Thiem vira sobre Federer e conquista em Indian Wells o seu 1º título de Masters 1000

Dominic Thiem conquistou, enfim, um título de Masters 1000, ao triunfar na decisão de Indian Wells, nos Estados Unidos, neste domingo.

O austríaco começou o jogo vendo Roger Federer dominar as ações, sendo muito agressivo e dando poucas chances nos seus games de serviço pra fechar a primeira parcial em 6/3.

Depois, Thiem foi equilibrando a partida, se sentindo mais à vontade e empatando a partida com um 6/3 no 2º set.

No set decisivo, poucas chances pros dois lados, até que Thiem teve que jogar um 0/30 no 4/4, salvando break point e vendo uma chance no 11º game. Aproveitou, quebrou e fechou a partida na sequência, comemorando sua primeira conquista deste nível.

“É irreal”, disse Thiem. “É um prazer competir contra o Roger nesta grande final. Perdi minhas duas últimas finais do Masters 1000 (ambas no saibro de Madri), mas ganhei essa e parece um Grand Slam.”

Com o resultado, Thiem sai do 8º posto do ranking e passa a ser o novo nº 4 do mundo, ocupando o lugar justamente de Federer.

“Eu tive que me acostumar com o jogo de Roger. No primeiro set, ele estava jogando de forma incrível. Foi completamente diferente dos meus oponentes antes dele. Eu estava lutando para trabalhar o meu caminho para o jogo. Eu tive que lutar para salvar esses break points no começo do segundo set. Foi uma partida muito boa até o final e eu tive que lutar para servir.” concluiu o austríaco.

Thiem, Schwartzman, Fognini e Cecchinato jogam na super terça do Rio Open

O segundo dia do Rio Open apresentado pela Claro vai ter em ação os principais favoritos ao título da edição 2019. A super terça do ATP 500, com o austríaco Dominic Thiem, o argentino Diego Schwartzman e os italianos Fabio Fognini e Marco Cechinnato em quadra, vai começar às 13h, no Jockey Club Brasileiro. Os jogos desta segunda-feira foram cancelados devido à chuva que caiu no Rio, e desta maneira  a rodada de terça ficou recheada de boas partidas.

Thiem, campeão em 2017, estreia contra o sérvio Laslo Djere, por volta das 19h, na quadra central. Na sequência, Schwartzman, vencedor no ano passado, encara o uruguaio Pablo Cuevas, campeão em 2016. Na quadra 1, Cecchinato, cabeça de chave 3, pega o esloveno Aljaz Bedene, seguido pelo compatriota Fognini, jogador que mais venceu partidas no Rio Open, que enfrentará o canadense Felix Auger-Aliassime.

Três partidas foram interrompidas pela chuva nesta segunda. O espanhol Roberto Carballes Baena vencia o chileno Nicolas Jarry por 4 games a 3, e o argentino Federico Delbonis estava à frente do tunisiano Malek Jaziri por 5 a 3. Pela chave de duplas, os brasileiros Thiago Monteiro e Fernando Romboli venciam os britânicos Luke Bambridge e Jonny O’Mara por 6/2 e 1 a 1. Monteiro fará sua estreia nas simples nesta terça contra o português Pedro Sousa, no terceiro jogo da quadra central.

Thiem e Schwartzman chegam otimistas para boa campanha em 2019

Será a primeira vez que Thiem enfrentará Djere, 91º do ranking mundial. O oitavo melhor do mundo chegou nesta segunda-feira ao Rio, após conquistar a semifinal em Buenos Aires. “Tenho ótimas recordações do torneio, foi onde conquistei minha segunda vitória sobre um top 10 (em 2016, diante do espanhol David Ferrer, então seis do ranking), e onde venci um dos meus maiores títulos da carreira”, disse o vice-campeão de Roland Garros em 2018, que visitou o Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana, nesta segunda, em companhia do duplista brasileiro Marcelo Demoliner.

