Serena bate Azarenka e marca confronto com Muguruza em Indian Wells

No duelo das mamães e ex-líderes do ranking, Serena Williams levou a melhor na sua estreia no Premier de Indian Wells, nos Estados Unidos, que é disputado no piso duro norte-americano.

Em uma grande partida, Serena fechou a partida em sets diretos, com parciais de 7/5 e 6/3, garantindo vaga para mais uma grande partida na terceira rodada, diante da espanhol Garbine Muguruza.

Depois da partida, a bielorrussa fez questão de enaltecer a norte-americana e o quanto ela faz com que as adversárias façam o seu melhor:

“Serena me motiva para jogar o meu melhor tênis”, disse Azarenka durante sua entrevista coletiva após o jogo. “Você sabe, ela realmente venceu. Ela mereceu vencer. Ela jogou melhor naqueles momentos importantes. Eu senti que todo game era vantagem, iguais, vantagem, iguais. Era tudo sobre quem ia aproveitar essa chance, e ela levou eles um pouco melhor hoje” disse Azarenka.

Pliskova elimina Serena e encontra Osaka na semi do Australian Open

A japonesa Naomi Osaka confirma sua grande fase em Slams e já está na semifinal do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro.

Na noite desta terça-feira, no horário de Brasília, a japonesa teve uma firme atuação para superar em sets diretos a ucraniana Elina Svitolina, com parciais de 6/4 e 6/1.

Essa é apenas a quarta participação de Osaka em Melbourne e, até então, sua melhor campanha foi a do ano passado, quando parou nas oitavas.

Por vaga na final, ela terá pela frente a tcheca Karolina Pliskova que, já na manhã desta quarta-feira, fez uma grande partida diante da norte-americana Serena Williams e triunfou depois de três sets, com parciais de 6/4 4/6 e 7/5.

As duas já se enfrentaram três vezes, com duas vitórias da tcheca. A partida entre elas será já na madrugada de quinta-feira, um pouco depois da primeira semi, entre a surpreendente Danielle Collins e a tcheca Petra Kvitova.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Em grande jogo, Serena passa por Halep em Melbourne. Pliskova vence Muguruza

Serena Williams e Simona Halep, como era de se esperar, fizeram um grande jogo pra fechar as oitavas de final da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na manhã desta segunda-feira, no horário de Brasília, a norte-americana fez um primeiro set muito bom, viu a romena crescer no segundo e depois fez um final de terceiro set de alto nível pra eliminar a nº 1 do mundo, com parciais de 6/1 4/6 e 6/4.

Nas quartas, a adversária de Serena será a tcheca Karolina Pliskova, que não tomou conhecimento da espanhola Garbine Muguruza e anotou 6/3 e 6/1.

As duas primeiras partidas das quartas serão disputadas na terça-feira, 9º dia do torneio, começando com o confronto entre a russa Anastasia Pavlyuchenkova e a norte-americana Danielle Collins.

Já na rodada noturna, Petra Kvitova deve fazer um belo jogo contra a australiana Ashleigh Barty.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Collins aplica pneu e elimina Kerber em Melbourne. Halep e Serena se enfrentam na 2ª feira

Angelique Kerber, nº 2 do mundo, foi eliminada nas oitavas de final do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na madrugada deste domingo, horário de Brasília, a norte-americana Danille Collins teve ótimo desempenho para superar a cabeça de chave nº 2 do mundo, perdendo apenas 2 games e com direito a pneu no 1º set. No fim, vitória por 6/0 e 6/2.

As oitavas de final da chave feminina continuam na noite deste domingo, no horário de Brasília, com a japonesa Naomi Osaka enfrentando a letã Anastasija Sevastova na Rod Laver Arena.

Porém, o confronto mais aguardado do dia será entre a romena Simona Halep, nº 1 do mundo, diante da norte-americana Serena Williams, no início da rodada noturna.

O dia ainda terá o confronto entre Madison Keys e Elina Svitolina, além da partida entre Garbine Muguruza e Karolina Pliskova.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Svitolina e Osaka escapam da eliminação e viram na 3ª rodada em Melbourne

Foi concluída neste sábado a terceira rodada da chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

No começo da rodada, duas das principais cabeças de chave passaram muito sufoco e tiveram que virar seus jogos.

