Haas bate italiano e vai às quartas do Brasil Open. Almagro perde na estreia e Feijão abandona

Haas 2 peqA edição 2014 do Brasil Open recebeu o seu maior público até o momento nesta quarta-feira para apoiar o alemão Tommy Haas em sua estreia. No Ginásio do Ibirapuera, o cabeça de chave 1 teve um início devagar, mas encerrou o duelo diante do qualifier italiano Potito Starace com grandes jogadas e muita superioridade, avançando às quartas de final com parciais de 7/6(2) 6/3.

“Eu enfrentei um adversário duro, que já tinha ganhado algumas partidas e vinha confiante. No primeiro set saquei muito bem e confirmei os serviços com facilidade. Tiebreaks são sempre importantes, joguei bons pontos no início e consegui a liderança no jogo. No segundo set eu estava mais relaxado e consegui vencer a partida”, analisou Haas.

Aos 35 anos, o alemão disputa um torneio em saibro indoor pela primeira vez na carreira e só jogou nessas condições anteriormente em três confrontos pela Copa Davis. O primeiro set teve poucas trocas de bola e games rápidos confirmados pelos sacadores. No tiebreak, Haas conseguiu winners de devolução e com o backhand na paralela para levantar a torcida e fechar a parcial.

Os primeiros break points do jogo só vieram no quinto game do segundo set, quando Haas desperdiçou quatro chances e chegou a descontar a frustração na raquete. “É difícil ficar 1h30 em quadra concentrado o tempo todo. Tive algumas chances no 2/2, mas sinto que não joguei esses pontos muito bem”, minimizou o alemão.

Combinando agressividade, subidas à rede e deixadinhas, o número 12 do mundo finalmente conseguiu a quebra para abrir 4/3 e Starace não mostrou mais forças para reagir. Após a vitória, o alemão comemorou o apoio que recebeu dos brasileiros.

“É por esses momentos que você ainda joga. Eu sei que um dia vai acabar, mas ter a oportunidade de jogar para pessoas que são seus fãs e gostam de te ver jogar é sempre um prazer, muito especial”.

Seu adversário das quartas de final será o argentino Horacio Zeballos, 116º do mundo, em jogo marcado para sexta-feira. Será o primeiro encontro entre eles no circuito e Haas espera dificuldades diante de um especialista no saibro.

“Zeballos ganhou duas partidas, está jogando bem e é canhoto, o que fica mais difícil. No ano passado nessa época ele ganhou um título em Viña Del Mar derrotando o Rafa (Nadal), ele sabe como jogar nessa superfície”, lembrou o alemão.

Amagro perde e Feijão abandona

Chegou ao fim a caminhada de João Souza, o Feijão, e do tricampeão Nicolas Almagro no Brasil Open 2014.

Nesta quarta-feira, pela fase de oitavas-de-final, o brasileiro abandonou a partida no segundo set contra o espanhol Albert Montanes depois de sentir fortes dores no abdômen e na região lombar, enquanto Almagro deu adeus às chances do tetracampeonato ao ser surpreendido pelo argentino Federico Delbonis com parciais de 3/6 6/3 6/2.

Foto: Marcelli Ferrelli/Inovafoto

Quarta-feira do Brasil Open tem Haas, Almagro, Feijão e Soares em quadra

Haas peqA programação desta quarta-feira no Ginásio do Ibirapuera terá os principais favoritos ao título em ação no Brasil Open 2014. O tricampeão Nicolas Almagro fará a segunda partida do dia, o alemão Tommy Haas, cabeça de chave 1, abre a rodada noturna às 19h e Bruno Soares fecha a programação ao lado do austríaco Alexander Peya. Os jogos começam às 12h30 e o dia ainda terá o brasileiro João Souza, o Feijão, em busca das quartas de final.

Campeão em 2008, 2011 e 2012, Almagro é o cabeça de chave 2 e enfrenta o argentino Federico Delbonis, 61º do mundo. Este será o terceiro duelo entre eles em torneios no saibro sul-americano e o ex-top 10 venceu os dois anteriores em sets diretos, em Buenos Aires, em 2012 e 2013.

“Tenho a sorte de ter conquistado títulos aqui, fazer semifinal. Esses resultados me dão confiança e é questão de tempo para a minha total recuperação acontecer, além de pegar o ritmo de competição”, disse Almagro ao admitir que não teve um bom início de temporada.