Outro jogo que promete nesta terça será entre Schwartzman e Cuevas dois campeões do Rio Open. Schwartzman é o atual campeão e Cuevas venceu em 2017. Schwartzman, 19º, chega ao Rio após o vice-campeonato em Buenos Aires, no último domingo. “Comecei bem a temporada, conquistei o título aqui no ano passado, isso me dá mais confiança para fazer uma boa campanha aqui de novo”, disse Schwartzman.

Comunicado – INGRESSOS

Com o cancelamento das partidas desta segunda-feira, dia 18, por conta da chuva, a programação do Rio Open sofreu alterações. Os jogos desta segunda (18) foram transferidos para terça-feira (19) a partir das 13h (Sessão 1, que terá 3 jogos na Quadra Guga Kuerten) e 19h (Sessão Noite). Os compradores das Sessões 1 e Noite de segunda podem realizar a troca do ingresso para as respectivas sessões desta terça-feira, dia 19, na bilheteria do Jockey, a partir das 10h. É preciso que a troca seja feita pelo titular da compra (nome que consta no ingresso), apresentação do mesmo e documento com foto. Para solicitar a devolução do valor do ingresso, é preciso enviar e-mail para atendimento@tudus.com.br até o dia 26/2 às 23h59, com os dados do pedido.
Os ingressos do tipo promocional, cortesia, corporativo ou de gratuidade não são sujeitos a reembolso nem troca.

 

ORDER OF PLAY – TUESDAY, FEBRUARY 19, 2019
QUADRA GUGA KUERTEN start 1:00 pm
G. Pella (ARG) vs [5] J. Sousa (POR)
R. Carballes Baena (ESP) vs [8] N. Jarry (CHI) 43
P. Sousa (POR) vs [WC] T. Monteiro (BRA)

Not Before 7:00 pm
[1] D. Thiem (AUT) vs L. Djere (SRB)
P. Cuevas (URU) vs [4] D. Schwartzman (ARG)

QUADRA 1 start 1:00 pm
[Q] C. Ruud (NOR) vs P. Andujar (ESP)
[7] M. Jaziri (TUN) vs F. Delbonis (ARG) 35
[3] M. Cecchinato (ITA) vs A. Bedene (SLO)
[WC] F. Auger-Aliassime (CAN) vs [2] F. Fognini (ITA)
[WC] T. Seyboth Wild (BRA) vs T. Daniel (JPN)

QUADRA 2 start 1:00 pm
J. Munar (ESP) vs L. Mayer (ARG)
L. Sonego (ITA) vs A. Ramos-Vinolas (ESP)
C. Garin (CHI) vs M. Marterer (GER)
[Q] E. Ymer (SWE) vs [Q] J. Londero (ARG)

QUADRA 4 start 1:00 pm
[6] D. Lajovic (SRB) vs C. Norrie (GBR)
G. Andreozzi (ARG) vs [Q] H. Dellien (BOL)

Foto: Fotojump

 

Cabeça 7, Thiem é eliminado em Melbourne. Nishikori supera Karlovic em 5 sets e Raonic bate Wawrinka

O 4º dia do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, foi o primeiro que teve a programação um pouco afetada pela chuva, mas nada que pudesse cancelar jogos.

Na chave masculina, um dos principais cabeças de chave foi eliminado, já na manhã que quinta-feira, horário de Brasília. Dominic Thiem, 7º favorito, que lutou por 5 sets na primeira rodada contra Benoit Paire, não resistiu ao jovem  australiano Alexei Poyprin, que vencia por 7/5 7/5 e 2/0, quando viu o austríaco abandonar a partida.

Em um confronto de muito saque, Milos Raonic levou a melhor sobre Stan Wawrinka, depois de 4 sets e 4 tiebreaks.

Outro jogo com parciais bem equilibrada foi o que deu a vitória de Kei NIshikori sobre o croata Ivo Karlovic, decidido apenas no match-tiebreak do 5º set. O japonês já disputou 10 sets em 2 jogos.

Cabeça de chave 24, o sul-coreano Hyeon Chung foi superado pelo francês Pierre-Hugues Herbert por 3×1, enquanto Fabio Fognini e Borna Corica precisaram de apenas três parciais nas vitórias sobre Leonardo Mayer e Marton Fucsovics, respectivamente.

