Serena tem atuação impressionante e chega fácil à semi do US Open pra enfrentar Svitolina

A chave feminina do US Open tem a sua primeira e sem surpresa no Grand Slam disputado no piso duro de Nova Iorque.

Em uma das partidas mais avassaladoras dos últimos tempos, Serena Williams não tomou conhecimento da chinesa Qiang Wang, precisando de apenas 45 minutos pra vencer por 6/1 e 6/0, com uma quantidade impressionante de winners.

Essa foi a vitória nº 100 da norte-americana no Slam norte-americano e agora ela segue para mais uma semifinal.

Sua adversária conseguiu a vaga ainda na rodada diurna e será a ucraniana Elina Svitolina, que jogou de forma consistente pra bater a britânica Johanna Konta por duplo 6/4.

As duas já se enfrentaram cinco vezes ao longo da carreira, com 4 vitórias de Serena, sendo que Svitolina venceu o confronto mais recente, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

 

Primeiro dia de Roland Garros terá estreias de Stephens, Kerber e jogo entre Svitolina e Venus

Roland Garros começa neste domingo, já com bons jogos abrindo a chave feminina do segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris.

Logo na abertura da quadra Philippe-Chatrier, a alemã Angelique Kerber, 5ª favorita da chave, faz sua estreia diante da russa Anastasia Potapova.

Mais tarde, fechando a programação da mesma quadra, a tcheca Karolina Pliskova, embalada pelo título em Roma, encara a norte-americana Madison Brengle.

Na Suzzane-Lengle, o destaque fica para o jogo da norte-americana Sloane Stephens contra a japonesa Misaki Doi, enquanto na nova quadra Simonne-Mathieu serão disputadas as partidas de Garbine Muguruza, contra a norte-americana Taylor Townsend, e de Elina Svitolina contra a experiente Venus Williams, o que deve ser uma boa partida.

Foto: Julien Crosnier/FFT

Para conferir toda a programação do domingo, clique aqui.

Svitolina e Osaka vencem de virada e se enfrentam nas 4ªs do Australian Open

Foram definidas os outros dois confrontos das quartas de final da chave feminina  do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na primeira partida da noite, Elina Svitolina e Madison Keys fizeram um grande confronto de estilos, com a grande capacidade de defesa e variação levando a melhor.

Keys foi muito agressiva, mas cometeu muitos erros não forçados, principalmente no 3º set, depois de lutar por 16 minutos e não aproveitar as várias oportunidades para quebrar o saque da ucraniana.

No fim, vitória de Svitolina, com parciais 6/2 1/6 e 6/1, garantindo sua vaga nas quartas, em busca de conquistar sua primeira vitória em uma semi de Slam.

Sua adversária nas quartas será a japonesa Naomi Osaka, que conseguiu mais uma virada, dessa vez sobre a letã Anastasia Sevastova, com parciais de 4/6 6/3 e 6/4.

Com isso, a nº 4 do mundo, que já faz sua melhor campanha da carreira no Australian Open, continua sua caminhada em busca do seu 2º título de Slam, depois do triunfo no US Open do ano passado.

Foto: Luke Hemer/Tennis Australia

Svitolina e Osaka escapam da eliminação e viram na 3ª rodada em Melbourne

Foi concluída neste sábado a terceira rodada da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

No começo da rodada, duas das principais cabeças de chave passaram muito sufoco e tiveram que virar seus jogos.

Primeiro, a ucraniana Elina Svitolina, que foi ao limite contra a chinesa Shuai Zhang, depois de pedir alguns atendimentos médicos. No fim, a cabeça de chave nº 6 venceu de virada, com parciais de 4/6 6/4 e 7/5.

Outra que também passou sufoco foi a japonesa Naomi Osaka, que chegou a ficar 5/7 1/4  atrás da taiwanesa Su-Wei Hsieh, mas foi buscar a vitória com parciais de 5/7 6/4 e 6/1.

Quem não teve muito trabalho foi a norte-americana Serena Williams, que anotou 6/2 e 6/1 sobre a jovem ucraniana Dayana Yamtreska, assim como Simona Halep, que passou fácil por Venus Williams, com parciais de 6/2 e 6/3.

Karolina Pliskova, cabeça 7, precisou de três sets pra bater a italiana Camila Giorgi, enquanto a norte-americana Madison Keys passou pela belga Elise Mertens por 2×0.

Foto: : Luke Hemer/Tennis Australia

Wozniacki passa por estreia em dia de eliminação de Stephens e Svitolina em Wimbledon

Começou Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra, já com surpresa na chave feminina.

Cabeça de chave nº 2, Caroline Wozniacki não teve muito trabalho diante da norte-americana Varvara Lepchenko e venceu por 6/3 e 6/0.

Atual campeã do US Open e vice de Roland Garros, a norte-americana Sloane Stephens, cabeça 4, foi a surpresa do dia, ao ser eliminada pela croata Donna Vekic por 6/1 e 6/3. Outra surpresa foi a eliminação da ucraniana Elina Svitolina, 5ª favorita da chave, pela alemã Tatjana Maria, com parciais de 7/6(3) 4/6 e 6/1.

Serena Williams passou em dois sets pela holandesa Arantxa Rus, enquanto sua irmã Venus precisou de três parciais para passar pela sueca Johanna Larsson.

A terça-feira terá a estreia da atual campeã, a espanhola Garbine Muguruza, que enfrenta a britânica Naomi Broady na quadra central, mesmo local da partida entre a romena Simona Halep e a japonesa Kurumi Nara.

Maria Sharapova enfrenta a compatriota Vitalia Dietchenko na quadra 1, mesmo local da partida entre Johanna Konta  Natalia Vikhlyantseva.

