Em dia de recordes, Federer passa fácil pela estreia em Wimbledon. Djokovic também vence

A terça-feira foi de recordes alcançados por Roger Federer, no 2º dia de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

O suíço, heptacampeão do torneio, passou fácil pela estreia, pois vencia o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 6/3 e 3/0 quando viu o adversário abandonar, mas ainda deu tempo de chegar à mais uma importante marca: 10.000 aces, se tornando apenas o terceiro jogador a chegar ao número desde que a ATP começou a contar, em 1991. Os outros foram os croatas Ivo Karlovic e Goran Ivanisevic.

Outro recorde batido por Federer foi a de vitórias em Wimbledon, chegando à 85ª e se isolando na liderança, que antes era dividida com o norte-americano Jimmy Conors.

Quem também economizou energia na primeira rodada foi Novak Djokovic, que vencia o eslovaco Martin Klizan por 6/3 e 2/0, quando o adversário também desistiu.

Milos Raonic precisou de dois tiebreaks, mas bateu o alemão Jan-Lennard Struff em sets diretos, com parciais de 7/6(5) 6/2 e 7/6(4), enquanto Juan Martin Del Potro precisou de 4 sets contra o jovem australiano Thanasi Kokkinakis, vencendo por 6/3 3/6 7/6(2) e 6/4.

A segunda rodada começa nesta quarta-feira, com Andy Murray jogando na quadra central contra o alemão Dustin Brown, mesmo local da partida entre Rafael Nadal e o norte-americano Donald Young.

Na quadra 1, Kei Nishikori joga contra o ucraniano Sergiy Stakhovsky, enquanto Marin Cilic, que vem em boa fase, encara o alemão Florian Mayer na quadra 2.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Nadal e Murray vencem em Wimbledon. Wawrinka perde na estreia. Federer e Djokovic na 3ª

Já aconteceu no primeiro dia a primeira surpresa da chave masculina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Nesta segunda-feira, Stan Wawrinka, cabeça de chave nº 5 perdeu logo na estreia para o russo Daniil Medvedev, com parciais de 6/4 3/6 6/4 6/1 e viu ser adiada a possibilidade de conquistar o único Slam que lhe falta.

Andy Murray abriu bem a quadra central, perdendo apenas sets games e vencendo o cazaue Alexander Bublik por 6/1 6/4 e 6/2.

Outro que venceu com tranquilidade foi Rafael Nadal, que anotou 6/1 6/3 e 6/2 sobre o australiano John Milmann, enquanto Marin Cilic passou por Philipp Kohlschreiber por 6/4 6/2 e 6/3.

A terça-feira terá a primeira rodada da outra parte da chave, com Novak Djokovic jogando na quadra central contra o eslovaco Martin Klizan.

Também na quadra central, Roger Federer encara o ucraniano Alexandr Dolgopolov, enquanto Milos Raonic joga contra Jan-Lennard Struff na quadra 1, mesmo local da estreia de Dominic Thiem diante de Vasek Pospisil.

Juan Martin Del Potro terá pela frente o jovem australiano Thanasi Kokkinakis e Tomas Berdych encara o francês Jeremy Chardy.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Segunda-feira em Wimbledon tem Murray, Wawrinka, Rogerinho e Monteiro em quadra

Andy Murray começa nesta segunda-feira a sua campanha em busca do tricampeonato de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Atual campeão, o britânico abre a programação da quadra central, como é tradição, enfrentando o cazaque Alexander Bublik.

Também na quadra central, Stan Wawrinka, cabeça de chave nº 5, joga contra o russo Daniil Medvedev, enquanto Rafael Nadal encara o australiano John Millman na quadra 1.

Outro top -10 em ação nesta segunda-feira é Kei Nishikori, que estreia contra o italiano Marco Cecchinato; e Marin Cilic, cabeça de chave nº 7, enfrenta o alemão Philipp Kohlschreiber.

Jo-Wilfried Tsonga enfrenta o britânico Cameron Norrie e Nick Kyrgios terá pela frente o francês Pierre-Hugues Herbert.

Dos três brasileiros na chave, dois jogam nesta segunda. Thiago Monteiro faz o primeiro jogo da quadra 16 contra o australiano Andrew Wittington e Rogério Dutra Silva joga contra o francês Benoit Paire, no primeiro jogo da quadra 4.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Murray começa defesa do título em Wimbledon contra cazaque. Federer encara Dolgopolov

Saiu a chave masculina de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, que é disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

O britânico Andy Murray, nº 1 do mundo e ainda buscando melhores resultados na temporada, começa a defesa do título e a busca pelo tricampeonato diante do lucky-loser cazaque Alexander Bublik.

Novak Djokovic também não vive sua melhor fase e vai iniciar o torneio em confronto contra o eslovaco Martin Klizan, enquanto Rafael Nadal encara o australiano John Millman.