Djokovic enfrenta qualifier na estreia em Melbourne. Zverev encara Bedene

Será na noite desta terça-feira, em Melbourne, manhã no horário de Brasília, a estreia de Novak Djokovic no Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada.

Na Rod Laver Arena, o sérvio faz o primeiro jogo da rodada noturna, encarando o qualifier norte-americano Mitchell Krueger, enquanto alemão Alexander Zverev, que busca uma grande campanha em um Slam, enfrenta o esloveno Aljaz Bedene.

Na noite de segunda-feira, Kei Nishikori joga na Margaret Court contra o polonês Kamil Majchrzak, com Dominic Thiem fechando a programação da mesma quadra no que promete ser um bom jogo contra o francês Benoit Paire.

Na Melbourne Arena, o destaque fica para a partida do australiano Nick Kyrgios, que terá um grande desafio contra o canadense Milos Raonic, cabeça de chave nº 16.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

ATP divulga lista completa do Rio Open 2019

A lista completa de jogadores garantidos na chave de simples do Rio Open apresentado pela Claro foi divulgada nesta terça-feira (8) pela ATP. O maior torneio de tênis da América do Sul terá quatro tenistas do top 20 do ranking mundial: o austríaco Dominic Thiem (8º), os italianos Fabio Fognini (13º) e Marco Cecchinato (18º) e o argentino Diego Schwartzman (19º), atual campeão. Os ingressos para o evento, que acontece entre 16 e 24 de fevereiro no Jockey Club Brasileiro, estão à venda pelo site tudus.com.br/rioopen, com preços a partir de R$ 30.

A chave será liderada pelo vice-campeão de Roland Garros, Thiem, que tentará o bicampeonato no Rio Open, assim como Schwartzman. Vice em 2015, Fognini é um dos grandes nomes da história do torneio carioca, e Cecchinato retorna após o melhor ano de sua carreira, em que derrotou Novak Djokovic nas quartas de final de Roland Garros e alcançou sua primeira semifinal de Grand Slam. Na última semana, ele alcançou as semifinais do torneio de Doha.

Finalistas da edição de 2016, o uruguaio Pablo Cuevas e o argentino Guido Pella retornam em 2019, assim como outros tenistas que já fizeram boas campanhas no Rio Open, como o espanhol Pablo Carreño Busta, o chileno Nicolas Jarry e o norueguês Casper Ruud.

Com nove jogadores entre os 50 melhores do mundo, o line-up conta com alguns estreantes no Rio Open. Por exemplo, o espanhol Jaume Munar, de 21 anos, que treina na academia de Rafael Nadal, em Mallorca, e já ocupa a 74ª colocação do ranking, meses após alcançar as semifinais do NextGen Finals. Outros jovens que farão sua primeira participação no torneio são o alemão Maximilian Marterer, 70º, e sérvio Laslo Djere, 91º, ambos com 23 anos. O veterano tunisiano Malek Jaziri, de 34 anos, também debuta na competição.

Caso alguns dos jogadores inscritos tenham que desistir do torneio, os cinco primeiros na lista de “alternates” são Cameron Norrie (GBR), Pedro Sousa (POR), Lorenzo Sonego (ITA), Felix Auger-Aliassime (CAN) e Paolo Lorenzi (ITA). Norrie e Auger-Aliassime são grandes esperanças para 2019. O britânico de 23 anos estreou na Copa Davis em 2018 com vitória sobre o número 23 do mundo Roberto Bautista Agut. Já o canadense foi o tenista mais jovem a vencer um jogo de Challenger da história, aos 14 anos, e venceu o US Open juvenil em 2016. Atualmente, ele tem 18 anos e se aproxima do top 100.

Além dos 23 que têm entrada garantida pelo ranking, o brasileiro Thiago Wild tem seu lugar garantido na chave principal. O paranaense de 18 anos conquistou a vaga ao vencer a Maria Esther Bueno Cup, torneio “next gen” entre tenistas brasileiros. Ainda há oito posições a serem preenchidas: quatro pelo qualifying (realizado nos dias 16 e 17 de fevereiro), mais três convidados e um special exempt (para tenistas que não puderem disputar o qualifying por estarem em ação em outro torneio). Um dos três convites é reservado para solicitação de tenistas da lista A+ da ATP.

