O sábado em NY terá Wozniacki x Andreescu e aguardado confronto entre Osaka e Gauff

Continua neste sábado a terceira rodada da chave feminina do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Nova Iorque, nos Estados Unidos.

A programação do Arthur Ashe Stadium será aberta pela dinamarquesa Caroline Wozniacki, que terá pela frente a jovem e talentosa Bianca Andreescu, no confronto entre as cabeças de chave nº 19 e 15, respectivamente.

Ainda durante o dia, a norte-americana Taylor Townsend, embalada pela vitória sobre Simona Halep,  encara mais uma romena, a experiente Sorana Cirstea, no Louis Armstrong Stadium, mesmo local da partida entre Kiki Bertens e Julia Goerges.

A rodada noturna terá no Ashe a aguardada partida entre a japonesa Naomi Osaka, nº 1 do mundo, e a revelação local Cori Gauff, de apenas 15 anos.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Halep elimina a sensação de Wimbledon, Cori Gauff. Barty leva virada de Riske e Serena vence

Depois de virar a sensação da edição deste ano, a norte-americana Cor Gauff não resistiu ao jogo de Simona Halep e se despediu nas oitavas de final do terceiro Grand Slam da temporada.

A romena não deu chances para a jovem de 15 anos, se impôs e venceu com um duplo 6/3, garantindo sua vaga nas quartas de final do torneio para encarar a chinesa Shuai Zhang, que bateu a ucraniana Dayana Yastremka por 2×1.

Johanna Konta fez a alegria da torcida da casa ao virar sobre a bicampeã Petra Kvitova, e agora nas quartas joga contra a tcheca Barbora Strycova, que passou pela belga Elise Mertens, também de virada.

Serena Williams foi outra que parece ter embalado, ao anotar um duplo 6/2 sobre a espanhola Carla Suarez Navarro.

Já a surpresa do dia ficou por conta da eliminação da australiana e nº 1 do mundo Ashleigh Barty, que levou a virada da norte-americana Alison Riske.

 

Jovem Cori Gauff, de apenas 15, faz História e bate Venus na estreia em Wimbledon. Osaka é eliminada

Se os grandes torneios vivem de grandes Histórias, a edição deste ano de Wimbledon já tem a sua, logo depois do primeiro dia de disputa do terceiro Grand Slam da temporada.

A jovem norte-americana Cori Gauff, de apenas 15 anos, uma adolescente, escreveu seu nome na grama londrina ao bater nada mais, nada menos do que Venus Williams, pentacampeã do torneio.

A trajetória de Gauff é meteórica. Nesta idade, ela já é nº 1 do mundo juvenil e furou o qualifying de Wimbledon deste ano para bater uma lenda:

“Eu estou super chocada, mas super abençoada porque Wimbledon decidiu me dar esse convite”, disse ela, lembrando que só entrou na chave do quali com um Wild Card da organização.

“Na quadra, eu não estava pensando na Venus, estava apenas jogando meu jogo. Não importa com quem eu jogue, eu quero ganhar. Então é isso que eu estava pensando o tempo todo.” completou a confiante norte-americana, que agora terá pela frente a eslovaca Magdalena Rybarikova.

E o dia teve mais surpresas, como a eliminação da japonesa Naomi Osaka, cabeça de chave nº 2, que foi superada pela cazaque Yulia Putintseva, em sets diretos.

Simona Halep se impôs sobre a bielorrussa Aleksandra Sasnovic, vencendo por 2×0, assim como a tcheca Karolina Pliskova, que anotou 2×0 sobre chinesa Lin Zhu.

Foto: AELTC/Florian Eisele

 

 

Barty joga em Wimbledon seu primeiro Slam como nº 1 do mundo. Venus estreia contra jovem de apenas 15 anos

Saiu nesta sexta-feira a chave feminina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Nova número 1 do mundo, a australiana Ashleig Barty vai com nova responsabilidade para o seu primeiro Slam nesta condição e na primeira rodada terá pela frente a chinesa Sasai Zheng.

Outra jogadora da nova geração, a japonesa Naomi Osaka está na condição de cabeça 2 e encara na estreia a cazaque Yulia Putintseva.

A tcheca Karolina Pliskova, terceira favorita da chave, vai tentar impor seu jogo agressivo e usar a velocidade da grama, começando pela partida diante da chinesa Lin Zhu, enquanto a belga Kiki Bertens, cabeça 4, enfrenta a luxemburguesa Mandy Minella.

Curiosa será a estreia da norte-americana Venus Williams, que enfrenta a compatriota Cori Gauff, de apenas 15 anos, que furou o qualifying. Quando Gauff nasceu, Venus já havia conquistado 4 títulos de Grand Slam.

Sua irmã, Serena, enfrenta a italiana Giullia Gatto-Monticone, que também passou pelo quali.