Halep bate polonesa em 45min e está nas quartas de Roland Garros. Keys e Barty vencem e se enfrentam

Estão definidas as quartas de final da chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro parisiense.

Nesta segunda-feira, a primeira que garantiu sua vaga foi a norte-americana Madison Keys, que se impôs diante da tcheca Katerina Siniakova, vencendo por 6/2 e 6/4. Sua adversária também foi definida nesta segunda e será a australiana Ashleigh Barty, que anotou 6/3 3/6 e 6/0 sobre Sofia Kenin, que havia eliminado Serena Williams.

A vitória mais acachapante do dia foi da romena Simona Halep, que cedeu apenas um game e gastou 45min para bater a polonesa Iga Swiatek por 6/1 e 6/0. Agora mais favorita, a nº 3 do mundo joga nas quartas contra a norte-americana Amanda Anisimova, que anotou 6 q3 e 6/0 sobre a jovem espanhola Alina Bolsova.

Os dois primeiros jogos das quartas de final serão disputados nesta terça-feira, começando com a partida entre a norte-americana Sloane Stephens e a britânica Johanna Konta, que abrem a programação da quadra Philippe-Chatrier.

Na quadra Suzanne-Lenglen, o confronto será entre a tcheca Marketa Vondrousova e a croata Petra Martic.

Jovem Vondrousova joga muito e vai às quartas de Roland Garros. Stephens vence Muguruza

Foram definidas as primeiras quadrifinalistas da chave feminina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

No confronto mais aguardado do dia, a norte-americana Sloane Stephens levou a melhor sobre a espanhola Garbine Muguruza, que jogava em seu piso favorito, mas que foi superada em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/3.

Agora, nas quartas de final, ela fará um bom confronto contra a britânica Johanna Konta, que neste domingo passou pela croata Donna Vekic, também em dois sets, com parciais de 6/2 e 6/4.

Na primeira partida do dia, a jovem tcheca Marketa Vondrousova perdeu apenas dois games para a letã Anastasija Sevastova, vencendo por 6/2 e 6/0, e agora terá como adversária a croata Petra Martic, que virou sobre a estoniana Kaia Kanepi, vencendo por 5/7 6/2 e 6/4.

Mateus Alves e Matheus Pucinelli vencem na chave juvenil de Roland Garros

Duas vitórias e uma derrota. Esse foi o saldo brasileiro na primeira rodada da chave juvenil de Roland Garros, disputada nesta segunda-feira.

Depois de passar o qualifying, Mateus Alves conseguiu uma boa vitória na chave principal diante do tcheco Dalibor Svrcina, com parciais de 7/5 e 6/4. O brasileiro já joga a segunda rodada nesta segunda-feira, enfrentando o romeno Filip Cristian Jianu.

Outro vencedor do dia foi Matheus Pucinelli, que superou o local Valentin Royer por duplo 6/4, enquanto o convidado Gustavo Heide perdeu para o belga Gauthier Onclin por 6/1 e 6/3.

Wawrinka vence confronto de 5 horas contra Tsitsipas e encara Federer nas quartas de Roland Garros

O domingo em Roland Garros foi do suíço. Não aquele mais famoso, é verdade, mas de Stan Wawrinka, que lutou por mais de 5 horas pra chegar às quartas de final do segundo Grand Slam da temporada.

Mesmo com Roger Federer em ação no dia, que não teve muito trabalho pra superar o argentino Leonardo Mayer por 3×0, Wawrinka tomou todas as atenções em um confronto histórico e de alto nível com o jovem grego Stefanos Tsitisipas.

Depois de muita luta, técnica e pontos plásticos e disputados, o suíço salvou alguns break points importantíssimos no 5º set e levou a melhor, com um 8/6 na parcial decisiva.

O detalhe é que o ponto decisivo, quando o grego sacava em 6/7, foi em um slice defensivo de Wawrinka, que Tsitsipas fez um golpe de vista. Depois da conferência do árbitro de cadeira, estava definido: game, set, match Wawrinka!

Agora, vem o aguardando confronto contra o seu compatriota mais famoso. Aliás, vale destacar que Wawrinka foi justamente o último jogador a vencer Federer em Roland Garros, em 2015. Naquela ocasião, o atual nº 28 do mundo venceu por 3×0, nas quartas, antes de rumar para o título.

Quem também entrou em quadra pra vencer com tranquilidade foi Rafael Nadal, que anotou 6/2 6/3 e 6/3 sobre o argentino Juan Ignacio Londero.

Seu adversário ainda será definido nesta segunda-feira, já que o jogo entre Kei Nishikori e Benoit Paire não foi definido, sendo interrompido por falta de luz natural quando o japonês vencia por 2 sets a 1.