Foto: AELTC/Florian Eisele

Roland Garros começa no domingo com atual campeã Ostapenko, Svitolina e Venus em quadra

Vai começar a chave principal feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro parisiense.

Atual campeã, a letã Jelena Ostapenko vai fechar a programação da quadra Philippe-Chatrier, enfrentando a ucraniana Kateryna Kozlova.

Na mesma quadra, mais cedo, a local Alize Cornet faz um confronto contra a experiente Sara Errani, que já foi vice campeã do torneio.

Na Suzanne-Lenglen, a ucraniana Elina Svitolina, cabeça de chave nº 4, joga contra a australiana Ajla Tomljanovic, enquanto a experiente Venus Williams enfrenta a chinesa Qiang Wang.

Vale destacar também a estreia da italiana Francesca Schiavone, campeã de 2010, que passou o quali e joga na quadra 3 contra a eslovaca Viktoria Kuzmova.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Wozniacki e Svitolina vencem fácil e estão nas 4ªs em Melbourne. Halep e Pliskova jogam na 2ª feira

Foram definidas as quatro primeiras quadrifinalistas da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na primeira partida da noite de sábado a espanhola Carla Suarez Navarro conseguiu uma boa virada sobre a estoniana Anett Kontaveit, vencendo por 8/6 no 3º sete e garantindo vaga pra enfrentar nas quartas a dinamarquesa Caroline Wozniacki, que não deu chances a eslovaca Magdalena Rybarikova, vencendo por 6/3 e 6/0.

O mesmo placar de Wozniacki foi aplicado pela ucraniana Elina Svitolina sobre a tcheca Denisa Allertova, e agora ela terá nas quartas a belga Elise Mertens, que venceu a croata Petra Martic por 7/6(5) e 7/5.

Neste domingo, as oitavas de final continuam, começando com a boa partida entre a norte-americana Madison Keys e a francesa Caroline Garcia. Na sequência, Angelique Kerber, que vem de boa vitória sobre Maria Sharapova, joga contra a taiwanesa Su-Hei Hsieh.

Na rodada noturna, duelo de tchecas entre Karolina Pliskova e Barbora Strycova, enquanto Simona Halep, que vem de batalha de quase quatro horas contra Lauren Davis, joga na Margaret Court contra a japonesa Naomi Osaka.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Pliskova e Svitolina se garantem na 3ª rodada do US Open. Muguruza e Sharapova em quadra na 6ª

A quinta-feira foi de favoritas garantindo vaga na terceira rodada do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro, em Nova York, nos Estados Unidos.

No começo do dia, no Arthur Ashe Stadium, Elina Svitolina confirmou o favoritismo contra a russa Evgeniya Rodina, vencendo em sets diretos, com um duplo 6/4.

A nº 1 do mundo, a tcheca Karolina Pliskova, teve mais dificuldade e precisou virar a partida contra a norte-americana Nicole Gibbs, mas venceu com parciais de 2/6 6/3 e 6/4.

Jogando com o incentivo da torcida, já na programação noturna, Coco Vandeweghe se impôs diante da tunisiana Ons Jabeur e venceu por 7/6(6) e 6/4.

Destaque também para a vitória de Jelena Ostapenko sobre Sorana Cirstea, por duplo 6/4, e da local Madison Keys sobre Tatjana Maria, com parciais de 6/3 e 6/4.

Nesta sexta-feira, terá início a terceira rodada da chave, começando com a tcheca Petra Kvitova enfrentando a francesa Caroline Garcia.

A experiente Venus Williams joga contra a grega Maria Sakkari, enquanto Maria Sharapova terá pela frente a norte-americana Sofia Kenin.

Vale destacar também a partida de Garbine Muguruza contra a eslovaca Magdalena Rybarikova, além do confronto entre a australiana Ashley Barty e a jogadora da casa Sloane Stephens.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Foto: USTA/Garrett Ellwood

Svitolina precisa de 3 sets, mas passa pela estreia do US Open. Bouchard perde

A chuva deu uma trégua em Nova York e os primeiros jogos programados para as mulheres, nesta quarta-feira, foram disputados nas quadras do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Abrindo a programação do Arthur Ashe Stadium, a canadense Eugenie Bouchard manteve a fase ruim e perdeu na estreia para a russa Evgeniya Rodina, com parciais de 7/6(2) e 6/1.

Uma das favoritas ao título e com chances de sair do torneio como nº 1 do mundo, a ucraniana Elina Svitolina precisou de três sets para bater a tcheca Katerina Siniakova, com parciais de 6/0 6/7(5) e 6/3.

Em jogo com parciais no mínimo estranhas, a local Nicole Gibbs passou pela paraguaia Veronica Cepede Royg por 6/0 1/6 e 6/1.

Foto: USTA/Mike Lawrence

Halep salva match point, vira sobre Svitolina e encara Pliskova na semi de Roland Garros

Depois de muita emoção, estão definidas as semifinais da chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Nesta quarta-feira, Simona Halep e Elina Svitolina confirmaram toda expectativa que girava em torno do confronto entre elas e fizeram jogão na quadra Suzanne-Lenglen.

No fim, com direito a match point salvo e grande virada, melhor pra romena, que triunfou com parciais de 3/6 7/6(6) e 6/0.

Com isso, Halep fica a duas vitórias de se tornar nº 1 do mundo. Pra isso, terá que ser campeã do torneio e antes disso precisa passar por Karolina Pliskova, sua adversária nesta sexta-feira.

A tcheca, que se chegar à final garantirá a liderança do ranking, confirmou sua vaga na semi ao bater a francesa Caroline Garcia por 7/6(3) e 6/4.

Na outra semi, também nesta sexta-feira, a jovem Jelena Ostapenko encara a experiente suíça Timea Bacsinszky.