“Já tínhamos garantidos três dos melhores jogadores de saibro do mundo (Thiem, Fognini e Schwartzman) e teremos também o Cecchinato, que fez uma ótima temporada em 2018, com uma vitória sobre o Djokovic e uma semifinal de Grand Slam. Além deles teremos nomes da nova geração como o Munar, Garín, Jarry, Marterer, Norrie e o Auger-Aliassime. Tem tudo pra ser umas das edições mais disputadas com 7 dos 10 tenistas com mais vitórias no saibro em 2018 no circuito da ATP”, disse Luiz Carvalho, Diretor do Torneio.

Veja a lista de inscritos no Rio Open:

Dominic Thiem (AUT) – 8º

Fabio Fognini (ITA) – 13º

Marco Cecchinato (ITA) – 18º

Diego Schwartzman (ARG) – 19º

Pablo Carreño Busta (ESP) – 24º

Malek Jaziri (TUN) – 42º

Nicolas Jarry (CHI) – 43º

João Sousa (POR) – 44º

Dusan Lajovic (SER) – 45º

Leonardo Mayer (ARG) – 54º

Albert Ramos-Viñolas (ESP) – 65º

Guido Pella (ARG) – 66º

Aljaz Bedene (ESV) – 67º

Maximilian Marterer (ALE) – 70º

Roberto Carballes Baena (ESP) – 73º

Jaume Munar (ESP) – 74º

Federico Delbonis (ARG) – 77º

Taro Daniel (JAP) – 78º

Guido Andreozzi (ARG) – 80º

Pablo Andujar (ESP) – 82º

Christian Garin (CHI) – 86º

Pablo Cuevas (URU) – 90º

Laslo Djere (SER) – 91º

(WC) Thiago Wild (BRA) – 447º

Alternates

Cameron Norrie (GBR) – 93º

Pedro Sousa (POR) – 103º

Lorenzo Sonego (ITA) – 104º

Felix Auger Aliassime (CAN) – 106º

Paolo Lorenzi (ITA) – 109º

Rio Open anuncia venda de ingressos para edição de 2019

A sexta edição do Rio Open apresentado pela Claro, que acontece de 18 e 24 de fevereiro de 2019, no Jockey Club Brasileiro, inicia a venda de ingressos no dia 7 de dezembro, com valores que variam entre R$ 30 e R$ 490, através do site  www.tudus.com.br/rioopen. O maior evento de tênis da América do Sul já confirmou nomes como o austríaco Dominic Thiem, número 8 do mundo, o atual campeão Diego Schwartzman e o italiano Fabio Fognini, um dos favoritos do público brasileiro. Clientes NET, Claro e Santander já podem garantir os ingressos na pré-venda, a partir desta quarta-feira (28).

“É uma enorme satisfação e orgulho poder anunciar que o Rio Open chega à sua sexta edição. Com ela se inicia um novo capítulo da história do evento.  Depois de cinco anos, o torneio firmou-se como o maior evento do calendário do esporte olímpico no Brasil, fora o futebol. Graças ao prestígio imediato do público, à confiança dos parceiros e o reconhecimento de sua contribuição por parte do poder público.O segredo do sucesso, neste caso, é nunca nos conformarmos  com o que alcançamos. Queremos sempre fazer um evento  melhor e estamos preparando com muito empenho e  dedicação a edição o de 2019 do torneio, diz Márcia Casz, diretora geral do Rio Open.

A chave principal de simples contará com três jogadores top 20, todos craques do saibro, o piso do Rio Open. Dominic Thiem foi vice-campeão de Roland Garros em 2018 e foi o tenista que mais ganhou jogos na terra batida neste ano (30). O austríaco de 25 anos tem três vitórias contra Rafael Nadal na superfície, um feito raro compartilhado apenas com Gaston Gaudio e Novak Djokovic. Em 2017, ele ganhou o Rio Open sem perder sets. Thiem fará sua quarta participação seguida no torneio.