Heptcampeão do torneio e embalado pelos títulos do Australian Open, Miami, Indian Wells e Halle, Roger Federer deve ter um maior desafio na estreia, contra o ucraniano Alexandr Dolgopolov, jogador imprevisível, mas que não tirou um único set do suíço nos três confrontos anteriores.

Stan Wawrinka é o cabeça de chave nº 5 e seu primeiro adversário será o russo Daniil Medvedev; Milos Raonic joga contra o alemão Jan-Lennard Struff, Marin Cilic não deve ter vida fácil contra Philipp Kohlschreiber e, completando o grupo dos 8 principais favoritos, Dominic Thiem encara o sacador canadense Vasek Pospisil.

Para conferir a chave completa, clique aqui.

Murray, Wawrinka, Nishikori e Cilic nas 4ªs em Paris. Djokovic e Thiem se enfrentam na terça

Sem surpresas na segunda-feira da chave masculina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

No que poderia ser um jogo bem complicado, Andy Murray se impôs e bateu o jovem russo Karen Khachanov por 6/3 6/4 e 6/4 para garantir sua vaga nas quartas de final.

Seu adversário será o japonês Kei Nishikori, que levou um pneu no primeiro set, mas virou sobre o espanhol Fernando Verdasco, vencendo por 0/6 6/4 6/4 e 6/4.

Quem também precisou de apenas três sets foi Stan Wawrinka, que até deu chances, mas Gael Monfils não aproveitou. No fim, parciais de 7/5 7/6(7) e 6/2.

No último jogo do dia, Marin Cilic vencia o sul-africano Kevin Anderson por 6/3 e 3/0, quando o adversário abandonou sentindo uma lesão. Com isso, o croata será o adversário do suíço nas quartas.

Os dois primeiros semifinalistas serão conhecidos nesta terça-feira, com Rafael Nadal sendo bem favorito diante do compatriota Pablo Carreno Busta.

A outra partida é mais aguardada, colocando frente a frente, novamente, o austríaco Dominic Thiem, que vem fazendo um torneio bem consistente, contra Novak Djokovic, que vem de boa vitória sobre Albert Ramos.

Murray vence Klizan de virada em Paris. Wawrinka bate Dolgopolov. Nadal e Djokovic jogam na 6ª

A quinta-feira definiu todos os classificados para a terceira rodada da chave masculina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Stan Wawrinka não deu muitas chances ao ucraniano Alexandr Dolgopolov e venceu em sets diretos, com parciais de 6/4 7/6(5) e 7/5. Na sequência da programação da quadra Philipp-Chatrier, Gael Monfils se impôs diante de Thiago Monteiro, vencendo por 6/1 6/4 e 6/1.

O nº 1 do mundo Andy Murray não jogou seu melhor tênis e precisou virar sobre o eslovaco Martin Klizan, vencendo por 6/7(3) 6/2 6/2 e 7/6(3).

Marin Cilic segue firme e venceu Konstatin Kravchuk por 3×0, assim como Kei Nishikori contra Jeremy Chardy.

Na sexta-feira, Rafael Nadal tem tudo pra garantir vaga nas oitavas de final, já que joga na Philipp-Chatrier contra o georgiano Nikoloz Basilashvili. Na sequência, Novak Djokovic deve ter um pouco mais de trabalho contra o argentino Diego Schwartzman.

Na quadra Suzanne-Lenglen, David Goffin encara outro argentino, Horacio Zeballos, e Lucas Pouille terá o apoio da torcida da casa contra o espanhol Albert Ramos.

Na quadra 1, Dominic Thiem deve fazer um bom jogo contra Steve Johnson, assim como deve ser a partida entre Grigor Dimitrov e Pablo Carreno Busta.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Nadal e Djokovic vencem fácil em Roland Garros. Wawrinka, Murray e Cilic jogam na 5ª

Uma zebra que começou a ser desenhada na terça-feira, foi confirmada nesta quarta em Roland Garros, com vitória do argentino Renzo Olivo sobre o francês Jo-Wilfried Tsonga, com parciais de 7/5 6/4 6/7(6) e 6/4.

Rafael Nadal garantiu tranquilamente sua vaga na terceira rodada, vencendo Robin Haase por 3×0, assim como Novak Djokovic, que bateu o português João Sousa. Os dois, inclusive, venceram pelo mesmo placar, 6/1 6/4 e 6/3.

Grigor Dimitrov teve menos trabalho que o esperado contra Tommy Robredo, anotando 6/3 6/4 e 7/5, enquanto David Goffin precisou de quatro parciais para bater Sergiy Stakhovsky por 6/2 6/4 3/6 e 6/3.

Bons jogos estão reservados para a quinta-feira, válidos pela segunda rodada. Na quadra Philipp-Chatrier, Stan Wawrinka e Alexandr Dolgopolov fazem o segundo jogo da programação. Na sequência, Thiago Monteiro terá pela frente o francês Gael Monfils.