Primeiro, a ucraniana Elina Svitolina, que foi ao limite contra a chinesa Shuai Zhang, depois de pedir alguns atendimentos médicos. No fim, a cabeça de chave nº 6 venceu de virada, com parciais de 4/6 6/4 e 7/5.

Outra que também passou sufoco foi a japonesa Naomi Osaka, que chegou a ficar 5/7 1/4  atrás da taiwanesa Su-Wei Hsieh, mas foi buscar a vitória com parciais de 5/7 6/4 e 6/1.

Quem não teve muito trabalho foi a norte-americana Serena Williams, que anotou 6/2 e 6/1 sobre a jovem ucraniana Dayana Yamtreska, assim como Simona Halep, que passou fácil por Venus Williams, com parciais de 6/2 e 6/3.

Karolina Pliskova, cabeça 7, precisou de três sets pra bater a italiana Camila Giorgi, enquanto a norte-americana Madison Keys passou pela belga Elise Mertens por 2×0.

Foto: : Luke Hemer/Tennis Australia

Serena perde apenas 4 games para Bouchard e vai à 3ª rodada do Australian Open

Serena Williams segue em ótima forma e já está na terceira rodada do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

Na manhã desta quinta-feira, a norte-americano quase não deu chances para a canadense Eugenie Bouchard, que venceu apenas 4 games na partida que acabou com vitória de Serena por duplo 6/2.

Quem teve muito mais trabalho foi a nº 1 do mundo, Simona Halep, que assim como na primeira rodada foi ao 3º set, dessa vez contra a norte-americana Sofia Kenin, triunfando com parciais de 6/3 6/7(5) e 6/4.

Cabeça de chave nº 6, Elina Svitolina venceu Viktoria Kuzmova por 6/4 e 6/1, enquanto Naomi Osaka, 4ª favorita da chave, também precisou de apenas dois sets pra vencer a Tamara Zidansek.

A 3ª rodada começa na noite desta quinta-feira, horário de Brasília, e no início da madrugada um dos confrontos mais aguardados da chave feminina está marcado para a Rod Laver Arena, entre Maria Sharapova e Caroline Wozniacki, atual campeã.

Também na madrugada brasileira, na Margaret Court, Aryna Sabalenka tem o favoritismo diante da norte-americana Amanda Anisimova.

Já na rodada noturna em Melbourne, Angelique Kerber joga contra a surpreendente australiana Kimberly Birrel.

Outro jogo interessante está marcado para a Melbourne Arena, entre a tcheca Petra Kvitova e a suíça Belinda Bencic.

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Azarenka leva virada de alemã na estreia do Australian Open. Serena e Venus vencem

Mesmo não sendo uma cabeça de chave, a principal surpresa do segundo dia da chave feminina do Australian Open foi a eliminação de uma bicampeã do torneio e ex-nº 1 do mundo.

A bielorrussa Victoria Azarenka, que atualmente é apenas a 53 do mundo, até começou bem, mas acabou levando a virada da alemã Laura Siegmund, nº 110 da WTA, com parciais de 6/7(5) 6/4 e 6/2.

Quem não teve problemas pra garantir sua vaga na segunda rodada foi Serena Williams, que precisou de menos de 50 minutos pra bater a alemã Tatjana Maria por 6/0 e 6/2.

A norte-americana deve fazer um confronto interessante com a canadense Eugenie Bouchard, que passou pela convidada chinesa Shuai Peng, com parciais de 6/1 e 6/2.

Outra favorita que também não teve muito trabalho foi a ucraniana Elina Svitolina, que anotou 6/1 e 6/2 sobre a qualifier suíça Viktorija Golubic, enquanto a experiente Venus Williams teve que buscar a virada diante da romena Mihaela Burnzanescu, com parciais de 6/7(3) 7/6(3) e 6/2.

Foto: Luke Hemer/Tennis Australia

Serena, Halep, Osaka e Pliskova estreiam no 2º dia do Australian Open

O segundo dia do Australian Open terá o complemento da primeira rodada do primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melborune, na Austrália.