Na terceira partida do dia, que não acontecerá antes das 17h, Feijão encara o espanhol Albert Montanes, 68º. Nas oitavas de final pelo segundo ano seguido em São Paulo, o tenista de Mogi das Cruzes busca sua melhor campanha no torneio. O espanhol venceu de virada o único encontro entre eles, em 2011, em um Challenger na Polônia.

Cabeça de chave 1 e número 12 do mundo, Haas joga às 19 horas contra o italiano Potito Starace, que venceu três jogos no qualifying e nesta terça bateu o colombiano Alejandro Gonzalez de virada na chave principal. O confronto é inédito no circuito profissional.

Duplas
No encerramento da rodada, a segunda melhor parceira do mundo faz sua estreia no torneio. Soares e Peya, que já têm duas finais nesta temporada, enfrentam a dupla formada pelo espanhol Guillermo Garcia-Lopez e pelo austríaco Philipp Oswald. Campeão das três últimas edições do torneio com parceiros diferentes, o mineiro destaca a parceria consolidada com Peya para se sentir ainda mais confiante.

“O Brasil Open realmente tem sido bom para mim, definitivamente é muito especial. Nos últimos dois anos eu me senti muito bem aqui no Ibirapuera, é um lugar que eu gosto de jogar. Essa quadra central é muito bonita, o público comparece e dá a maior força. Acho que este ano é mais animador, voltando (a São Paulo) com o Alex, já uma dupla consolidada, é um cara que eu estou jogando há quase dois anos. A expectativa é ainda mais positiva que nos últimos anos”, afirmou Soares.

Na quadra 1, o dia é reservado às duplas, com destaque para os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, cabeças 2, que jogam às 12h30 diante do norte-americano Nicholas Monroe e do alemão Simon Stadler. Os brasileiros Guilherme Clezar e Marcelo Demoliner também jogam, às 14 horas, contra a parceria argentina Maximo Gonzalez/Juan Monaco.

PROGRAMAÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA

QUADRA CENTRAL
12h30
Horacio Zeballos (ARG) vs Guido Pella (ARG) (Sportv)
A seguir
Federico Delbonis (ARG) vs [2] Nicolas Almagro (ESP) (Sportv/Bandsports)
Não antes das 17h
[WC] João Souza (BRA) vs Albert Montanes (ESP) (Sportv/Bandsports)
Não antes das 19h
[1] Tommy Haas (GER) vs [Q] Potito Starace (ITA) (Sportv/Bandsports)
A seguir
[1] Alexander Peya (AUT) / Bruno Soares (BRA) vs Guillermo Garcia-Lopez (ESP) / Philipp Oswald (AUT) (Sportv/Bandsports)

QUADRA 1
12h30
Nicholas Monroe (USA) / Simon Stadler (GER) vs [2] Juan Sebastian Cabal (COL) / Robert Farah (COL)
Não antes 14h
Maximo Gonzalez (ARG) / Juan Monaco (ARG) vs [WC] Guilherme Clezar (BRA) / Marcelo Demoliner (BRA)
Não antes das 15h
[4] Pablo Cuevas (URU) / Horacio Zeballos (ARG) vs Frantisek Cermak (CZE) / Mikhail Elgin (RUS)
Danielle Bracciali (ITA) / Leonardo Mayer (ARG) vs Paolo Lorenzi (ITA) / Filippo Volandri (ITA)
Robin Haase (NED) / Christopher Kas (GER) vs [3] Andre Begemann (GER) / Martin Emmrich (GER)

Foto: William Lucas/Inovafoto

Cinco tenistas entre os 45 melhores do mundo estarão no Brasil Open

Sony Open 2013A ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) divulgou nesta terça-feira a lista dos tenistas inscritos para o Brasil Open 2014, que será disputado de 22 de fevereiro a 2 de março, no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães (Ginásio do Ibirapuera).

Em sua 14ª edição, o Brasil Open trará à capital paulista cinco tenistas entre os 45 melhores do mundo: o alemão Tommy Haas (12º do mundo), os espanhóis Nicolás Almagro (14º) e Marcel Granollers (35º), o argentino Juan Mônaco (42º) e o holandês Robin Haase (45º)

Tricampeão do Brasil Open (2012, 2011 e 2008), Almagro lidera a “armada espanhola”, sempre presente nas edições do Brasil Open, que também contará este ano com Granollers, Guillermo Garcia-Lopez, Albert Montañes e Albert Ramos. A Argentina estará representada por Mônaco, Federico Delbonis, Horacio Zeballos, Leonardo Mayer e Guido Pella.