Irreverente, Fabio Fognini é um dos queridos da torcida carioca. Aos 31 anos, o italiano vive um dos melhores momentos da sua carreira. É o atual número 13 do mundo, seu melhor ranking, após vencer três títulos em 2018. No Rio Open, Fognini também tem história. Ele é o jogador com mais vitórias no torneio (11) e foi vice-campeão em 2015 após derrotar Nadal na semifinal.

Grande destaque do tênis sul-americano, Diego Schwartzman também conquistou fãs no Rio de Janeiro. Com apenas 1,70m de altura, o “Peque” impressiona pela garra e pela técnica. O argentino ganhou a última edição do Rio Open e depois fez quartas de final de Roland Garros.

“É muito importante para o Rio Open ter grandes nomes do circuito marcando presença no torneio, e a edição de 2019 não será diferenteÉ um privilégio ter três dos melhores jogadores do mundo no saibro como Thiem, Schwartzman e Fognini, retornando ao Jockey Club Brasileiro. Mostra que estamos no caminho certo e é garantia de espetáculo para todos os gostos”, afirma Luiz Carvalho, diretor do torneio.

Por fim, o Rio Open já tem um brasileiro confirmado na chave: o paranaense Thiago Wild, de 18 anos. Campeão do US Open juvenil de 2018, ele venceu a Maria Esther Bueno Cup, torneio realizado pelo Rio Open em São Paulo entre os oito melhores brasileiros com até 23 anos. Wild não perdeu jogos na competição e se garantiu em seu primeiro ATP 500.

Vale ressaltar que o Rio Open é o primeiro ATP World Tour 500 da história do Brasil e integra o seleto grupo de 13 torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário da ATP . Isso o credencia como o maior evento esportivo anual do Rio de Janeiro e um dos únicos torneios ATP 500 de saibro no mundo.

“O Rio Open é uma ferramenta de grande transformação para o tênis brasileiro e um divisor de águas em todos os sentidos. Ter a garantia de ver um tênis do mais alto nível ano após ano motivou toda a comunidade tenística e fez com que a modalidade subisse de patamar no cenário esportivo brasileiro. No caso do Rio de Janeiro é nítido que a cidade maravilhosa abraçou o evento e a todos que vem nos prestigiar das várias partes do país e do exterior,” disse Ricardo Acioly, Diretor de Relações do Rio Open.

“O Rio Open e a Claro construíram uma história de sucesso ao longo dos últimos cinco anos. São muitas as características em comum. Assim como a operadora, o torneio está sempre inovando e hoje é um dos maiores do Brasil. Para esta edição, teremos o 4.5G da Claro, com velocidades até dez vezes mais rápidas que o 4G convencional. Quem estiver no Rio Open, que contará novamente com a infraestrutura de serviços de telecomunicações e TI Claro,  vai experimentar toda nossa tecnologia. Este será nosso sexto ano juntos. Temos certeza de que teremos uma edição ainda mais emocionante. E a Claro está orgulhosa por continuar fazendo parte desse momento, pois acredita que o esporte é protagonista na transformação da sociedade”, afirma Paulo César Teixeira, CEO da Claro.

“Para o Santander o tênis, além da sua projeção, representa como poucos atributos que nos são caros, como a técnica, determinação, estratégia e busca da melhora contínua. São por esses valores que nos associamos ao Rio Open, o maior torneio da América do Sul que vem revelando grandes talentos”, afirma Marcos Madureira vice-presidente executivo de Comunicação, Marketing, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Santander.

 

Emoção além do saibro

Oferecer o que há de melhor dentro e fora das quadras. Essa é a proposta da organização do Rio Open apresentado pela Claro. Além dos grandes jogos e treinos que acontecem nas nove quadras de saibro− sendo uma delas a arena central, com capacidade para 6.200 pessoas − há uma área interativa de aproximadamente 10 mil m², o Leblon Boulevard. O espaço oferece atrações para o público que for ao Jockey, com stands, lojas e opções entretenimento e gastronomia. A Praça Rio Open conta com shows e um telão gigante.  O torneio promove diversas atrações cuidadosamente elaboradas. Tudo para uma experiência ainda mais exclusiva e memorável.

