Serena vence japonesa com tranquilidade em Paris. Osaka vira sobre Azarenka

Depois de uma estreia difícil e com set perdido, Serena Williams engatou uma boa vitória na segunda rodada de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada.

Mesmo ainda distante da sua melhor forma, a norte-americana é sempre considerada uma das favoritas em qualquer torneio e impôs esse favoritismo nesta quinta-feira, ao bater a japonesa Kurumi Nara em dois sets, com parciais de 6/3 e 6/2.

Em um duelo de nº 1 do mundo, atual e ex, melhor pra japonesa Naomi Osaka, que precisou virar sua partida diante da bielorrussa Victoria Azarenka, fechando a partida com parciais de 4/6 7/5 e 6/3.

Simona Halep foi outra que passou sufoco e que precisou de três sets pra bater a polonesa Magda Linette, anotando 6/4 5/7 e 6/3.

Já a australiana Ashleigh Barty fez valer a condição de cabeça de chave nº 8 e venceu a norte-americana Danille Collins por 7/5 e 6/1.

A terceira rodada começa nesta sexta-feira, com a tcheca Karolina Pliskova abrindo a programação da quadra Philippe-Chatrier na partida diante da croata Petra Martic. No mesmo local, um pouco mais tarde, a espanhola Garbine Muguruza deve fazer um bom jogo diante da ucraniana Elina Svitolina.

Serena bate Azarenka e marca confronto com Muguruza em Indian Wells

No duelo das mamães e ex-líderes do ranking, Serena Williams levou a melhor na sua estreia no Premier de Indian Wells, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro norte-americano.

Em uma grande partida, Serena fechou a partida em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/3, garantindo vaga para mais uma grande partida na terceira rodada, diante da espanhol Garbine Muguruza.

Depois da partida, a bielorrussa fez questão de enaltecer a norte-americana e o quanto ela faz com que as adversárias façam o seu melhor:

“Serena me motiva para jogar o meu melhor tênis”, disse Azarenka durante sua entrevista coletiva após o jogo. “Você sabe, ela realmente venceu. Ela mereceu vencer. Ela jogou melhor naqueles momentos importantes. Eu senti que todo game era vantagem, iguais, vantagem, iguais. Era tudo sobre quem ia aproveitar essa chance, e ela levou eles um pouco melhor hoje” disse Azarenka.

Azarenka leva virada de alemã na estreia do Australian Open. Serena e Venus vencem

Mesmo não sendo uma cabeça de chave, a principal surpresa do segundo dia da chave feminina do Australian Open foi a eliminação de uma bicampeã do torneio e ex-nº 1 do mundo.

A bielorrussa Victoria Azarenka, que atualmente é apenas a 53 do mundo, até começou bem, mas acabou levando a virada da alemã Laura Siegmund, nº 110 da WTA, com parciais de 6/7(5) 6/4 e 6/2.

Quem não teve problemas pra garantir sua vaga na segunda rodada foi Serena Williams, que precisou de menos de 50 minutos pra bater a alemã Tatjana Maria por 6/0 e 6/2.

A norte-americana deve fazer um confronto interessante com a canadense Eugenie Bouchard, que passou pela convidada chinesa Shuai Peng, com parciais de 6/1 e 6/2.

Outra favorita que também não teve muito trabalho foi a ucraniana Elina Svitolina, que anotou 6/1 e 6/2 sobre a qualifier suíça Viktorija Golubic, enquanto a experiente Venus Williams teve que buscar a virada diante da romena Mihaela Burnzanescu, com parciais de 6/7(3) 7/6(3) e 6/2.

Foto: Luke Hemer/Tennis Australia

Atual campeã, Wozniacki enfrenta belga na estreia do Australian Open. Halep encara Kanepi

Foi sorteada na manhã desta quinta-feira, horário de Brasília, a chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

A número 1 do mundo Simona Halep, que não vive grande fase, terá pela frente em sua estreia a estoniana Kaia Kanepi, enquanto a cabeça de chave nº 2, a alemã Angelique Kerber, joga sua primeira partida diante da polonesa Polona Hercog.