A chave do Brasil Open 2014 terá também tenistas da Alemanha (Haas e Julian Reister), da Itália (Filippo Volandri, campeão do ATP Challenger Tour Finals 2013), da Colômbia (Santiago Giraldo e Alejandro Gonzalez), do Uruguai (Pablo Cuevas), da Eslovênia (Aljaz Bedene), da Holanda (Haase) e da Eslováquia (Martin Klizan).

Veja a lista de inscritos (ranking de 13/01/2014):

Tommy Haas (ALE) – 12º
Nicolas Almagro (ESP) – 14º
Marcel Granoller (ESP) – 35º
Juan Mônaco (ARG) – 42º
Robin Haase (HOL) – 45º
Pablo Cuevas (URU) – 54º
Federico Delbonis (ARG) – 55º
Guillermo Garcia-Lopez (ESP) – 58º
Albert Montañes (ESP) – 60º
Horacio Zeballos (ARG) – 65º
Santiago Giraldo (COL) – 69º
Filippo Volandri (ITA) – 70º
Alejandro Gonzalez (COL) – 74º
Albert Ramos (ESP) – 84º
Julian Reister (ALE) – 88º
Leonardo Mayer (ARG) – 98º
Aljaz Bedene (SLO) – 104º
Martin Klizan (SVK) – 106º
Guido Pella (ARG) – 107º

Wild cards – 3
Qualifiers – 4
Special Exempt – 2

A 14ª edição do Brasil Open tem os ingressos à venda para todos os dias da chave principal no site www.ticketsforfun.com.br/brasilopen. Os jogos do qualifying, dias 22 e 23 de fevereiro, terão entrada gratuita.

BRASIL OPEN 2014
Quando: 22 de fevereiro a 2 de março
Onde: Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães
Rua: Manoel da Nóbrega, 1.361 – Paraíso – São Paulo
Horário – a partir das 12h

Ingressos: www.ticketsforfun.com.br/brasilopen

Dias 24, 25 e 26 de fevereiro (segunda a quarta)
Cadeira Superior – R$ 15,00
Cadeira Inferior – R$ 50,00
Fundo de Quadra – R$ 80,00

Dia 27 de fevereiro (quinta)
Cadeira Superior – R$ 40,00
Cadeira Inferior – R$ 100,00
Fundo de Quadra – R$ 120,00

Dia 28 de fevereiro (sexta)
Cadeira Superior – R$ 50,00
Cadeira Inferior – R$ 120,00
Fundo de Quadra – R$ 150,00

Dia 1o. de março (sábado)
Cadeira Superior – R$ 80,00
Cadeira Inferior – R$ 150,00
Fundo de Quadra – R$ 200,00

Dia 2 de março (domingo)
Cadeira Superior – R$ 120,00
Cadeira Inferior – R$ 190,00
Fundo de Quadra – R$ 250,00

Pacote (todos os dias)
Cadeira Superior – R$ 301,00
Cadeira Inferior – R$ 639,00
Fundo de Quadra – R$ 864,00

Camarote (por dia) – R$ 600,00

Para mais informações, acesse www.brasilopen.com.br. Siga-nos no Twitter (@brasilopentenis), Facebook (Brasil Open Tênis) e Instagram (@kochtavares)

Tommy Haas é o primeiro tenista confirmado no Brasil Open 2014

Haas - Brasil Open peqO alemão Tommy Haas é o primeiro tenista confirmado no Brasil Open 2014, que será disputado entre os dias 22 de fevereiro e 02 de março no Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães (Ginásio do Ibirapuera), em São Paulo.

O atual número 12 do mundo esteve na capital paulista em dezembro de 2012 participando do Gillette Federer Tour e guarda ótimas recordações do público brasileiro.

“Estou muito animado para jogar o Brasil Open em São Paulo. Tive a oportunidade de conhecer os fãs brasileiros durante a Federer Tour e foi incrível. O público era enorme e muito entusiasmado”, disse Haas, que espera contar com o mesmo apoio em fevereiro.

“Espero que eles possam ir torcer por mim e me incentivar. Eles podem esperar que eu vou fazer o meu melhor para ir longe no torneio e estou confiante que com um apoio tão grande vou conseguir”.

Em 2012, Haas participou do encerramento do Gillette Federer Tour no Ibirapuera. O clima descontraído da exibição permitiu que o alemão arriscasse alguns passos de dança com o mascote do evento e, junto com o suíço, fizesse até embaixadinhas ao final do jogo, quando ambos já haviam trocado o uniforme por camisas da seleção brasileira de futebol.