Será o dia da estreia de Serena Williams, sempre apontada como uma grande favorita em qualquer torneio. A norte-americana faz o segundo jogo da Rod Laver Arenaa contra a alemã Tatjana Maria.

No mesmo local, mas encerrando a rodada noturna, a japonesa Naomi Osaka, atual campeã do US Open, faz sua primeira partida em Melbourne contra a polonesa Magda Linette.

A Margaret Court será o local da estreia da romena Simona Halep, nº 1 do mundo, mas que não vem em boa fase, e que não deve ter facilidade diante da estoniana Kaia Kanepi.

Na Melbourne Arena, Karolina Pliskova tem amplo favoritismo diante da qualifier tcheca Karolina Muchova, enquanto a bielorrussa Victoria Azarenka encara a alemã Laura Siegmund.

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Atual campeã, Wozniacki enfrenta belga na estreia do Australian Open. Halep encara Kanepi

Foi sorteada na manhã desta quinta-feira, horário de Brasília, a chave feminina do Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada, disputado no piso duro de Melbourne.

A número 1 do mundo Simona Halep, que não vive grande fase, terá pela frente em sua estreia a estoniana Kaia Kanepi, enquanto a cabeça de chave nº 2, a alemã Angelique Kerber, joga sua primeira partida diante da polonesa Polona Hercog.

Vale lembrar que Kerber é apontada como uma das principais favoritas ao título, principalmente pela boa fase que vive, com seis vitórias na temporada, sendo cinco pela Copa Hopman e uma pelo WTA de Sydney.

Terceira cabeça de chave e atual campeã, a dinamarquesa Caroline Wozniacki joga diante da belga Alison Van Uytvanck, enquanto a japonesa Naomi Osaka, cabeça 4 e atual campeã do US Open, enfrenta a polonesa Magda Linette.

Vale ficar de olho também na estreia de Serena Williams contra a alemã Tatjana Maria, de Victoria Azarenka diante de outra alemã, Laura Siegmund, e de Maria Sharapova, que vai da desistência do WTA de Shenzen, que aguarda em Melbourne uma adversária do qualifying.

US Open: Serena domina e decidirá final em Nova York

Um ano após se tornar mãe pela primeira vez e passar por graves complicações no pós parto, Serena Williams está na sua segunda final de Grand Slam consecutiva. Vice-campeã de Wimbledon em julho, ela decide no sábado o US Open, em busca do recorde e do seu 24o. título da categoria. Na noite de quinta-feira ela derrotou Anastasija Sevastova, da Letônia, por 6/3 6/0 para se garantir na sua 9a. final em Nova York e na 31a. da carreira.

“Um ano atrás, depois da Olympia nascer eu literalmente estava lutando pela minha vida, então sou muito agradecida cada vez que piso nesta quadra. Não importa o que acontecer, semifinal, final, eu sinto que já venci,” disse Serena, após a consistente vitória diante da tenista da Letônia.

No domingo, em que jogará pelo sétimo título no Arthur Ashe Stadium, Serena enfrentará a vencedora do jogo entre Madison Keys e Naomi Osaka.

Um dos maiores ícones culturais e esportivos do mundo, Serena afirmou que não imaginou que seria tão duro voltar a competir após a maternidade. O documentário produzido pela HBO mostra detalhes do dia a dia da super campeã, sofrendo com a falta de ritmo, o excesso de peso, a demanda muito maior do que estava acostumada de treinos para voltar ao nível competitivo e a luta interna entre o desejo de cuidar da criança e ter que trabalhar para vencer.

Neste US Open, Serena, que venceu o seu primeiro Grand Slam justamente nestas quadras quase 20 anos atrás (1999), conta que o diferencial foi a sua melhora física. É notável que todo o esforço que ela vem fazendo está sendo recompensado.

Diante de campeãs mais jovens, com ritmo de jogo e mais embalo do que Serena,36 anos, fala mais alto, além do talento e competência, a experiência, o amor pelo esporte e o desejo da vitória, acima de tudo.

Diana Gabanyi