no seu maior título da carreira até o momento.

Com a vitória, a dinamarquesa volta o posto de nº 1 do mundo, já que o jogo era também um confronto direto pelo topo do ranking.

Além disso, ela afasta muitas críticas de que é uma nº 1 do mundo sem título de Slam, já que o triunfo em Melbourne é o primeiro em um dos quatro maiores torneios da temporada.

Vale destacar que Wozniacki chegou a salvar match points na segunda rodada, diante da croata Jana Fett, chegou a ficar 1/5 atrás no terceiro set, virando a parcial para 7/5.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Halep e Wozniacki se enfrentam na final do Australian Open pelo topo do ranking e 1º título de Slam

Foi um jogão, como esperado, mas Simona Halep se impôs como favorita, eliminou a emblada Angelique Kerber e chegou à decisão do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada.

Em mais uma partida longa enfrentada pela romena – já havia feito um jogo de quase 4 horas contra Lauren Davis – ela precisou de mais de 2h20min pra superar a alemã, com parciais de 6/3 4/6 e 9/7.

Na terceira parcial, as duas tiveram chances, com match points salvos por ambas, antes de Halep conseguir a quebra de saque decisiva pra vencer a partida.

Na final, terá pela frente a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que confirmou seu favoritismo diante da belga Elise Mertens em uma partida relativamente tranquila, com trabalho apenas no final do segundo set, quando sacou pra fechar o jogo, mas teve o saque quebrado e precisou ir ao tiebreak pra confirmar a vitória por 6/2 e 7/6(2).

No sábado, Halep e Wozniacki farão um duelo direto não apenas pelo título, mas pelo posto de nº 1 do mundo, que hoje está com a romena.

Além disso, as duas estão em busca do seu primeiro título de Slam, com o objetivo, também, de fugir das críticas de ser uma nº 1 do mundo sem uma conquista de um dos quatro maiores torneios da temporada, o que já aconteceu com a dinamarquesa, quando estava no topo do ranking.

As duas já se enfrentaram seis vezes ao longo da carreira, com vantagem de Wozniacki, que venceu quatro partidas, inclusive no WTA Finals do ano passado, confronto mais recente, quando ela anotou 6/0 e 6/2 sobre Halep.

Wozniacki e Svitolina vencem fácil e estão nas 4ªs em Melbourne. Halep e Pliskova jogam na 2ª feira

Foram definidas as quatro primeiras quadrifinalistas da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na primeira partida da noite de sábado a espanhola Carla Suarez Navarro conseguiu uma boa virada sobre a estoniana Anett Kontaveit, vencendo por 8/6 no 3º sete e garantindo vaga pra enfrentar nas quartas a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que não deu chances a eslovaca Magdalena Rybarikova, vencendo por 6/3 e 6/0.

O mesmo placar de Wozniacki foi aplicado pela ucraniana Elina Svitolina sobre a tcheca Denisa Allertova, e agora ela terá nas quartas a belga Elise Mertens, que venceu a croata Petra Martic por 7/6(5) e 7/5.

Neste domingo, as oitavas de final continuam, começando com a boa partida entre a norte-americana Madison Keys e a francesa Caroline Garcia. Na sequência, Angelique Kerber, que vem de boa vitória sobre Maria Sharapova, joga contra a taiwanesa Su-Hei Hsieh.

Na rodada noturna, duelo de tchecas entre Karolina Pliskova e Barbora Strycova, enquanto Simona Halep, que vem de batalha de quase quatro horas contra Lauren Davis, joga na Margaret Court contra a japonesa Naomi Osaka.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Halep batalha por quase 4 horas pra chegar às 8ªs em Melbourne. Kerber vence Sharapova

Por quase 4hs, Simona Halep lutou muito, sob sol e diante da boa atuação da norte-americana Lauren Davis, ficou perto da eliminação, mas conseguiu garantir sua vaga nas oitavas de final do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro.

Com um set pra cada lado, as lutas lutaram por mais de 2h20min na terceira parcial, com chances perdidas dos dois lados e três match points salvos pela nº 1 do mundo, antes do seu triunfo por 15/13.

Agora, nas oitavas, ela terá pela frente a japonesa Naomi Osaka, que anotou 6/4 e 6/2 sobre a local Ashleigh Barty.

A tcheca Karolina Pliskova, nº 6 do mundo, venceu dois sets equilibrados pra superar a compatriota Lucie Safarova, com parciais de 7/6(6) e 7/5. Nas oitavas, joga contra outra compatriota, Barbora Strycova, cabeça de chave nº 20.

Na rodada noturna, a alemã Angelique impôs sua boa fase diante da russa Maria Sharapova e venceu por 6/1 e 6/3, classificando para enfrentar nas oitavas a polonesa Agnieszka Radwanska ou a taiwanesa Su-Wei Hsieh.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

O 6º dia do Australian Open terá jogão entre Kerber e Sharapova. Halep e Pliskova em quadra

O 6º dia do Australian Open terá o complemento da terceira rodada e jogos muito esperados na chave feminina do primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Abrindo a programação da Rod Laver Arena, a nº 1 do mundo Simona Halep joga contra a norte-americana Lauren Davis, buscando sua vaga nas oitavas de final.

Na mesma quadra, a local Ashleigh Barty, cabeça de chave nº 18, terá pela frente a jovem e agressiva japonesa Naomi Osaka.

Porém, o jogo mais aguardado do dia será o primeiro da rodada noturna da principal quadra do complexo de Melbourne Park, entre a embalada alemã Angelique Kerber e a russa Maria Sharapova.

Destaque também para a Margaret Court, que terá a partida entre a norte-americana Madison Keys e a romena Ana Bogdan, além do jogo entre a tcheca Karolina Pliskova e a tcheca Lucie Safarova.