Entusiasmado pela receptividade que teve no país, Haas cita inúmeras mensagens que recebe de brasileiros em sua página no Facebook e aproveita para mandar um recado aos fãs de São Paulo e de todo Brasil: “Estou ansioso para ir a São Paulo e mal posso esperar para ver vocês lá!”.

Haas chegou a ser o vice-líder do ranking mundial em 2002, já alcançou ao menos as quartas de final em todos os Grand Slams e acumula 15 títulos e 12 vices em torneios da ATP.

Tenista mais velho a conquistar títulos na última temporada, em Munique e Viena, Haas destaca a parte física para o bom momento que vive e para sua longa carreira. “Uma forte base física me ajuda no meu jogo como um todo. Agora também tenho muito mais variação em quadra, o que consegui desenvolver ao longo da minha carreira”.

Em 2013, dois momentos marcantes para o alemão vieram no Masters 1000 de Miami e em Roland Garros. Nos Estados Unidos ele superou o então número 1 do mundo e bicampeão do torneio, Novak Djokovic, e em Paris alcançou pela primeira vez na carreira as quartas de final do Grand Slam francês. Sua campanha ainda contou com uma maratona de 4h37 diante do norte-americano John Isner, que salvou nada menos que 12 match points no quarto set até que o alemão saísse vitorioso com 10/8 no quinto set.

A 14ª edição do Brasil Open tem os ingressos à venda para todos os dias da chave principal no site www.ticketsforfun.com.br/brasilopen. Os jogos do qualifying, dias 22 e 23 de fevereiro, terão entrada gratuita.

BRASIL OPEN 2014 
Quando: 22 de fevereiro a 2 de março
Onde: Complexo Desportivo Constâncio Vaz Guimarães
Rua: Manoel da Nóbrega, 1.361 – Paraíso – São Paulo
Horário – a partir das 12h

Ingressos: www.ticketsforfun.com.br/brasilopen

Dias 24, 25 e 26 de fevereiro (segunda a quarta)
Cadeira Superior – R$ 15,00
Cadeira Inferior – R$ 50,00
Fundo de Quadra – R$ 80,00

Dia 27 de fevereiro (quinta)
Cadeira Superior – R$ 40,00
Cadeira Inferior – R$ 100,00
Fundo de Quadra – R$ 120,00

Dia 28 de fevereiro (sexta)
Cadeira Superior – R$ 50,00
Cadeira Inferior – R$ 120,00
Fundo de Quadra – R$ 150,00

Dia 1o. de março (sábado)
Cadeira Superior – R$ 80,00
Cadeira Inferior – R$ 150,00
Fundo de Quadra – R$ 200,00

Dia 2 de março (domingo)
Cadeira Superior – R$ 120,00
Cadeira Inferior – R$ 190,00
Fundo de Quadra – R$ 250,00

Pacote (todos os dias)
Cadeira Superior – R$ 301,00
Cadeira Inferior – R$ 639,00
Fundo de Quadra – R$ 864,00

Camarote (por dia) – R$ 600,00

Para mais informações, acesse www.brasilopen.com.br. Siga-nos no Twitter (@brasilopentenis), Facebook (Brasil Open Tênis) e Instagram (@kochtavares).

Foto: Gaspar Nóbrega/Inovafoto

Ao lado de austríaco Knowle, Marcelo Melo vence Sá e Haas na estreia do ATP 250 de Auckland

Melo - ranking 2 peqEm fase de preparação para o Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam de 2014 que será disputado na próxima semana, o brasileiro Marcelo Melo começou bem o ATP 250 de Auckland, na Nova Zelândia, que é disputado em piso duro.

Ao lado do austríaco Julian Knowle, ele venceu nesta segunda o compatriota André Sá e o alemão Tommy Haas por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4.

Na próxima rodada, Melo e Knowle encaram os vencedores do duelo entre os alemães Andre Begemann/Martin Emmrich e os franceses Colin Fleming/Ross Hutchins.

Após o ATP 250 de Auckland, Melo retorna a parceria com o croata Ivan Dodig no Aberto da Austrália. Juntos, os dois foram campeões no ano passado do Masters 1000 de Xangai, semifinalistas do ATP Finals e vice-campeões de Wimbledon.

Bruno Soares e Alexander Peya estão na final em Valência. Sá e Haas perdem para os irmãos Bob e Mike Bryan

Soares e Peya 1 peqO mineiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya, segunda melhor parceria da temporada, conseguiu mais um grande resultado e estão na final do ATP 500 de Valência, na Espanha, que é disputado em piso duro indoor.

