Menezes vence de virada e Rogerinho perde na estreia do quali do US Open

Uma vitória e uma derrota. Esse foi o saldo brasileiro na primeira rodada do qualifying do US Open, quarto e último Grand Slam da temporada, disputado no piso duro.

O primeiro brasileiro a entrar em quadra nesta terça-feira foi João Menezes, embalado pela medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru.

Depois de um primeiro set complicado, com pouca consistência, Menezes se impôs e foi buscar a virada diante do eslovaco Filip Horansky, com parciais de 4/6 6/1 e 6/2.

Agora, pela segunda rodada, ele terá pela frente outro eslovaco, Norbert Gombos, nº 116 do mundo. Os dois já se enfrentaram uma vez, neste ano, no Challenger, com vitória de virada do brasileiro.

Depois, quem entrou em quadra foi Rogério Dutra Silva, que endureceu a partida, mas perdeu em três sets para para o canadense Peter Polansky, com parciais de 6/3 3/6 e 6/4.

 

Depois de mais de 2 meses, Bellucci volta às quadras com vitória em Challenger italiano

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci voltou às quadras, depois de mais de dois meses de ausência, devido a uma lesão no tornozelo esquerdo, com vitória. Nesta segunda-feira ele derrotou o francês Kenny De Schepper por 7/5 3/6 6/2 para avançar no Challenger de Perugia, no saibro.

“Eu ainda não estou 100% mas já posso jogar e ser competitivo. Acho que é um processo. Não é de um dia para o outro que você volta jogando como antes. Hoje foi um bom começo. Consegui jogar em um bom nível e estou feliz com esse retorno,” disse o brasileiro, que enfrenta na próxima rodada o italiano Federico Gaio.

“Fiquei muito satisfeito de ter conseguido aguentar o jogo todo muito bem fisicamente. Foram semanas e semanas de trabalho com a minha equipe. Todo mundo – técnico, fisioterapeuta – preparador físico – trabalhou duríssimo nesses meses para me deixar pronto para voltar a jogar. Eles foram muito importantes.”

Bellucci, atual 258o colocado no ranking mundial, sofreu a lesão no tornozelo esquerdo no Challenger de Francaville, no dia 25 de abril. Na segunda rodada, ele terá pela frente o local Federico Gaio, que o venceu no único entre os dois até o momento, no Challenger de Biella, em 2016.

Também em Perugia, Rogério Dutra Silva passu pela primeira rodada ao bater o croata Viktor Galovic por duplo 6/4. O próximo adversário de Rogerinho será o argentino Federico Coria. No único confronto entre eles, no quali do ATP de Buenos Aires, em 2017, vitória tranquila do brasileiro.

Já Guilherme Clezar conseguiu uma boa virada sobre o lituano Ricardas Berankis, vencendo com parciais de 4/6 7/6(2) e 6/1. Agora ele enfrenta o russo Pavel Kotov, em confronto que será inédito.

No Challenger de Braunschweig, na Alemanha, também disputado no saibro, Thiago Monteiro já garantiu vaga nas oitavas ao bater nas oitavas de final o canadense Steven Diez, com parciais de 6/3 e 6/4.

Por vaga nas quartas de final, Monteiro encara o italiano Gianluca Mager.

 

 

Monteiro e Rogerinho jogam nesta quarta-feira a 2ª rodada do quali de Wimbledon

Depois das estreias vitoriosas, Thiago Monteiro e Rogério Dutra Silva entram em quadra novamente nesta quarta-feira, pela segunda rodada do quali de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Monteiro terá um grande desafio pela frente, já que enfrenta o sacador norte-americano Christopher Eubanks. Os dois já se enfrentaram uma vez, no quali do ATP de Atlanta, em 2016, com vitória de Eubanks.

Rogerinho também não deve ter vida fácil diante do francês Gregoire Barrere, nº 117 do mundo, em confronto que será inédito.

Monteiro e Rogerinho estreiam nesta segunda-feira no quali de Wimbledon

Dois brasileiros entram em quadra no qualifying e buscam uma vaga na chave principal de Wimbledon, terceiro Grand Slam da temporada, disputado na grama de Londres, na Inglaterra.