Quatro jogos definem nesta segunda-feira as outras duas partidas de quartas de final, começando com Novak Djokovic, que joga contra o alemão Jan-Lennard Struff na quadra Philippe-Chatrier, mesmo local da aguardada partida entre Dominic Thiem e Gael Monfils.

Na Suzanne-Lenglen, Fabio Fognini e Alexander Zverev prometem outro belo jogo, enquanto Juan Martin Del Potro terá pela frente o russo Karen Khachanov.

 

Em dia de surpresas na chave feminina, Sofia Kenin elimina Serena em Roland Garros

Em mais uma surpresa, Serena Williams foi eliminada na terceira rodada de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris.

Ainda longe do seu melhor ritmo, a ex-nº 1 do mundo não segurou o ritmo da jovem compatriota Sofia Kenin, que jogou muito e triunfou em sets diretos, com parciais de 6/2 e 7/5.

Outra surpresa foi a eliminação da japonesa Naomi Osaka, nº 1 do mundo, que não resistiu ao jogo eficiente da tcheca Katerina Siniakovic, que venceu por 6/4 e 6/2.

Simona Halep abriu o dia vencendo com autoridade a ucraniana Lesia Tsurenko, com parciais de 6/2 e 6/1, enquanto a japonesa Ashleigh Barty bateu a alemã Andrea Petkovic por 6/3 e 6/1.

Depois de Demoliner, Marcelo Melo também é eliminado nas oitavas de Roland Garros

Em um jogo decidido nos detalhes, o mineiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot  – cabeças de chave número 1 – pararam nas oitavas de final de Roland Garros, neste sábado (1º), em Paris. Os franceses Jeremy Chardy e Fabrice Martin marcaram 2 sets a 1, parciais de 5/7, 6/2 e 6/3,  em 1h59min, para avançar no Grand Slam, na França. Depois de boas atuações no saibro, Melo e Kubot começam a se preparar agora para a temporada de grama. O primeiro torneio da dupla será na Holanda, o ATP 250 de s-Hertogenbosch, a partir do dia 10.

“Hoje foi mais um bom jogo. Acho que conseguimos jogar bem, em teoria, dois sets, o primeiro e o terceiro. Foi um detalhe, um break point no terceiro, que definiu. O segundo foi muito aquém do que vínhamos mostrando. O primeiro estávamos bem, recuperamos o break e fechamos. Depois acabamos baixando e eles aproveitaram a chance. No terceiro, de novo, mais uma chance. Uma dupla realmente dura, os dois sacam muito bem e acabam pressionando a gente mais ainda no saque”, disse Melo.

“De qualquer maneira foi uma boa sequência no saibro, fizemos bons jogos, uma pena ter saído agora. Mas, vamos descansar um pouquinho e começar a preparação para jogar nossa melhor superfície, que é a grama, a partir do próximo torneio”, completou Marcelo, campeão em Roland Garros, ao lado do croata Ivan Dodig, em 2015.

Foram cinco torneios na gira no saibro, incluindo o Grand Slam, e um balanço positivo: boas atuações e 10 vitórias, com quartas de final no ATP 500 de Barcelona e nos Masters 1000 de Monte Carlo e Madri; semifinal no Masters 1000 de Roma e, agora, oitavas em Roland Garros.

Na sexta-feira, Marcelo Demoliner havia perdido também nas oitavas da chave, ao lado do indiano Divij Sharan. Os dois foram superados pelo finlandês Henri Kontinem e o australiano John Peers, com parciais de 6/3 e 6/4.

Em dia de tranquilidade pra Djokovic e Thiem, Zverev vai ao 5º set, mas bate Lajovic em Paris

Em um dia de batalhas longas, foram definidos os últimos classificados para as oitavas de final da chave masculina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris.

Pela segunda vez no torneio, o alemão Alxander Zverev teve que ir ao 5º set pra conseguir uma vitória e dessa vez foi contra o sérvio Dusan Lajovic. Nas oitavas, ele não deve ter facildiade diante de Fabio Fognini, que precisou de 4 sets pra bater o espanhol Roberto Bautista-Agut.

Em uma batalha de mais de 4h de jogo, o alemão Jan-Lennard Struff eliminou o croata Borna Coric, com 11/9 no 5º set, enquanto Stefanos Tsitsipas anotou 3×1 sobre o sérvio Filip Krajinovic.

Juan Martin Del Potro e Gael Monfils não tiveram problemas e venceram Jordan Thompson e Antonie Hoang, respectivamente, por 3×0.

Novak Djokovic segue com seu favoritismo e dessa vez não deu brechas o italiano Salvatore Caruso, vencendo por 3×0, enquanto Dominic Thiem precisou se impor diante de Pablo Cuevas pra vencer por 3×1.