Neste sábado, eles venceram o britânico Jaime Murray e o australiano John Peers, com parciais de 6/3 e 7/6(4). Com cinco títulos ao longo da temporada, Soares e Peya chegaram à final em outras quatro oportunidades, com destaque para o vice-campeonato do US Open.

A decisão será contra os irmãos Bob e Mike Bryan, que pararam a boa campanha formada pelo mineiro André Sá e o alemão Tommy Haas, vencendo com parciais de 6/3 e 6/4.

Soares e Peya vencem e buscam a final de Valência neste sábado. Sá e Haas enfrentam os irmãos Bryan

Roland Garros 2013Mais uma vez, os duplistas brasileiros mostram sua força, colocando dois representantes do tênis nacional na semifinal do ATP 500 de Valência, na Espanha, que é disputado em piso duro indoor.

Nesta sexta, Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya, que formam a segunda melhor dupla da temporada, conseguiram uma dura vitória sobre o norte-americano John Isner e o espanhol Feliciano Lopez, de virada, com parciais de 3/6 7/5 e 10/5. No sábado, eles buscam uma vaga na final contra o britânico Jaime Murray e o australiano John Peers.

Também neste sábado, Sá e o alemão Tommy Haas, embalados pela boa vitória sobre os espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco, encaram os norte-americanos Bob e Mike Bryan, dupla nº 1 do tênis mundial.

Foto: Cynthia Lum

 

André Sá e Tommy Haas passam por espanhóis e estão nas quartas de final do ATP 500 de Valência

Haas TommyDepois de Bruno Soares, André Sá também garantiu sua vaga nas quartas de final do ATP 500 de Valência, que é disputado em piso duro indoor.

Nesta terça-feira, ele e o alemão Tommy Haas estrearam com vitória contra os espanhóis Roberto Bautista Agut e Pablo Carreno Busta, com parciais de 7/5 e 6/1.

Os próximos adversários de Sá e Haas serão os espanhóis David Marrero e Fernando Verdasco, cabeças de chave nº 4. A partida está marcada para esta quinta-feira.

Soares e Peya perdem nas quartas de Viena e jogam ATP 500 de Valência. Sá forma dupla com Haas na Espanha

Soares e Peya - Wagner Carmo peqNesta sexta-feira, Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya foram eliminados nas quartas de final do ATP 250 de Viena, na Áustria, que é disputado em piso duro coberto.

Principais favoritos da chave, eles foram superados pelo romeno Florin Mergea e o tcheco Lukas Rosol, com parciais de 7/5 3/6 e 10/08.

A segunda melhor dupla da temporada vai disputar na próxima semana o ATP 500 de Valência, na Espanha, que também é disputado em quadras rápidas.

Cabeças de chave nº 2, a estreia de Soares e Peya será contra os convidados espanhóis Pablo Andujar e Guillermo Garcia-Lopez.

Outro brasileiro que joga o torneio espanhol é André Sá, que terá como parceiro o alemão Tommy Haas. Seus primeiros adversários serão os convidados locais Roberto Bautista Agut e Pablo Carreno Busta.

Para conferir a chave do torneio, clique aqui.

Foto: Wagner Carmo/Inovafoto

US Open: Federer e Nadal chegam às oitavas e Isner é eliminado. Murray e Djokovic jogam no domingo

Djokovic - Madrid peqNeste sábado, Roger Federer e Rafael Nadal garantiram vaga para as oitavas de final do US Open, quarto Grand Slam da temporada, disputado nas quadras rápidas do complexo de Flushing Meadows, em Nova York.

O espanhol passou em três sets pelo croata Ivan Dodig, fechando a partida com parciais de 6/4 6/3 e 6/3. Seu próximo adversário será o alemão Philipp Kohlschreiber, que bateu o norte-americano Jonh Isner por três sets a um, anotando 6/4 3/6 7/5 7/6(5).

Federer, por sua vez, cedeu apenas cinco games para o francês Adrian Mannarino e confirmou a vaga com parciais de 6/3 6/0 e 6/2. Nas oitavas, ele vai enfrentar o espanhol Tommy Robredo, que passou pelo britânico Daniel Evans por 7/6(6) 6/1 4/6 e 7/5.

Ainda nesse sábado, o espanhol David Ferrer precisou de quatro sets para vencer o cazaque Mikhail Kukushkin, com parciais de 6/4 6/3 4/6 e 6/4, enquanto o francês Richard Gasquet vencia o russo Dimitry Tursunov por 6/3 2/6 6/4 4/2, quando viu o adversário abandonar a partida.

Para conferir toda a programação deste domingo, clique aqui.