Seguindo a tendência dos grandes torneios, o Rio Open também conta com a loja com produtos oficias – a La Boutique.

Ao todo, cerca de 50 mil pessoas são esperadas no complexo em 2018. O evento conta com transmissão em HD de todos jogos da quadra central pelo Canal SporTV, além de transmissão internacional para mais de 130 países.

 

Assista o Vídeo do Rio Open 

https://we.tl/t-iKNkLdOJRD

 

 VENDA DE INGRESSOS COMEÇA DIA 7/12 ÀS 12H

O Rio Open apresentado pela Claro terá ingressos à venda a partir do dia 7 de dezembro, às 12h, pelo site www.tudus.com.br/rioopen. As vendas serão feitas online e não haverá cobrança de taxa de conveniência. O pagamento poderá ser feito com cartões de crédito Visa, Mastercard, Elo e Diners com parcelamento em até 4 vezes sem juros.

 

PRÉ-VENDA

Clientes NET, Claro e Santander poderão comprar ingressos na pré-venda, que terá início nesta quarta-feira, dia 28 de novembro, e se encerrará às 10h do dia 7 de dezembro.

 

NET e CLARO
Clientes da NET e Claro, de forma exclusiva, terão 35% de desconto em até 4 ingressos por CPF, para conferir de perto o maior torneio de tênis da América do Sul.  Para efetivar a compra, de 28/11 a 7/12, basta acessar a página www.tudus.com.br/rioopenclaro. Os clientes também poderão comprar entradas com o mesmo desconto após o período de pré-venda, mediante disponibilidade.
 

SANTANDER

 Clientes Santander terão, também de forma exclusiva, 30% de desconto em até 4 ingressos por CPF, para conferir de perto o maior torneio de tênis da América do Sul.  Para efetivar a compra, de 28/11 a 7/12, basta acessar a  página www.tudus.com.br/rioopensantander.  A validação do desconto será feita através do BIN do cartão. Os clientes também poderão compras entradas com o mesmo desconto após o período de pré-venda, mediante disponibilidade.

HORÁRIOS DAS PARTIDAS

De segunda-feira a quinta-feira, serão duas sessões: Sessão 1 com início às 16h30, e Sessão Noite, 19h. Já de sexta-feira a domingo, o torneio terá sessão única. A sessão 1 será composta pelo 1º jogo da Quadra Central e mais todos os jogos das quadras externas. A sessão noite será formada pelos jogos que começam a partir de 19h na Quadra Central, além dos jogos nas quadras externas. Vale destacar que qualquer ingresso dá acesso ao complexo que será montado no Jockey Club Brasileiro, não importa a sessão.

Federer bate Thiem e mantém chances de classificação no Finals. Anderson perde apenas 1 game contra Nishikori

Mais dois jogos agitaram o grupo Guga Kuerten, nesta terça-feira, o ATP Finals, torneio que reúne na O2 Arena, em Londres, os oito melhores tenistas da temporada.

Na primeira partida do dia, uma surpresa, pela forma que foi, com uma vitória avassaladora do sul-africano Kevin Anderson sobre o japonês Kei Nishikori, perdendo apenas um game, com parciais de 6/0 e 6/1.

Vale lembrar que Nishikori vinha de boa vitória sobre Roger Federer na primeira rodada.

O suíço, por sua vez, se recuperou bem ao vencer o austríaco Dominic Thiem por 6/2 e 6/3. Enquanto Federer tem uma vitória e uma derrota, e vai jogar a classificação contra Anderson na última rodada, Thiem acumula dois jogos e duas derrotas.

Nesta quarta-feira, pelo grupo Lleyton Hewitt, será jogada a segunda rodada, com Novak Djokovic entrando em quadra para enfrentar  o alemão Alexander Zverev, no confronto entr e dois vencedores da estreia.