Primeiro a entrar em quadra, Thiago Monteiro é o cabeça 6 do quali e tem o favoritismo diante do italiano Roberto Marcora, nº 210 do mundo, na primeira partida da quadra 07, ás 7h desta segunda-feira, horário de Brasília. Será a primeira partida entre eles.

Rogério Dutra Silva deve jogar por volta das 8h30min, fazendo o segundo jogo da quadra 10, enfrentando o local Evan Hoyt, nº 499 da ATP, em jogo que também será inédito.

Vale lembrar que, para furar o quali, são necessárias três vitórias e o Brasil não tem representante garantido na chave principal de simples masculino.

Monteiro vence e Rogerinho perde na estreia do quali de Roland Garros

Uma vitória e uma derrota. Esse foi o saldo do Brasil no primeiro dia do qualifying de Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, disputado no saibro parisiense.

O triunfo brasileiro no dia foi com Thiago Monteiro, que superou o egípcio Mohamed Safwat, em sets diretos, com parciais de 7/6(3) e 6/0.

Estou feliz com a vitória na estreia, que é sempre mais difícil, ainda mais no qualifying. Todo mundo quer jogar bem e entrar na chave de um Grand Slam,” disse o número um do Brasil e 113o. colocado no ranking mundial. “Fiz um jogo bom hoje. Comecei muito bem e firme e tive saque para fechar em 5/3, mas o meu adversário arriscou umas bolas, ele tem um jogo perigoso e acabou indo para o tie-break. Mas, me mantive forte de atitude mentalmente, aproveitei as minhas chances e consegui jogar bem mais solto no segundo set. Não dei espaco para ele tentar uma reação.”

Na segunda rodada, na quarta-feira, Monteiro terá pela frente o jovem francês Antoine Cornut Chauvinic, de apenas 18 anos, que venceu o tcheco Zdenek Kolar.

“Tenho que estar preparado e voltar com tudo na quarta.” afirmou.

Quem também jogou e perdeu foi Rogério Dutra Silva, que foi superado em três sets pelo belga Kimmer Coppejans por 6/3 6/7(6) e 6/4.

Bellucci supera Rogerinho e vai às quartas em Santiago. Monteiro bate eslovaco

Thiago Monteiro foi o primeiro brasileiro garantido nas quartas de final do Challenger de Santiago, no Chile, que é disputado no saibro.

Nesta quinta-feira, o tenista nº 1 do Brasil precisou de três sets pra bater o eslovaco Andrej Martin, com parciais de 7/6(3) 2/6 e 6/3.

Agora, por uma vaga na semifinal, ele terá pela frente, nº 363 do mundo, que eliminou o taiwanês Tung-lin Wu, que eliminou o argentino Facundo Bagnis. O confronto será inédito.

Depois, Thomaz Bellucci voltou a jogar muito bem e venceu o confronto nacional contra Rogério Dutra Silva.

Com golpes potentes e sem dar muitas chances ao compatriota, Bellucci anotou duplo 6/2 e agora terá pela frente o italiano Alessandro Giannessi, nº 169 da ATP, em outro confronto que será inédito.

Foto: Fotojump

Bellucci e Rogerinho vencem e se enfrentam nas 8ªs em Santiago. Monteiro também avança

Nesta terça-feira, três brasileiros garantiram vaga nas oitavas de final do Challenger de Santiago, n Chile, oque é disputado no saibro.

Thomaz Bellucci conseguiu uma boa vitória em sets diretos sobre argentino Renzo Olivo, com parciais de 7/5 6/4 e agora encara o compatriota Rogério Dutra Silva, que precisou de três sets pra bater o também argentino Camilo Ugo Carabelli, com parciais de 6/3 3/6 e 6/2.

Bellucci e Rogerinho só se enfrentaram uma vez ao longo da carreira, em 2004, com vitória de Rogerinho.

O outro brasileiro nas oitavas é Thiago Monteiro, que bateu o peruano Juan Pablo Varillas Samudio por 6/4 e 6/3.

Agora, Monteiro fará um confronto inédito com o eslovaco Andrej Martin.