Federer vence mais uma em sets diretos em Paris. Nadal perde set, mas também avança

Depois de duas vitórias muito tranquilas, Rafael Nadla perdeu um set em Roland Garros, mas conseguiu sua vaga nas oitavas de final do segundo Grand Slam da temporada.

O espanhol chegou a perder a terceira parcial da partida contra o belga David Goffin, mas não teve grandes problemas pra fechar a partida por 3×1. Roger Federer teve até mais tranquilidade pra vencer norueguês Casper Rudd, com trabalho apenas no tiebreak do 3º set.

Benoit Paire vencia o espanhol Pablo Carreno Busta por 2×1, quando viu o adversário desistir. Com isso, o francês terá pela frente o japonês Kei Nishikori, que precisou de cinco sets pra bater o esloveno Laslo Djere.

Outro que foi ao 5º set foi Martin Klizan, que venceu o tenista da casa, Lucas Pouille, assim como o argentino Juan Ignacio Londero, que eliminou outro francês, o jovem Corentin Moutet.

Pliskova é eliminada pela croata Martic em Roland Garros. Serena, Halep e Osaka jogam no sábado

A sexta-feira em Roland Garros começou com uma grande zebra na chave feminina do segundo Grand Slam da temporada.

Na primeira partida do dia na quadra Philippe-Chatrier, a tcheca Karolina Pliskova foi superada em sets diretos pela croata Petra Martic, em sets diretos, com um duplo 6/3.

Em um confronto muito esperado do dia, a espanhola Garbine Muguruza passou bem pela ucraniana Elina Svitolina, também por duplo 6/3, enquanto a norte-americana Sloane Stephens sofreu mais pra garantir sua vaga nas oitavas de final ao vencer a eslovena Polona Hercog por 2×1.

Simona Halep entra em quadra neste sábado, logo cedo, às 6h de Brasília, buscando sua vaga nas oitavas. Pra isso, vai ter que vencer a ucraniana Lesia Tsurenko.

No mesmo local, mas fechando a programação, Serena Williams tem o favoritismo na sua partida diante da compatriota Sofia Kenin. Enquanto isso, a nº 1 do mundo Naomi Osaka, depois de vencer Victoria Azarenka de virada, joga na quadra Suzanne-Lenglen contra a tcheca Katerina Siniakova.

Melo e Kubot avançam para as oitavas de final em Roland Garros

Com uma vitória de virada, nesta quinta-feira (30), Marcelo Melo e Lukasz Kubot avançaram para as oitavas de final de Roland Garros. Principais cabeças de chave em Paris, derrotaram o neozelandês Marcus Daniell e o holandês Wesley Koolhof por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/2 e 6/4, em 1h51min, pela segunda rodada. Os próximos adversários serão os vencedores da partida do holandês Matwe Middelkoop e do alemão Tim Puetz diante dos franceses Jeremy Chardy e Fabrice Martin.

“Mais um belo jogo da nossa parte. Começamos bem e eles iniciaram abaixo, mas mantiveram o nível, conseguiram nos quebrar de volta e ganhar o primeiro set. O importante foi ficarmos firmes a partida inteira, sabendo que estávamos jogando bem, que uma oportunidade ia aparecer. Foi o que ocorreu no segundo set e, aí, no terceiro, a mesma coisa”, disse Melo.

“Tudo isso foi importante para conseguirmos passar para mais uma rodada. Agora é seguir da mesma maneira, com a mesma mentalidade. Sabendo que dentro do jogo vão ter altos e baixos. Então é ficar realmente prontos para a próxima”, completou.

Com uma quebra no terceiro game do primeiro set, Melo e Kubot marcaram 2/1. Mas, os adversários devolveram o break na sequência, 2/2, equilibrando de novo o jogo. E, quebrando mais uma vez, no décimo game, Daniell e Koolhof fizeram 6/4 para vencer. A segunda série começou igual, com break de Melo e Kubot no terceiro game, 2/1. Mas, aí, mantiveram a vantagem, quebraram novamente no sétimo game, 5/2, e fecharam em seguida, 6/2, para empatar a partida. No terceiro set, um início equilibrado. Até que no quinto game, Melo e Kubot quebraram, abrindo na sequência 4/2, e administraram a vantagem para ganhar por 6/4 e garantir a segunda vitória na capital francesa e a vaga na terceira rodada do Grand Slam.

Marcelo foi campeão em Roland Garros, ao lado do croata Ivan Dodig, em 2015. Com Kubot joga pelo terceiro ano na França. Dupla vem de uma sequência de boas atuações nos quatro torneios (Masters 1000 de Monte Carlo, Madri e Roma e ATP 500 de Barcelona) disputados antes na gira europeia no saibro, que termina em Paris.