Andy Murray joga na Suzanne-Lenglen contra Martin Klizan, enquanto Marin Cilic encara Konstantin Kravchuk na quadra 1, mesmo local da partida de Kei Nishikori diante de Jeremy Chardy.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Wawrinka e Murray confirmam favoritismo na estreia em Paris. Verdasco bate Zverev

Assim como na chave feminina, a chave masculina também presenciou uma grande surpresa no 3º dia de disputa de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro de Paris, na França.

Em jogo que havia sido interrompido na segunda-feira, Fernando Verdasco anotou uma boa vitória sobre o então embalado Alexander Zverev, campeão do Masters 1000 de Roma, com parciais de 6/4 3/6 6/4 e 6/2.

Andy Murray, nº 1 do mundo, mas sem viver grande fase, precisou de quatro sets para eliminar o russo Andrey Kuznetsov, assim como Tomas Berdych contra Jan-Lennard Struff e Kei Nishikori diante de Thanasi Kokkinakis.

Stan Wawrinka só teve mais trabalho contra Josek Kovalik no 2º set, quando precisou ir ao tiebreak e salvar 3 set points, mas venceu por 3×0.

Entre os jogadores da casa, Gael Monfils passou por Dustin Brown em sets diretos, mas Jo-Wilfried Tsonga viu o argentino Renzo Olivo abrir dois sets a zero, chegou a vencer o 3º e o jogo foi interrompido por falta de luz natural. A partida volta nesta quarta-feira com o francês sacando no 4/5 pra sobreviver no jogo.

Também nesta quarta, Rafael Nadal vai buscar sua vaga na terceira rodada em partida contra o holandês Robin Haase.

Novak Djokovic não deve ter grandes problemas contra o português João Sousa, assim como Dominic Thiem é bem favorito contra Simone Bolelli.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Djokovic e Nadal vencem sem sustos em Roland Garros. Murray e Wawrinka na 3ª feira

Os principais favoritos ao título estrearam sem sustos na chave masculina de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro.

Nesta segunda-feira, o primeiro a entrar em quadra foi Novak Djokovic, que garantiu sua vitória sobre Marcel Granollers por 3×0, sob olhares do novo técnico Andre Agassi e também do ex-técnico, Boris Becker.

Depois, Rafael Nadal só teve algum trabalho contra Benoit Paire na segunda parcial, mas também venceu tranquilamente por 6/1 6/4 e 6/1.

Dois veteranos do saibro precisaram do quinto set, mas saíram com a vitória. David Ferrer, contra Donald Young e Fabio Fognini contra Francis Tiafoe.

Richard Gasquet perdeu uma parcial, mas fez a alegria da torcida da casa ao vencer o belga Arthur De Greff por 3×1, enquanto Milos Raonic e David Goffin não tiveram trabalho contra Steve Darcis e Paul-Henri Mathieu, respectivamente.

A primeira rodada da chave será finalizada nesta terça, com destaque para a estreia de Andy Murray, que não vive boa fase, contra o russo Andrey Kuznetsov.

Outro que aparece como um dos favoritos que joga na terça é Stan Wawrinka, que enfrenta o eslovaco Josek Kovalik. Kei Nishikori joga contra Thanasi Kokkinakis, que tenta voltar de lesão, enquanto Tomas Berdych deve ter trabalho contra Jan-Lennard Struff.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Nadal começa luta por 10º título de Roland Garros contra Paire. Djokovic x Granollers

Vai começar o segundo Grand Slam da temporada e Roland Garros sorteou nesta sexta-feira a chave principal masculina do torneio disputado no saibro de Paris, na França.

O nº 1 do mundo Andy Murray, sem viver grande fase, estreia contra o russo Andrey Kuznetsov, nº 85 da ATP. Os dois já se enfrentaram duas vezes, com duas vitórias sem sustos do britânico.

Novak Djokovic vai começar a luta pelo bicampeonato enfrentando o espanhol Marcel Granollers, jogador contra o qual já jogou 4 vezes, vencendo todas.

Garantido na final do ATP de Genebra, o suíço Stan Wawrinka abre campanha fazendo confronto inédito contra o eslovaco Josef Kovalik.

Rafael Nadal é o cabeça de chave nº 4 e vai em busca de mais um feito: o décimo título de Roland Garros. O primeiro obstáculo será o local Benoit Paire. No confronto direto, 2×0 pro espanhol.

Milos Raonic, cabeça 5, estreia contra Steve Darcis e Dominic Thiem (6) joga contra Bernard Tomic. Vale destacar também a partida entre Marin Cilic (7) e Ernests Gulbis, que já fez semi em Paris, em 2014, além do jogo de Kei Nishikori (8) contra o jovem australiano Thanasi Kokkinakis.

Para conferir a chave completa, clique aqui.