Vale lembrar que Kerber é apontada como uma das principais favoritas ao título, principalmente pela boa fase que vive, com seis vitórias na temporada, sendo cinco pela Copa Hopman e uma pelo WTA de Sydney.

Terceira cabeça de chave e atual campeã, a dinamarquesa Caroline Wozniacki joga diante da belga Alison Van Uytvanck, enquanto a japonesa Naomi Osaka, cabeça 4 e atual campeã do US Open, enfrenta a polonesa Magda Linette.

Vale ficar de olho também na estreia de Serena Williams contra a alemã Tatjana Maria, de Victoria Azarenka diante de outra alemã, Laura Siegmund, e de Maria Sharapova, que vai da desistência do WTA de Shenzen, que aguarda em Melbourne uma adversária do qualifying.

Azarenka vence Gavrilova com autoridade. Stephens vira sobre ucraniana e vai à 3ª rodada do US Open

Começou nesta quarta-feira a segunda rodada do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro, em Nova York.

Atual campeã do torneio, a norte-americana Sloane Stephens não te facilidade e precisou virar a partida diante da ucraniana Anhelina Kanilina, vencendo por 4/6 7/5 e 6/2 pra garantir sua vaga na terceira rodada.

Quem também garantiu sua vaga foi a experiente Venus Williams, que precisou de apenas dois sets para bater a italiana Camila Giorgi por 6/4 e 7/5. Melhor ainda fez Victoria Azarenka, que não tomou conhecimento da australiana Daria Gavrilova, anotando 6/1 e 6/2.

Quem também conseguiu uma boa vitória foi a tcheca Karolina Pliskova, que passou pela romena Ana Bogdan por 6/2 e 6/3.

Foto: USTA/Andrew Ong

Stephens supera Azarenka e faz final do Miami Open contra Ostapenko, que parou surpresa

Foi definida a grande final do WTA Premier de Miami, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro.

Na primeira semifinal, disputada nesta sexta-feira, a bielorrussa Victoria Azarenka começou bem, venceu o primeiro set, mas levou a virada de Sloane Stephens, que triunfou com parciais de 3/6 6/2 e 6/1.

A norte-americana, atual campeã do US Open, consegue, enfim, uma grande campanha na temporada, já que seu melhor resultado havia sido as quartas de final do WTA de Acapulco.

Azarenka, com o resultado em Miami, garantiu seu retorno ao top 100 na próxima atualização do ranking.

Na outra partida do dia, a letã Jelena Ostapenko confirmou sua grande semana ao superar a surpreendente norte-americana Danielle Collins, que venceu Venus Williams nas quartas de final.

Em dois sets, com direito a um tiebreak, a campeã de Roland Garros venceu com parciais de 7/6(1) e 6/3.

Stephens e Ostapenko farão um confronto inédito. Com a campanha, a norte-americana, atual nº 12 do mundo, já vai garantindo a chegada ao 9º lugar do ranking, sua melhor marca, que por enquanto era a 11ª posição.

Ostapenko bate Svitolina e encara surpreendente Collins na semi em Miami. Azarenka enfrenta Stephens

Com surpresa, estão definidas as semifinais do WTA Premier de Miami, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro.

No primeiro jogo desta quarta-feira, a letã Jelena Ostapenko precisou lutar por dois tiebreaks pra superar a ucraniana Elina Svitolina, em sets diretos, com parciais de 7/6(3) e 7/6(5).

Depois, a jovem norte-americana Danielle Collins continuou sua ótima e surpreendente campanha ao vencer a experiente compatriota Venus Williams, cedendo apenas cinco games, com parciais de 6/2 e 6/3.

As duas vão se enfrentar no último jogo desta sexta-feira, em confronto que será inédito.

No outro jogo dia, disputando a segunda vaga na grande final, Victoria Azarenka parece ter um leve favoritismo diante da norte-americana Sloane Stephens, atual campeã do US Open.