Quem perdeu na terça foi João Souza, o Feijão, superado pelo argentino Facundo Arguello, de virada, com parciais de 4/6 6/3 e 6/4.

Nesta quarta-feira, João Menezes vai em busca de uma vaga nas oitavas e terá um desafio pela frente, já que encara o embalado boliviano Hugo Dellien.

Quem também entra em quadra, fazendo o último jogo da programação, é Thiago Wild, que joga contra o experiente espanhol Pablo Andujar.

Bellucci e Rogerinho vencem a 2ª de virada e estão na semi de duplas do Brasil Open

Depois da bela campanha no Rio Open, Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva engrenaram mais uma boa campanha em um torneio brasileiro, agora no Brasil Open, em São Paulo.

Os brasileiros viraram mais uma partida, assim como na estreia, e superaram a parceria formada pelo salvadorenho Marcelo Arevalo  e o norte-americano James Cerretani, com parciais de 4/6 6/4 e 10/6.

Agora, por vaga na grande final, eles terão pela frente os britânicos Luke Bambridge e Johnny O’Mara, que venceram os belgas Sander Gille e Joran Vliegen por duplo 6/4.

Foto: Marcello Zambrana/DGW Comunicação

Bellucci e Rogerinho eliminam Marcelo e Bruno e disputam vaga na final de duplas

Thomaz Bellucci e Rogério Dutra Silva surpreenderam Marcelo Melo e Bruno Soares, dupla cabeça-de-chave número 1, nesta quinta-feira, e garantiram vaga na semifinal do Rio Open. Bellucci e Rogerinho venceram Marcelo e Bruno por 6/2, 6/7 (6) e 10/5, e enfrentarão na semifinal, nesta sexta, no segundo jogo da quadra 1, o argentino Andres Molteni e o tcheco Roman Jebavy. Eles derrotaram o brasileiro Marcelo Demoliner e o dinamarquês Frederik Nielsen por 3/6, 6/4 e 10/3.

“Estamos bem contentes com a vitória, temos menos responsabilidade por sermos jogadores de simples e hoje deu tudo certo, fomos superiores a maior parte do jogo”, disse Bellucci.

Marcelo e Bruno, campeões de Grand Slam e que ainda não venceram no Rio, reconheceram a superioridade de Bellucci e Rogerinho. “Parece o fim do mundo quando perdemos, mas jogo de duplas é decidido em detalhes, e eles foram melhor hoje. Temos que olhar as coisas positivas, o momento especial de jogarmos juntos aqui, termos contato com a torcida, ver a quadra cheia”, disse Marcelo.

Na outra semifinal, os colombianos Juan Sebastian Cabal e Robert Farah, campeões em 2014 e 2016, enfrentarão, às 15h, na quadra 1, a parceria formada pelo chileno Nicolas Jarry e pelo argentino Maximo Gonzalez. Cabal e Farah venceram os britânicos Luke Bambridge e Jonny O’Mara por 6/2 e 6/3. Jarry e Gonzalez derrotaram o croata Nikola Mektic e o argentino Horacio Zeballos por 4/6, 7/6 (5) e 12/10.

Foto: Fotojump

Rogerinho é superado por embalado Londero na final do quali do Rio Open

Foi disputada neste domingo a rodada final do qualifying do Rio Open, ATP 500 disputado nas quadras de saibro do Jockey Club Brasileiro, na capital carioca.

Esperança da torcida da casa no dia, Rogério Dutra Silva não resistiu ao bom momento do argentino Juan Ignacio Londero, que recentemente conquistou o título do ATP de Cordoba e que anotou 7/6(5) e 6/2.

O boliviano Hugo Dellien também garantiu sua vaga na chave ao bater o experiente Carlos Berlocq por 6/3 e 7/6. Será a primeira vez dele em uma chave principal de ATP.

O norueguês Casper Ruud foi outro que furou o quali ao bater o argentino Facundo Bagnis por 7/5 e 6/4, enquanto o sueco Elias Ymer venceu o espanhol Pedro Martinez por 6/4 1/6 e 6/4.

Foto: Fotojump