Depois, o croata Marin Cilic terá pela frente o norte-americano John Isner, em jogo que vale a manutenção das chances de classificação, já que ambos perderam na estreia.

Nadal leva pneu, mas vira sobre Thiem em partida memorável e vai à semi do US Open

Épico. Histórico. Sensacional! O US Open proporcionou aos fãs de tênis, entre a noite de terça e a madrugada de quarta um dos maiores jogos dessa edição do quarto e último Grand Slam da temporada.

Rafael Nadal e Dominic Thiem entraram em quadra para mais um aguardado confronto entre eles e fizeram jus à expectativa, com um excelente jogo entre eles, que acabou com a classificação do espanhol para a semifinal.

O austríaco começou muito bem a partida, agressivo, acertando quase tudo, e obteve um raro pneu sobre o nº 1 do mundo, que se manteve no jogo, equilibrou as ações, se defendeu e contra atacou muito muito pra fechar a partida somente no tiebreak do 5º set. No fim, vitória de Nadal com parciais de 0/6 6/4 7/5 6/7(4) e 7/6(5).

Agora, na semifinal, o espanhol terá pela frente o argentino Juan Martin Del Potro, que venceu de virada o norte-americano John Isner, com parciais de 6/7(5) 6/3 7/6(4) e 6/2.

Nadal e Del Potro já se enfrentaram 16 vezes, com vantagem do espanhol no confronto direto, que saiu com a vitória em 11 oportunidades.

Nesta quarta-feira, os outros semifinalistas serão definidos, começando pela partida entre o croata Marin Cilic e o japonês Kei Nishikori. Depois, na rodada noturna, Novak Djokovic tem o favoritismo diante do surpreendente australiano John Millman.

Federer leva virada de australiano Millman e está fora do US Open. Nadal x Thiem é destaque da 3ª feira

Um dos jogos que muita gente esperava, não vai acontecer, já que Roger Federer foi eliminado nas oitavas de final do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada.

Na noite desta segunda-feira, já na madrugada do horário de Brasília, o suíço foi surpreendido pelo australiano John Millman, que trinfou de virada, com parciais de 3/6 7/5 7/6(7) e 7/6(3).

Vale destacar que Federer chegou a sacar pra fechar o 2º set, quando abriria 2×0, mas teve o saque quebrado e viu o adversário crescer no jogo e aproveitar pra conquistar sua primeira vitória sobre um top-10 na carreira.

Agora, Millman será o adversário de Novak Djokovic nas quartas de final, depois da tranquila vitória do sérvio sobre o português João Sousa, com parciais de 6/3 6/4 e 6/3.

Quem também venceu por 3×0 foi o japonês Kei Nishikori, que bateu o alemão Philipp Kolschreiber, assim como o croata Marin Cilic, que passou pelo belga David Goffin.

Os dois primeiros jogos das quartas de final serão disputados nesta terça-feira, com o jogo principal sendo o confronto entre Rafael Nadal e Dominic Thiem.

Mais cedo, Juan Martin Del Potro tem o favoritismo na partida diante do local John Isner.

Foto: USTA/Brad Penner

Wawrinka bate francês na 2ª rodada em Nova York. Thiem vai ao 5º set pra passar por Johnson

Alguns dos principais favoritos ratificaram a condição e, nos primeiros jogos desta quarta-feira, garantiram vaga na 3ª rodada do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro, em Nova York.

Quem passou sufoco foi o austríaco Dominic Thiem, que precisou ir ao 5º set pra bater de virada o norte-americano Steve Johnson, depois de mais de 3h30min de jogo.

Stan Wawrinka chegou a perder um set para o francês Ugo Humbert, mas se impôs e garantiu sua vaga ao vencer por 3×1.

Milos Raonic não teve grandes dificuldades diante do francês Gilles Simon, anotando 6/3 6/4 e 6/4, enquanto o russo Daniil Medvedev venceu o confronto da nova geração contra o grego Stefanos Tsitsipas, com parciais de 6/4 6/3 3/6 e 6/3.

Foto: USTA/Andrew Ong