Nos quatro confrontos anteriores entre elas, a bielorrussa, que vai voltar ao top 100 do ranking na próxima atualização, venceu três vezes.

Venus vira sobre Konta em Miami. Azarenka e Pliskova se enfrentam nas 4ªs

Estão definidas as primeiras quadrifinalistas do WTA Premier de Miami, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro.

Na rodada cheia de oitavas de final, nesta segunda-feira, quem abriu a programação foi a tcheca Karolina Pliskova, que não deu muitas chances e eliminou a cazaque Zarina Diyas, que perdia por 6/2 e 2/1, quando abandonou a partida.

A adversária de Pliskova será a bielorrussa Victoria Azarenka, que cedeu apenas quatro games para a polonesa Agnieszka Radwanska, vencendo por duplo 6/2.

Angelique Kerber teve muito trabalho com a chinesa Yafan Wang e só venceu de virada, com parciais de 6/7(1) 7/6(5) e 6/3. Nas quartas, a alemã terá pela frente a local Sloane Stephens, que passou bem pela espanhola Garbine Muguruza por 6/3 e 6/4.

Quem também precisou virar sua partida foi a experiente Venus Williams, que depois de perder a primeira parcial, venceu bem as parciais seguintes contra a britânica Johanna Konta, fechando o jogo em 5/7 6/1 e 6/2. Enquanto isso, a ucraniana Elina Svitolina confirmou o favoritismo diante da australiana Ashleigh Barty, com parciais de 7/5 e 6/4.

Azarenka estreia com boa vitória em Miami. Osaka mantém embalo e bate Serena

Depois de conquistar o título de Indian Wells, a japonesa Naomi manteve a boa fase e conseguiu uma grande vitória na estreia do WTA Premier de Miami, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro.

Nesta quarta-feira, Osaka bateu com autoridade a norte-americana Serena Williams, em sets diretos, com parciais de 6/3 e 6/2. Atual nº 22 do mundo, agora ela terá pela frente a ucraniana Elina Svitolina. Nos quatro confrontos anteriores entre elas, duas vitórias pra cada lado.

Outra ex-nº 1 do mundo que estreou, mas com vitória, foi Victoria Azarenka, que passou pela norte-americana Catherine Bellis, com parciais de 6/3 e 6/0, e enfrenta na segunda rodada a também norte-americana Madison Keys.

Na sua volta ao circuito, Bethanie Mattkek-Sands foi superada pela francesa Alize Cornet por 6/2 e 7/5, enquanto a russa Ekaterina Makarova anotou 6/2 2/6 e 6/4 sobre a suíça Timea Bacsinszky.

Serena e Azarenka recebem convite pra Miami. Jarry joga entre os homens. Feijão no quali

O Masters 1000 de Miami, segundo da temporada, que começa na próxima semana, anunciou nesta quinta-feira alguns convites para a chave principal e para o qualifying, confirmando a participação de algumas estrelas no torneio.

A principal, sem dúvida, é Serena Williams, que ainda vai buscando seu melhor ritmo em quadra depois da sua primeira maternidade. Atualmente sem ranking, ela recebeu um convite depois de perder para sua irmã Venus na terceira rodada em Indian Wells.

Victoria Azarenka, que também ficou um bom tempo afastada das quadras por problemas relativos à guarda do seu filho, recebeu convite, assim como a jovem norte-americana Amanda Anisimova, de 16 anos, que ganhou destaque nesta semana ao vencer a tcheca Petra Kvitova, em Indian Wells.

Na chave masculina, destaque para o convite dado ao chileno Nicolas Jarry, que se destacou no saibro brasileiro ao chegar à semifinal do Rio Open e ficar com o vice-campeonato do Brasil Open.

Quem também se deu bem foi João Souza, o Feijão, que ganhou um convite para a chave do qualifying. O brasileiro, em entrevistas recentes, disse ter interesse em se mudar para os Estados Unidos.

Além de Feijão, Rogerinho e Thiago Monteiro também estão inscritos no qualifying.